História Veela - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber
Tags Camila Cabello, Colegial, Justin Bieber, Mitologia, Veela
Visualizações 1.683
Palavras 2.286
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Magia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Transformação


   5 horas e 40 minutos, segunda-feira

         (casa do Bieber)

 

         Depois de uma longa noite de sono Justin acordou por livre e espontânea vontade, trazendo com sigo uma  disposição fora do normal. Levantou da cama e caminhou tranquilamente com um sorriso no rosto para o banheiro, como tinha acordado cedo não se preocupou em fazer as coisas com presa.

         Parou em frente ao espelho, e sem dar muita atenção para seu reflexo ligou a torneira e abaixou para lavar seu rosto. Quando levantou para seca-lo tomou um susto ao encarar seu reflexo no espelho.

         ― o que? ― perguntou confuso encarando seu reflexo. ― como?  ― passou as mãos pelo seu rosto o apalpando para ver se realmente era verdade.

         O motivo do espanto do garoto foi a mudança que percebeu em seu rosto. Esta bem que as pessoas dizem que quando se faz dezessete anos você muda, mas ele não pensou que seria tanto assim.  Seus cabelos estavam em um loiro mais claros, a cor dos seus olhos não estavam mais um castanho cor de mel, agora estavam em uma cor que não se definia direito, parecia um avelã puxado para o azul.

         Aproximou mais  do espelho para analisar sua imagem, ele não estava acreditando no que estava vendo. Justin correu de volta para o quarto e entrou no closet, parou em frente o espelho e se assustou ainda mais.

         ―wow!- exclamou surpreso.

         As mudanças não paravam só no rosto, o corpo por inteiro havia mudado. Seu corpo estava ainda mais definido, e sua altura, bom, ele aparentava ter crescido um pouco mais de cinco centímetros. Sua altura deveria ser  1 metro e 80 centímetro.

         Os traços do seu rosto estavam bem marcantes e  seu sorriso brilhava como diamantes. Ele estava parecendo o que todos chamam de deus grego.

         O garoto voltou para o banheiro, tomou uma ducha rápida , já que nessa ele acabou esquecendo da hora. Rumou para seu quarto com uma toalha enrolada na cintura e com a outra tirando o excesso de agua dos cabelos. Entrou em seu closet e começou a procurar algo para vestir.

         Bateu os olhos em uma calça jeans escura, uma blusa branca com gola em V. Deu de ombro e os pegou. Vestiu uma boxer banca e logo depois vestiu as duas peças.  Analisou sua imagem no espelho, a blusa estava marcando perfeitamente seus músculos, sorriu. Correu o olho novamente pelo closet e viu sua jaqueta do time de basquete jogada em um canto, a pegou e vestiu.

         A mesma era vermelha com as mangas e gola branca, nos punhos e barra havia detalhes em vermelho, e como padrão o símbolo da escola na parte do peito do lado do coração. Ele ajeitou os cabelos para trás e sorriu ao ver o resultado. Calçou um tênis da marca nike e voltou para o quarto.

         Em uma das extremidades do mesmo havia uma poltrona e nela estava a mochila de Bieber, ele foi até lá e a pegou, jogou a mesma nas costas e saiu correndo do quarto, desceu as escadas da mesma forma fazendo com que cada passo fizesse barulho.

         ― wow, por que tanta presa? ― Katherine perguntou quando o garoto passou igual um raio.

         ― estou atrasado. ― falou andando até a cozinha e pegando uma maça.

         ― tem certeza que esta bem para ir a escola? ― perguntou chegando a cozinha.

         O garoto assentiu enquanto bebia um copo de suco de laranja natural. Bateu o copo vazio no balcão.

         ― eu estou ótimo. ― falou passando pela mulher e lhe dando um beijo estalado nas bochechas e sorriu.

         ― cuidado, hein? ― falou ao ver o garoto pegando as chaves do carro.

         O mesmo assentiu, deu uma piscadela e riu.

                  6 horas e 30 minutos, segunda-feira.

                   ( Tiger high school)

         ― pensei que não fosse vir hoje. ― Chris falou enquanto andavam pelos corredores externos de Tiger High.

         Os quatro amigos ainda estavam fazendo hora para entrarem para suas respectivas aulas, mesmo ignorando o segundo sinal.

         ― é impressão minha, ou você esta diferente? ― Ryan questionou olhando para Justin.

         ― deve ser uma impressão sua. ― deu de ombro.

         Por onde eles passavam as garotas que ainda não haviam entrado os encaravam. Bom, até ai nenhuma surpresa, eles são os populares e é normal que todos os admirem. Mas o que não foi normal foram duas garotas, também lideres de torcida, praticamente se jogarem em cima de Bieber.

         ― nossa Justin, quanto tempo. ― a loira de olhos verdes falou enquanto acariciava o rosto de Bieber com o dedo indicador.

