História Vida Nova! - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 22
Palavras 1.931
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Violência

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 7 - Dia quase perfeito


⭐⭐⭐⭐⭐ Min Sook ~on ⭐⭐⭐⭐⭐


Sinto um peso sobre meu corpo, abro os olhos e o Suga tava em cima de mim se apoiando com os cotovelos mexendo no meu cabelo... Ele dá um sorriso quando me vê acorda..

Eu: Pq vc sempre que acorda e fica me olhando desse jeito? - pergunto passando umas das minhas no rosto dele -

Suga: Pq vc é muito bonita, e gosto de admirar pessoas que eu gosto - diz com um sorriso doce no rosto -

Eu: Até com os meninos? - digo rindo -

Suga: Eles não... - diz com uma cara zangada - Eu disse pessoas bonitas - ele ri -

Eu: Não fala assim, todos eles são lindos e cada um tem uma personalidade diferente que qualquer um se apaixona - digo -

Suga: Tá me trocando por eles? - pergunta saindo de cima de mim e sentando de costas pra mim bufando -

Eu: Tá com ciúmes? - pergunto abraçando ele por trás, ele não responde - Hooo o pequeno açúcar tá com ciuminho é - Digo de uma forma fofa e dando um beijo no pescoço dele - Haaa que fofo - digo sorrindo -

Suga: Não me chama de fofo - diz e eu me afasto dele - Pra onde vc vai ? - pergunta se virando pra mim -

Eu: Já que vc tá zangado com migo eu tomar banho - digo me levantando da cama -

Suga: Não tô mais zangado com vc - diz levantando e me abraçando - Fica mais um pouquinho - diz no meu ouvido bem baixinho -

Eu: Hmm... - finjo que estou pensando e olho pra ele colocando minhas mãos no pescoço dele - tbom - digo e ele dá um sorriso -

Suga: Aí.... Estou tão feliz - diz com um sorriso muito muito fofo vcs não tem idéia - Vc ... Eu ... Dois Filhos... E um ... Cachorro - diz e eu começo a rir -

Eu: Meu GD não começa com isso - digo rindo muito - Como vc sabe essa música? - pergunto cessando as risadas -

Suga: Isso é uma música?  - digo que sim com a cabeça - Eu Ouvi em um canal da TV, aqui tem um programa brasileiro - diz ele -

Eu: Jura!! - digo empolgada - Qual o nome? 

Suga: Vc acha que eu vou saber.... E eu prefiro Rap mesmo - diz sorrindo -

Eu: Eu Tbm... Posso ser brasileira más não gosto das maiorias das músicas - digo - acho que nós deveríamos tomar café já que vc não deixa eu ir banhar - digo -

Suga: Eu deixo vc banhar... Só se for com migo - diz com um sorriso malicioso -

Eu: Nem vem - digo franzindo as sobrancelhas -

Suga: Tbom - diz me beijando -


O beijo foi se aprofundando, como antes ele pediu passagem e eu cedi, nossas línguas estavam brigando por espaço, ele colocou as mãos na minha cintura me puxando pra ficar mais próxima dele, minhas mãos estavam entre seu cabelo apertando gentilmente aproximando nosso rostos, ele dava pequenas mordidas na minha boca me fazendo gemer de dor más que estava bom... Ele foi andando com migo até me deitar na cama ainda me beijando, ele estava em cima de mim, os beijos que estavam sendo dados na minha boca desseram para meu pescoço dando leves selos estalados passando para mordidas e marcas, aquilo me fazia arrepiar ele foi descendo passando pelo meio dos meus seios com beijos até chegar na minha barriga onde deu vários selares doces me fazendo arrepiar ainda mais, ele subiu me beijando com muito desejo e eu não estava diferente, eu dava pequenas arranhões na costa dele, o fazendo gemer entre o beijo, ele passeava com as mãos por todo meu corpo sem deixar uma parte faltar... Ele ia começar a tirar a minha blusa quando alguém bate na porta, más ele continua como se não tivesse ouvido nada.. eu o afasto de leve nos separando do beijo intenso ..

