História Vingança a meia noite - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 4
Palavras 389
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 12 - Não te deixarei em paz


Edgar a beijava  apesar de Anne querer muito sair dali mas,ele não  queria a soltar que fói se sentindo envolvida. 

e agora Anne estava presa no beijo do que cara que ela mas odiava,Anne o empurrava so que ele estava nem ai,para os sentimentos  dela. 

Edga depois de  tempos  a soltou  Anne caiu ali pensando o que faria,o odiava  era isso que ela sentia no momento, olhando para o lado da janela do quarto via que mesmo sem escapatória fugiria dali,Edgar olhava para ela como se tivesse pegando afeto. 

Anne fechou os olhos faria algo,mas sentiu mãos  em seu braços,ela virou se para o lado vendo aquele monstro,a tocar  lhe. 

não  me toque gritou  ela. 

Anne!!!!  falou ele. 

como sé você  fosse meu dono? 

Eu sou!!! 

não  me toque eu já disse para não  me tocar. 

com raiva  ela colocou aos mãos  sobre a cabeça  e com um jeito rápido olhou a janela aberta e pulou, iria embora não  desistiria. 

lá fora  estava no mato  de Novo  correndo,avistou  um portão  meio aberto,olhando  para trás viu  Edgar olhar a janela,mas que logo se preparar para pega-la. 

era sua chance  fuja daqui pensou ela. 

lágrimas caíam do seus olhos. 

só  queria olhar para frente. 

chegando viu o portão aberto,tocou  com as mãos  e com rapidez fechou com tudo correndo para o outro lado,até sua mão  ser pega por ele. 

se você  fugir eu irei em busca de você  não  importa onde. 

vai pro inferno seu cretinoo!!!!!!!!! 

anne deu lhe um golpe com o pé  sobre suas mãos e correu. 

Edgar meio machucado abriu o portão  mas Anne corria com velocidade  viu que perdia ela por um instante mesmo que fosse denunciado ele era um cara rico agora faria o que fosse possível para acha-la. 

Anne foi em busca de ajuda correndo para todos os cantos e avistou um posto de gasolina,chamando a Polícia,que justiça  seja feita,denunciou  Edgar mas como ela ñão  tinha provas,sobre ele levaram ela para casa. 

Anne correu para os braços  de sua mãe e contou lhe toda  a verdade. 

Anne ficava agora em casa chorando sempre  até que sua mãe não  aguentava  ver ela assim ruim,chamando  o psicólogo Anne estava  muito aflita. 

mas depois de um tempo ela se recuperou, agora era uma jovem mulher de 25 anos que não  esqueceu aquilo tudo. 

iria em busca de  vingança 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...