História Vengeful (Jikook OneShot) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Jikook Kookmin
Exibições 546
Palavras 3.863
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Lemon, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo Único


     Jungkook agarrava forte o lençol que cobria a mesa suspirando forte e fechando seus punhos tão forte que suas unhas aprofundava um pouquinho em sua pele causando uma simples ardência. Mexia suas pernas de um lado pro outro, e as vezes as cruzavam as mesmas para precionar seu membro e causar uma sensação deliciosa ali, já que não podia enfiar sua mão dentro da calça e começar a se masturbar. Estava suado e ofegante, se arrependeu com todas as forças de ter feito aquilo com Jimin no jantar na frente de todos, sabia que o namorado era vingativo mais não imaginava que chegaria a esse ponto. O garoto de cabelos pretos penteado e jogado pro lado estava tão atraente na visão de Jimin e de muitas pessoas ali, tinha no corpo uma regata preta cola V, um blazer preto por cima ,uma calça de couro super apertada e sapatos cano alto também preto. Ou seja, o garoto estava todo de preto, tinha argolas em seus furinhos que tem na orelha e tinha seus lábios vermelhinhos de tanto morde-los para poder segurar os gemidos que insistiam em sair. Um volume alto estava em suas calças coladas e apertadas, sorte do garoto que estava sentado e o pano branco que estava por cima da mesa cobria até um pedaço de suas coxas. As pessoas já estavam percebendo o desconforto do garoto e começaram a perguntar se estava passando mal. Ele apenas respondia um "Estou bem" baixinho para não soar como uma ofegada.

 

 

 

Jimin estava conversando com alguns convidados junto a seus pais, que inclusive sabiam de seu relacionamento com Jungkook e super apoiavam. O mais velho estava atento a Jeon que desde quando começou a pequena festa não saiu da cadeira que estava. O ruivo estava adorando aquilo, Jungkook estava a ponto de enlouquecer com aquilo, mas merecia. Dessa vez o moreno se superou de tudo que vez até agora.

 

E o motivo de Jeon está assim?

 

Ele estava com um baita vibrador que Jimin tinha o feito colocar como castigo.

 

Aquele vibrador estava fazendo-o lubrificar suas paredes internas, ele estava tão fundo que estava quase raspando em sua próstata. Jungkook abria sua boca várias vezes para soltar um gemido rouco mas lembrava que estava em público e mordia seus lábios em troca. Jimin tinha o avisado que não era para subir para o quarto e nem ir ao banheiro, pois se tentasse tirar o pé daquela sala aquele vibrador ia o rasgar por dentro de tão rápido ia colocar a intensidade do mesmo. O mais novo em menos de 1 hora já tinha gozado 2 vezes com aquela velocidade, imagina se tivesse mais rápido. Não queria nem imaginar. Suas roupas estavam um caso perdido, toda molecada com aquele líquido pegajoso e branco, estava se sentindo tão sujo e grudento. Não sabia se estava gostando ou odiando aquilo pelo fato da humilhação, pelo menos ninguém tinha parece ter suspeitas que o garoto estava com um vibrador pois o mesmo remexia tanto suas pernas que as vezes batia suas coxas na mesa sem querer causando um tremor de leve que fazia alguns convidados perceberem. Jungkook parecia um garoto que estava queimando de febre, pelo fato de que suava tanto e seu corpo estava tão quente e mole. Uma hora ou outra principalmente quando percebia que ia gozar o garoto jogava sua cabeça pra trás e encostava sua cabeça na cadeira e fechava os olhos deixando seu pescoço a mostra e soltava uma grande quantidade de ar que prendia em seus pulmões, e depois jogava outra vez sua cabeça para frente depositando sua testa na mesa e abria seus olhos devagar pensando em quando aquilo ia acabar.

 

 

Todo o pessoal que estava no jantar foi começando a se sentar na grande mesa para começarem a comer e Jungkook começou a se desesperar ainda mais, o que faria se alguém percebesse.. Estava ferrado, ia ser a pior humilhação que já passou em todos os 18 anos de sua vida.