Eu: Pode ser importante - digo me levantando -

Suga: Outra vez nos atrapalham - diz bufando e sentando na cama zangado -

Eu: Não fica assim, açúcar - digo dando um beijo nele - Más tarde a gente contínua - digo sussurrando no ouvido dele e quando o olho ele tava com um sorriso bobo no rosto que me fez sorri tbm -

Saio em direção a porta e o Suga Vem com migo, abri a porta e eram os meus pais.

Eu: Omma, Appa - digo supresa - Entrem - digo dando espaço pra eles entrarem -

Omma: Bom dia filha - diz se sentando com meu pai do lado - Vejo que tem um visita não é? - diz se referindo ao Suga que estava do meu lado -

Eu: Sim, vieram pra ver meu apartamento? - digo sorrindo pra eles -

Appa: Sim, estávamos passando por perto então resolvendo entrar, queremos te dá uma notícia - eu ia falar más ele me interrompe - É uma notícia boa - diz e eu me acalmo - Sua mão vai construir uma clínica aqui em Seul - diz com um sorriso no rosto -

Eu: Sério Omma, parabéns - digo indo até ela dando um abraço -

Omma: Obg - diz pra mim sorrindo - estou muito ansiosa - diz empolgada -

Eu: Percebi - digo e outra coisa que eu percebi é que eles dois não paravam de olha para o Suga, olho pra ele e ele tava com uma cara de quem não tava entendendo nada assim como eu - Pq vcs tão olhando tanto pro açúcar? - digo eles me olham assutada -

Appa: Açúcar? - ele diz levantando um sobrancelha -

Eu: É açúcar... ele branco que nem fantasma, parece que tá morto - digo e o Suga que tava do meu lado começou a rir -

Suga: Prazer - diz entendo a mão para meu pai e depois para minha mãe - não pude me apresentar, meu nome é Min Young más meus amigos me chamam de Suga e essa mocinha aqui - diz apertando minhas bochechas -  

Eu: Tira a mão - digo tirando a mão dele dos minhas bochechas -

Suga: Me chama de açúcar - diz rindo -

Omma: Assim... - diz com um sorriso - Vcs estão namorando? - pergunta -

Eu: será que toda vez que a senhora me vê com um garoto pensa que eu tô namorando com ele é? - pergunto e bufu -

Suga: respondendo sua pergunta, "Ainda não" - diz com um sorriso no canto da boca -

Appa: Como assim "ainda não"? - pergunta sério, franzindo as sobrancelhas -

Suga: Só falta fazer o pedido não é minha bravinha - diz me abraçando de lado -

Omma: Vcs são tão Fofos juntos - diz fazendo Buimbuim -

Eu: Tá vcs vieram aqui pra vê a minha casa então vamos vê - digo fazendo eles levantarem pra vê a casa -

Appa: Última coisa - fala e eu bufo - 

Eu: Oq Appa? - diz já crusando os braços -

Appa: Pq vc tá sem camisa? - pergunta apontando para o Suga que estava realmente sem camisa, não tinha percebido - Vcs por acaso ... - interrompi ele antes que falasse a frase completa -

Eu: Não! - disse aumentado a voz envergonhada - Não ...aconteceu nada - digo abaixando a voz -

Suga: Eu só dormi aqui - diz e olha pra mim como se estivesse dizendo * foi de propósito * e o olhei com um olhar mortal -

Appa: Como é que é? - diz aumentando a voz e levantando as sobrancelhas -

Eu: Nada... Vamos ver o apartamento - digo empurrando ele pra ver a casa, olho pro Suga bufando e ele começa a rir tampando a boca -

Mostrei a casa para os meus pais e ele Disseram que estava muito bonita, eles ficaram tomaram um pouco de café eu e minha mãe estávamos conversando e meu pai e o Suga estavam conversando tbm, eles estavam rindo acho que estavam se dando muito bem, depois de um tempo eles foi embora e nos despedindo ... 

