História Ver com o coração - Camren - Capítulo 23


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Tags Camila, Camren, Lauren
Visualizações 323
Palavras 1.225
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura anjos <3

Capítulo 23 - Eu não acredito


Lauren Jauregui

 

- O que ouviu Camila, eu não irei para o seu casamento.

 

- Você está falando sério quando diz que você não vai estar presente em um dos dias mais importantes da minha vida? 

 

- É exatamente isso o que estou dizendo. 

 

- Perfeito. - A latina riu ironicamente. - E há alguma explicação para isso? Ou você vai continuar com esse maldito silêncio toda vez que eu ficar brava? 

 

- Não há nenhuma explicação. É um dia importante para você. Mas não será para mim, eu não vou a um lugar que não me sentirei bem. 

 

- Oh obrigado. Fico feliz em saber que o que é importante para mim não é para você. - Ela disse se levantando e erguendo a voz. - Agora eu percebo o quão boa amiga você é. 

 

- Não diz isso, você não tem ideia... 

 

- E sabe por que eu não tenho ideia Jauregui? Porque você não me diz. Porque você prefere gritar ao mundo que não vai ao meu casamento simplesmente para não se encontrar com a Lucy.

 

- Lucy? - Perguntei levantando os olhos confusa para olhá-la. - O que tem a  Lucy?

 

- Ela é a pessoa que você ama há tantos anos, não é? Por isso você não quer me dizer, porque você acha que me machuca que a minha melhor amiga seja apaixonada por outra amiga minha.

 

- Eu o quê? Primeiro a Normani e agora a Lucy? Mas que tipo de coisa você tem na sua cabeça?

 

- Não ouse me chamar de louca Jauregui. Eu só estou tentando pensar em todos os tipos de possibilidades e tentar entender por que uma dos minhas melhores amigas se recusa a estar presente no dia mais importante da minha vida. 

 

- Porque eu te amo! - Eu gritei levantando desesperada. - Porque é por você por que eu sou apaixonada há anos. Não é a Lucy, não é a Mani. Eu não acredito que isso está acontecendo. É você Camila! Não pode ser que seja tão cega! Realmente você nunca percebeu como eu me sinto quando você me toca ou quando você me olha? Porque é impossível! É impossível que você ainda não tenha visto.

 

-Laur... mas, mas você, é minha amiga.

 

- Não Camila! Eu não posso mais me enganar e tentar acreditar que eu posso ser sua amiga. Eu não posso. - Lágrimas começaram a cair pelo meu rosto enquanto eu tentava desviar o olhar daqueles olhos que permaneciam estáticos. - Eu estive longe de você quatro anos e tentava fazer com que esse maldito sentimento diminuísse. Eu não vou suportar ver você se casar com outro, desculpa. Eu juro que sinto muito e eu desejo com todo meu coração que você seja feliz. Mas eu não tenho espaço dentro dessa felicidade, eu não aguento mais, eu não posso continuar fingindo ser algo que não sou.

 

Com a sensação de que meu peito estava completamente nu depois de tirar o peso que já estava lá há muitos anos, eu corri para fora daquele lugar... deixando atrás de mim com lágrimas nos olhos e confusa a única pessoa que amei em toda a minha vida.

 

-x-

 

Camila Cabello

 

 

Abri a porta do quarto da minha melhor amiga e fui diretamente para o pé da cama me sentar na borda, de costas para as pessoas que dormiam lá.

 

- Hum? – Ouvi alguns murmúrios sonolentos pedindo para desligar a luz.

 

- Ela é apaixonada por mim. – Eu disse ainda em estado de choque. Dinah levantou a cabeça para distinguir minha voz, tentando abrir lentamente os olhos por conta da luz forte. 

 

- Mila? Que diabos você está fazendo aqui a esta hora? 

 

- Ela é apaixonada por mim. – Repeti. 

 

- Oh Deus, o quer que seja nós falamos amanhã? Boa noite. 

