História Vanpire. {Jikook} - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, V, Xiumin
Tags Jikook, Kookmin, Mpreg, Namjin, Universo Meio Abo
Visualizações 210
Palavras 1.742
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shounen, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Canibalismo, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Helo~~
desculpem a demora, mas coisas tem acontecido a escola é um saco e Bts tá tirando meus neurônios com teoria novas e um comeback... Comeback que ainda nem chegou e me deixa assim. 😫😫😫

Mas aqui mais um capítulo eu espero que gostem :3 me dêem amor~


Boa leitura.

Capítulo 15 - Um passeio


Fanfic / Fanfiction Vanpire. {Jikook} - Capítulo 15 - Um passeio



Park Jimin


Eu ai perguntar ao Namjoon primeiro, mas vi o quarto de Jin e decidi ir perguntar primeiro pra ele. Ele não soube responder minha pergunta e ainda tive que conta do namoro com o Jungkook.

Ah, mas eu ainda aí pergunta daqueles olhos para o Namjoon, vampiros não pode mudar de olho, né? Eu não sou cego! Estavam pretos e eu queria saber por que.


Adentrei o escritório de Namjoon e o ele... Parecia dormi.. com um livro na cara.

Vampiros dormem... E dormem feio. Ele estava roncando alto, a cara deve tá engraçada por trás desse livro.

Assim que me sentei na cadeira na frente da mesa, a cadeira fez um barulho que eu sabia que faria e fez Namjoon acorda e o livro cai de sua cara.

– J-Jimin.. o que faz aqui? – falou limpando um pouco de babá em sua bochecha.

– você tava em um sonho bom, né? – ele riu sem graça e eu ri de sua cara – vocês dormem mais que eu às vezes. Eu vim fazer uma pergunta, talvez você saiba, o Jin Hyung não soube responder.

– e o que é?

– Vampiros podem mudar a cor do olho, tipo pra preto? – Namjoon ficou surpreso com a pergunta.

– bem.. Vampiros não podem, talvez raças parecidas p-possam.. por que? Você viu um vampiro de olhos pretos?

– não.. – neguei por medo de falar de Jungkook, por que Namjoon parecia nervoso com a pergunta.

– Jimin. – ele me repreende. Por quê não sei menti!?

– o Jungkookie tem olhos pretos...? – falei baixei.

– o que?

– Jungkook tem olhos pretos. – falei mais alto agora afirmando e Namjoon ficou estático por um tempo.

– eh!? N-não, quando você viu isso!? – perguntou sorrindo torto e nervoso, não entendi.

Assim que aí responder o Hopi entro na sala.

– tem uma coisa chamada porta, por que não bate, Hoseok!? – Namjoon reclamou com o cenho franzido.

– desculpa, mas a gente precisa ver "aquele" negócio. Vamo? – negócio?

– que negócio? – perguntei e Namjoon suspirou.

– umas coisas da casa, nada de mais. – falou e assenti.

Namjoon se levantou e bagunçou meus cabelos com uma mão e foi embora com Hoseok.

Depois de um tempo pensando no escritório de Namjoon, sai e dei de cara com meu Vampirinho agora namorado, Jungkook.


– o que estava fazendo aí dentro? Eu acho que o Namjoon saiu...

– eu sei e nada. Eu tava conversando com ele, mas ele saiu com o Hoseok.

– uhum, e estavam falando de que? – começamos a caminhar um do lado do outro – de mim? – ele sorriu mostrando seus dentes de coelho.

– n-não! – ah.. não falo nada..

– haha, eu tô brincando. Olha eu tenho uma coisa pra te mostra. Vem comigo? – assenti e formos andando pra fora da mansão.


– pra onde vamos? – perguntei caminhando ao lado dele já em fora da casa.

– achei um lugar legal semana passada, achei bonito e queria mostra pra você. – falou e quando me dei conta ele tinha me pegado de trás fazendo eu ficar em suas costas.

– esper- o que está fazendo!?

