História Vida e morte por um fio - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Contos, Death Fic, Drama, Espiritual, Fábulas, Liz Lonelyk, Morte, Pensamentos, Reflexão, Vida
Visualizações 17
Palavras 448
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


...

Capítulo 4 - Capítulo 4


Não há como negar, nenhuma parte de mim pode o fazer, uma vez que o conhece não há mais volta, não existe desculpas, não tem como enganar,talvez apenas a si mesmo, essa é a minha sentença de morte por isso acredito que em breve irei morrer…

O tempo engana muito,posso simplesmente perder a noção do mesmo, posso achar que tenho a vida toda pela frente e lá quando não tiver mais volta serei como a senhora,falarei sozinha sobre o que deveria ter feito,sobre os sacrifícios que fiz,sobre tudo o que não aprendi nesse breve tempo chamado vida.

 

Minha alma o busca,mas meu físico ah que luta essa… não o quer o rejeita… vivo tentando acertar,parece que o medo de errar invoca o erro, um ciclo que se repete o qual é tão difícil de se libertar.

Pensar no amanhã virou o meu Karma, o aprender o meu vício e minha grande luta? essa travo não com demônios,pois esses obedece-o,tão pouco com os homens pois,estes estão sob seus olhos,apesar de lutar aparentemente sozinha devido ao livre arbítrio,também estou sob os cuidados Dele,luto todos os dias   com o que seria parte de mim, meus pensamentos e desejos vivem me traindo, fazendo perder o controle na empolgação de um instante de glória (tola),algo inerente a minha condição,minha espécie a única que é ao mesmo tempo sábia dotada de todo o conhecimento, detalhes que salvariam vidas...Visões ocultadas por uma sombra de interesses não apenas valores em moedas,mas qualquer motivo ou digamos gatilhos que acionam a vontade...Motivações que escolhem lados opostos, bons e maus,certos e errados só dependem do ponto de vista e o conceito do ético, lados opostos,divergentes e às

vezes cruéis  para uns para outros apenas a vida,rotina coisa do dia a dia, sem a insônia de uma consciência pesada, poderia ser  ignorância ?  má índole ? ou seria a sombra do poder atrelado ao livre arbítrio  ? o alcançar sonhos,objetivos e tão somente um treinamento dessa dama que governa nosso dia ?

Na morte há glória,talvez a imortalidades de atos heroicos, pequenos ou grandes quem se importa? após morrer existe um senso comum de ressaltar grandes ações,personalidade  ou qualquer outra coisa boa e honrada, raro é ouvir que aquele que morreu fracassou em sua pequena jornada,raro ouvir o que se deixou de ser feito e talvez mais mais específico ter escrito em lápide quem faltou amar, a morte destaca a falta,destaca o “não está mais aqui” e a importância de minha espécie pois, muitos  ganham por não respirarem mais, aquilo que em vida não tiveram na morte se ganha, um dia de homenagens emocionadas,palavras de carinhos,demonstrações de afetos...tudo  Vazio a espera da retribuição de um abraço, se perde tanto tempo...


Notas Finais


...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...