História Vida de prostituta (Imagine - Jungkook) - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags ~cheiadeswag, Boate, Drama, Erótico, Hentai, Jungkook, Romance, Sexo, Superação, Você
Visualizações 805
Palavras 929
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lírica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello então essa é minha quarta fanfic! Espero que vocês deem muito amor a é essa como dão as outras minhas fanfics ☺. Tive uma idéia do nada de fazer outra fanfic, mas envolvendo a prostituição obrigada que é muito comum hoje em dia. Espero que gostem muito dessa fanfic 💖
Somos 281 favoritos! 🎉🎈
I LOVE BOLINHOS ❤🍚
Boa leitura! 😙📚

Capítulo 20 - Acidente


Fanfic / Fanfiction Vida de prostituta (Imagine - Jungkook) - Capítulo 20 - Acidente

Jungkook: N-não... estou cheiroso?

(S/N): Sim, cheiro de um perfume da Victoria Secrets, caríssimo

(S/N): Nossa amor, deve estar com problema no nariz então

Autora p.o.v

Jungkook está brincando com o fogo, o olfato de uma mulher nunca falha, principalmente quando se trata de perfumes mega famosos. Após encerrar o trabalho, Jungkook levou até a casa dela, com seu próprio carro. Jungkook foi dar um beijo de "boa noite" pra (S/N), mas ela negou o beijo, precisava muito tirar algumas dúvidas. 

(S/N): Jungkook, você tá escondendo algo de mim?

Jungkook: Não, por que estaria?

(S/N): Fala a verdade, não quero que você minta pra mim

Jungkook: É verdade, não tenho nada para esconder, eu te amo

(S/N): Jeon Jungkook, eu dei uma chance para contar a verdade, agora me aguenta. Você nunca me fala nada né? Sempre mente, eu sei que rolou entre você e a garota propaganda. Eu senti o perfume dela em você, e olha só, você sumiu na mesma hora! Que eu saiba, você estava indo no camarim dela chamar ela, para fotografar. Jungkook, eu não sou tonta, eu sei das coisas

Jungkook: Desculpa am...

(S/N): Amor nada, vai com a Irene, vocês se merecem - (S/N) fecha a porta na cara dele, e ele vai embora

Autora p.o.v

 Mas como você sabe, a (S/N) não é daquelas que chora por homem, ela não sofre por homem. Ela se vinga ou parte para outro. E como vocês sabem, (S/N) também não perde tempo. Ela ligou para o Jooheon e ele chegou na casa dela uns 15 minutos depois. 

Jooheon: Achei que nunca mais poderia entrar nessa casa depois da volta do seu namoradinho

(S/N): Shh - faz um sinal de silêncio com o dedo

 Ela fecha a porta e puxa ele pra dentro, levando o para seu quarto, no andar de cima. 

Chegando lá, ela muda completamente, e passa a ser um animal selvagem catando um animal doméstico (Jooheon). Ela joga ele na cama e imediatamente, tira suas roupas. Não teve provocação nem nada, os dois já estavam nus. Jooheon estava gostando da situação, mesmo sem saber o motivo.

 Mas os motivos nem são importantes né? Tem uma gostosa em cima dele, o que ele iria fazer? Aproveitar. Jooheon começa a chupar os seios da (S/N), não mais sendo um animal doméstico, e sim, um selvagem também. Dois selvagens fazendo sexo? Perdeu, Jeon Jungkook. (S/N) coloca a boca em seu membro e faz uma bloquete deliciosa, mas tudo que é bom, dura pouco. O celular da (S/N) começou a tocar. 

É claro que eles ignoraram, mas não parava de tocar. (S/N) se levantou e desligou o seu celular. Eles voltaram a fazer sexo, mas uns 10 minutos depois, a campainha começou a tocar, sem parar. Tentaram ignorar, mas não deu, tava muito alto e incomodante. 

Jooheon: Acho melhor você ver quem é

(S/N) desceu (nua) e viu pelo buraquinho da porta, era o Jungkook. Ela não atendeu, subiu, colocou suas roupas, e deixou Jooheon escondido no banheiro. A campainha ainda estava tocando. Ela desceu para abrir a porta. 

Jungkook entrou e caiu na (S/N), literalmente. Ele estava muito bêbado, e ainda com uma latinha de cerveja em suas mãos. (S/N) segurou ele, fechou a porta com uma mão e levou Jungkook até o sofá. Ele começou a beijar ela loucamente, a força. (S/N) tentava recusar, mas seu namorado era bem mais forte. 

Ele começou a tirar as roupas dela, até chegar a rasgar sua calcinha. Ele estava completamente louco, sem noção do que estava fazendo. Talvez estava voltando ao Jungkook de antes, aquele que obrigava garotas a fazer sexo e frequentava boates. Lembram? 

  (S/N) dá um tapa bem forte no rosto do Jungkook, deixando ele muito irritado. Jungkook segura em seus braços, prensando ela sobre o sofá. 

Jungkook: AGORA VOCÊ VAI VER VADIA!

Jooheon ouve e desce para ver o que estava acontecendo. Quando chega lá na sala, dá de cara com Jungkook segurando um chicote, batendo na (S/N). E a (S/N), só gritando e chorando de dor. Jooheon tirou o Jungkook de cima dela, e deu um soco nele. Os dois começaram a brigar feio, até que (S/N) expulsou Jungkook de sua casa. 

Jungkook: Eu vou voltar, pode ter certeza! E vai ser bem pior, vadia! 

Após trancar todas as portas e fechar todas as janelas de sua casa, (S/N) voltou para o quarto e começou a chorar. Jooheon tentou consolar ela, mas levou a maior bronca e foi expulso de sua casa. (S/N) agora estava sozinha em seu quarto, chorando. 

Sabe quando um homem abusa do seu corpo para o satisfazer? Ela sabe muito bem como é isso, aliás, já passou por isso. É um sentimento de medo, muito medo. Mas ela é forte, e não vai deixar as coisas assim. Talvez ela se vingue, não sabemos, mas ela é capaz de coisas que vocês nem imaginam. Minutos depois, (S/N) recebe uma ligação, do Jungkook, mas era a voz de um desconhecido. Ele parecia estar muito preocupado:

Xxx: Você conhece esse moço moreno, alto e um corpo bonito, dono desse celular? Ele está no meio da rua xxx sangrando muito neste exato momento, foi atropelado por um carro. 

Após ouvir isso, (S/N) larga o celular, coloca um casaco, um chinelo e corre até a rua perto da casa dela. Sim, era o Jungkook deitado lá, ou melhor, desmaiado lá. A ambulância estava chegando, e tinha um pessoal em volta do Jungkook. (S/N) acompanha Jungkook até o hospital, ele entra na sala de emergência e ela fica do lado de fora esperando, super preocupada, nervosa e chorando muito. 

"O amor sempre tem um lado ruim, ele sempre é traiçoeiro"


Notas Finais


Desculpem novamente pela demora de postar mais um capítulo, como vocês sabem minhas aulas voltaram e eu estou me dedicando aos estudos. Mas vou continuar postando ao máximo que eu conseguir 🤗💗
Eu fiquei triste com o que aconteceu com Kook na fanfic 😭💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...