História Versos Vagos - Capítulo 21


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Amor, Cristo, Deus, Jesus, Pensamentos, Perdão, Poema, Poesia, Vagos, Versos
Exibições 7
Palavras 152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Poesias, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


O último da noite, espero que estejam apreciando minha arte.

Capítulo 21 - Lágrimas dos anjos


A noite, dia se tornou

Nesta madrugada que passou.

Impossível não cantar junto ao trovão.

Inevitável dançar com a tempestade sua canção.

 

Em meio às lagrimas celestes

Lembro que aqui tu estivestes.

Sei que hoje do céu caia

Apenas gotas de alegria.

 

Por que choram, anjos do Senhor?

Por que ainda pelejam a nosso favor?

Sei que hoje presenciaram o avivamento.

A busca aos corações no mar do esquecimento.

 

Apesar da noite ter sido iluminada

A luz da manhã parece ter sido escondida.

Tudo está escuro e pelo silencio cercado.

Silencio que apenas pelo vento é cortado.

 

Acendo ao meio dia meu lampião

E peço a Deus em uma breve oração:

“Livra-me do mal, porque me convida a pecar

E as sombras querem de ti me afastar”.

 

Seja à meia noite do céu brilhante,

Ou ao meio dia, sob a nuvem aterrorizante;

Até mesmo no dia mais incolor

“Seja louvado nosso Senhor”.


Notas Finais


Escrito em outubro de 2014.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...