         ―podemos suprir esse tempo rapidamente. ― falou com voz roca perto do ouvido da garota. A mesma sorriu e gemeu baixinho quanto o garoto passou um dos seus braços pela cintura da mesma.

         ― eu posso entrar nessa também? ― a garota ruiva de cabelos longos e olhos castanhos escuros perguntou com voz sensual enquanto apoiava os braços no ombro de Justin.

         ― seria um prazer. ― falou com voz roca e puxou a garota pela cintura.

         Eles não estavam se preocupando com quem estava ao seu redor, nem mesmo com os amigos, que não estavam entendendo absolutamente nada e estavam fazendo papel de vela para o amigo.

         ― ei, tira o olho por que eu cheguei primeiro. ― a garota loira falou virando o rosto de Justin  para ela.

         ― aprenda a dividir, queridinha. ― a ruiva falou virando o rosto do garoto para ela e lhe lançando um sorriso fraco.

         ― ele é meu. ― a loira falou já em tom de raiva e puxando o garoto para si.

         Antes que ficasse aquele jogo de empurra, empurra ridículo Justin resolver da um basta na situação.

         ― Chega! ― falou fazendo as duas pararem de discutir. ― quer saber? Eu vou embora, vocês são duas loucas. ― se soltou das garotas e foi andando na frente.

         ― volta aqui. ―as duas resmungaram.

         Ele as ignorou e continuou andando justo com os colegas.

         ― mano, o que foi aquilo? ― Chaz riu.

         ― esse é o efeito que o mestre Bieber causa sobre as garotas. ― se gabou.

         ― ah! ―os amigos exclamaram rindo e deram um tapa na cabeça do amigo, fazendo o mesmo rir.

         Eles já estavam perto de suas respectivas salas Justin para estático no meio do corredor. Um cheiro invadiu as suas narinas, um cheiro bom e familiar ao garoto. Era o cheiro da garota do sonho.

         Ele não perdeu tempo e saiu correndo pelos corredores se deixando seguir somente pelo olfato, e ignorando assim os questionamentos dos amigos. Quanto mais ele corria, mais o cheiro ficava fraco até que chegou a um ponto em que não conseguiu mais senti-lo.

         Bufou de frustração, ele estava tão perto que não acreditava que havia perdido a garota de vista.

          10 horas e 30 minutos, segunda-feira.

 

         Os sinos tocaram avisando que as aulas haviam terminado e que agora seria a hora do intervalo. Todos os alunos saíram de suas respectivas salas e encheram os corredores.

         ― você acha que consegue terminar o projeto? ― Chaz pergunta para Ashley enquanto ambos caminhavam para seus armários.

         ― sim, eu acho. ― falou afastando uma mexa de seus cabelos.

         ― ótimo, nós podíamos nos encontrar na minha casa. ― falou empolgado.

         ― eu não acho que seria uma boa ideia. ― falou colocando as mãos na porta do armário para abri-lo.

         ― por que não? ― perguntou confuso encostando na porta do armário ao lado.

         ― sei lá ― abriu as porta colocando os livros que estavam em suas mãos dentro do armário. ― seus pais estarão em casa? ― encarou o garoto.

         ― não. ― respondeu simples

         ― então eu acho melhor não. ― fechou a porta do seu armário.

         ― você esta pensando que...- tentou completar a frase sem rir, mas foi impossível. ― que eu vou tentar alguma coisa com você?

         A garota lhe encarou com a sobrancelha arqueada. Sim, ela estava pensando exatamente isso.

         ― não, eu não vou tentar. ― respondeu como se estivesse lendo os seus pensamentos. ― pode ficar tranquila.

         ― posso pensar e depois te dou a resposta? ― perguntou caminhado pelo corredor.

         ― esta bem. ― parou e olhou para a garota.

         ― ah, já ia me esquecendo. ― voltou para seu armário e o garoto a acompanhou. ― faz um favor pra mim? ― perguntou enquanto abria o armário.

         ― faço. ― deu de ombro.

         ― entrega para o Bieber. ― pegou um envelope e entregou para o garoto. ― é o trabalho de química dele. ― falou antes que o garoto perguntasse.

         ― ok! ― deu de ombro. ― vai almoçar? ― perguntou apontando para direção da cantina.

         ― não. Tenho que passar na biblioteca antes.

         ― ok! ― sorriu.

         A garota retribuiu o sorriso e começou a caminhar no caminho oposto ao do garoto.

         ― Ashley. ― chamou antes que ela se afastasse mais. ― hoje tem jogo, você vai? ― perguntou colocando as mãos no bolso.

         ― eu acho que sim. ― deu de ombro. ― quem sabe. ― sorriu.

