História Vidas Ligadas - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha
Personagens Inuyasha, Kagome, Kagome Higurashi, Kikyou, Miroku, Personagens Originais, Sango, Sesshoumaru
Tags Kagomexinuyasha, Perdas, Recomeço, Romance, Traições, Vidas Ligadas
Visualizações 44
Palavras 706
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Harem, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente, me desculpe a demora e também quero pedir desculpas por estar apressando esse envolvimento entro o casal, mas eu não consegui encontrar outra maneira para continuar a historia, me desculpe

Boa Leitura

Capítulo 6 - Capitulo 6


Kagome

Terminei meu serviço a tempo de fazer um almoço simples e de poder cuidar um pouco de meu irmão enquanto Inuyasha não chegasse, meu irmão estava realmente lindo com o passar dos dias crescia e ficava mais esperto, estou triste por não ter nossos pais aqui mais pelo menos meu irmão ainda esta vivo e eu poderei cuidar dele por um bom tempo.

- Kagome. – me chamou Inuyasha, segui ate a sala com meu irmão em meus braços.

- seja bem vindo Inuyasha. – disse sorrindo, ele me olhou e sorriu colocando a pasta e seu casaco sobre o sofá.

- obrigado, o almoço esta pronto? – perguntou vindo ate mim.

- sim, fiz algo simples e espero que o agrade. – respondi, ele veio ate mim, posso pegar? – perguntou se referindo a meu irmão.

- claro, mas não acho que o senhor deva fazer isso. Sua esposa pode interpretar errado quando voltar e o ver assim. – disse abaixando a cabeça.

- não se preocupe com isso, assim que ela voltar eu vou pedir o divorcio já não quero estar casado com alguém como ele, agora me deixe pega-lo. – pegando Souta de meus braços.

- eu sei que não deveria me meter mais por que vai se separar? – perguntei curiosa.

- minha esposa não é a mulher ideal, como pode perceber eu sou um hanyou e é difícil mulheres se interessarem por mim. Mas eu não vou continuar casado com uma mulher a qual me trai em cada uma de suas viagens. – disse ele o olhei surpresa.

- como pode sua esposa o trair? A senhora tem a vida de luxo aqui o senhor deve proporciona-la uma vida que toda mulher sonha. – disse o olhando e o acompanhando para a cozinha.

- ela não pensa assim, talvez eu não seja o marido que ela deseje já que passo muito tempo trabalhando. – respondeu.

- mas se o senhor não trabalhar ela não teria essa vida que tem, desculpe dizer isso mais essa mulher deve ser louca. – disse o vendo dar uma risada baixa enquanto sentava com meu irmão e brincava com ele.

Inuyasha

Kagome era diferente de tudo o que eu imaginei, por que ela me fazia dar risada e parecia tão divertida.

- não precisa pedir desculpas, Kikyou realmente é louca ainda mais por achar que eu não sei o que ela faz em cada uma de suas viagens. – respondi. – aqui o seu irmão é mesmo um bebe muito calmo. – disse estendendo a criança para ela.

- sim, ele realmente é calmo o que ajuda muito. – disse pegando o garoto.

- você pode coloca-lo no carrinho e almoçar comigo? Não gosto de comer sozinho. – pedi e a vi assentir colocando o garoto no carrinho e me servindo em seguida a ela e se sentar em minha frente, provei sua comida e realmente era gostosa. – você é boa cozinheira, deve ser por isso que Miroku recomendou você. Ele deve saber que detesto ficar sozinho para comer e ainda mais por que você faz exatamente tudo o que preciso nesta casa. – disse a olhando, ela me olhou e corou.

- Miroku? Ele deve ser o namorado de Sango não é? – perguntou e eu assenti. – quando o conhecer irá agradecê-lo por isso, realmente precisava deste emprego. – disse envergonhada.

- não precisa agradecer a ele, Miroku só estava me ajudando a algo que eu realmente precisava. – disse e ela deu um pequeno sorriso, terminamos de comer e eu me levantei assim como ela, antes mesmo que Kagome conseguisse pegar os pratos me aproximei dela.

- algum problema? – perguntou corada com a aproximação, não respondi e me aproximei mais ficando a centímetros de sua boca sem esperar mais a puxei pela cintura e tomei seus lábios em um beijo urgente a principio ela não respondeu mais depois acabou cedendo transformando nosso beijo em algo especial.

- MAS O QUE ESTA ACONTECENDO AQUI? VOCÊ ESTA ME TRAINDO INUYASHA. – assim que ouvimos o grito nos separamos e o garoto começou a chorar. – e ela ainda tem um filho? – perguntou Kikyou alterada.

- venha vamos conversar em outro lugar. – disse pegando em seu pulso. – acalme ele, falamos depois. – disse para Kagome enquanto arrastava Kikyou para o escritório aonde iria finalmente falar com ela sobre o divorcio.


Notas Finais


Espero que tenham gostado
Estou com um novo projeto original se puderem deem uma olhada se chama 100 DIAS, acho que pode agrada-los
Beijos e ate


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...