História Veela - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Camila Cabello, Colegial, Justin Bieber, Mitologia, Veela
Visualizações 1.541
Palavras 2.670
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 24 - Quero que todos saibam da verdade. Eu te amo.


 Os corpos de ambos ficaram imóveis, a respiração ofegante por um momento parou e os dois se entreolharam. Justin respirou fundo e olhou pra trás para ver quem era.

―Chaz? ― falou quando viu o rosto da pessoa.

―Quem mais você pensou que fosse? ― o mesmo revirou os olhos. ― Só passei aqui para te informar que a aula de física já terminou e estamos na hora do intervalo.

Justin respirou mais aliviado. Ashley apertou seu braço escondendo seu corpo atrás do garoto.

―Chaz, você se importa de dá um fora? ―  Justin perguntou com sutileza.

―Ok. ― Chaz jogou as mãos para o ar e saiu.

Justin respirou fundo e passou as mãos pelos cabelos. Já Ashley desceu da mesa e começou a ajeitar suas roupas. Quando foi ajeitar sua calcinha percebeu que a mesma estava molhada com um liquido viçoso. A garota estranhou, pois isso nunca havia acontecido antes. Em uma tentativa de encontra uma resposta ela olhou para Justin, que a encarava.

―O que você fez comigo? ― perguntou em um sussurro terminando de arrumar sua saia.

―Digamos que eu te dei prazer. ― Justin aproximou-se dela. ― Você gostou?

―Não sei. ― falou baixo. ― Senti uma sensação estranha percorrer todo meu corpo, parecia que eu estava fora de mim. ― olhou para baixo.

―Você estava gostando? Essa sensação estava te relaxando ou algo assim?

―Sim. ― respondeu corando.

Justin abriu um sorriso malicioso.

―Isso é bom. ― deu um selinho nela.

Ashley se afastou e terminou de ajeitar sua roupa e cabelo. Quando já estavam arrumado saíram da  ultima sessão.

―Vamos? ― Justin perguntou quando chegou perto de Chaz.

―Vamos. Eu já estou com fome. ― Chaz falou desencostando da mesa.

Justin passou um dos braços pela cintura de Ashley e juntos caminharam os três para a cantina. Quando  estavam quase chegando a cantina Ashley parou.

―Vão andando na frente. Eu vou guardar algumas coisas no meu armário e depois eu vou. ― Falou.

―Ok. ― Justin deu um beijo estalado na bochecha dela. ― Quer que eu peça seu lanche de uma vez?

―Não precisa. ― sorriu sem mostrar os dentes. ― Eu já vou indo.

Ela deu meia volta e seguiu o caminho oposto.

―Justin, você deu muito mole cara. Transar em plena biblioteca. ― Chaz falou.

―Eu não consegui controlar. ― passou as mãos pelo rosto. ― ela estava lá, tão entregue a mim. A veela tomou conta e eu perdi a razão.

―Toma cuidado, mano. ― Chaz o olhou. ― da próxima vez pode ser a bibliotecária.

―Ninguém sabe daquela sessão. ― Justin falou e deu de ombros.

―Tem certeza? ― Chaz o encarou de sobrancelha arqueada. ― eu achei e a bibliotecária deve saber.

― Vamos esquecer isso. ― Justin falou.

Ambos cruzaram a porta da cantina. A mesma se encontrava cheia. Eles caminharam até o balcão para fazer seus pedidos.

―E como ela reagiu com isso tudo? Digo, Ashley é uma menina muito envergonhada e tals. ― Chaz perguntou.

Justin tirou os olhos do cardápio por alguns segundos e olhou para o amigo.

―Ela estava gostando. ― riu de lado. ―mano , ela gozou pra mim.

― O negocio estava bom então. ― Chaz riu pegando outro cardápio.

― Estava ótimo. ― Justin riu para o amigo.

Ambos fizeram seus pedidos e ficaram aguardando no mesmo lugar.

―Mas isso foi a primeira gozada dela, sabe? ― olhou para o amigo. ― ela ficou meio confusa e tals. Perguntei se ela tinha gostado e ela disse que isso tudo era muito novo para ela.

―wow. ― Chaz riu. ― Você fez a consumação?

―Não. não. ― Justin respondeu rápido. ― Tem que ser uma coisa especial para ela. ― o olhou nos olhos. ― eu não ia tirar a virgindade dela em uma biblioteca tendo que tomar conta para ninguém ver. ― revirou os olhos. ― tem que especial, tem que ser com calma.

―Nossa, que romântico. ― Chaz zombou. ― Vai dizer isso para a veela. ― riu fraco.