 

Jimin passou pelo garoto e se sentou ao seu lado, como eram muitos convidados as cadeiras estavam um pouquinho mais próximas para dar mais espaço. Do seu lado esquerdo estava Jimin e do direito tinha a senhora Jisoo, que era a mãe de seu namorado. As empregadas começaram a colocar pratos, e taças, uma taça vazia e outra cheia que continha água. O mais novo bebeu a água como se tivesse ficado sem beber água à dias. Depois de beber a água virou-se para Jimin que o encara-va com olhar vitorioso e orgulhoso de si mesmo.

 

 

-- Jimin .. - Chamou Jungkook ofegante.

 

 

-- Sim? - Jimin respondeu calmo e passou seus olhos por todo o corpo do mais novo e percebendo o quão suado estava, ele estava acabado, mais mesmo assim não deixava de ser lindo e gostoso. Pois aquilo estava sendo um pecado. Ver aquele moreno todo molhado chamando por ti era um pecado.

 

 

-- Me deixe ir ao banheiro, por favor.. - Jungkook diz em tom manhoso e colocou uma mão no braço do mais velho apertando o local..

 

 

-- O que eu disse à você? - Jimin pergunta em um tom calmo.

 

Jungkook não responde, quando ia voltar seu olhar à Jimin levou um susto e deu um pulinho quando percebeu que a velocidade do vibrador tinha ficado mais rápido. Não que tivesse em sua última velocidade mas ficou umas 2x mais. Olhou pro namorado com os olhos arregalados e levou sua mão entre meio suas pernas apertando seu membro e fazendo uma carinha de excitação enquanto encarava Jimin.

 

 

Park soltou um suspiro e viu que Jungkook mexia descontroladamente suas pernas. Voltou o olhar a Jungkook mordeu os lábios vendo que Jeon com os olhos fechados e a boca entre meio aberta apertando seus punhos. Levou sua boca até o ouvido do garoto não importando pra aquelas pessoas pois ninguém estava prestando atenção em si.

 

 

-- Você vai gozar não vai? - Disse com voz incrivelmente sedutora e deu-lhe um beijo no módulo da orelha do mais novo. Foi o suficiente para Jungkook jogar pra fora todo seu orgasmo que estava segurando a alguns minutos. O garoto mais um vez jogou sua cabeça pra cima da mesa em busca de ar. Jimin mordeu outra vez os lábios e sorriu pervertido com aquilo. Estava sendo a melhor noite de sua vida.

 

 

A mãe de Jimin percebeu a tensão de Jungkook, ele estava tão branco e parecia meio sonolento. Seus lábios estavam machucados e inchados. Tocou no ombro do garoto.

 

 

-- Jungkook você está bem querido? -- Perguntou em tom de preocupada. -- Não acha melhor subir e descansar?

 

 

-- Ele está bem mamãe. - Respondeu Jimin em seu lugar olhando sua mãe e depois encarando Jungkook, que encarou Jimin de volta e depois a mãe do mesmo e assentiu que sim.

 

 

-- S-só estou com um pouquinho de sono.

 

 

-- Vamos só jantar e você sobe tudo bem? - Assentiu outra vez rezando para que servissem logo a droga desse jantar para que assim Jimin o deixasse subir. Mesmo estando sem fome ia empurra tudo pra dentro.

 

 

As empregadas começaram a servir o jantar, Jungkook colocou pouca coisa, não estava com um pingo de vontade de comer. Só olhar para comida estava lhe dando ânsia. Queria só correr pro quarto, tomar um banho gelado e cair na cama.

 

 

 

 

---x---

 

 

 

Depois de alguns minutos comendo o pouquinho que colocou, bebeu o vinho que estava na taça, jogou conversa fora com alguns candidatos, quase explodindo por dentro querendo gemer.

Olhou Jimin que conversava com uma garota que estava em seu lado e levantou devagarinho para que o namorado não percebesse e andou passos rápidos até o banheiro.

