História Veela - Capítulo 16


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Camila Cabello, Colegial, Justin Bieber, Mitologia, Veela
Visualizações 1.380
Palavras 2.391
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 16 - Vestido de Gala


Ashley arfava na curvatura do pescoço de Justin, enquanto ele avançada com suas mãos. Quando a garota sentiu as mãos dele acariciando sua intimidade por cima da calcinha gemeu baixo.

― Justin... ― sussurrou mais uma vez sem força.

O garoto não deu ouvido. A veela está no comando, e era quase que impossível parar.

A garota reuniu forças da onde não tinha que empurrou o corpo dele para longe do dela. Quando seus pés tocaram o chão  ela o encarou assustada. Sua respiração estava descontrolada, seus cabelos desgrenhados e sua pele em um tom avermelhado.

Nunca antes alguém tinha tocado nela daquele jeito e naquele lugar. Ela estava assustada.

― eu vou embora. ― falou ajeitando os cabelos.

― Não, não vá. ― Justin se pôs em frente a porta. Impedindo a passagem.

― Eu não quero ficar aqui. ― falou mais uma vez.

― Desculpe-me. Eu não sei o que me deu. ― Justin balançou a cabeça tentando fazer com que seus olhos voltassem a cor normal.

― aceito suas desculpas, mas agora me deixe ir. ― tentou sair novamente.

― Não, espera um pouco. ― ele falou tirando o blazer.

― O que você está fazendo? ― perguntou assustada quando o viu abaixar as calças.

Tapou os olhos.

― Não é nada disso que você está pensando. ― falou enquanto substituía a calça do terno por sua calça Jeans. ― eu só vou tirar o terno e colocar minha roupa normal.

Ele tirou as outras partes do terno rapidamente, substituindo por sua roupa normal. Ashley ainda permanecia com seus olhos tampados.

―Pode olhar agora. ― Justin falou ajeitando o casaco.

Ashley tirou as mãos dos olhos e o olhou. Seu rosto ainda permanecia corado.

― Você me desculpa? ― perguntou aproximando da garota. ― Eu não sei o que aconteceu. Eu realmente não queria ter forçado a barra com você. ― tocou seu rosto com delicadeza.

― Tudo bem. ― reprimiu-se com a proximidade. ― Mas agora eu quero ir embora. ― tentou se esquivar.

― Tudo bem. ― recuou.

Justin respirou fundo e pegou o terno nas mãos. Destrancou a porta e deu passagem para que Ashley saísse primeiro.

― Espere-me aqui? Eu só vou pagar o terno. ― falou em um tom de voz quase silencioso.

― Ok! ― assentiu.

Agarota ficou parada no mesmo lugar. Enquanto ele foi até o caixa, entregou o terno para o vendedor e pagou logo em seguida. Justin não esperou o vendedor colocar o terno dentro da capa novamente e voltou para o lado de Ashley. Ele estava com medo de que ela fosse embora.

Abraçou a garota fortemente quando chegou perto dela. Logo em seguida depositou um beijo nos cabelos da mesma. Em todo o momento o silencio reinou, nenhum dos dois se atrevia a dizer uma só palavra.

― Aqui está, senhor. ― o vendedor veio sorridente entregar a sacola com o terno.

― Obrigado. ― Justin agradeceu e pegou. ― Vamos? ― perguntou soltando Ashley dos seus braços.

Ela assentiu e os dois saíram da loja. Justin tentou dar as mãos a garota, mas ela negou.

― Eu quero ir embora. ― Ashley falou em um sussurro.

― Mas nós íamos lanchar no Mc agora. ― Justin falou sem entender.

―Não estou com fome. ― retorceu os lábios ao responder.

― Nem por um MC lanche feliz? Fiquei sabendo que estão dando brinde dos Minions. ― Tentou anima-la. ― Eu sei que você gosta dos Minions. Vi pelúcias deles no seu quarto. ― ela nada respondeu. ― Não? Então está bem. ― rendeu-se.