―Esse é meu problema. ― bufou.

Ambos pegaram seus lanches que estavam sobre o balcão, agradeceram e foram para em direção a mesa.

― Será que ela vai ficar assim depois da marcação? ― Justin perguntou. ― digo, viciada em sexo?

―Não sei. Só transformando para saber. ― Chaz riu fraco.

―Ai que saco. ― Justin revirou os olhos. ― olha quem está ali?   

Chaz encarou a mesa onde eles costumavam sentar. Na escola já havia uma hierarquia, os garotos do time de basquete tinham mesas reservadas, as melhores é claro. E como as lideres de torcida “faziam parte” do time elas também sentavam junto com os garotos. Sendo que a maioria delas namoravam com  algum, ou alguns, dos jogadores do time.

―Quer sentar em outro lugar? ― Chaz perguntou para Justin.

―Não. Eu vou sentar ali e a Ashley também. ― Justin falou com firmeza.

Chaz deu de ombro e seguiu para a mesa junto com o amigo. Quando chegaram não deram muita atenção para Cindy, Brooklyn e Kimberly.

―Jay. ― Kimberly falou com voz sedutora. ― eu sabia que você voltaria. ― passou as mãos pelo rosto do garoto e ameaçou beija-lo.

Antes que os lábios dos dois entrassem em contato Justin desviou e voltou sua atenção para os outros.

―Só para avisar. A Ashley vai sentar aqui. ― Justin falou olhando para todos.

―Para mim tudo bem. ― Ryan e Chris disseram.

―O que? Como assim aquela rata da biblioteca vai sentar junto com a gente, Justin? ― Kimberly falou alterada. ― Temos uma reputação. Aqui só os populares sentam. Essas mesas são reservadas para pessoas do time de basquete.

―Ela é minha namorada e ela vai sentar aqui. ― ele a encarou. ― falando nela, olha ela ali. ― olhou para o balcão, no qual Ashley estava fazendo seu pedido.

―Você só pode está brincando. ― Kimberly riu debochada.

―Não, não estou. ― Justin a olhou serio. ― Ela vai sentar aqui e os incomodados que se mudem.

Kimberly bufou alto e cruzou os braços. Justin ignorou a garota e ficou olhando Ashley.

O pedido da garota ficou pronto rapidamente. Ela o pegou no balcão e caminhou até mais ou menos o centro da cantina para procurar um lugar vago. Da mesa dos populares Justin acenou fazendo sinal para que ela juntasse a eles.

A garota retorceu os lábios e negou com a cabeça.  Apesar de está namorando o capitão do time de basquete Ashley não se sentia confortável convivendo com pessoas populares.

Ela respirou fundo e foi andando até a mesa onde estava Malk e alguns outros garotos nerd.

― Posso sentar? ― Ashley perguntou quando chegou perto a mesa.

―Ué, você não vai sentar com seus amigos populares? ― Malk perguntou mal humorado.

― claro que não. ― respondeu e sentou a mesa. ― Não me sinto a vontade. ― retorceu os lábios.

Enquanto Ashley estava conversando com pessoas “iguais” a ela, Justin da mesa dos populares a olhava sem entender.

―Acho que a ratinha não se acha suficiente para sentar em nossa mesa.  ― Cindy provocou.

―Mas ela não é. ― Kimberly falou em um tom venenoso.

As três fizeram o toque de irmandade e sorriram debochadas. Justin as olhou, balançou a cabeça negativamente e levantou. Ele foi caminhando até a mesa onde Ashley estava sentada.

―Acho que alguém veio te buscar. ― Bob, um garoto gordinho que estava sentado a mesa, falou.

Ashley olhou para trás e viu Justin se aproximando. Quando ele chegou a mesa correu o olho encarando todos que ali estavam e logo depois focou em Ashley.

―Por que você senta com a gente? ― falou meigamente com a garota.

―Acho melhor não. ― olhou rapidamente para a mesa dos populares. ― Lá não é meu lugar.

―Seu lugar é ao meu lado. ― Justin falou.

―Eu sei, mas... ― olhou para as próprias mãos. ― Não me sinto a vontade. ― o olhou e retorceu os lábios.

Ele respirou fundo  e a olhou.

―Ok. ― sorriu sem mostrar os dentes. ― vou resolver isso. ― deu meia volta.

―Justin, o que você vai fazer? ― Ashley perguntou preocupada.

―Você vai ver. ― ele olhou para trás. ― ou melhor, venha comigo. ― a puxou.

―Não, Justin. ― Ashley protestou. ― Não quero ir. ― resmungou.