 

 

Chegando onde queria entrou tão rápido que nem se preocupou em trancar a porta. Caiu no chão do banheiro ficando de quatro e começou a soltar os gemidos que  insistiam em sair. Como do lado de fora do banheiro não dava pra ouvir nada começou a dar gritos altos quando percebeu que o vibrador estava no máximo. Jimin havia percebido que ele tinha quebrado a ordem que o mesmo lhe deu. Agradeceu tanto o fato daquele banheiro que abafava seus gemidos que saíam rápidos um após o outro. Arrancou rapidamente aquele blazer que estava lhe esquentando ainda mais, dando visão de sua regata preta de manga que estava toda grudada em seu corpo. Pensou em entrar no chuveiro com roupa e tudo mas ia ser pior. Aquilo estava lhe matando, sua roupa estava de dar nojo, toda grudada e suja, o garoto odiava ficar sujo e cheirando mal. Mas se tirasse aquilo não sabia o que seu namorado poderia fazer. O vibrador que estava era insuportavelmente grande, e como estava rápido demais estava ameaçando acertar aquele seu pontinho que tanto amava quando Jimin acertava na hora do sexo. Odiou-se completamente por ter lembrado de como é gostoso ser fodido por Jimin em um momento lamentável como aquele. Assim iria sentir mais vontade de se tocar. Seu corpo de arrepiou por inteiro quando escutou batidas na porta. Ia ignorar mas percebeu que havia deixado a porta destrancada, o que aconteceria se a pessoa que estava atrás da porta entrasse e o visse daquele jeito.. Chingou-se muito por aquilo e levantou do chão com dificuldades caminhando até a porta. Quando abriu viu Jimin que estava com braços cruzados batendo o pé no chão com uma cara nada boa. Jimin entrou pegou o braço do mais novo prensando seu corpo contra a porta e trancando a mesma.

 

 

-- O que eu disse pra você Jungkook? - Perguntou-lhe olhando sua face acabada.

Jungkook levou suas mãos ao peitoral de Jimin apertando sua camisa.

 

 

-- Jimin tira isso de mim por favor.. Eu não aguento mais gozar, vou enlouquecer. - Jeon lhe disse em tom sôfrego e sua respiração mantia-se pesada.

 

 

-- Quantas vezes você gozou Jungkook? - Perguntou seu namorado com semblante sério.

 

 

-- T-três. - Viu Jimir arregalar os olhos.

 

 

-- Você gozou três vezes? Em uma hora Jungkook? - Jeon assentiu. Jimin soltou uma gargalhada.

 

 

Park pegou Jungkook pela cintura e deu-lhe um beijo necessitado com direitos e língua, mordidas e chupadas. Puxou o lábio inferior de Jungkook com os dentes fazendo com que o garoto soltasse um gemidinho.

 

 

-- Isto está lhe dando mais prazer que eu? - Perguntou Park com voz manhosa e debochada ao mesmo tempo. Jungkook negou com a cabeça.

 

 

-- Será mesmo? - Jimin colou seu corpo com o de Jungkook fazendo o garoto bater as costas na parede. Jimin enfiou uma de suas mãos dentro da calça de Jungkook.

 

 

-- Olha que estrago isso tá meu amor. - Jimin tirou a mão mostrando a mesma pra Jungkook que estava toda suja de seu gozo.

 

 

Jimin pegou o braço de Jeon e puxou-lhe até seu quarto. Chegando onde queria deu ordem a Jungkook para se despir. E assim fez. Estava com nojo de suas roupas, estava tão meladas e pegajosas. Viu Jimin voltar do banheiro com apenas com toalha em sua cintura. Estava tomando banho, coisa que Jungkook estava louco para fazer. Park caminhou até a cama sentando-se ao lado de Jungkook. Que por sinal, ainda estava com o vibrador.

 

 

-- Vire-se, eu vou tirar isso, você está ameaçando gozar outra vez. - Falou o mais velho vendo o quanto duro Jungkook estava. Jeon virou-se ficando de quatro com bunda empinada pro namorado. Jimin sorriu safado com a cena, seu namorado estava tão molhadinho e sujinho, escorrendo gozo em suas pernas junto a lubrificação.

 

 

-- Você é um safado mesmo não é? Gozar tanto apenas com isso. Eu não sou o suficiente pra você? - Disse o mais velho estapeando a bunda de Jungkook.

 

 

-- N-não é isso...