Ambos caminharam juntos até o estacionamento do shopping. Em um silencio angustiante. Justin colocou as sacolas no porta malas. Abriu a porta do carona para que Ashley entrasse e logo assumiu seu lugar no volante. Ligou o carro e deu partida, saindo em alta velocidade. Como sempre.

― Você já viu a roupa que irá usar no baile? ― Justin perguntou tentando puxar assunto.

― Ainda não. ― respondeu baixo.

―Se quiser eu posso te ajudar. Se você quiser, é claro.

― Aí não teria graça. ― Justin riu. ― Mamãe me ajudara.

Justin balançou a cabeça e riu.

― Minha mãe vai ficar com ciúmes.

― Por quê? ― Ashley perguntou curiosa.   

― Por que é sempre ela que escolhe minha roupa para o baile. E bom, esse ano você escolheu.

― Se quiser trocar, eu não ligo. ― retorceu os lábios.

― Não, de jeito nenhum. Eu gostei do terno.

― Sua mãe tem bom gosto. Todas as suas roupas, de todos os anos são muito bonitas.

― Então quer dizer que você fica me observando. ― Justin riu tirando sua atenção por alguns segundos da estrada para olha para Ashley.

Ela sorriu fraco.

― Como não notar. Todos os anos você é eleito o cavalheiro do baile. ― riu.

― Eu nunca liguei para isso. Kimberly que faz questão disso todos os anos. ― balançou a cabeça. ― Estou com um pressentimento de que esse ano  você e eu  iremos subir ao palco juntos. Seremos Dama e Cavalheiro.

Ela o olhou e riu alto.

         ― O que foi?

         ― até parece que eu vou ser a Dama da noite. ― falou ainda rindo. ― Todos os anos é a Kimberly que ganha. Por que esse ano seria diferente?

         ―Esse ano é diferente. ― Justin respondeu.

         ― Só por que eu vou com você? ― arqueou a sobrancelha.

         ― Não só por isso. Ah, sei lá. Você me deixou sem palavras. ― riu fraco.

         O silencio instalou no carro novamente.

         ― Minha mãe falou que quer conhecer você. ― Justin falou parando em frente a casa de Ashley.

         ― Legal. ― respondeu sem animo.

         Justin a encarou por alguns segundos e retorceu os lábios. Ela ainda estava constrangida, e dava para perceber isso pela tonalidade de sua pele. Estava rosada. Respirou fundo e saiu do carro andando até a porta do carona  abrindo-a. Ashley saiu.

         ―Quando podemos marcar para você ir a minha casa? ― Justin perguntou fechando a porta e encostando-se à mesma.

         ― Não sei, talvez depois do baile. ― respondeu.

         ― Isso seria bom. Vou pedir para minha mãe oferecer um jantar. ― falou empolgado.

         ― Justin.. ― Ashley tentou se pronunciar.

         ― Seus pais poderiam ir também, o que você acha?

         ― Está muito cedo para isso. Você fala como se nós estivéssemos noivos, ou coisa do tipo. Somos apenas amigos.

         ― Ainda. ― enfatizou.

         ―Mas ainda somos. ― Frizou.

         ― resolveremos isso mais tarde. ― Justin sorriu. ― Que tal um cineminha amanha?

         ― Não. Lá é muito escuro. ― o encarou de braços cruzados.

         Justin riu.

         ― Justo que não vou tentar nada. ― levantou as mãos em sinal de rendição.

         ― De qualquer forma não poderei ir. Tenho coisas a fazer.

         ― Que tipo de coisas?

         ― Coisas, Justin!

 Despediu-se com um beijo estalado na bochecha do garoto e  afastou-se indo na direção a porta de entrada de sua casa.

                                               ***

 

                   8 horas e 45 minutos, segunda-feira

                            (Tiger High School)

        

         O sinal tocou indicando o final da terceira aula. Os corredores foram ficando abarrotados de alunos. E entre eles estava Justin, Chaz, Ryan e Chris. Que caminhavam enquanto conversavam.

