História Viciei - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza
Tags Ninfomania
Visualizações 14
Palavras 436
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Incesto, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Seu café da manhã, almoço e jantar.

Capítulo 10 - Diário- Sim eu era


Fanfic / Fanfiction Viciei - Capítulo 10 - Diário- Sim eu era

Viciei

Só faltava, me comportar muito bem para ele não perceber minhas verdadeiras intenções.

[...]

Mais tarde...

Mais uma vez, minha consciência veio me avisar algumas coisas, eu não queria pensar mais pensei. ‘’E se mamãe não me quiser mais? O que farei?’’, então chorar, melhor opção em momentos no qual não sei responder esse tipo de pergunta.

Sei que ainda hoje ele vai vim, e de novo, fazer como ele sempre faz. Sugar o resto da inocência que ainda penso que devo ter. Pois bem, então vou me preparar, por que não? Ele merece a melhor Lolita que ele possa ter.

Coloquei minha camisola transparente, sem nada por baixo, e fui até a cozinha para me hidratar com um copo com água bem gelada. Até parece que eu estava sozinha, advinha quem estava lá babando quando me viu, sim, aquele escroto. Ótimo papai, seja a isca perfeita, seja.

-Kate, o que está fazendo? - Me olhava como que faminto, me assustava pensar que olhei nos olhos de um monstro como aquele.

-Papai, não vê? Bebendo água, me hidratando, mantendo minha pele que é linda, e macia, olhe. – Andei vagarosamente para perto dele, peguei sua mão e a-coloquei sobre meu ombro, já que eu tinha a altura de uma cadeira de balanço.

-Não só vejo como a sinto. – Sorriu maliciosamente, e apertou meu ombro. Me segurou depois com as duas mãos pela minha cintura e depois me levantou e me levou para meu quarto. – Posso lhe contar uma história meu amor?

-Claro... – Tremi, ele sentiu e me virou de costas para ele.

-Tudo começa com uma garotinha chamada Kate, ela era como você minha querida, porém ela tinha muitos planos em mente sabe? Por isso ela foi morta cruelmente por pessoas que eram más. – Droga, será que ele sabe algo sobre meus planos?

-Sim papai, mas, por que está me contando esse tipo de história? -Me virei e olhei em seus olhos que sorriam feito criança com doce.

-Para você relaxar antes de começar a brincadeira que quero fazer com você. – Em minha mente vinha de imediato um pedido de socorro ‘’socorro me ajudem’’, mas me acalmei antes de gritar, pensei em quantas tortura iria fazer.

Ele me bateu forte na cara e na minha bunda, ardia e lágrimas saiam, depois saiu do quarto e voltou com brinquedos sexuais.

-Vou usá-los em você, vai ser muito pior do que qualquer transa que a gente fez antes.

Pensei ‘’Não quero morrer assim, vou resistir’’. Então ele disse:

-Calma, para não acontecer nenhum imprevisto, vou colocar esta bola na sua boquinha que também irei usar com muito prazer.


Notas Finais


Era o começo do fim...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...