 

 

-- Então o que é? Está assim porque lhe deixei sem sexo por duas semanas? Isso é culpa sua não é? - Jimin colocou a mão com cuidado na pontinha do vidrador tirando-o dali devagarinho vendo Jungkook se contorcer.

 

 

-- Você sabe que eu estava com ciúmes Jimin. - Jungkook respondeu-lhe alto e levou o olhar até o mais velho.

 

 

 

FLASHBACK ON

 

 

-- Você não vai Jimin.

 

 

-- Me dê um motivo para não ir Jeon Jungkook, são assuntos de família.

 

 

-- Jimin, você não vai à casa daquela vadia. - Jungkook estava extremamente autoritário e zangado.

 

 

-- Jungkook, meus pais vão, não vai acontecer nada. Nós vamos apenas jantar. Por não acreditar em mim agora você também vai comigo. - Jungkook arregalou seus olhos e olhou em reprovação.

 

 

-- Que? Nem pensar Park Jimin, eu vou é dá na cara daquela vagabunda se ela continuar dando em cima de você.

 

 

-- Você vai ou quer que ela continue dando em cima de mim? - Viu Jeon bufar e ir em direção ao banheiro tomar banho para se arrumar. Jungkook vestia uma calça de couro, uma regata preta e um blazer vermelho. Já Jimin mesmo sendo um jantar de negócios vestia uma calça folgada e uma camisa preta de colada de manga e também com blazer, só que azul, que mostrava perfeitamente seus músculos super definidos. Seu namorado olhou em reprovação e saiu ambos do quarto em direção ao carro que lhes esperavam do lado de fora da casa. O caminho foi silencioso, só se ouvia seus pais conversando sobre negócios e empresas. Chegando na casa da garota que Jungkook tanto odiava entraram e o mais novo carregava uma tromba de bico que só aumentou quando viu a garota se aproximar de Jimin.

 

 

-- Olá, vocês vieram. - Disse Seok toda sorridente abraçando Jimin.

 

 

"Não, estamos lá em casa" pensou Jungkook.

 

 

-- Oi Seok , quanto tempo, como passou? - Pergunta Jimin com a mão na cintura da garota.

 

 

-- Muito bem, estava com saudade de você Jiminzinho. - Seok outra vez abraçou Jimin.

 

 

Jungkook levantou uma sobrancelha com o apelido "Jiminzinho minha mão na sua cara, cachorra"

 

 

-- Vamos entrando. - Falou Seok estendendo a mão para porta indicando o lugar que iriam. Comprimentou os pais de Jimin com um abraço e entraram em uma sala que também tinha uma grande mesa parecida com a casa de Jimin, onde estava todos os convidados. Jungkook se sentou ao lado de Jimin e Seok em frente ao mesmo. Jimin estava na ponta.

 

 

Os pais de ambos começaram a conversar sobre negócios e  Seok se levantou e caminhou até Jimin. Ela abaixou a cabeça quase beijando Jimin e falava coisas que não estava dando para ouvir, mas via Jimin soltar algumas risadinhas. Jungkook estava com um olhar mortal para a garota que ainda não tinha tomado vergonha na cara. Seok voltou a seus aposentos e se sentou e começou a conversar com sua mãe que estava a seu lado. Afim de provocar Jimin, Jungkook chegou mais perto do mesmo, e colocou sua mão sobre a coxa do mais velho, que na mesma hora virou seu rosto para encarar Jungkook.

Jeon fechou a cara para ele e foi subindo sua mão por de baixo da camisa de Jimin tocando seu abdômen. Jimin encarou Jungkook com olhar de desentendido. Não aguentando a lerdeza do namorado levou seus lábios até o ouvido de Park.

 

 

-- Eu vou mostrar para você à quem você pertence Park Jimin. - Jungkook desceu a mão até os botões na calça de Jimin e começou a desabotoa-los com apenas uma mão e logo após abrindo o zíper. Voltando ao ouvido de Jimin, começou a falar coisas pornográficas ou que até coisas que os dois já tivessem passado. Jimin começou a se extremecer com as falas e palavrões do garoto e tombou um pouquinho a cabeça pro lado.

