História Vício - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!jeongguk, Kooktae, Kookv, Lemon, Minjoon Pq Sim, Putaria, Seqso, Taekook, Top!taehyung, Vkook, Yoonjin Pq Sim
Visualizações 152
Palavras 2.412
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Lemon
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu tava lá escrevendo Simple Souls e me deu vontade de escrever um lemon mas a fanfic ainda não ta nessa fase então eu decidi fazer essa aqui
Espero que gostem
Boa leitura!!

Capítulo 1 - Você é meu vício - Capítulo Único


Vício

Capítulo Único


Lá estava Jeon Jeongguk. Sentado na última carteira da fileira da janela. Você pensa: "Deve ser um daqueles populares". É, em partes.

Jeongguk é gay. Se paga de machão mas é só Kim Taehyung - seu namorado - passar na sua frente que ele já abre as pernas. 

Você pensou que ele fosse ativo? Tá..  você errou mas eu te entendo. Jeongguk não passa de um passivo gostoso pra caralho. Uma pena que eu não seja homem.

Ainda falando sobre ele. É um garoto extremamente fechado pras outras pessoas. Só se abre pros seus amigos. - principalmente Taehyung. É um tanto quanto peculiar.

Na sala de aula ele é quieto. Não fala com ninguém, não demonstra nada.

Ele só é popular por ser assim. Estranho, não? Todos chamam eles pros seus aniversários, festas entre amigos e outras coisas.

Algumas meninas o acham extremamente másculo, lindo e hétero.. ata. Lindo ele é, realmente tem um corpo do caralho..  agora, másculo e hétero? Não tenho nada a dizer.






Jeonggukie viu o visor do seu celular brilhando. Uma mensagem.

Desbloqueou o aparelho e viu que Taehyung havia o chamado.


Daddy: 

Jeonggukie-ah.. vamos pra uma festa hoje a noite?


Revirou os olhos. Não gostava de festas, até ia em algumas mas odiava ter que sair de casa.


Jeongguk:

Vai ter comida?

Daddy:

Não 

Jeongguk:

Então não vou

Daddy:

Mas eu vou levar comida

Jeongguk:

O que você vai levar?

Daddy:

Algo muito gostoso

Jeongguk:

O que?

Daddy:

Você


Jeongguk riu lendo aquilo. Não negava que gostou daquele comentário mas, ainda era engraçado. 

Decidiu entrar na brincadeira. Ele nunca negaria uma transa com seu hyung.


Jeongguk:

Sendo assim

Sua comidinha vai

Daddy:

Ótimo. Se arrume, te pego às 19:00

Jeongguk:

Se quiser pode me pegar agora.

 Minha cama é confortável.

Daddy:

Meu Deus Jeongguk. Que bosta

Vai ganhar um tapa só por causa dessa piada merda.

Jeongguk:

Estou me interessando por piadas ruins agora. Vou pedir ajuda pro Jin-hyung


Jeongguk apertou o botão ao lado direito do aparelho celular, bloqueando o mesmo. Eram cinco e meia da tarde, tinha uma hora e meia para tomar seu banho e colocar uma roupa que deixasse Taehyung excitado. Jeongguk adorava fazer isso com o mais velho.

Subiu as escadas e chegou no corredor do segundo andar. Entrou na segunda porta a direita, seu quarto. Fechou a porta, mesmo sabendo que não havia ninguém em casa. Abriu seu guarda roupa e tirou de lá, uma camisa polo branca e uma calça preta de couro. "Perfeito", pensou ele.

Entrou no chuveiro e tomou seu banho, pensando em como seria fodido por Taehyung naquela noite. 

Passou o sabão por todo o seu corpo imaginando a mão de seu hyung no lugar dele e acabou se tocando, gemendo fraco o nome de Taehyung. Pegou um de seus vibradores na gaveta da pia e começou a enfiar em sua entrada apertadinha. 

Gemeu como uma verdadeira vadia, imaginando o membro de seu hyung - Que sinceramente, era bem maior que aquele vibrador - entrando e saindo de seu interior. Jeongguk quicava em seu brinquedinho com os olhos apertados e seu corpo todo molhado. Ele se tocava ao mesmo tempo e, depois de um tempo naquele vai e vem, gozou em sua mão. Ofegante, se levantou do chão e retirou o vibrador de sua entrada.

