História Vendida Para Um Mafioso - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Ino Yamanaka, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Sai, Sakura Haruno, Sasuke Uchiha, TenTen Mitsashi
Tags Akatsuki, Armas, Drama, Gangue, Guerra, Máfia, Morte, Naruto, Romance
Visualizações 192
Palavras 1.716
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 12 - Cap.12


Fanfic / Fanfiction Vendida Para Um Mafioso - Capítulo 12 - Cap.12

_ C-como assim ? - perguntou a rosada entre soluços.

_ Eu...

_ Não acredito! - ela se afastou bruscamente dele. - Foi você que mandou ela não foi ? Cadê? ONDE ELA ESTÁ? - gritava dando murros e ponta pés nas cabines que alí estavam.

_ Não, você entendeu tudo errado! - ele tentou explicar enquanto se aproximava dela. - Eu perdi o contato com essa mulher desde que...- de repente, dizer aquilo pareceu tão doloroso. As palavras se recusam a sair. - Te comprei.

A Haruno parou no lugar encarando o Uchiha com seus olhos vermelhos.

Ela já estava cansada de ser desprezada, queria poder levar uma vida como qualquer pessoa normal. Se sentia usada e sem valor.

_ Me deixa ir embora.- Sasuke de primeira pensou que ela se referia a ele deixar a passagem da porta do banheiro livre para poder ir , mas depois de pensar mais um pouco fechou a cara com as conclusões que tirou. - Por... favor.

_ Não.

_ Eu te pago. - insistiu - Eu pago o mesmo valor que você pagou por mim. Arrumo um trabalho e... . Leve o tempo que for,mas eu pago.

O moreno sorriu ,debochando da rosada.

_ Nem trabalhando a vida toda , poderá me pagar. Você não faz ideia do quanto é valiosa Haruno. - ele agora manteve uma postura seria.- E mesmo que você poça me pagar esse valor a minha  resposta é Não!

_ Eu quero uma vida Sasuke. Por favor não me prive disso. Eu sou humana, eu nasci pra viver. Talvez , não pra levar a vida como alguns, mas eu tenho meus direitos caramba ! Eu me sinto um lixo...um nada !

_ Sakura...

_ Você e eu sabemos muito bem que não precisa de mim. Você tem tudo e mais um pouco. Que diferença eu iria fazer na sua vida.

_ Sakura para!

_ O meu corpo não é melhor que nenhuma outra  que você pode ter. Você é o Sasuke Uchiha, tem uma casa maravilhosa , pessoas que te amam e elas . Me diz...onde me encaixo nisso. E nem se eu pudesse , não quero. Não por você ser um mafioso, mas sim , por querer fazer a minha própria vida , ter projetos, amigos...e quem sabe um dia fundar uma família com alguém.

Nada mais foi dito. O silêncio denunciava a reflexão dos dois.

_ Para o quê você me comprou ?

_ Você é uma mal agradecida mesmo. Eu te tirei daquele inferno e é assim que me trata ?

Tratar assim como ?

A Haruno desconhecia do que ele estava falando.

_ Você queria o quê ? Que te usasse como minha escrava sexual!? - ele avançou nela a prensando na porta de uma das cabines. - É isso que você quer Sakura?

_ Sabemos muito bem que se quisesse  já o teria feito a muito tempo Uchiha. - susurrou, por ele estar tão perto.

_Porque será que não fiz isso então?- ele só estava a espera de uma resposta para poder devorar os lábios daquela mulher e poder explorar por completo sua boca e finalmente poder sentir e saber o seu gosto.

_ Talvez porque eu não serei te dar prazer como qualquer uma te daria?

E como se um balde  de água  fria fosse jogado em cima de sua cabeça , ele se afastou todo enraivecido, da Haruno.

Ele não teve a resposta esperada.

_ Então é pra isso que você acha que te comprei ? Por interesse ao seu corpo. Sakura eu posso ter qualquer mulher que eu quiser e na hora que quiser, como você disse. Porquê diabos iria me interessar por uma virgem que serve de escrava para sua madrasta?

_ Na-naquele dia na cozinha você disse qu...

_ EU NÃO TE COMPREI POR INTERESSE AO SEU CORPO ! COLOCA ISSO NA SUA CABEÇA. E NÃO... NÃO VOU DEIXAR VOCÊ IR A LUGAR NENHUM QUE NÃO SEJA DO MEU LADO.

_ Sasu...

_ Vamos embora.

Ela estava em estado de choque. As palavras ditas pelo Sasuke acertaram em cheio a sua consciência. Seu coração palpitava , suas pernas estavam bambas e suas mãos soavam.

Aquela sensação de novo. Mas cada vez mais se tornava mais forte.

Mal sabe ela que já estava se dependendo daquela sensação boa que vinha do moreno.

Estaria ela se apaixonando pelo grande Uchiha ?

Impossível!

[...]

Decidiram ficar por alí. Já estava tarde pra voltarem. Além disso o moreno estava muito alterado para poder dirigir. Trataram logo de encontrar um hotel onde ficar e poder dormir até o outro dia.

Sasuke pediu apenas um quarto e a rosada decidiu não questionar. Afinal, ele quem pagaria. Então está em todo direito de querer ou fazer o que bem entender.

Sakura tratou logo de ir tomar um banho, enquanto o moreno foi para sacada tentando se calmar. Pensava no que disse a Haruno no banheiro. Sentia uma pontada de arrendamento porque acabou por dizer mais do que devia.

Seus pensamentos foram interrompidos com o cheiro de cerejas invadindo suas narinas.

"Ela acabou de sair do banho."- pensou.

Havia pedido na recepção - minutos antes - que trouxessem aquele gel de banho que a Haruno usava em casa. Ele amava o cheiro , e amaria muito mais se pudesse sentir na própria pele dela.