 

 

-- Jungkook, pare. - Jungkook segurou seu queixo e aproximou mais da orelha de Jimin e mordeu ali fazendo com que Jimin soltasse um gemido baixo. Jungkook estava começando a se excitar com as próprias palavras, levou a mão até seu pênis apertando ali e soltando um gemido no ouvido de Jimin que mordeu os lábios e arfou.

 

 

-- Amor, vamos ali no banheiro, eu quero que você me fode aqui mesmo. - Jimin negou de leve com a cabeça.

 

 

-- Vai ser pior pra você. - Jimin encarou Jungkook, ele tinha ouvido isso mesmo? Jungkook estava lhe desafiando? Park finalmente entendeu o que Jeon quis dizer quando colocou a mão dentro da calça de Jimin e pegou seu pênis que já estava despertando com as falas de Jungkook.

 

 

Jimim segurou o braço de Jungkook que insistia em mexer para movimentar sua mão, mas não conseguiu forçar muito pois agarrou o pano da mesa quando Jungkook começou a fazer movimentos lentos de vai e vem no membro de Park.

 

 

-- J-jungkook para, não faça isso aqui.

 

 

-- Só vou parar se você ir no banheiro comigo e me dar o que eu quero, vamos amor.. Eu quero você. - Disse Jungkook manhoso e finjindo chorar.

 

 

-- Jungkook, você sabe se eu levantar daqui minha mãe vai me mandar sentar novamente. Não dá pra esperar a gente chegar em casa?

 

 

-- Não, não dá..aah, vamos amor, não seja mal.. Tô com saudade de sentir você acertar aquele lugar que você eu tanto amo.

 

 

-- Jeon Jungkook, quando chegarmos em casa à gente conversa.

 

Jungkook não gostando da resposta do namorado apertou o pênis do outro com força olhando Seok. Outra vez começou a se movimentar só que dessa vez mais rápido que antes, Jimin arfou alto e via que não tinha mais volta já que estava totalmente duro. Quando chegasse em casa iria foder tanto Jungkook que ele ia ficar dias sem andar. E o garoto ali continuando a masturbar Jimin no meio daquela gente toda, Vendo Park morder forte os lábios em busca de abafar os gemidos que queria soltar.

 

 

-- Então Jimin, - Falou a mãe de Seok que atraiu a atenção de Jimin e Jungkook, o mais novo estava tão irritado com Jimin que de nenhuma maneira parou de movimentar sua mão. - Eu estava pensando, você e a Seok se dão tão bem, porque não namoram?

 

Jungkook arregalou os olhos e olhou Jimin que estava sem reação.

 

 

-- É.. N-não posso senhora Lee, já tem alguém que gosto. - Jimin sentiu Jungkook aumentar a velocidade de seus movimentos, Jungkook já havia tirado o pênis de Jimin para fora fazendo Jimin apertar mais o lençol e baixar a cabeça. Estava sentindo seu orgasmo perto.

 

 

-- Entendo.. Disse a senhora Lee com cara de decepção. Jimin aproximou do ouvido de Jungkook.

 

 

-- Jungkook já falei para parar, eu vou acabar gozando aqui e sujando minha roupa.

 

 

-- Tô nem aí. - Disse o garoto confiante e mordeu a bochecha do mesmo. Jimin gemeu baixinho. Abriu mais suas pernas para que a mão de Jungkook pegasse toda sua extensão para que gozasse logo e acabasse com aquilo.

 

Depois de uma tempo acabou que gozando na mão do mais é gemendo alto fazendo algumas pessoas que estavam na mesa direcionarem o olhar para o mesmo, que estava com a cabeça apoiada na cadeira e os olhos fechados. Jeon levou sua mão suja até sua boca lambendo a mesma até limpa-la. O resto do jantar foi normal com um Jimin bravo com as ações do namorado e resolveu que ia pagar com a mesma moeda.

 

 

FLASHBACK OFF

 

-- Sim, você estava com ciúmes Jungkook, mas precisava fazer aquilo? - Disse Jimin dando algumas mordidas nas nádegas do garoto.

 

 

-- D-descupa amor.. - Jungkook gemia sôfrego querendo que Jimia metia logo em si e movimenta-se com força.