 

         10 horas e 50 minutos, segunda-feira

         ― já estava começando a pensar que alguém tivesse te sequestrado. ― Ryan falou impaciente quando Chaz se aproximou.

         Chaz sentou em uma das cadeiras da mesa, colocou sua bandeja em cima da mesa e tirou o envelope debaixo do braço.

         ― eu estava conversando com a Ashley. ― respondeu o amigo.

         ― hm, está interessadinho na nerd agora? ― Kimberly falou enquanto acariciava os cabelos de Justin.

         ― não fale bobagens, Kim. ― começou a comer sem dar importância ao que a garota falava.

         ― depois que a salvou da piscina que esta assim. ― completou Cindy.

         ― hm, seu safado. ― Chris falou dando um tapa no braço do colega. ― quer arrastar a garota para a cama, né? Pode falar.

         ― para de ser louco, eu só estava combinando dela ir na minha casa para...

         ― vish, já chamou para ir para casa? Ta rápido hein. ― Chris interrompeu o amigo. ― ela não é de se jogar fora, até que tem um corpinho legal. ― Cindy logo deu um tapa no braço do garoto. ― ah, fica tranquila por que eu prefiro mil vezes o seu.

         Ele puxou a garota e deu um selinho na mesma, não se importando que todos veriam, inclusive a diretoria. Chaz revirou os olhos.

         ― ah, já ia me esquecendo. ― Chaz falou. ― ela mandou te entregar isso aqui. ― estendeu o envelope para Justin. ― é seu trabalho de química.

         Justin assentiu e pegou o envelope. Quando mesmo estava em sua mão ele sentiu um cheiro familiar e envolvente. Era o cheiro de flores do campo, o cheiro da garota de sonhos.

         Começou a respirar fundo para ver se o cheiro estava por perto e encontrou um foco. Fechou os olhos para que seu sentido ficasse mais apurado, só parou quando encontrou a direção do cheiro, abriu os olhos de deu de cara com o amigo.

         ― Chaz? ― sussurrou confuso.

         Não, não e não. O cheiro não podia vir dele, o cheiro era de uma garota, a garota dele e não do amigo. Justin balançou a cabeça para que o pensamento se afastasse, assim como o cheiro.

                   12 horas e 45 minutos, segunda feira.

                            (Vestiário masculino – Tiger High)

 

         ― VOCÊS ESTÃO PREPARADOS? ― o treinador gritou.

         ― SIM TREINADOR! ― os jogadores responderam em uníssono.

         ― QUAL É A MISSÃO DENTRO DE QUADRA? ― perguntou andando de um lado para o outro.

         ― VENCER!

         ― E NÓS ACEITAMOS PERDER? ― parou e encarou os garotos.

         ― NÃO!

         ― é assim que tem que pensar. Agora entra na quadra e mostra o que vocês são capazes. ― falou

         Todos gritaram e foram correndo em direção a quadra. Quando entraram na mesma todos da escola começaram a vibrar. Na arquibancada havia pessoas com cartazes, cornetas e outros acessórios para fazer barulho. As lideres de torcida como de costume estavam em frente a arquibancada animando a galera.

         Os garotos de Tiger High começaram a fazer passes de aquecimentos e cestas, como se quisessem mostrar que vieram para ganhar. O arbitro chamou os dois capitães para que o jogo fosse iniciado. Bieber e um outro moreno do time adversário se aproximaram do arbitro, o mesmo falou algumas palavras para os garotos e logo depois a partida teve inicio.

         13 horas e 30 minutos, segunda-feira.

         ( quadra de basquete de Tiger High)

         O jogo estava quase no fim, Tiger High e Away School estavam praticamente empatados, a escola anfitriã( Tiger High) abria o placar com poucos pontos de diferença. A bola agora estava com Toddy, o mesmo arremessa para Bieber que consegue driblar o jogador adversário e pegar a bola.

         O que estava no esquema era Justin passar a bola para Ryan, que estava mais perto da cesta. Mas algo repentino aconteceu, o cheiro que estava perturbando o garoto invadiu o ambiente de uma tal forma que fez o garoto soltar a bola e correr para a arquibancada.

         ― Bieber, o que você está fazendo? ―O treinador gritou quando o garoto passou por ele e foi na direção da arquibancada.

         O garoto o ignorou totalmente e continuou seguindo seu caminho, ele não poderia perder essa garota novamente. Todos não estavam entendendo absolutamente nada, aliais, nem o próprio Bieber estava entendendo. Mas uma coisa ele sabia, a garota estava por perto. Quando estava no meio da plateia o cheiro desapareceu e o garoto só voltou a si quando ouviu o barulho do apito ao termino do jogo.

         Todos começaram a comemorar, mas ele não estava a fim disso. Saiu por uma das portas da quadra  sem falar nada com miguem. 


Notas Finais


espero que estejam gostando...

bjs #comentem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...