História Versos e Contos Aleatórios - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 1
Palavras 198
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Poesias, Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Suicídio
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - Versos aleatórios, inacabados e desconexos.


E, no fundo,

A pessoa que mais te machuca

É você mesmo.


O teu coração te faz gostar de alguém

Que não gosta de ti

E tu sorri da tua desgraça

E depois chora de rir.


E tua mente te impulsiona

A fazer várias besteiras

Ou vai dizer que não pensou em morrer

De diversas e horríveis maneiras?


E teu corpo te ludibria

Com a sensação do prazer

Te sacia, mas te consome

Só aumenta o teu sofrer.

E teus olhos te enganam

Com conceitos de beleza

E não olham para a alma

Onde há a corrupção ou pureza.


E tua alma te embebeda

Com a vontade de viver

Enquanto tua mente te diz

Que o melhor é simplesmente morrer.


E teus ouvidos te enganam

Quando ouves de amor e paixão

Sentes o prazer de ouvir EU TE AMO

Mas não sabe se vem do coração.


Este maldito coração

Melancólico, sedento por sangue

Corrupto, necessitado de prazer.

Este maldito coração que só faz sofrer.


Este bendito coração

Alegre, puro, sereno

Lindo e radiante.

Este bendito coração vale mais que o mais caro diamante.


E este coração vazio

Sem maldade, sem bondade

Sem motivos, sem ambições.

Este coração vazio é o pior dos corações.


E esta tua face mascarada

Pelos teus loucos sentimentos.

Nunca sei se está feliz

Ou com o pior dos pensamentos.


E este teu corpo profano

Herege e extasiante.

Este teu corpo perfeito

Enaltece teu semblante



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...