História Vida imprevista - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Aventura, Descoberta, Prazeres
Exibições 2
Palavras 794
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 4 - O final de semana


Fanfic / Fanfiction Vida imprevista - Capítulo 4 - O final de semana

Como eu iria olha-lo nos olhos após esse sonho devastador? O que estava acontecendo comigo? Deve ser falta de sexo, certeza, já faz alguns meses desde a última vez, acho que preciso sair ir a alguma balada me divertir, conhecer uns caras e resolver esse problema, tenho certeza que depois de uma noite de bebedeira e muito sexo esse desejo passará!

Samantha tomou uma boa xícara de café forte, vestiu uma saia justa preta até o joelho que se amoldava perfeitamente em seu bumbum volumoso e empinadinho, nesses momentos agradecia à genética de sua família, logo após colocou uma blusa bege com renda que combinaria com seu delicado scarpin também no tom bege.

Minha sala na firma era média, tinha diversos quadros e uma estante recheada de livros, a mesa era de vidro na qual ficava o computador à esquerda, lápis, papéis, grampeador e a impressora à direita, minha cadeira era tão confortável que não queria levantar dali para nada, só para buscar café. A sala tinha um tom amadeirado que me agradava muito, isso dava um ar clássico e eu apesar de nova sou muito fanática por coisas antigas.Em meio a todas essas distrações quase me esqueci de Vicente, porém não o tinha visto desde que cheguei, enfim melhor assim mesmo.

Toc.Toc.Toc.

-Entre.

-Licença, Samantha vim lhe trazer alguns documentos para cadastrar-disse Christine.

-Ah sim, obrigada!

-Estava pensando, já que é nova na cidade nós poderíamos sair final de semana, eu te mostraria uns lugares bem interessantes e você precisa se divertir, fazer alguns amigos entre outras coisas.

-Nossa eu vou adorar, estou precisando mesmo disso.

-Imagina, vai ser bem divertido-disse Christine fechando a porta de minha sala.

Caramba! Parece que ela adivinhou, desde o primeiro dia percebi que ela era um amor, sem contar que é linda pra caralho, ruiva, olhos cor de mel e com um puta peito que chamaria atenção de qualquer um, até eu que sou hétero, se bem que sempre tive curiosidade quanto ao sexo com outra mulher, quem sabe um dia entro nessa aventura.

A semana passou tão rápido que mal me dei conta e graças a Deus não vi meu chefe aquela semana, enquanto ia buscar café ouvi alguma das secretárias comentando que ele teve que viajar às pressas para resolver uns problemas da empresa, foi quando aproveitei para conversar com elas e perguntar sobre a personalidade dele.

-Ah Vicente é muito discreto sobre a vida pessoal dele, bem que eu gostaria de saber mais - disse Laiane com um olhar perverso.

-Verdade, mas quanto ao lado profissional é extremamente focado e comprometido e não aceita não como resposta de nenhum cliente, desde que ele entrou a empresa triplicou os lucros – respondeu Christine sorridente.

-Mas falar a verdade aqui entre nós o cara é gostoso de mais, aquele jeitão sério dele e o sorrisinho que dá quando fecha algum acordo é de levar qualquer uma à loucura - falou Michelle maliciosamente.

-Realmente ele é bonito- disse serenamente tentando transparecer certa indiferença, que irônico como se fosse possível ser indiferente a ele.

Depois mudamos de assunto e ficamos alguns minutos papeando já que sempre as 15:45 a galera fazia um “break” de 15 minutos.

Enfim era sábado e eu estava ansiosíssima para sair, entretanto precisava de umas roupas novas, aproveitei a ocasião e comprei tudo o que necessitava para essa noite a começar por uma linda lingerie preta de renda, mais tarde ao vestir percebi que tinha um delicado lacinho no meio do sutiã que realçava muito meus seios branquinhos, que apesar de médios eram bem durinhos e empinados, já a calcinha era tão pequena que sumia entre minhas nádegas, por fim o vestido de tão colado que ficou estava quase me sentindo uma puta, mas quer saber? Que se foda eu sou jovem e tenho mais que aproveitar a vida, passei muito tempo presa a convenções sociais e sendo a “santinha” que todos queriam, agora está na hora de viver...

Diin.Doon!

Era a campainha Christine deve ter chegado

Ao abrir a porta confesso que fiquei meio sem reação, Christine estava com os cabelos soltos diferente do coque que sempre usava no trabalho e aquele batom vermelho deixava seus lábios tão carnudos, mas o melhor era eu vestido vermelho com decote em “V”. Caralho! Por alguns segundos eu queria cair de cara naqueles peitos e me perder ali, até que dei por mim e a cumprimentei.

-Olá Christine você está muito linda.

-Obrigada, você que está incrível, vamos?

-Claro!

Dirigi-me a seu carro tentando controlar os pensamentos, que idiotice vocês estavam começando uma amizade agora, não estrague as coisas, seu foco essa noite é se divertir muito, dançar e encontrar o cara perfeito para satisfazer a seus desejos e acabar com esse fogo todo por pessoas erradas!


Notas Finais


E agora? Será que Samantha vai encontrar alguém que a satisfaça essa noite? Ela deve deixar sua vontade por Christine de lado em prol da amizade?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...