         ― Mano, eu nem acredito que você está de volta. ― Chris falou dando um tapinha nas costas do amigo.

         ― Meu velho conversou com o diretor. ― Justin gabou-se. ―Mas se eu der mais um deslize. Estou fora.

         ― Mas vamos ao que interessa. ―Ryan cortou o assunto. ― E o bile, a Ashley vai com você?

         ― Claro. ― sorriu. ― ela foi até ao shopping comigo escolher minha roupa.

         ― hmmm! ― os três fizeram uma cara de segundas intenções.

         Logo depois caíram na gargalhada.

         ― Mas o que você fez para a Ashley te perdoar? ― Chaz questionou. ― Afinal, você espancou o amigo dele, e de brinde deu um soco nela. Acidentalmente, é claro.

         ― Nem lembre-me disso. ― Justin bufou. ― Para ela ir ao baile comigo eu tive que ir na casa daquele mané e pedir desculpas. Vocês acreditam?

         ― Nossa, mano. Você teve que pedir desculpa para aquele zé mané?  ― Chris riu.

         ― Era isso ou ficar sem Ashley. ― revirou os olhos. ― preferi isso.

         Todos riram.

         ― Eai, já está preparado para fazer a marcação?

         Todos eles pararam em frente seus respectivos armários.

         ― Ainda não. Mas será na noite do baile, isso não tem duvida.

         ― Boa sorte, mano. ― Ryan falou enquanto pegava alguns livros no armário.

        

                   14 horas e 30 minutos, quinta feira

                            ( shopping center)

 

         Faltava exatamente dois dias para o baile beneficente e Ashley ainda não tinha o vestido. Ela e sua mãe já estavam a mais de duas horas rodando pelo shopping a procura do vestido ideal.

         ―Filha, olha aquela loja ali. ― Clara apontou para uma loja de roupas de gala.

         ― Você não acha que ali as coisas devem ser muito caras?

         ― esquece isso e vamos. Eu não vou economizar para você arrasar nesse baile. ― Puxou a garotas pelas mãos andando até a loja.

         Assim que chegaram a porta da loja analisaram primeiro a vitrine. Nela havia  vestidos e conjuntos belíssimos. Entraram.

         ― Boa tarde. Em que posso ajudar?

         Uma moça de conjunto branco bem ajustado ao corpo e expressão sofisticada perguntou as duas.

         ― viemos ver um vestido para ela ir ao baile beneficente. ― Clara falou.

         ― É por aqui. Sigam-me!

         Elas seguiram a vendedora até o interior da loja.

         No caminho o celular de Ashley vibra em seu bolso. Ela pega e olha o visor. Era uma mensagem de Justin.

         “ Já escolheu o vestido?  Eu estava pensando, com que carro ir.  Um  Audi Sport Quattro Concept ou uma Bugatti veyron? “

         Ashley riu enquanto lia a mensagem. Ela não fazia ideia de que carros eram esses. Só sabia de uma coisa. Pelo nome, eram caros.

         “ Para mim não faz diferença. A única coisa que importa é chegar ao baile. kkk”

        

         Quando ia guardar o celular no bolso. O mesmo vibrou. Era outra mensagem de Justin.

         “Vou escolher um que combine com o seu vestido.”

         Ashley riu.

         “ eai, já escolher?

                   Kkk estou parecendo um idiota.”

 

         “ tenho que concordar com você. kkk

                   E não, eu ainda não escolhi o vestido. Mas fica a seu critério. Sei que qualquer um dos dois eu irei amar.”

                   Guardou o celular no bolso rapidamente e caminhou até onde sua mãe estava. Ela via alguns vestidos junto com a vendedora.

         ― Filha, o esse aqui.

         Clara mostrou um vestido vermelho, longo e com as costas descoberta.

         ― É realmente muito lindo. Mas você não acha que está, pelado, demais?

         Clara olhou para o vestido e negou.