Sakura foi fazer companhia ao moreno na sacada mas era como se não estivesse ali. Ninguém falava e isso o moreno não aprovava. Ela constuma sempre tentar puxar o assunto. Porquê não o estava fazendo agora?

Sakura suspirou , também estava odiando aquele clima. Certo que entre os dois não havia muito que falar mas estavam sozinhos alí , poderiam pelo menos se dar atenção um ao outro.

Respirou fundo e decidiu encarar.

_ Você... não tava falando sério quando disse que aquela empregada está despedida né ?

Sasuke revirou os olhos , com tanta coisa de se falar, eis que vão tratar sobre um funcionário.

_ Eu tenho cara de quem brinca? - não queria ser grosso com ela mas essa foi ela quem pediu.

_ Mas ela não fez nada. - indagou a rosada.

_ Sakura deixa que dos meus funcionários cuido eu.

O.K. Aquilo realmente foi grotesco.


Visto que a rosada não falava mais , suspirou e se pôs de frente a ela.

_ Me fala sobre você Haruno.

Seu pedido suou tão absurdo para a rosada que ela se engasgou com a própria saliva.

Porquê ele estava interessado em saber ?

Depois de abrir a boca umas vintes vezes decidiu responder.

_ E-eu não tenho nada do que falar. 

Sasuke franze o cenho.

_ Como não? - Sakura deu de ombros.- Me fale do que você gosta. Deve ter alguma coisa a dizer.

_ Sasuke eu passei a maior parte da minha vida  servindo de escrava. O que você quer afinal!? - se exaltou - Que eu te conte o meu segredo de como ficar acordado quando só se dorme três horas de sono por dia , ou como me sinto quando passo semanas sem me lavar, como consigo sobreviver comendo apenas restos  de comida, ou melhor...a minha técnica para deixar o chão brilhante ? - limpou suas lágrimas decepcionada com ela mesma por estar chorando. - Essa sou eu Sasuke. Prazer, Sakura Haruno.

_ Sakura...

Ele estava perplexo. Sabia que a Haruno sofria nas mãos de sua madrasta mas...vendo ela naquele estado o fez se arrepender por querer falar sobre aquilo.

_ Oh - e como se ela tivesse se despertado de um hipnoze , Sakura olhou em volta e depois para o moreno. - Sinto muito. Eu não sei o que me deu...A verdade é que não sei quem eu sou , não conheço meu caráter...e-eu mesma não sei quem eu sou. Sou uma desconhecida sem vida.

Sasuke continuo avançando , ele não escutou nada do que a rosada disse. Sakura começou a soar frio dando passos para trás.

_ Sasuke.

_ Sakura.

Ela estava encurralada . Já havia chego na porta de vidro da sacada. Não tinha mais para onde ir . Queria desviar da porta e entrar logo no quarto , mas as mãos do Sasuke já estava lá. A impedindo de sair.

Ele aproximou seu rosto do dela fixando seus lábios intensamente. Suas pupilas estavam dilatadas assim com hoje mais cedo quando seus olhos se pousaram sobre seu corpo.

_ Eu quero muito...- susurrou perto dos seus lábios de olhos fechados, tendo a sensação de poder sentir seu cheiro de perto. Sakura nada disse , estava em estado de choque... Então Sasuke se sentiu permitido a tocar seus lábios, ou mesmo possuir. Ai aqueles lábios, mal podia esperar para degusta-las.

_ Sasu...

_ Shiii... apenas me deixa...me deixa ter seus lábios.

Não! Aquilo estava mal. O que estava acontecendo alí. Porquê Sasuke queria beija-la. Logo ela...um simples nada. Ele nunca se interessaria por alguém como eu.

Ele é Sasuke Uchiha, o grande mafioso. Poderia ter tudo e todos. Porquê ela ?

Isso só podia ser algum tipo de brincadeira. Ele só iria humilha-la , mais uma vez.

_ Sasuke não. - ela fechou os olhos, incapaz de encara-lo.

O QUÊ !?

Sasuke abriu os olhos de imediato...queria ouvi-la repetir olhando nos seus olhos, para poder ver se realmente entendeu.

_ Sakura o quê?

_ E-eu não quero... não consigo.

Com raiva , deu  um murro na porta de vidro ao lado quase o quebrando. Assustada, Sakura deixou escapar um gemido de pânico.

_ Por favor não me bate.- sua voz saiu trêmula , despertando Sasuke de sua fúria. Ela estava com medo...ela estava com medo dele!

_ Eu sinto muito. Não irá mais se repetir .

Ele entrou no quarto, se deitando no sofá que estava alí , deixando uma Sakura perplexa para trás.

                           ...

Depois de ficar meia hora alí na sacada , Sakura decidiu entrar pro quarto. Sasuke não conseguiu pegar no sono , só esperava a rosada entrar para poder descansar. Mesmo estando chateado, a culpa não era dela. Ele não sabia o que estava fazendo e estava cego demais para perceber que estava invadindo muito o espaço dela. O que ele estava fazendo? Ele é um mafioso! Desde quando se interessou em cuidar de uma garota? Todos são tratados da mesma forma , não importava se era uma garota , uma criança ou até mesmo seus amigos...todos são tratados da mesma forma ao seus olhos.

Mas com ela...com ela sentia que deveria ser diferente. 

Afinal...


O que essa maluca está fazendo comigo?

...


Estava de olhos fechados, quando sentiu algo quente cobrir seu corpo. Sakura ajeitava o cobertor no seu corpo enquanto encarava ele dormindo.

Mal sabia ela que o moreno apenas fingia . 


Continuo ????


Notas Finais


Bom...eu como leitora gostei muuuuuito desse cap.
E vcs , oq acharam !?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...