História Very Gay, Ok? - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO, Huang Zitao "Z.Tao", Kris Wu, Lu Han
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, Huang Zitao "Z.Tao", Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Sehun, Suho, Xiumin
Tags Baekyeol, Bottom!chanyeol, Chanbaek, Chanchen, Chanho, Chanhun, Chankai, Chanlay, Chanlu, Chanmin, Chansoo, Chantao, Gay, Kaiyeol, Krisyeol, Ot12, Ot3, Tiah Jiminnie, Top!chanyeol, Viadagem, Xiuyeol
Visualizações 5.896
Palavras 938
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Ecchi, Harem, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


olá a você que é (ou não) meu seguidor(a)!
venho trazendo a vocês esta nova fanfic, que pra falar a verdade é um projeto que eu desenvolvia a algum tempo. como eu sou muito ot12 sim e gosto de ver é todo mundo se pegando - principalmente quando se trata do ultimate - eu resolvi escrever ela e compartilhar aqui com vocês.
vejo vocês nas finais e desejo uma boa leitura! <3

Capítulo 1 - Prólogo - Se Jongin existe, graças a deus



Primeiramente: Fora Trump

Segundamente: Alguém me diz o que se passa na cabeça de fãs de boygroups?

 

Eu sou Park Chanyeol, um membro de uma boygroup chamada exo, e bem, contarei para vocês como descobri que sentia atração por meus colegas de grupo.

 

  [...]

Tudo começou em uma sexta feira como qualquer outra, eu estava na frente do celular porquê não tinha nada para fazer, e se tivesse eu não iria.

 

Fazia tempo que não descansava — tanto eu tanto os outros do grupo —pois o devorador de almas — a quem prefiro chamar de dono da empresa onde trabalhamos — não nos dava a chance.

 

Foi então que tive uma ideia brilhante, juro que se estivesse em um desenho animado uma luz surgiria em cima de minha cabeça, uma daquelas luzes que gastam muita energia, não usem elas gente, usem lampadas florescentes, obrigado, de nada.

Então, resolvi ler o que falavam sobre mim na internet, daí fui ao pai do mundo, o também conhecido como Google.

 

"Chanyeol"

E cliquei no botão de pesquisar.

Até aí ia tudo bem, apenas alguns sites de Kpop falando sobre o grupo e gifs e fotos minhas, até que rolei a tela mais para baixo — o que talvez tenha sido a pior decisão da minha vida, mas assim, só talvez mesmo — e dei de cara com o enunciado de um site.

"Fanfics com a Tag Chanyeol"

 

 

Eu sabia que Fanfics eram estórias escritas por fãs, mas nunca cheguei a ler uma diretamente, então cliquei em cima, esperei a página carregar um pouco e pronto, foi ali, naquele exato momento que perdi minha heterossexualidade — não que já tivesse muita, mas perdi até a que me restava —.
 

Havia várias delas, principalmente com a tag "yaoi" ou "gay",  no primeiro momento me assustei um pouco, mas depois passa — como tudo na vida.

Cliquei em algumas e fui lendo seus conteúdos, a maioria falava sobre casais criados pelas fãs, os mais famosos eram as que envolviam eu e Baekhyun, fiquei chocado, muito mesmo, tipo  "trás os lápis e me  'colore que eu to bege". 

Envolviam sexo entre nós, e outros membros do grupo também, na maioria deles Baekhyun estava, ele na verdade, era o mais citado em todas as estórias, aparecendo em quase oitenta por cento das mesmas.


       Existiam do Byun com outros dos garotos também, como Sehun, Kyungsoo, etc.

Se me permitem dizer, eu não havia visto uma em que o moreno fosse "Top" — como gostam de chamar nas Fanfics.

              Por que será em?

 [...]

Continuei lendo algumas, de assuntos leves e fofos até pesados e com muito sexo, e precisava admitir, existiam umas mal escritas e cheias de erros, mas também as bem escritas e com um enredo diferente, envolvendo o sobre natural e outros.

       A medida que meus olhos passavam pela tela pude ver do que as fãs são capazes.

  E, olha, pode trazer mais uma caixa de lápis de cor.

 

[...]

 

Fiquei lendo até tarde, e quando me cansei queria saber como salvaria para ler depois, e então apareceu que teria de criar uma conta, e foi o que fiz.
     

Salvei naquilo que o site chama de biblioteca e fui tomar água.

 

 [...]

 

  Depois de me hidratar e ficar ainda mais lindo do que já sou, fui ao meu quarto — qual dividia com Jongin e KyungSoo — para me trocar e por o meu celular no carregador.

    Mas, como a vida gosta de foder comigo — até ela fode comigo e Jongin não — vi meu amigo saindo do banheiro só de toalha, e acho que já era meia noite, porquê se as coisas estavam dormindo chegou a hora delas acordarem.
 

     Sequei tanto o menino que acho que se fosse roupa tinha enxugado, mas o corpo de Jongin é lindo né? Quem não queria, eu aposto que você já sonhou com ele sim, nem adianta mentir, se eu que sou eu já sonhei, quem é você pra não sonhar?
         

— Algum problema Chanyeol? — ouvi-o me perguntar sorridente quando virei meu rosto envergonhado. 
         

— Nada não Jonginnie! — sorri de volta entrando no banheiro. 


      Afinal eu precisava apagar o fogo que tinha surgindo em mim do nada, e como não teria Kai para apagá-lo, o que me restava era a água né?


          Sad but true.

         Fiquei o banho inteiro pensando na minha visão de poucos segundos atrás, e, do nada vinheram a minha mente imagens de todas as vezes que já havera visto meus companheiros só de cueca ou então de toalha, e o que era "meia noite" foi para "três da madrugada". 

 

   Eu não aguentava mais, então fui obrigado a me tocar, pensando em, não só um, mas todos os meus colegas, admito que naquele momento me senti a famosa 'puta' por pensar que existiam estórias de mim e todos os membros, mas aí lembrei que Baekhyun estava assim também, e tudo ficou bem.

[...]


          Sai do banho e me vesti rapidamente, depois deitei na cama e fui — tentar — dormir, só que aí KyungSoo me chama baixinho — mas o suficiente para eu ouvi-lo.


          — O que quer Soo? — pergunto me descobrindo. 
     

Eu estava esperando uma resposta como "você na minha cama", mas tudo que recebi foi um alerta para que ouvisse música mais baixo porquê dava pra ouvir até da cama dele.


         E o que eu fiz? Isso mesmo, não dei a mínima e deitei de novo me cobrindo até a cabeça.


    Afinal, este foi o primeiro dia em que eu conheci o que era ser um homossexual,  como quiser chamar, só sei que:

 

( Insira aqui título do capítulo)


Notas Finais


espero que teham gostado, me dêem suas opiniões por favor, isto é muito importante para mim <3

qualquer coisa meu twitter é @taeminudesz, pode chamar, eu não mordo.
beijos e muita viadagem na vida de vocês ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...