Mas o garoto não teu a mínima importância e continuou caminhando na direção da mesa dos populares. Quando chegaram Kimberly e suas damas de companhia lançaram olhares analisadores e invejosos sobre Ashley, que se encolheu e apertou a mão de Justin.

―Hey, Ashley. ―Chris falou sorrindo. ― Senta com a gente. ― apontou para a cadeira vaga.

Ashley negou.

―Eu não te convido para sentar porque você está brava comigo. ―Ryan brincou. ― Mas pode ficar tranquilo, Justin. Antes das sete o buque de flores chega a casa dela. ―  Ryan lançou um sorriso torto para Ashley.

A garota franziu o cenho.

― Eu acho bom. ― Justin falou para Ryan. ― agora tira tudo de cima da mesa que eu vou fazer uma coisa.

―Vai dançar em cima da mesa? ― Chris debochou.

―Não, vai ser muito melhor. ― Justin falou.

―Ashley vai tirar a roupa? ― perguntou empolgado. ― Eu to começando a gostar disso.

Chris recebeu olhares reprovadores não só de Justin como também de Cindy, que estava ao seu lado.

―Não. ― Justin falou. ― e tira tudo de cima da mesa rápido, não tenho o tempo todo.

Assim todos fizeram. Justin subiu em uma das cadeiras e em seguida em cima da mesa. Ele correu os olhos por toda cantina, que estava  lotada. O falatório era muito, e para consegui atenção de todos precisaria gritar. E foi isso que ele fez.

―AI, PESSOAL. QUERO A ATENÇÃO DE TODOS. PRECISO DIZER ALGO IMPORTANTE. ― Justin gritou chamando atenção de todos.

Todos os olhares se voltaram para a mesa deles, o que fez Ashley ficar altamente corada. Todo mundo estava confuso e ansioso para saber o que ele falaria.

― HÁ ALGUMAS SEMANAS ATRÁS, PARA SER MAIS ESPECIFICO  NO DIA DO BAILE BENEFICENTE PROMOVIDO PELA ESCOLA, A KIMBERLY. ― Justin lançou um olhar para a garota que o olhava para ele intrigada. ― DIZENDO QUE EU ESTAVA COM A ASHLEY JOHNNY POR CAUSA DE UMA APOSTA  SUJA E POR CARIDADE.

Ashley ficou mais vermelha ainda depois das palavras do garoto. Justin a olhou e ela corou mais ainda, percebendo que todos ali a encaravam e cochichavam.

―MAS ISSO ERA TUDO MENTIRA. EU NUNCA FARIA ISSO, AINDA MAIS COM A GAROTA QUE EU AMO. ―os múrmuros aumentaram mais ainda. ―E EU JÁ VOU APROVEITAR A ATENÇÃO PARA FAZER UM COMINICADO PARA TODOS.

Todos o olhavam espantado. Justin estendeu uma das mãos para Ashley, a garota negou com a cabeça.

―Vem, amor. ― Justin falou para ela.

Ela aceitou a pegou na mão do garoto, mas com receio. Ele a ajudou a subir na cadeira e na mesa.

―EU VOU FAZER UM PEDIDO PARA VOCÊ, ASHLEY JOHNNY. ― sorriu meigamente. ―E TODOS AQUI ESTARÃO DE PROVA. ―Ashley tremeu na base.

            Justin sem perder o contato visual foi ajoelhando. Ashley o olhou assustada.

            ―ASHLEY JOHNNY, VOCÊ ACEITA NAMORAR COMIGO? ― vez a pergunta em alto e bom som, para que todos no recinto ouvissem.

            Ashley gelou e começou a tremer. Ela tentava falar algo, mas as palavras ficaram presas em sua garganta.

            ―Amor, responde. ― Justin falou.

            ―Sim. ― falou com voz falha.

            Justin sorriu e levantou rapidamente tomando os lábios dela em um beijo ardente.

            ―ELA ACEITOU. ―Chris gritou batendo palmas.

            ―AH, GARANHÃO. ―Ryan aplaudiu também.

            Todos no local estavam perplexos com tais palavras e atos, mas aos poucos todos foram aplaudindo e não demorou em que todos estivessem aplaudindo, excerto Kimberly e suas escudeiras.

            Aos poucos ambos foram sessando o beijo, finalizando com vários selinhos.

            ―Eu te amo. ― Justin falou para Ashley, mas só quem estava na mesa deu para ouvir.

            Ashley sorriu abertamente e escondeu o rosto no peito de Justin.

