História Versos de um crime - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Cora Hale, Derek Hale, Isaac Lahey, Laura Hale, Lydia Martin, Peter Hale, Stiles Stilinski
Tags Derek, Sterek, Stiles, Teen Wolf
Exibições 241
Palavras 351
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 12 - Capítulo 12


Como assim, precisamos de você? -disse.

-Como Peter disse, eu sei as mesmas coisas que ele sabe, então...-falou se jogando no sofá e colocando os braços atrás da cabeça. 

-Podemos conseguir isso em outro lugar.-esbravejou Lyds.

-Espera. Ele é nossa melhor chance.

-Olha, até que você é sensato, pequeno gafanhoto.-debochou.

-Mas agora eu vou dormir.

Vou até meu quarto, e pego meu travesseiro, pretendo dormir no quarto de Lydia hoje, escuto a risada de Derek atrás de mim e tento me controlar.

-Você é tão mocinha, Stiles.

Tudo acontece em câmera lenta, jogo meu travesseiro no chão e quando caio em si, Derek está com a mão no rosto e minha mão está machucada, só então sinto a dor no soco e balanço meus dedos para aliviar, ele me olhou de olhos arregalados por um instante mas depois se recompôs. 

-Quer saber, estou sem sono, conta logo o que queremos saber.-falei me sentando ao seu lado.

-Depois que tudo aconteceu e eu forjei minha morte, eu tive que criar uma nova identidade e com isso, comecei a ir atrás de informações sobre o trabalho dos meus pais, acabei descobrindo que ele trabalhava para alguém chamado FOX, depois, descobri que não era uma pessoa, mas sim uma rede de pessoas e informações de todo o país e se cair em mãos erradas, já era.

-E você sabe quem comanda tudo isso?-perguntou Lydia, desconfiada.

-Infelizmente não, mas pretendo descobrir. 

-A conversa está ótima mas eu vou dormir.-falei revirando os olhos.

Entramos no quarto e a menina fechou a porta, me sentei na cama e suspirei, ela me olhou por um instante e depois me abraçou, acho que ainda não estava entendendo nada.

-Como você está? 

-Bem, na verdade a culpa disso tudo é minha.

-Como assim, Sti? Lógico que não.

-Eu me envolvi com um completo estranho então...

-Ele seduziu a todos nós. Agora vamos dormir.

-Tudo bem, só preciso fazer uma ligação. 

Peguei meu celular e me deitei na cama.

-Oi, sou eu, tudo bem?

-Tudo e você?

-Estamos precisando de ajuda.

-Amanhã cedo eu estou aí.

-Obrigado.

Desliguei o telefone e tentei dormir. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...