– é um pouco longe. O que foi? Não é a primeira vez que você fica nas minhas costas. – falou com um sorriso olhando pra mim. – é a segunda fez que pego nas suas coxas... – comentou e apertou as mesmas me fazendo corar e dei um tapa em sua cabeça.

– palhaço! Vamos logo! – ele riu e mandou em abraçar seu pescoço e fiz. Ele começou a correr e depois de uns segundos eu acho ele me colocou no chão.



Olhei o cenário e era diferente da floresta. As árvores eram diferentes, eram caídas e chorosa e as mesmas tinham troncos grandes grossos e raízes a amostra. Tinha um ar confortável.

Me surpreendi por ter minha mão tomada por Jungkook que sorriu pra mim e logo ele me puxou e começamos a andar novamente.

Passamos por um armusto de folhas nas mesmas que parecia uma cortina.

Assim que vi o outro lado meus olhos brilharam. Era lindo!


Um lago com uma cachoeira que brilhava com uma brecha entre as árvores deixando o sol de encontro com a água corrente da cachoeira, e a água era tão azul e transparente que dava para ver o fundo do lago.

Só o som da água e a brisa das árvores. Lindo de verdade.

Assim que me virei para Jungkook o mesmo tirava a camisa e senti meu rosto esquenta.

– o-o que está fazendo..?

– ora, não é óbvio? Tirando a camisa, eu vou tomar banho, você não vai? – falou jogando sua camisa em uma pedra e veio até mim.

– eu p-prefiro ficar só olhando..

– ah, não. Assim não tem graça~

– tá bom, vai primeiro depois eu vou. – falei e Jungkook assentiu. Fomos até o lago e Jungkook se jogou dando um mortal pra dentro da água. Exibido.

Fui com cuidado até uma pedra, que era meio lisa, e me sentei no lago e fiquei só encostando meus pés na água, era tão bonita.

Jungkook veio nadando até a pedra onde eu estava sentado e perguntou:

– não vai tirar a camisa pra entrar? – falou com um sorriso malicioso.

– não Obrigado, vou ficar de roupa.

– eh?~ pode pegar um resfriado e essa camisa branca pode suja... Quer que eu tire pra você?

– não! – falei um pouco vermelho e Jungkook riu – é fundo ai Jungkook? – perguntei me referindo ao lago.

– é um pouco, eu não encosto meus pés no chão, por que?

– hum, por nada não...

– e então? Vai ficar só sentado aí? – engoli em seco. Eu não queria entrar.

– ai, ai, vai nadar um pouquinho Jungkook! – me encolhi um pouquinho e logo senti uma mão no meu pé que me puxou com força pra dentro da água e comecei a me afogar até senti mãos na minha cintura me erguendo pra cima.

Assim que eu consegui ar me abraçei desesperado no pescoço de Jungkook.

– você não sabe-

– cala boca é culpa sua! – falei o abraçando mais forte e o escutei ri anazalado.

– era só ter falado bobo. – ele levou meu rosto para frente o fazendo o olhar. Tirou minha Franja molhada de minha testa colocando para trás com sua mão.

Nossos rostos estavam tão próximos que eu mesmo não pude me evitar e comecei um beijo.

Ele recribui e começou a pedir passagem com sua língua e cede. Estava gostoso até a falta de ar se fazer presente e termos que nos separar ofegantes.

Meu coração estava tão acelerado eu queria de novo, eu queira mais uma vez.. pensando agora, talvez eu tenha me viciado nos lábios de Jungkook.



Jeon Jungkook


Depois de nós separamos Jimin ficou olhando para meu pescoço, tão lindo... Suas bochechas estavam coradas, seus lábios estavam mais rosas pela temperatura que estavamos e estavam entreapertos. O menor respirava ofegante e eu reparava em cada detalhe seu.

Nem acredito que ele que começou um beijo, mesmo sendo todo "revolts" ele estava sendo muito fofo.

– quer ir até a cachoeira? – perguntei atraindo o olhar do menor pra mim, ele assentiu e fomos até lá. Fui nadando com Jimin em minhas costas, o subi nas pedra da cachoeira e assim que o sentei ele se levantou e logo sai também ficando de pé com ele.