Ouviu um barulho, um estalo na porta. A abriu com rapidez mas não era nada. 


{...}


Depois de vestido, ficou mexendo em seu celular, aguardando uma ligação de Taehyung.

Sete horas da noite. O garoto ouviu uma buzina do lado de fora da sua casa e saiu as pressas, já sabendo de quem se tratava.

Abriu a pequena porta do lado direito do seu portão e então, viu o carro preto do mais velho.

Taehyung estava ali do outro lado da rua. Parado, mexendo em seu celular, encostado no carro. Ouviu Jeongguk abrir o portão e levantou a cabeça, olhou para seu dongsaeng.


- Boa noite, babe.. - Disse o mais velho, vendo o menor se aproximar dele.


- Boa noite hyung -  Jeongguk mordeu seu lábio inferior e deixou um selar nos lábios do maior


Taehyung apertou sua bunda, vendo a expressão safada do pequeno.



- Tsc Tsc.. calça de couro Jeon? Vai me dar tesão demais e muito trabalho pra tirar não acha?

- É essa a minha intenção, Daddy.. - Sussurrou no ouvido do mais velho, antes de sair de seus braços e entrar no carro do mesmo.

- Ousado - Taehyung deu de ombros e entrou em seu carro. Deu a partida e saiu em direção a festa.

- Essa festa - Disse Jeongguk - É na casa do Jiminnie-hyung? - pousou sua mão na coxa do maior.

- Sim Jeongguk.. mas não faça isso, não quero te foder agora, pequeno. Quero te foder no meio daquela festa, pra que todos possam te ouvir gritar meu nome.

- Ah.. - Jeongguk deu de ombros - Não estou querendo que me foda aqui hyung.. só quero brincar um pouquinho - Fez bico - E pelo visto meu brinquedinho está disposto a brincar comigo hm? - Encarou a ereção de seu hyung. 

- Se você conseguir usar sua boquinha linda no meu pau com o carro em movimento eu deixo.

- Pode deixar, eu consigo sim - Sorriu sacana e soltou seu cinto. Jeongguk deu um jeito de se enfiar entre as pernas do maior e foi abaixando a calça do mesmo até seu joelho, junto a sua cueca.

Segurou o membro já duro do outro e passou sua língua pela cabeça vermelhinha do mesmo.

- Ah pequeno.. Não me torture


Jeongguk riu e sem avisos, abocanhou o membro de Taehyung por inteiro. Começou num ritmo lento, passando a língua por toda aquela extensão, saboreando o pau do mais velho.

- Porra Jeon, que boca gostosa!



O menor sorriu, aumentando o ritmo. Colocou uma mão de seu hyung em seus cabelos, pedindo para que ele comandasse seus movimentos.

Taehyung afundava a cabeça de Jeongguk em seu pênis, estocando a garganta do menor.


- Ah, pequeno. Sua boquinha é deliciosa sabia? - Dizia inerte ao prazer, enquanto socava seu membro dentro da boca do garoto - Continua assim babe..


Jeongguk engasgou um pouco mas logo se recuperou. Raspava seus dentes de leve por toda a extensão do membro de seu hyung. Não cabia tudo em sua boca e ele sabia disso, fazia o máximo que podia para ouvir os gemidos do mesmo.


- Se você continuar nesse ritmo logo logo o Daddy goza.. - Gemia rouco, o que causava espasmos pelo corpo de Jeon. Taehyung gemia baixo, de um modo que só seu dongsaeng  poderia ouvir.

Jeongguk o chupava com maestria, passava a língua e raspava um pouco seus dentinhos pelo pau de seu hyung. 


- Eu estou quase lá - Taehyung freiou com cuidado, parando na frente da casa de Park Jimin - Isso babe.. eu estou perto. 


Jeongguk não parava por nada, queria sentir o gosto de Taehyung tomando conta de sua boca e foi isso que ele ganhou. Taehyung gozou, liberando todo seu líquido quente e viscoso na boca do menor. Ele engoliu gota por gota, o que deixou seu Daddy satisfeito. Retirou o membro de sua boca e deixou que Taehyung se vestisse enquanto ele voltava ao seu assento. 

