História Vida Doce - Capítulo 39


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Alexy, Ambre, Armin, Castiel, Dakota, Debrah, Kentin, Leigh, Lysandre, Melody, Nathaniel, Nina, Professor Faraize, Rosalya, Viktor Chavalier
Tags Amor Doce, Armin, Colegial, Romance
Exibições 24
Palavras 1.890
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Festa, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Ooooooieeeeeeeennnn 😻😻
LEIAM
AS
NOTAS
FINAIS

💙
💚
💛
💜
💓
💕
💖
💗
💘
💝
💞
💟

Capítulo 39 - Pontas soltas


      / -tudo bem -ela disse e sorriu amável, ela tem mais ou menos minha altura, cabelos castanhos claros e olhos azuis e esta acompanhada por Castiel, ainda estou me perguntando quem ela é.../ -tábua? Congelou? -an... Oi? - estava pensando se essa é a tal Debrah... -*risos* ei gracinha, cuidado, o Castiel é todinho meu ta? - ela disse e piscou -*risos* _masoq... Puta... Que.. Pariu..._ -só penso isso, não sei porque mas não consigo deixar de encarar ela, algo não está certo -Castiel, você viu o Armin? - acordei quando alexy perguntou isso -acho que ... - eu o interrompi -por que? - disse me virando a Alexy -como "por que", você vai falar com ele não vai? -agora não -então...- Castiel nem terminou a frase a garota saiu o puxando -diva, uma hora você vai ter que falar com ele, e além do mais, você não quer entrar na igreja com ele? -no momento, prefiro entrar com o Dake -mesmo sabendo que ele é capaz de te estuprar? -*risos* credo divo -ana? _caralho..._ -tchal diva, depois eu falo com você -n-não, alexy volta... -disse entre dentes enquanto alexy se afastava -ta querendo fugir de mim? - ele disse se aproximando -e-eu... -_que droga, por que depois de tanto tempo o Armin ainda consegue me deixar assim?_- n-não -então, já era pra estarmos conversados, felizes da vida e no quarto trancados... -quando ele disse a última parte eu corei, abaixei a cabeça e ri desfarçadamente - jogando, sua maliciosa - rimos um pouco mas depois o olhei nos olhos e... Foi como se tudo o que já aconteceu viesse me assombrar, preciso dar um ponto final nisso -por que você faz isso? -o que? -você... É tão... Fofo e do nada é um cretino -eu... -eu fiz alguma coisa errada? Ou simplesmente você procura na Leila o que não tem em mim? O problema sou eu? Por que toda vez você volta pra ela? Você me ama...? - cuspi tudo de uma vez tentando não travar, a última pergunta foi por impulso, suspirei e encostei nos armários -você... Não fez nada de errado, você sempre faz tudo certo, eu é que sou um idiota, a Leila não tem nada que eu acrescentaria em você, você é completamente perfeita, o problema sou eu por ser um babaca, não sei porque eu volto pra ela, talvez eu fique bravo e então... - balancei a cabeça e esperei que ele respondesse a última pergunta, ficamos em silêncio apenas nos encarando por alguns instantes -não vai responder a última? - ele riu fraco -tava esperando você perguntar - ele olhou nos meus olhos e disse - você ainda acha que eu diria "não"? - ele sorriu e me beijou, nesse momento ouvimos um bater de salto no corredor, quando vimos a diretora vindo em nossa direção o sinal tocou e corremos em direção a sala fingindo que nada aconteceu, eram duas aulas do Faraize, as duas últimas, e ele passou um simulado, chato pakas, Armin pegou o lugar ao lado do meu e me jogou uma bolinha de papel -ei, anã! - olhei para ele com raiva -anão é o seu... - o professor me interrompeu -senhorita Analice, a prova não é em dupla, muito menos de consulta, então, por que está conversando com o senhor Armin? -não to conversando -ah, não? E então? -to xingando ele -tábua, chega né? -a conversa ainda não ta na horta - gritei de volta para Castiel -chega! -gritou o professor -é, chega mesmo professor, você atrapalhou minha