História Ventos De Um Inverno Paralelo - Capítulo 93


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Crônicas De Gelo e Fogo (Game of Thrones)
Personagens Arya Stark, Brandon "Bran" Stark, Brienne de Tarth, Cersei Lannister, Daenerys Targaryen, Davos Seaworth, Euron Greyjoy, Gendry, Jon Snow, Meera Reed, Melisandre, Petyr Baelish, Sandor Clegane, Sansa Stark, Theon Greyjoy, Tyrion Lannister, Yara Greyjoy
Tags Bran Stark, Cersei Lannister, Daenarys Targeryan, Drogon, Euron Greyjoy, Game Of Thrones, Grey Worm, Jon Snow, Jonerys, Missandei, Peter Baelish, Rhaegal, Sansa Stark, Sir Davos, Theon Greyjoy, Theonsa, Tormund, Tyrion Lannister, Viserion, Yara Greyjoy
Visualizações 165
Palavras 946
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Vou precisar acelerar para acertar o tempo das minhas duas fics. No próximo capítulo dessa já deve ser Gendry e Arya no Vale e a parte do Sandor continua na minha outra fic "A Tempestade Que Derrete"

Eu sei, o Jon tá mofando lá na muralha. Desculpa. Preciso de mais inspiração para escrever essa parte porque é complexa. Até dia 16 de Julho de repente eu consigo terminar. ;)

Capítulo 93 - Arya e Gendry em Winterfell


Daenerys autoriza Sandor Clegane a acompanhar parte dos Homens do Vale na busca por Sansa. A outra parte é instruída a voltar  para o Ninho da Águia levando Arya. Os grupos se organizam para marcharem juntos pela Estrada do Rei e se dividirem na altura de Porto Banco. Clegane passaria então por Castelo Novo para buscar reforços com os Manderly antes de avançar até a costa, enquanto Arya seguiria para o Vale.

A Rainha também disponibiliza parte da sua comitiva para Arya, mas a garota recusa, alegando que a presença de Dothrakis e outros estrangeiros poderia atrapalhar mais do que ajudar com Robin. Para tranquiliza-la, Arya diz que conhece bem os homens do Vale e pode escolher os melhores para o seu grupo. O que pretende fazer no entanto é justamente o oposto: deixar os melhores cavaleiros para o grupo de busca de Clagane enquanto ela mesma fica com Wallace Waynwood e uma meia dúzia de gatos pingados para que depois possa se perder deles e ir a procura de Sansa usando um outro rosto.

No dia da partida Arya procura Gendry para se despedir, mas não o avista no Salão fazendo o desejum como de costume. Brienne e Sandor estão de frente um para o outro em uma das mesas e pela cara de Brienne, a garota percebe que estão discutindo, mas ela se aproxima assim mesmo.

- Tem que aceitá-la! - Brienne diz entredentes  - Não sou eu quem está mandando é a Rainha, Clegane!

- Foda-se a Rainha. - ele rosna com a boca cheia de pão - Foda-se você e essa maldita espada Lannister. Não quero. Vou resgatar Sansa Stark com o escudo afrescalhado e minha boa e velha espada de merda.

- Sam não vai lhe devolver o escudo.

- Vou abrir a barriga daquele gordo como quem abre a barriga de uma leitoa se ele não…

- Cala a boca, Cão! Não vai abrir a barriga de ninguém! - Arya corta ríspida. Ele olha para ela com uma cara horrível, mas resolve não responder nada, apenas bebe a cerveja na caneca de uma vez - Onde está Gendry?

- Nos estábulos. - ele responde mal humorado depois de um sonoro arroto

- Fazendo o que lá?

- Sendo um idiota. - ele se levanta bruscamente e sai resmungando - É só o que se tem para fazer por aqui!

- Qual é o problema com ele dessa vez? - Arya pergunta para Brienne 

- Não vai poder levar o escudo valeriano. A Rainha foi aconselhada por Sam a proibir que o escudo e a lança saiam daqui. Ofereci minha espada para Clagane, mas agora ele não quer. Parece que não tem graça se não for roubada. - Brienne resmunga

- Céus… Virou um Homem de Ferro agora? - Arya brinca, mas Brienne continua séria e pensativa - Bem, vou checar Gendry nos estábulos... Talvez tenha virado um Dothraki para preferir cavalos a comida pela manhã!

Quando Arya chega no estábulo avista Gendry atrelando alguns pertences ao lombo do cavalo.  

- Que diabos está fazendo? - a garota pergunta apreensiva ao se aproximar

- Sabe muito bem o que estou fazendo. - ele diz mexendo no alforge - Estou me preparando para partir com você para o Vale.

- O que?! Não! Não pode fazer isso!

- Por que não?

- Porque… tem que ficar aqui… fazendo suas coisas... para a Rainha.

- Sei. Tenho que ficar aqui apertando anéis e amolando espadas enquanto você se perde do seu grupo para se meter em confusão  sozinha.

- O que pensa que vai acontecer se for comigo, Gendry?! Vai me proteger com seu grande martelo?! - ela debocha

- Vou para garantir que cumpra a sua missão. - ele responde sem olhar para ela tentando ignorar as provocações

- Não pode estar falando sério! - ela segura o braço dele para que ele se vire para ela - Não pode achar certo que eu vá fazer uma visitinha para o meu maldito cunhado ao invés de tentar resgatar minha irmã!

- Não acho certo que saia daqui por motivo nenhum, Arya! - ele solta mais alto que gostaria, depois prossegue baixo - Se quer saber mesmo acho que a Rainha está louca. Sete infernos! Seu irmão está na guerra, sua irmã sumida. É a única da sua família a salvo, é a herdeira... Por que nenhuma de vocês duas parece se importar realmente com isso?!

- Eu… me importo… com isso… - ela disfarça

- Mesmo? Então fique aqui! Ou ao menos aceite a droga da missão menos arriscada. Sei que quer encontrar sua irmã, mas precisa pensar com a cabeça. Clegane muito provavelmente está indo para uma armadilha. Ele sabe disso, mas não tem nada a perder.

- E eu tenho? - ela pergunta cabisbaixa quase que para si mesma

- Sério? Vai fazer um fodido como eu citar tudo o que você tem?

- Tá bom, tá bom... Vamos para o maldito Vale lidar com aquele imbecil! - ela resmunga

- Conhecendo seu nível de tolerância, apostaria que o garoto nem é tão ruim assim. -  ele sorri discretamente depois de subir no cavalo

- Não sabe de nada - ela responde com uma careta - Se bobear vai até usar seu grande martelo pela primeira vez por lá... - solta levemente irônica

- Já usei meu martelo antes, Arya. - ele responde atravessado

- Foi bom?

- Que?!

- Matou alguém? - ela conserta rápido

- Não sei. Não chequei depois que o acertei. - ele encerra sério e sai com o cavalo.

- Perdeu a melhor parte. - ela fala quando sabe que ele já não pode ouvir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...