História Vatican Dragon - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Comedia, Dragões, Drama, Ficção, Hibridos, Militar, Romance, Vaticano
Visualizações 15
Palavras 480
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Explicações


Ao caminho do refeitório, Iappo acaba por esbarrar em uma pessoa e os dois caem no chão:

- Me desculpe, eu não estava vendo por onde andava. – O estranho se desculpou.

- Eu também, desculpe...

Depois de nos levantarmos ele perguntou:

- Esta indo para o refeitório? A propósito, meu nome é Mitsuki, vim de Luxemburgo e você? – Ele estava tentando puxar assunto, porque nos foi dado a ordem de ir pra lá...

-Sim, me chamo Iappo, vim de Liechtenstein. – Ele além de ser mais alto que eu, chuto que ele tem 1,80, é mais bonito, com seus olhos roxos, cabelo prata e grande, pele pálida e magro, não faço questão de puxar assunto com ele...

Então os dois permaneceram em silencio até chegarem.

- Tenho que achar a minha colega de quarto, até Iappo.

- Até Mitsuki.

A situação de Iappo com Stefaine estava um pouco estranha, então ele não se preocupou em procurar por ela. Lá eles estavam entregando umas espécies de barras super calóricas, para que os soldados tenham força no dia para agüentar os treinamentos, o gosto não deve ser um dos melhores... Iappo estava tendo dificuldades para comer isso, até que Naroj disse:

- Então mocinhas, depois de comerem isso vão ao campo de treinamento onde um de nossos cientistas explicara como funciona cada armamento, o Anio e depois vocês poderão escolher o seu! – Na mesma velocidade com que o general ergueu o seu equipamento foi o que Iappo engoliu aquela coisa, o equipamento do general era uma Katana, vermelha sangue e branca.

Chegando no campo, só se ouvia os soldados falando entre si sobre qual pegar ou sobre quais eram.

- Sentido! – No mesmo instante todos se calaram.

- Bom dia soldados! Eu sou Mark, um cientista e como o general Naroj já  disse eu estou aqui para mostrar e explicar como que funcionam os armamentos, mas antes eu gostaria de comentar do que eles são feitos. Eles são feitos dos nutrientes dos ossos e do sangue dos Kames, por isso a sua coloração vermelha e branca. Eles são feitos disso mais a estrutura base das armas normais, esse é o jeito mais eficiente de matá-los, com eles mesmos. Até agora conseguimos desenvolver 5 tipos de armamentos: Katanas, que são armas de médio alcance, as Foices, de médio e longo alcance, Adagas, curto e longo alcance, se jogá-las, Rifles de precisão, longo alcance e Pistolas, curto, médio e longo alcance. Aproveitando, gostaria de falar mais sobre o Anio, como todos sabem, essa substancia foi injetada em vocês ainda bebes, ela é feita do sangue dos Kames e são injetadas em vocês para terem uma maior chance de sobreviver o ataque de um e aumentam a capacidade física e psicológica. Voltando o assunto, cada um de vocês, independente da arma escolhida, receberão uma Adaga e uma Pistola. As mesmas estão dentro da Capela Sistina, dispensados!!



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...