 

                                   20 horas e 31 minutos

                                               (Casa da Ashley)

            Ashley desceu as escadas correndo e chegou à cozinha rapidamente. Quando chegou seus pais já estavam sentados a me mesa arrumando suas refeições. A garota sorriu e foi fazer a mesma coisa.

            ―Parece que viu um passarinho verde. ― Clara falou olhando para a filha. ― Quer nos contar o que aconteceu?

            ―Eu estou muito feliz, mamãe. ― Ashley respondeu sem tirar o sorriso do rosto.

            ―E essa felicidade tem nome? ― sua mãe perguntou.

            A garota assentiu rindo.

            ―Justin? ― ela assentiu.

            ―Tenho uma coisa para contar para você. ― Ashley falou. ― Justin marcou um jantar na casa dele. Ele disse que era para pedir minha mão em namoro formalmente e apresentar minha família para os pais dele.

            ―Isso é ótimo. ― Clara falou sorrindo. ― e quando será o jantar?

            ―Daqui a dois dias, quando os pais deles voltarem de viagem. Será na casa dele. Podemos ir?

            ―Mas é claro. ― Clara falou sorrindo. ― estou louca para conhece-los melhor. O que você acha Jacob?

            ―Eu acho ótimo. ― sorriu forçado.

                       

                                   Dois dias depois.

                        19 horas e 15 minutos, quarta feira

                                   (casa da Ashley)

 

            Ashley revirava seu guarda roupas a procura de uma roupa para ir ao jantar, o desespero dela era visível.

Depois de alguns minutos ela encontrou um vestido preto cuja gola dele era branca. Ela o pegou e colocou em cima da cama.

            ***

Depois de quase meia hora tomando banho a garota sai do banheiro enrolada em uma toalha e vai até o guarda roupas, onde pega uma lingerie vermelha de renda e veste rapidamente. Depois de vesti-la correu até a cama e pegou o vestido.

Antes de vesti vez uma prese para que o vestido entrasse, já que depois da marcação ela havia ganhado mais corpo. Ela abriu o feche do vestido e começou a vesti. Graças aos céus ele entrou sem dificuldade e ficou em um cabimento ótimo.

Ela sorriu e foi pentear os cabelos. Os mesmo não estavam difíceis de ajeitar, os secou rapidamente e penteou deixando-os soltos e ondulados naturalmente nas pontas.

Ashley olhou no espelho e gostou do que viu, porém estava faltando alguma coisa. A maquiagem. A garota não estava acostumada a usar esse tipo de coisa, por isso resolveu pedir ajuda para a mãe. Ela saiu do quarto e caminhou pelo corredor até chegar ao quarto de sua mãe.

―Mãe, você precisa me ajudar. ― falou apavorada.

―O que aconteceu? ― sua mãe riu do seu apavoramento.

―Não sei fazer maquiagem. ― fez biquinho. ― faz para mim?

―Mas é claro que faço. ― sorriu. ― vem até aqui. ― a chamou. ― a proposito você está linda.

 

                        ***

Jacob estacionou em frente o grande portão da propriedade dos Bieber e esperou o portão ser aberto por um dos seguranças. Isso não demorou em acontecer e rapidamente o mesmo foi aberto dando a visão clara da luxuosa mansão Bieber.

―WOW. ― Jacob falou enquanto adentrava a propriedade com seu carro.

―Essa casa é muito bonita. ― Clara elogiou.

―Muito. ― Ashley falou deslumbrada, pois nunca tinha reparado na beleza da casa.

Jacob estacionou o carro onde um dos seguranças indicou. Logo que desligou o carro todos saíram e foram conduzidos por uma das empregadas que já estava a espera, para leva-los até o interior da casa.

            Quando chegaram a porta Justin já estava a espera deles e quando viu Ashley logo a abraçou forte a beijando logo em seguida. Ambos estavam com um sorriso invejável no rosto.

            ―Você está linda, como sempre. ― a elogio.

            ―Obrigada. ― agradeceu rindo. ― Você também está muito lindo.

            Ela o analisou. Justin estava com uma calça jeans um pouco colada ao corpo, um sapato social e uma blusa social de botões com as mangas dobradas até o cotovelo.

            ―Vamos entrando. ― Justin falou apontando para o interior da casa.

            Clara e Jacob assentiram e entraram, seguidos de Ashley e Justin que estava de mãos dadas e dedos entrelaçados. 


Notas Finais


aeee... o que acharam do capitulo? espero que tenham gostado. No proximo cap o jantar na casa dos pois do Jus e terá uma pequena passagem de tempo, só para acelerar as badalaçoes.
#comentem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...