História Viciados em biscoito (Surubangtan) - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Jikook, Jinkook, J-kook, Lemon, Namkook, Surubangtan, Vkook, Yoonkook
Visualizações 344
Palavras 783
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Lemon, Romance e Novela, Slash, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Escondendo os Toddy


Fanfic / Fanfiction Viciados em biscoito (Surubangtan) - Capítulo 6 - Escondendo os Toddy

Puxo a terra com força,fazendo um buraco no chão,como ela estava meio molhada,acabou sujando meu pijama branquinho,e eu tinha certeza de que o Jin iria comer meu fígado quando visse.

Depois de ter feito um buraco no chão,pego a caixa de madeira onde o Hoseok guardava a coleção de carrinhos dele,que eu tirei e coloquei meus todinhos,com cuidado deixo a caixa dentro do buraco enterrando ela logo em seguida.

Podem me chamar de egoísta,mas meus todinhos eu não duvido com ninguém, são meus... só meus.

Me levanto do chão,tentando tirar,sem sucesso,a terra que se impregnou na minha calça de pijama.

Atravesso o quintal e volto pra dentro de casa, antes que os meninos acordem.

Fecho a porta dos fundos assim que entro,e quando estou saindo da cozinha pra ir na direção das escadas e voltar pro quarto esculto vozes,vindas da sala.

- Eu odeio a Coréia.- O Yoongi diz socando a parede com força.- Odeio ser obrigado a participar de algo que eu não quero...

- Mas Yoongi,pra você ainda falta um ano...não entendo porque está tão bravo.- O Namjoon fala,fazendo o Yoongi bufar.

- Eu não quero ir pra porra de exército,o que nos sete vamos fazer lá? Não levamos jeito pra isso.- O Yoongi grita irritado.- Isso é tão injusto.- Ele murmura baixinho.

- O que é injusto suga?- O Jin Pergunta.

- Tudo isso Jinie, é tão injusto depois que estamos finalmente juntos,todos os sete, você tem que ir pro exercito.

Sinto meus olhos marejando,meu Hyung não pode ir pro exercito, não mesmo!!!!

Me encosto contra a parede deixando meu corpo escorregar até o chão.Abraço minhas pernas, apoiando a cabeça nos joelhos.

- Não é injusto,todos vamos precisar ir...Yoon,isso é motivo de orgulho.

- Orgulho?- O Yoongi solta um riso sarcástico.- É uma droga!!!

- Como vamos cuidar de tudo sem você?- O Nam pergunta com a voz embargada.- Nada vai ser igual sem você... Jinie não quero que vá...

- Nam...mesmo que eu não quisesse ir eu sou obrigado.

- ENTÃO VOCÊ QUER MESMO IR???- O Yoongi parecia está desesperado.

- Suga, não grite,os meninos vão acordar...e respondendo sua pergunta...sim eu quero ir, são só dois anos.

- Você ainda diz "só".- Salto assustado ao ouvir algo se quebrando, possivelmente o Yoongi descontou sua raiva em algum objeto.- Jin te odeio,como você pode levar isso tão de boa?

- Yoongi, não vou enlouquecer por conta de algo que é inevitável,vai acontecer queira você ou não.

Ouço um barulho alto quando a porta é fechada com força.

- Quer quê eu vá atrás dele?- O Namjoon pergunta.

- Deixa ele sozinho,ele precisa pensar um pouco,o Yoongi de cabeça quente é um ogro.

- Tá vendo? Como vou cuidar dos mais novos sem você por perto.Ah jin, não quero que vá...

Não aguento mais e começo a chorar, deixando os soluços tomarem conta de mim.

- Jungkook?- O Jin chama.- É você?

Me levanto do chão e saio correndo pra sala,me agarrando a ele.

- Jinie não quero que você vá, você não pode me abandonar.- Falo soluçando e fungando,molhando a curva de seu pescoço com minhas lágrimas.O jin me envolve em seus braços beijando o topo da minha cabeça.

- Eu vou voltar kookie, não estou te abandonando,nunca faria isso com meu emo.- O aperto com força,o fazendo soltar um risinho.- Wou ,o Maknae está ganhando força,meu pequeno homenzinho....por que está tão sujo,e fora da cama a uma hora dessa?

- Te amo jinie.- Murmuro.

- Também te amo,mas não pense que dizendo isso vai fugir do assunto,quero saber o que estava aprontando.

Não o respondo,apenas fecho os olhos e lembro do dia que cheguei no pensionato...eu não conhecia ninguém,mal falava,o jin foi carinhoso e paciente comigo...

Puxo seu rosto com as duas mãos e selo nossos lábios.Ele segura minha cintura com firmeza e cola seu corpo ao meu.

Os lábios carnudos moldavam os meus, nossas línguas travando um batalha,logo eu já estava arfando sentindo a falta de ar vim.Nos afastamos,ele encosta a testa na minha,me olhando nos olhos.

- Dois anos passam rápido, não vou te esquecer...- Ele segura uma das minhas pernas me fazendo envolver sua cintura com ela,e faz o mesmo com a outra,me tirando do chão,seguro seu pescoço com força, voltando a deixar minha cabeça repousar na curva de seu pescoço,fico dando beijinhos enquanto ele me leva de volta pro quarto.

Ele me coloca deitado junto dos meninos,me cobrindo.

- Eu devia te dá um banho seu porquinho.- Ele diz segurando meu nariz,solto um risinho.

- Então dá.

- Tá fazendo muito frio e você adoece fácil.- Ele diz me dando outro beijo na testa.- Dorme,daqui a pouco venho chamar vocês pra irem a escola.

- Jinnie...- Chamo manhoso.

- Oi?

- Canta pra mim?- Ele sorri e se agacha ao meu lado, passando a mão em meu rosto ele canta uma melodia triste, que me faz chorar,mas que depois de alguns segundos me fez cair no sono.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...