 

-- Será que eu deveria te dar o que tanto quer? Já que gozou tanto com aquele vibrador, deveria te dar outro castigo. Não acha? - Jungkook apenas assentiu. Recebendo um tapa de Jimin, que agora mordia suas costas.

 

 

-- Diga Jungkook.

 

 

-- S-sim amor, sim. - Jimin virou Jungkook e deitou em cima do mesmo apoiando seu joelho entre meio as pernas de Jeon, que com a pressão, acabou soltando um gemido rouco. Começou a dar beijos molhados no pescoço de Jungkook subindo até o maxilar depositando mordidas para ficarem bem marcadas.

Desceu até os mamilos de Jungkook que já tinham suas mãos amarradas nos cabelos de Jimin. Repetiu o mesmo ato nos mamilos rosinhas do namorado que grinhia com cada toque que Jimin dava em seu corpo.

 

 

-- Seu corpo está tão quente, você realmente é um safado meu amor. - Disse Jimin descendo seus beijos até o abdômen de Jungkook.

 

 

-- Você quer eu faça isso aqui huh? - Jimin deu um leve beijinho na glânde vermelhinha do namorado que suspirou forte.

 

-- Vai amor, chupa, por favor.. - Jimin riu com a reação toda desesperada de Jungkook de ter o mesmo e abocanhou tudo logo de Jeon, que apertou os dedos em seu coro cabeludo e passou as pernas contra pescoço de Jimin, com a intenção de fazer seu pênis ir mais forte na garganta de Park. Gemia descontroladamente e agora apertava os lençóis da cama.

 

 

-- A-amor para, se você continuar eu vou gozar e antes disso quero você dentro de mim. - Jimin sorriu e tirou o pênis do outro de sua boca pegando Jeon pela cintura ajudando-o a voltar a posição anterior.

Posicionou o membro na entradinha de Jungkook e ficou parado, Vendo Jungkook remexer o quadril afim de conseguir fazer o pênis de Jimin entrar de uma vez em si. Jimin jogou seu quadril para trás e entrou de uma vez em Jungkook que deu um gritinho de prazer. Mordeu os lábios com a entrada de Jungkook apertadinha mesmo estando com um vibrador mega grosso a poucos minutos atrás.

 

-- Você queria isso tanto assim? Eu só preciso entrar e você me suga todinho pra dentro, ah amor você é tão gostoso. - Disse Jimin estocando forte Jeon que tinha a cabeça emperrada no travesseiro e mesmo assim seus gemidos soavam altos.

 

Jimin jogava a cabeça pra trás de prazer aumentava a velocidade das estocadas sugando forte o interior de Jungkook, que , por sinal gemia tanto que deixava sair saliva dos cantos de sua boca vermelhinha.

 

 

-- A-amor vai mais forte..v-vai - Jimin já sabendo o que Jungkook queria aumentou mais as estocadas que agora seu membro saia de Jungkook e depois entrava. Outra vez deu impulso em seu quadril e entrando rápido em Jeon acertando o que ele queria, fez Jungkook urrar e gritar com um gemido e chorar de tanto prazer. Sentia que ia explodir com Jimin maltratando seu pontinho fraco e acabou gozando pela quarta vez naquela noite.

 

 

-- Era isso que você queria não é? Esse pontinho é seu ponto fraco. Seu pervertido. - Jimin sentia seu orgasmo perto e estocou forte Jungkook outra vez acertando sua próstata e de desfazendo dentro de seu amado.

 

 

Se jogou do lado de Jungkook e trouxe o mais novo para seu peito, começando ali uma carícia em seu cabelos, e depositou um beijo na testa do mesmo.

 

-- E com isso você aprenda a não me provocar mais. Eu te amo. - Ouvia uma gargalhada vinda de Jungkook e sorriu ao ver que o namorado nunca ia deixar de lhe provocar, pois gostava que o mesmo ficasse louco por sua causa. E sempre conseguia.

 

-- Eu também te amo.

 

 

 

 


Notas Finais


Desculpem se tiver erros, se tiverem gostado comentem por favor, e beijos 😙❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...