 

- Você não entende! – Falei puxando o cobertor de Dinah que tinha acabado de voltar a se cobrir e descobrindo Taylor e Ariana que também dormiam ali. - Lauren é apaixonada por mim!

 

- Oh grande novidade. – Ariana disse sem sequer abrir os olhos. Olhei Ariana intrigada e confusa. Dinah se levantou esfregando o rosto.

 

- Como? Como você sabia? – Perguntei confusa.

 

- Eu e 99,9% da humanidade sabemos, boa noite. - Ariana concluiu.

 

 - Mila vamos lá pra fora. – Dinah falou vendo o meu estado.  

 

- Apaguem a luz... - Foi a última frase que ouvimos antes de fecharmos a porta.

 

- Agora me diz por que você entrou no nosso quarto a esta hora e ainda mais com essa cara. Onde está a Lauren? 

 

- Eu não sei Dinah, nós discutimos e eu pensei que ela tinha ido para o nosso quarto, mas não, não há ninguém lá... ela me deixou.

 

- O que disse? Você a deixou sair sozinha a essa hora?

 

- Eu, eu não sabia que ela ia sair Jane! – Voltei a chorar. - E se algo acontecer com ela? Eu sou uma estúpida.

 

- Tudo bem, acalme-se. – Dinah me agarrou para pegar o meu telefone celular, ligando pra Lauren. - Depois nós duas conversamos sobre o que aconteceu. Espere no seu quarto.

 

Obedeci nervosa e fui para o meu quarto. Eu podia sentir todo o meu corpo tremendo e o desejo de chorar ainda mais que formou um nó na garganta. A minha única preocupação era se Lauren estava bem e se não havia acontecido nada com ela, era muito tarde. Apenas alguns minutos depois Dinah entrou no quarto com o celular ao lado de sua orelha.

 

- Nada. – Ela falou depois de alguns segundos.

 

- Droga... – Eu disse batendo uma mão na minha cabeça. -  E se algo aconteceu?

 

- Acho que não, ela deve estar andando. Talvez precise de um momento de paz, o que foi que aconteceu entre você e ela?

 

Meus olhos se umedeceram assim que eu lembrei do que havia acontecido minutos atrás.

 

- Eu não tenho muita certeza Dinah, estou confusa. Eu só sei que estávamos muito bem, pedi a ela para ser minha madrinha de honra. Ela se recusou, eu fiquei chateada, chorei e quando eu queria saber se era por causa da Lucy ela disse que me amava, que eu sou a pessoa que ela ama há tantos anos. Que não suportaria ser só minha amiga, entre outras coisas. Eu congelei e ela foi embora. Quando eu voltei a reagir e fui para o nosso quarto, ela já tinha ido. Deus, quantas coisas podem acontecer em apenas alguns minutos?

 

Dinah colocou as mãos no rosto e tentou inalar uma respiração profunda para relaxar e conversar calmamente com a sua irmã.

 

- O que foi? - Camila perguntou.

 

- Eu estou tentando pensar por que diabos passou pela sua cabeça em pedir a Lauren para ser sua madrinha de honra. - Naquele momento, o telefone de Dinah tocou indicando que tinha chegado uma mensagem de texto.

 

- É a Laur... - Dinah informou suspirando baixinho.

 

- Leia.

 

- “Não se preocupe, eu estou bem. Vou voltar para casa. Aproveite o resto das férias e muito obrigado por tudo. Dinah cuide bem da Camila”.

 

Alguns segundos de silêncio foram o suficiente para aglomerarem sensações diferentes dentro do meu corpo. A pressão do meu peito havia desaparecido assim que soube que Lauren estava bem. Mas a tristeza de sua partida era algo que nada e nem ninguém iria fazer desaparecer. 


Notas Finais


Babys, eu fiquei muito feliz com a repercussão da história nesses últimos dias, eu só tenho a agradecer. Vocês são maravilhosos! Espero que continuem gostando!
Amores <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...