Ele foi e ficou de baixo da água corrente da cachoeira e seus cabelos começaram a se dividir no meio.

– aí que sensação estranha! – ele falou rindo de olhos fechados e ri junto de sua figura engraçada – a água é forte. – assenti.

Ele se virou pra mim e olhou pra dentro da cachoeira e logo me olhou com os olhos arregaladinhos de boca entreaberta.

– tem uma caverna aqui dentro!

– sério? – fui olhar também – vamo lá dentro? – ele assentiu animado e entramos lá dentro.

Essa parte eu nunca tinha visto, não sabia que tinha uma carverna aqui dentro. Adentrei e o chão tinha pedras um pouco rochosas e assim que vimos o lago de dentro nossas boca se abriram.

A água era tão azul como um cristal. Olhei para os olhos de Jimin e estavam da mesma cor da água com mesma brilhar em seus olhos. Sorri involuntário.

Fui corredo e me joguei no lago, gritando "bola de canhão!" E ouvi Jimin rir. Assim que me levantei a água batia só mais um pouco a cima de minha cintura.

– olha criança, é pro seu tamanho!! – gritei para Jimin que fez uma cara incrédula e se jogou no lago vindo até mim.

– vem cá! Vou te afogar! – ele veio pulando em cima de mim, mas escapei dele e o joguei água e ele em mim e logo começamos uma guerra jogando água um no outro.

Riamos como duas crianças com aquilo. até a hora que paramos e só ficamos rindo, logo fomos pra beira e ficamos sentados vendo, agora, a água quieta que brilhava como se tivesse uma lambada em dentro da mesma pra ficar tão azul e brilhante.

– foi divertido. – falou Jimin sorrindo e eu assenti com um sorriso também.

– sabia que foi por sua causa que achei esse lugar?

– sério? Como?

– semana passada quando você ainda dormia, eu estava desesperado. Eu saí correndo pra ir fazer alguma coisa, eu tava frustado e muito de cabeça quente por não poder fazer nada. Fui quebrando um monte de árvores por aí, até ver essas que era diferente. As árvores caídas que vimos no começo – ele assentiu – eu fiquei prestando atenção nelas e sem querer encostei naquele arbusto que parece uma cortina de folha. Foi aí que fui entrando e vi essa cachoeira e o modo como o sol brilhava nela me lembrava você.

– e-eu por que?

– no dia que você estava chorando no sofá, com as lágrimas, seus olhos brilhavam tanto... Agora pouco tiveram um brilho ainda mais bonito. O azul da água e o lilás dos seus olhos ficam bonitos. Seus olhos são brilhantes... – me próximei de seu rosto corado e dei um pequeno beijo em seus lábios um pouco gelidos. Ele abraçou meu pescoço aprofundando o beijo e eu o trouxe para meu colo, deixando suas penas uma para cada lado.


Meus pensamentos, era que eu não podia fazer nada Muito... Assim com o Jimin, mas..

Eu já estava de olho a um tempo, e isso tava me deixando loco. A roupa molhada do Jimin estava completamente colada em seu corpo. Eu podia ver seus botões rosados pela camisa branca de tecido um pouco fino e a calça pareceu ficar mais apertada nele colando toda sua bunda e coxas.

Comecei a apertar de leve um lado de sua nádega e escutei Jimin arfar.

Eu sei o que disse a mim mesmo, que ainda.. Ainda! Não podia fazer aquilo, mas..

Droga, meu alto controle... Tá indo embora. Parecia que eu estava perdendo minha consciência e eu realmente estava...





Notas Finais


Trolei 0-0
Parei no meu da coisa
Cês queriam o Lemon né?
Safajins 🌚 ksksks
Mas eu espero que tenham gostado~~

Por favor deixem seus comentários, please!!~~~~

E beijos~
(Não morram com as teorias das fotos que estão saindo, anunciando o comeback ^-^ é difícil '-')

Até a próxima 😘😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...