Appa: Gostei dele- diz no meu ouvido quando passa por mim -

Sentei no sofá e o suga do meu lado, deitando a cabeça no meu colo e começo a acariciar o cabelo dele.

Suga: Seus pais são legais - diz com os olhso fechados -

Eu: eu sei - disse rindo - e os seus? - pergunto curiosa ele nunca me falou sobre os pais dele - o seu pai parece legal - disse -

Suga: ele é, só quer que me envolva mais nos negócios da família e para de dormir muito - diz e eu ri - 

Eu: e sua mãe, como ela é? - pergunto e olha pra mim com um cara triste -

Suga: ela morreu faz 5 anos - ele diz triste -

Eu: Aí... Açúcar desculpa eu não sabia, sinto muito - digo dando um beijo na bochecha dele -

Suga: Tudo bem, foi a muito tempo já passou - diz forçando um sorriso e eu digo que sim com a cabeça triste por ter mencionado alguém que com certeza era muito importante pra ele aliás era a mãe dele - Vamos continuar com oq estávamos fazendo - diz com um sorriso malicioso -

Eu: Agora não... - digo - preciso de um banho urgente - disse tirando a cabeça dele e colocando no sofá, e vou para o quarto - vouto já, depois é vc - digo -

Suga: Tbom Omma - dz rindo - não demora se não eu vou entrar aí no banheiro com vc - grita pra mim -

Eu: Eu vou trancar a porta - digo e ouço uma risada dele -


Entrei no banheiro tirei minha roupa e tomei um banho quente, escovei os dentes saí fui para o quarda-roupa, tirei de lá um Short preto com bolinhas brancas, um moletom preto com uma boca no meio vermelha, uma meia branca pentiei meus cabelos deixando soltos, passo perfume e saio do quarto encontrando Suga sentando no sofá assistindo TV, me aproximo dele e me sento..

Suga: Eu vou tomar banho tbm - ele diz e digo que sim a cabeça -

Eu: Tem uma toalha no meu quarda-roupa em cima da pratelheira no meio pode pegar - digo e ele assente me dando um selar rápido indo para o quarto - 

Depois de 20 Minutos ( nossa que específico ) ele volta com os cabelos molhados, sem camiseta com uma bermuda jeans preta ( acho que ele trouxe roupas ) e se senta do meu lado, ele estava cheirando ao meu perfume ...

Eu: Vc tá usando meu perfume? - digo levantando uma sobrancelha -

Suga: ele é cheiroso - diz e eu ri - senta aqui - aponta para suas pernas e eu sento -

Eu: E agora? - pergunto com um sorriso no canto da boca -

Suga: Vamos continuar o que nós não terminamos - diz com um sorriso malicioso e nossos lábios mau se tocam e alguém bate na porta - Mas que merda - diz bufando - VAI EM BORA!! - grita com raiva -

Eu: Não! Pode ser meus pais - digo saindo de cima dele e indo abri a porta más não eram os meus pais e nem os meninos era uma pessoa que eu não queria ver nunca mais na minha vida, desde aquele dia horrível - Oq vc tá fazendo aqui, VAI EM BORA! - digo gritando para aquele homem e fecho a porta na cara dele, encosto na porta e começo a chorar -


Não acredito o meu pior pesadelo voltou umas das coisas que mais me apavoraram na minha vida, como ele me achou aqui, tudo oq que eu queria era esquecer más ele volta e me faz lembrar de tudo....


⭐⭐⭐⭐⭐⭐ CONTINUA ⭐⭐⭐⭐⭐⭐





Notas Finais


Bom Dia!!
Bao Tarde!!!
Boa Noite!!!!
❤❤❤❤❤❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...