         ― Tem algo mais discreto e romântico? ― perguntou a vendedora. ― é mais o mesmo estilo.

         ― Acho que tenho os vestidos certo para você. Venha comigo.

         Elas acompanharam a vendedora até uma saleta, aonde havia vários vestidos em manequins.

         ― Que tal esse. ― Analisou a sala rápido e apontou para um manequim.

         ― Ele é muito lindo. ―Ashley falou admirada.

         ― Quer experimentar?

         Olhou para sua mãe e a mesma assentiu. Ela caminhou até a vendedora que estava tirando o vestido do manequim. Quando terminou de tirar entregou para a garota. Ela o pegou e foi para o trocador.

                  ***

         Depois de alguns minutos Ashley saiu vestida com o vestido. Quando sua mãe e a vendedora a viram vestidas se entreolharam admiradas e satisfeitas.

         ― Ficou magnifico. ― falou a vendedora.

         ― obrigada. ― agradeceu dando uma voltinha.

         O vestido era na cor verde mar. Ele era de alça e essa parte, juntamente com a do busto era em uma renda, pedras e tule. O que deixava sensual, mas puxando para o romântico.

         Ele era até o pé e tinha um caimento leve, assim com o pano. Ele não era muito armado e nem muito justo. Era na medida certa. As costas também tinham renda e tule. Cintura bem marcada valorizando os seios. O vestido era magnifico.

         ― Gostou? ― Clara perguntou empolgada.

         ― Eu amei. ― respondeu sorrindo.

         ― Vamos levar. ― falou para a vendedora.

         Enquanto sua mãe e a vendedora foram até o caixa. Ashley pegou seu celular, que estava em cima de um pequeno sofá, e mandou a seguinte mensagem para Justin.

         “ verde mar. Essa é a cor do meu vestido”

         Não demorou muito para Justin responder com um coração e uma carinha encantada. Ashley sorriu e mordeu os lábios imaginando a expressão no rosto do garoto.

 

                   19 horas e 50 minutos, sábado.

                            (casa da Ashley)

 

         Faltavam dez minutos para a hora combinada em que Justin iria buscar Ashley para o baile. Mas ele já havia chegado. Estacionou a Bulgatti Veyron na cor preta, que tinha pego da coleção do seu pai.   

         Justin sai do carro pegando a caixa, na qual continha uma pulseira de flores da cor verde mar. Ele caminhou até a porta da casa e apertou a campainha.

         Atrás da porta dava para se ouvir o barulho de passos andando apressadamente. Não demorou muito e Clara abriu a porta. Ela analisou Justin da cabeça aos pés e sorriu.

         ―Entre! Ashley já esta quase pronta.

         Justin entrou pedindo licença e na sala estava Taylor, pai de Ashley. Ele mediu Justin de cima em baixo. Levantou e caminhou até o garoto.

         ―Boa noite, senhor Jhonny. ―Justin estendeu a mão para um cumprimento formal.

         ― Boa noite. ― respondeu mantendo a postura seria.

         ― Eu vou subir e avisar Ashley que você já está aqui.

         Ambos assentiram. Um silencio se instalou.

         ― Tenho algumas recomendações. Quero Ashley antes da meia noite em casa. É para ir ao baile e depois direto para casa. Sem paradas. Está entendendo?

         ― Sim, senhor. ― engoliu seco.

         ― Acho bom! Não é por que você é filho de um milionário, tem carros de luxo que pode fazer o que quiser com a filha dos outros.

         ― Eu nunca faria isso com a Ashley, Jhonny. Ela é uma menina...

         Justin perdeu a fala quando viu Ashley apontar no topo da escada. Sua boa se abriu em sinal de encanto, seus olhos brilhavam e um sorriso bobo formou em seus lábios. Ashley sorriu de volta.

         ― Magnifica. ― sussurrou aéreo ainda deslumbrado com a beleza da garota. 


Notas Finais


eai, o que acharam?
que venha o baile e as badalaçoes kkkk

bjs até o proximo cap
#comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...