História Vida e morte por um fio - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Contos, Death Fic, Drama, Espiritual, Fábulas, Liz Lonelyk, Morte, Pensamentos, Reflexão, Vida
Visualizações 26
Palavras 627
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


lutar e vencer a si mesmo...

Capítulo 2 - Capítulo dois


Desde o nascimento o relógio passa a regressar, cada novo aniversário um ano a menos,comemoramos a sobrevivência, a vitória de mais um ano de vida, mais um ano respirando,talvez um ano de aprendizado... um pouco mais próximos da eternidade? sinto que logo irei morrer…

Mas se morrer o que vai acontecer? teria eu conseguido transcender ? Teria vencido a mim mesma e finalmente digna ?   Antes que eu morra,antes que seja tarde demais deixarei relatado… Pequenos ciclos viciantes me puxam para o mesmo caminho onde fui expressamente proibida de caminhar, um muro tão frágil... algo como uma corda bamba, é lá que acabo, luto com o meu “eu” sou minha amiga e inimiga, se algo vai acontecer sempre devo dar ou negar a permissão, algo chamado livre arbítrio é a minha constituição é o que irá regrar a minha vida, tudo é permitido, não existem limites,fronteiras,domínios  ou cerca capaz de fato me deter, posso ser governada pelos meus desejos e anseios ou aprender a controlar a mim mesma, compreender detalhes ocultos, novas perspectivas... o real motivo de estar viva e finalmente transcender em um novo ser digno.

Recebi o nome de Virtude, algo esquecido e pouco comentado... Minha mãe até hoje diz que devemos ser gratos a Deus, devemos sempre demonstrar nossa  felicidade, tocamos assim o intocável,chamamos a atenção, é claro que não é assim tão fácil por isso o nome Virtude e não “agradecimento”, para compreender melhor o que quero explicar, imagine um código ou melhor um fio que te liga ao eterno,imagine que toda a vez que saí de tê virtude percorrer esse fio até seu final, é como um bônus ainda que não tenha ciência, ainda que seja indigno ou a pior das criaturas, se de ti sair virtude tocará os céus, como um raio de luz que traz calor  que queima a insegurança, devora o medo e ainda faz sentir um pouco mais certos  que vamos alcançar nossos desejos.

Vida que corre como um rio tão próspero o qual pode curar,alimentar e limpar, bem é nisso que minha mãe pensou quando me deu esse nome,  meu pai desejava algo mais simples e menos cheio de significado, ele queria um nome comum como todos os outros nada assim tão “diferente” até hoje ele comenta a respeito, diz que esse nome é muito sério, que é bem mais do que minha mãe poderia imaginar, diz que não é algo que tenha uma receita para dar certo ou obedeça a um padrão, pois o “tocar” é bem mais complexo do que o imaginado, é um momento único de comunhão, um pedacinho da eternidade em nós que é acionado,todavia esse é o meu nome e eu ando nessa corda bamba, posso qualquer momento morrer, a vida é apenas um sopro,algo passageiro de qualquer maneira irei falecer,seja agora ou do caminho mais “natural”,não existem saídas, uma vez vivo é acionado o relógio, que ao contrário do que se pensa está regredindo, quando se tem ciência disso,quando vemos o quanto é fina a linha que separa a vida da morte, como pequenos momentos são importantes, mas é ressaltado é o pouco tempo que resta.

 

Estou para morrer… assim como todos, serei lembrada ? porventura teria contribuído com algo ? O que me faz ser única ? ao mesmo tempo que sou amada,sou ignorada, ao mesmo tempo que tenho tudo,não tenha nada, ao mesmo tempo que em mim há o  sopro da vida pode não haver  mais… Tenho pouco domínio sobre mim ao mesmo tempo que acho que domino, sou bela e posso ser horrível... o ser mais desprezível, posso ter a casa cheia de amigos,posso ouvir elogios mas, até quando ? tudo é separado  por um  fio,invisível  que simplesmente marca o limite de minha vida e a dos outros.


Notas Finais


...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...