conversa e agora ta me atrapalhando a fazer a prova -o próximo que for gritar, que pelo menos, grite a resposta da 13 por favor, obrigada e de nada - gritou rosa de repente -mas não é possível! Até a senhorita, Rosalya? - ele perguntou abismado e voltou para sua mesa murmurando No fim da aula segurei Armin, ainda tinham coisas a serem ditas... -isso não quer dizer que eu te perdoei -como assim? -eu to rindo porque eu sou idiota, mas ainda to brava -eu entendo, por isso eu quero pedir desculpas quantas vezes forem necessárias e isso tem que ser antes do fim das aulas -por que? -porque durante essas férias eu vou estar ocupado -posso saber com o que? -com minha namorada, você deve conhecer ela, ela é ruiva, baixa, chata e acha que é melhor do que eu no vídeo game -que otimismo, pena que a ruiva, baixa e chata não é sua namorada -ainda... - ele disse e saiu me deixando sem reação Pov. Ana off° Pov. Rosa on• *quando sai da sala fiquei no corredor esperando Alexy, não pude deixar de ouvir Ambre e as clones conversando sobre uma nova aluna* -... Você tem certeza? -claro que sim, Nathaniel tem acesso a todas a fichas e bem em cima da pilha que tinha na mesa dele eu vi uma nova, era uma garota, tinha um nome estranho -e qual é? -... *antes que eu pudesse ouvir alexy chegou sem avisar e me assustou, acabei fazendo barulho e, ao ouvirem, se dispersaram* -droga Alexy -desculpa, não sabia que a conversa das Barbies era tão importante - revirei os olhos e respirei fundo -esquece, só to estressada - disse e começamos a andar -calma, faltam poucos dias -é... -e a viagem pra praia? - ele disse todo animado -o que tem? - cara, acho que eu to mesmo de mau humor -ai, grossa, só queria saber se ta animada, mas já vi que positividade aí ta difícil -desculpa Alexy, não parece mas eu to muito animada -eu tava vendo o pessoal que vai e até agora só não tenho certeza se o Armin e a ana vão -espera, ela vai? -não sei... Vocês ainda estão com essa criancice? -aí Alexy não vem com essa tá - disse e parei - você vai entrar ou vai pra casa hoje? - disse parada em frente a porta do dormitório -eu vou entrar -eu vou pra casa do Leigh, até amanhã - disse e beijei alexy na bochecha e ele retribuiu, não sei do que ele ta falando, criancice? Puf Pov. Rosa off° Pov. Lysandre on• *estava conversando com amigos quando Armin chegou e disse que tinha algo serio para me dizer, depois de um tempo que estávamos conversando, alguém, que já imaginei quem poderia ser, chegou me abraçando toda animada* -e... Lysandre, acho que tem algo nas suas costas - Armin disse brincando -coisa? Fique sabendo que sou futura noiva do Lysandre -o...? - essa garota me aparece com cada história... -*risos* - Armin parece se divertir com isso -então, do que estamos falando? - ela pergunta e sorri, ainda me apertando em um abraço interminavel -você nem é intrometida, senhorita... -Lysandra, prazer. - ela disse estendendo a mão para Armin que apenas me olhou confuso -Nina - disse calmo mas repreensivo -Lysandre, não sabia que gostava de meninas mais... Novas... Muito, novas -ta querendo dizer o que? - ai não, ela se irritou? -não sei nenê, quantos anos você tem? - e ele ta rindo? -ah? E você quantos... - a impedi de continuar tapando sua boca, levemente, com a mão - lys, vai deixar ele falar assim comigo? -nina, respire ok? E Armin, era só isso? -sim, mas ainda preciso da sua resposta -eu... -sei que voce e a ana... -ok - não sei porque to fazendo isso mas... - ajudo sim -ótimo, obrigado e... Boa sorte com a sua irmãzinha esquentadinha - ele disse e saiu rindo enquanto Nina o observava como se fosse mata-lo -então Nina, o que quer? - perguntei sentando em um banco -bem... Pov. Lysandre off° Pov. Nathaniel on• *ainda não sei como vou me concentrar