História Versos de um crime - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Teen Wolf
Personagens Cora Hale, Derek Hale, Isaac Lahey, Laura Hale, Lydia Martin, Peter Hale, Stiles Stilinski
Tags Derek, Sterek, Stiles, Teen Wolf
Exibições 198
Palavras 723
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Lemon, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olá pessoal, a partir de agora, quem narra a história é o Derek beijinhos😘😘😘

Capítulo 13 - Capítulo 13


Acordo de manhã com o som irritante da campainha, como estava dormindo no sofá, levantei meio tonto e abri a porta apenas de cueca box branca, um cara loiro de olhos azuis, vestia um casaco de veludo azul marinho,  cachecol preto e calça jeans, de estatura mediana e bochechas rosadas estava parado me olhando.

-O que deseja?-perguntei.

-Entre Isaac.-ordenou Stiles atrás de mim.

O homem entrou com sua mala e olhou diretamente para Stiles que estava sorridente, de repente, ele larga às malas e abre os braços, fazendo com que Stiles pulasse em seus braços com uma animação exagerada. 

-Eu estava morrendo de saudades, loiro.-sorriu ele.

-Eu também, Sti. Não imagina o quanto.

Sei sotaque britânico me pegou de surpresa e eu me vi piscando algumas vezes, Lydia sai do quarto com uma camisola transparente verde e pula no colo dele também.

-Oi ruiva, você está linda.

-Meu Deus, nem acredito que está aqui.-declarou ela.

-Quando o Sti me chama, eu venho correndo.-piscou para ele.

Os três estavam com essa ceninha ridícula no meio da sala e mesmo assim ninguém pareceu me notar, de repente o cara britânico me olhava sorridente e eu sorri de volta.

-Quem é ele?-perguntou.

-Um encosto.-retrucou Stiles.

-Não seja grosseiro Sti.-debochei de seu apelido ridículo. 

Me aproximei do homem e coloquei meu melhor sorriso no rosto antes de estender a mão e cumprimentá-lo cordialmente. 

-Olá, sou Derek.

-Isaac. Muito prazer.

-Lindo, agora vamos trabalhar? -perguntou Stiles e eu revirei os olhos.

-Sempre mandão. Mas eu adoro isso.-Isaac sorriu para ele de modo meloso.

Isaac abriu sua mala e tirou uma série de equipamentos de alta tecnologia e colocou em cima da mesa, começou a conectá-los em seu notebook e muitas informações apareceram antes de ele falar.

-Bom, eu rastreei todas as pessoas que você me deu nome e coincidentemente, elas vão estar no mesmo evento amanhã as 8 da noite.

Todos os rostos apareciam na tela, ligados por um fio vermelho que estava conectado em um ponto azul no centro do mapa, que aparentemente ficava na Pensilvânia.

Meu corpo inteiro ficou paralisado, fazia tempo que eu não voltava lá, se encontrasse minha família, eu não, não quero nem pensar nisso, colocá-las em perigo por causa do meu trabalho. Jamais.

-Olha só, que engraçado, Derek.-debochou Stiles.

-Deixa de ser infantil, garoto.

-O que eu perdi?-perguntou Isaac.

-É melhor deixar para lá, querido.-tranquilizou Lydia.

-Pelo que eu pude perceber, é uma conferência com membros de vários países para celebrar os heróis de guerra americanos, então todos os presidentes de todos os países estão no mesmo local ao mesmo tempo.-completou Isaac.

Fui até a cozinha pegar um copo de água e pude observar a cena de longe, claramente, Isaac gostava de Stiles, mas ele não percebia, a mão esquerda do inglês, pairava sobre a cintura dele mas não pareceu se importar, só serviu para se esfregarem ainda mais.

-Você faz tudo errado.-falou Lydia, aparecendo do meu lado.

-Não sei do que está falando.

-Claro que sabe, você se importa com ele.

-Está errada, não me importo nem com a minha família, quanto mais com alguém sem graça como ele.

-Babaca.

Voltei para o centro da sala quando Stiles se endireitou e disse: 

-Vou ao mercado, querem alguma coisa?

-Vou com você. -disse a ruiva.

-Eu quero um sorvete de creme.-falei.

-Ótimo, ninguém quer nada, sobra mais dinheiro.

Revirei os olhos e eles sairam, Isaac se sentou no sofá e eu me aproximei dele intencionalmente, ele era muito bonito com seus cachos dourados, passei a mão pelo seu rosto delicadamente e ele me olhava praticamente implorando para que eu fizesse algo.

-Espera, você não tem nada com o Sti, não é?

-Nada. Nunca tivemos nada.

Me aproximei um pouco mais e celei nossos lábios, os dele eram macios e finos, mas ainda sim, muito bons, seu hálito de erva doce era inebriante, sua boca sugava a minha de forma que eu tinha que lutar para controlar a situação.

Assim que nos separamos, Stiles e Lydia estavam olhando em nossa direção, boquiaberto, sorri satisfeito e fui tomar um banho, mas ainda sim podia ouvir a conversa.

-Nós...nós esquecemos a chave do carro.-falou ele.

-Stiles, eu...

-Não, tudo bem. Vocês dois são livres.

-É que ele é...

-Eu sei bem o que ele é, mas agora eu tenho que ir.

Os dois saíram e eu pode iniciar meu banho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...