Taehyung abotoou sua calça e abriu a porta do carro, saindo do mesmo. Jeongguk não fez direferente, deu a mão ao seu hyung e foi entrando na casa do amigo dos dois.

- Você não sabe como eu gostei de ouvir você dizendo que adora minha boquinha - Jeongguk sussurrou no ouvido de Taehyung, causando arrepios no maior.


- Eu só digo verdades, pequeno. Sua boca é uma maravilha - Sorriu - Mas foder sua entradinha apertada é bem mais gostoso

Jeongguk sentiu uma pontada em seu membro quando ouviu seu hyung proferir tais palavras.

- Pode ter certeza que você vai foder ela bem gostosinho hoje hyung.

- Não tenho tanta certeza assim - Jeongguk se assustou.

- Porque não, hyung? - Engoliu em seco

- Você já não está dolorido em ter sido fodido por um vibrador?


Jeongguk arregalou os olhos. Esqueci de mencionar que, Kim Taehyung odiava quando Jungkook se divertia sem ele. "Como ele sabia daquilo?" Jeongguk pensou e Taehyung riu


- Quem você acha que bateu na porta do seu banheiro? O vento? - Olhou para o menor com cara fechada.


Jeongguk se lembrou. O estalo vindo da porta. Era Taehyung.


- Daddy eu.. por favor não me puna - Taehyung riu novamente


- Ah Baby Boy.. devia ter pensado antes de se divertir sem mim não é mesmo? Não prefere o pau do seu Daddy ao invés de um vibradorzinho? - Puxou seu braço com força - Não prefere meu pau entrando na sua bundinha ao invés de um brinquedinho? - Apertou a bunda do menor com força - Você não prefere meu saco batendo na sua bunda e produzindo sons eróticos ao invés de quicar em um pau de borracha Jeon?


- C-Claro que eu prefiro Taehyung.. me desculpa eu juro que não faço mais.


- Isso você disse da última vez - O soltou - Mas fique tranquilo. Se você gosta de brinquedinhos, vai adorar o que o Daddy guardou no quarto do Jiminnie uh? Nosso amigo nos emprestou o quarto dele pra você ser fodido por mim. 


"Obrigado Park Jimin, você ver o que vai ser do seu cu quando eu obrigar o Namjoon a arrombar ele", pensou Jeon.


- Estamos sozinhos babe, eu tenho a chave do quarto e a festa está acontecendo nos fundos então ficaremos bem acomodados, confortáveis. 


- Ah Taehyung quando eu contar pro Jinnie o que você vai fazer com a minha bundinha.. 


- Que pena babe. O Jin-Hyung deve estar sendo fodido pelo Yoongi em um dos quartos de hóspedes nesse momento. E o Hobi não vai te ajudar, deve estar fodendo com alguém da festa também.


- Sendo assim Taehyung - Jeongguk abriu os braços -  Faça o que quiser comigo.


- Seu desejo é uma ordem - O Kim mordeu os lábios e puxou Jeongguk junto a si. Puxou seu dongsaeng para um beijo e foi assim, até o quarto onde teriam uma noite, talvez especial.


Chegaram ao quarto e Taehyung logo tirou sua camisa, apressado.


Jeongguk sorriu. Estava gostando daquilo mas não queria demonstrar. Adorava ser punido. O Jeon era um puta de um sadomasoquista, amava apanhar.


Taehyung o despiu por inteiro e colocou sentado. Amarrou suas pernas. Cada uma em um braço da cadeira. Jeongguk estava totalmente exposto. Taehyung amarrou suas mãos atrás da cadeira e vendou seus olhos.


- Jeongguk, Jeongguk, Jeongguk.. - Andou em volta daquela cadeira, apreciando o corpo do menor - Como você é gostoso.. 


- O que vai fazer comigo Daddy? - Jeongguk dizia manhoso, provocando o mais velho.


- Hoje você vai ser fodido como nunca foi antes. Garanto que vai ter uma surpresinha no final, Baby.. 


- O que está esperando?? Me foda logo - Taehyung bateu em sua coxa e Jeongguk resmungou.


- O único que dá as ordens aqui sou eu Baby.. - Ele pegou um vibrador cor de rosa e colocou na velocidade máxima - Ouça esse barulhinho e chupa um pouquinho..


