História VERONIC - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Vingança
Visualizações 5
Palavras 803
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção
Avisos: Heterossexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - V 9


Dado os trinta minutos para o localização do GPS, Veronic, Adelé e Sophie chegaram ao destino, uma casa afastada do centro de Paris, a casa de campo ficava em Maincy. Logo após descerem do carro, Veronic e as filhas, param em frente a uma linda casa com uma senhora cuidando do jardim. Ainda traumatizada, Sophie apertou firme a mão de Veronic, que olhou para a filha, e se agachou abraçando-a.

— Bonjour,mon cher! — disse a senhora que estava cuidando do jardim.

Levantando do seu abraço amoroso com Sophie, Veronic responde a senhora já perguntando o seu nome e lhe dizendo que Samuel Monet a enviou.

— Eu sei, ma chéri, eu sou uma de suas esposas, acho que sou a mais simpática delas. Me chamo Camile Rivera.

Lembrando-se da mensagem de Conrad, Veronic sabia que podia confiar nela.

— Vamos, entre, temos que dar fim a esse carro e preciso conversar com você.

Concordando com Camile, Veronic entra com as filhas na casa.

Depois dum banho, chocolate quente, as gêmeas Deveraux caem no sono, enquanto sua mãe, tenta entender o que diabos esta acontecendo.

Indo em direção a sala, Veronic vê uma notícia na televisão:

''CORPO É ENCONTRADO CARBONIZADO E COM BALA NO CRÂNIO .''

Respirando fundo para que não tenha sido os corpos de Anton ou Francesca…

'' A POLÍCIA ACABA DE CONFIRMAR O NOME DA VÍTIMA, ERA A DANÇARINA DE BALLET PROFISSIONAL FRANCESCA BRIGITTE GERARD, MAIS CONHECIDA COMO FRANKIE GERARD, FILHA DO EMPRESÁRIO FRANÇOIS GERARD.''

Sentando no sofá da sala de estar de Camile, Veronic desaba no choro. Camile quando vê a cena, deixa-a sozinha e vai telefonar na cozinha.

— Samuel, peça para alguém da fim no carro que elas vieram, antes que descubram essa casa. — disse Camile, muito calma com a situação que ainda iria por vir.

— Ok, mas antes tenha cuidado com o que irá falar para ela, lembre-se, só o necessário. — disse Samuel.

— Eu sei. Anton não veio com elas, devo me preocupar com isso?

— Não, amanhã mandarei três dos nossos. Cuide-se meu bem.

Samuel desliga na mesma hora que Veronic entra na cozinha.

— Oh, querida, vejo que está de luto pela segunda vez. — disse Camile.

Veronic ainda estava tentando superar a morte Francesca, e Camile toca no suposto assunto que Veronic não sabia, ainda.

— Como assim pela segunda vez? — disse Veronic sem entender.

— Prevejo que teremos uma longa conversa. Bom, irei começar por onde tudo começou e espero que não me interrompa, odeio isso, certo? — disse Camile.

Veronic concorda com a cabeça. Camile coloca duas xícara de chá na mesa e finalmente começa.

— Quando conhecemos o Conrad, ele era um menino que estava apenas começando na carreira de contador, ate que a sua ganância falou primeiro e ele começou a desviar dinheiro que vinham do tráfico de drogas, pessoas, animais silvestres e jogos de azar. Enquanto contava a verdade para Veronic, Camile se levanta e pega um álbum de fotos. 

— No seu primeiro ano de desvio, Conrad conheceu uma moça, chamada Kristen Woodie, nunca gostei muito dela. — abrindo o álbum Camile tira uma foto de Conrad e Kristen de anos atrás, para a surpresa de Veronic, ela a conhecia de algum lugar, mas não se lembrava direito. — Conrad desviava e Kristen forjava as empresas e assinaturas, quando Kristen descobriu que Conrad iria se casar com uma bailarina parisiense, ela enlouqueceu. — nessa hora, Camile pega uma foto do dia de casamento de Conrad e Veronic, e Kristen estava lá, bem, no fundo, Veronic não conseguia acreditar que Conrad tinha uma amante. — Veja, essa é a Kristen no seu casamento. Depois de alguns anos sendo a segunda opção, ela começou a tramar pelas costas de Conrad. Kristen por vingança, entregou todos os registros de desvio aos clientes de Conrad. 

Perturbada com a ideia de que Kristen esteve em seu casamento, com a morte da sua melhor amiga, Veronic se levanta e sai da cozinha em direção a porta que leva aos fundo da casa. Indo atrás de Veronic, Camile a conforta com um abraço e avisa que deve continuar a contar tudo para ela, pois, essa era a primeira fase de sua sobrevivência.

— Mon cher, vamos, temos que continuar… Se você não souber o que vai enfrentar, como irá sobreviver e salvar suas crianças? — pergunta Camile.

— Como você quer eu entenda tudo isso duma vez? Eu acabei de perder minha casa e minha melhor amiga, meu marido está desaparecido, você me dizendo que ele tem uma amante louca vingativa atrás de mim e de minhas filhas… Como eu vou compreender tudo isso? — em prantos Veronic é confortada mais uma vez por Camile, que concorda em deixar para o próximo dia.

— Venha entre, você tomará um dos meus remédios para dormir e amanhã terminaremos essa conversa, você concorda? — disse Camile.

Fazendo um sinal positivo com a cabeça, Veronic e Camile entram em casa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...