nas provas, a ana invadindo meus pensamentos, uma nova aluna, a ambre arrumando mais confusão... Droga de vida* Estava encarando o livro enquanto tudo vinha a minha mente quando alguém me acordou -então nath, o que tem pra mim hoje? -O que...? -estou ouvindo de fontes confiaveis que temos uma nova aluna -Peggy, você entrou na sala dos professores ou na sala do grêmio sem permissão de novo? -Nathaniel! Estou ofendida, eu nunca fiz isso! -aham... -tenho gente que faz isso por mim, mas isso não vem ao caso, então, quem é essa aluna, é a debrah não? Ela vai estudar aqui de novo? An? An? Responda! -Peggy! Chega, eu to tentando me concentrar ok? -ta... Eu volto outra hora... Quem sabe- ela disse e saiu batendo pé _tudo que me faltava, mais um problema pra pensar_ -Nathaniel? - se armin veio aqui com mais um problema... -sim...? -queria conversar com você -sobre...? -ana... Pov. Nathaniel off° Pov. Kentin on• _já faz tempo que eu to procurando a ana, acho que é normal dela sabe, essa coisa de ficar andando pra la e pra cá, é por isso que ela atrai tantos problemas, ela ta sempre fazendo alguma coisa pros outros ou procurando alguém ou..._- meus pensamentos foram interrompidos quando esbarrei em alguém -desculpe, não te vi... -sou baixa, não invisível -desculpa *risos*, e então, o que queria me falar? -eu já disse que é uma surpresa? -já mas... -aqui não é o local ideal - ela sorriu e pegou em minha mão - ken! - eu fiz cara feia e ela saiu me puxando enquanto ria, so ela tem esse jeito adoravel de me irritar *chegamos até um parque, um pouco longe da escola na verdade, quase não tinha ninguém ali, só alguns idosos alimentando patos no lago* -vem!- disse me puxando -ana *risos* calma -anda logo -onde a gente vai? -sei lá *risos* -e pra que tanta preça então? -*risos* -onde estamos? -não é importante - ela disse e começou a correr em direção a uma colina -ana... - disse e corri atrás dela, quando chegamos no alto ela parou, o vento batia em seu cabelo e eu só consigo pensar que não sei viver sem ela... -então... - ela suspirou e sentou na grama -então...? -eu te chamei porque... Ontem, não sei, me veio saudade de... -de...-disse e sentei ao seu lado -de quando a gente tava no Brasil, era tudo tão mais fácil - ela se deitou na grama e começou olhar as nuvens -você acha? -claro, bom, pelo menos antes você falava mais comigo... -antes eu só aguentava calado porque... Não via outro jeito -como assim? - ela se sentou voltando seus belos olhos castanhos para mim -ana... Você sabe que eu te amo, sempre amei, e tinha esperança de que um dia... Sabe... -... - ela me olhou fundo nos olhos - ...Você, melhor do que ninguém, sabe que eu te adoro, mas... -eu sei... - passaram 3 segundos e ela me abraçou e eu não entendi mas retribui -viu só, no Brasil não teria isso, e sinceramente, eu prefiro ken -porque o ken é o bobo apaixonado -não, porque eu sabia exatamente como alegrar o ken, e além do mais, o Kentin me machucou - ela disse fazendo bico -*risos* desculpa por isso -*risos* tudo bem... Pov. Kentin off° Pov. Leila on• _será que isso é ruim... Não, é bom! Eu acho, quem sabe o Armin goste mais de mim por causa disso_ -estava encomodada com a decisão que tomei, ainda não falei nada pra ninguém mas... Agora é só segurar na mão de Deus e ir..._


Notas Finais


Heeeey povo lindooo!
Como ceis tao???
Bem eu espero, desculpem por demorar mas eu tive uns problemas com celular,backup emfim... Vamo mudar o disco.
Feliz ano novo gente, que seu 2017 seja ótimo, que papai do céu me perdoe por ser uma tarada e ficar pensando na bunda dos guri que tava na missa esses dias... E que meus leitores me perdoem por eu demorar tanto kkk ❤
Feliz recomeço pra gente ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...