Jeon obedeceu, após ouvir o barulho do brinquedo que tanto amava usar em si, sentiu ele encostando em seus lábios e começou a chupar lentamente, tentando provocar seu Daddy. Chupava como se fosse o sorvete mais gostoso do mundo, depois do pau de Taehyung. Ia e voltava com sua cabeça, provocando estalos extremamente eróticos ao ver de qualquer pessoa.

Ele sentiu algo em sua entrada e gemeu, mas sabia que não era o vibrador pois, este ainda estava em sua boca. Taehyung havia colocado um plug anal em seu Baby e o estocava com aquilo.

Jeongguk gemia, pedindo por mais e era exatamente isso que Taehyung fazia, o estocava cada vez mais forte. 

Taehyung ligou o plug, fazendo-o vibrar. Jeongguk ficou louco, gemia descontroladamente o nome do seu Daddy, pedia por mais e recebeu. Taehyung afundava aquilo em sua entrada com a maior rapidez.

Levantou o quadril do menor e se colocou no meio das pernas dele. Encaixou a cabeça de seu pênis na entrada de Jeon e foi entrando. Os dois gemiam. Jeongguk por estar sendo penetrado por Taehyung e um plug grosso pra caralho e Taehyung por estar entrando no mais novo e pelo plug que vibrava em seu membro, no interior de Jeongguk.


- Você consegue ser apertado mesmo assim.. - Taehyung dizia com sua voz grave, rente ao ouvido de seu Baby - Tão gostoso..


Jeongguk rebolava contra seu membro, pedindo por mais contato e, assim, Taehyung começou a estocá-lo lentamente. Gemiam em uníssono, sentindo suas peles se tocarem. Taehyung acertava o pontinho de Jeongguk, que gemia alto com isso. A união dos dois corpos era perfeita, o membro de Taehyung entrava e saía de Jeongguk e os dois gemiam juntos, inertes ao prazer, delirando um pelo corpo do outro.


- Ah Daddy.. - Jeongguk gemia a cada estocada. Essas que aumentavam de velocidade a cada segundo, o deixando louco. 


Taehyung agora, o estocava fortemente, acertando seu ponto diversas vezes e gemendo junto a ele.


- Oh céus! Como você é apertado! - Sentia a entrada do menor se contrair.


- Daddy isso é tão bom.. - Gemia manhoso, quicando no colo do maior.


- Goza pra mim Jeon, goza pro Daddy - Dito isso, Taehyung levou sua mão até o membro do menor e começou a masturbá-lo - Vem pra mim.


Jeongguk não se aguentou. Depois de umas 4 ou 5 estocadas gozou, melando a mão e o abdômen do seu Daddy.

Taehyung não foi direferene, gozou logo após o menor, preenchendo o mesmo com seu líquido quente. Não tinha forças para sair de dentro dele, por isso decidiu ficar ali por mais um tempo, enquanto desamarrava Jeongguk.


{...}


Os dois deitaram na cama, esgotados e suados.


- Essa foi a melhor transa que nós já tivemos - Disse Jeongguk.


- Eu disse pra você que eu ia te foder como nunca tinha feito antes.


- Que você sempre supere a última transa, amém - Taehyung riu.


- Quase esqueci... lembra da surpresa? - Jeongguk assentiu.


Taehyung se jogou no chão e os dois riram. O maior se ajoelhou e abriu a gaveta do criado-mudo, retirando uma caixinha preta dali. Jeongguk abriu a boca em um perfeito "o" e viu sua vista embaçar. 


- Jeon - Sorriu e limpou a lágrima que corria pela bochecha cheinha do menor - Jeon Jeongguk. Você aceita ser meu pelo resto da sua vida? - gritou, sem se importar se ouviriam 


- Kim - Sorriu - Kim Taehyung eu aceito! - Gritou também, rindo e chorando ao mesmo tempo.


Taehyung colocou o anel no dedo de Jeongguk e os dois deitaram um ao lado do outro, onde adormeceram e ficaram até o outro dia.



É Jeon.. O que eu posso fazer? Você me vicia. Teu corpo, tua voz, teu cheiro, teu gosto, teus gemidos... Te foder me vicia


Ah Jeon Jungkook... Você é um vício 




Notas Finais


E foi isso :)
Espero que tenham gostado
Obrigada por ler até aqui
Um beijo
Até a próxima bolineos!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...