História Vingança a meia noite - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Visualizações 2
Palavras 1.260
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 14 - Sempre te acharei anne


oapenocê  quer Edgar?? 

as pernas dela ficaram bambas,estaria presa novamente  Edgar riu e foi em sua direção de repente Anne caiu no chão olhava agora  derramando lágrimas presa presa.... 

sentiu seu coração  disparar não  deixaria ele a deter. 

com rapidez correu e deu lhe um soco com fúria. 

Edgar caiu ao chão  e sua boca escorreu sangue

muito bem Anne corajosa você. 

ele riu e se levantou novamente,Anne estava mal, não  tinha como ele era um mostro um monstro  mesmo com sua vinganca ele não desistiria de si. 

a não  Edgar foi e correu para ela Anne fechou os olhos morreria ali???? 

mas com os sentidos deu lhe tapas e tapas. 

mas foi segurada com suas mãos  novamente,olhos fixos ao dele. 

não  não  disse ela está errado. 

como errado Anne. 

Edgar a beijou com velocidade,estava presa com ele para sempre. 

Anne sentiu calafrios perdida perdida,ela era dele. 

ele  a soltou  eu sinto muito. 

Anne estava agora sendo segurada perdendo o sentindo  e desmaiou  no seu colo Edgar foi pegou seu carro e seu dinheiro  e viajou a levando. 

fora dali,foi seguindo  em direção  a sua outra  casa. 

não  muito longe dali colocou Anne na cama, e ele foi tomar banho  Edgar arrumou  se. 

Anne dormiu  o dia inteiro,por longas noites. 

até ser acordada por ele. 

Edgar a beijou com velocidade a fazendo sentir pressionada,ja que ele não  queria fazer mas mal a ela disse; 

fique comigo três noites. 

eu deixarei ir embora. 

Anne com um sim disse espero que seja. 

não concordando com ele mesmo querendo ir embora  pois a ficar com ele. 

então  no Primeiro  dia ela estava ali agora ok  o que você  quer que faça. 

quero que me beije intensamente,com amor e carinho. 

ok disse ela

 ele a tocou  passou  a mão  em seus cabelos  a beijou suavemente  e abraçou. 

deitou se ao lado dela e  a abraçou  novamente  a beijou. 

Anne se sentiu uma estúpida mas cumpriu o acordo daquele ser. 

passando a tardezinha ela a segurava no colo e beijava intensamente. 

fez comida para ela fazendo  a comer. 

dormiram juntos. 

2 dia passeou com ele na cidade,caminhou  comprou roupas para ele é doces, levou Anne ao shopping e lugares sofisticados,depois a levou a Praia olhando o fundo do mar e nadaram juntos, Anne fazia  a tudo  que ele pedia sem contar  nada a ninguém. 

estava  agora na praia num dia bem quente  e junto a  ele,ele a tocou Anne usava  um biquíni,e edgar a beijou  muito  e muito  Anne não  se sentia  bem mas mal por que não  sentia amor algum apenas ódio  da sua vingança falhado pensou ela ele está bonzinho  me poupe. 

saíram e deitaram se na areia olhando para ela edgar se sentia admirado  por te la como  queria pena amanhã ser o último dia estava  triste mas confiante  em cumprir sua promessa  e deixar -la me paz. 

ficaram ali por horas e horas juntos. 

a tardezinha  comeram num restaurante e ele comprou roupas para ela é fizeram compras durmiram juntos até chegar em casa onde ele morava na outra casa. 

3 dia  o fim 

Anne acordou  ainda cansada via o homem que odiava dormi  com ela,estava  exausta queria logo sair dali e nunca  mas o ve-lo sendo ele cumprir ou não 

iria embora 

olá  flor do Jardim gritou  ele 

Anne gritou ahhh ele abraçou ela calma  hoje será o último dia concentre que cumprirei minha promessa ok. 

pensou ela. 

edgar acordou e a beijou  na testa. 

Anne foi até o banheiro  se lavou  viu que edgar foi fazer o café  da manhã. 

sente  se na mesa Anne olhou a cozinha  como ele era rico e tinha tudo nem parecia o cara qu a sequestrou  anos atrás e sendo gentil com ela,só pode ser um psicopata na sua mente.

ei Anne irá comer falou ele . 

sim disse ela sorrindo. 

comeram juntos rindo. 

até que Anne tocou no assunto  você  sequestra  outras jovens também?? 

edgar sorriu so você . 

ah idiota pensou ela.

e você  ilude outros caras também ??? 

só  você  sorriu ela. 

Anne não via hora de ir embora

a tardezinha  vinha e vinha e ele abraçava e a beijava como se fosse o adeus  para sempre. 

sairam foram juntos  para  um bar tomar umas até Anne ficar mal e rir sozinha bebeberam e beberam mas ainda. 

Anne ficava mas louca ainda, falando  lhe toda a verdade sobre ele. 

como você  é cinico edgar!! 

ahahhaah 

as vezes penso que você  não  bate bem da cabeça!!!  edgar  respondeu. 

você  acha que  se me sequestra-se iria amar você só pode Ser louco com tanta demência na sua cabeça??? você  me sequestrou me manteve presa e acha q eu amaria você  com tantas  brigas  você  é  um louco. 

Edgar  ficou estranho  por um instante acharia  é  achei. 

ah tapado 

ele ficou ali por uns instantes  e verdade sejam ditas

é  você  nunca  me amará,nunca infelizmente não  faço  o seu tipo 

ela sentada disparou na mesa subindo fixamente  cambaleando, coitado do bebê  ele pensa que alguém  amara ele no fundo do coração. 

até uns caras olharem  a cena. 

ele não tem namorada. 

edgar ficou olhando e desviando. 

eu não  te amo e nunca te amarei fixamente. 

tudo bem já esperava por isso mesmo vamos. 

ei me solta, dançando  no bar,huu vamos dançar  edgar última dia juntos. 

ok disse ele. 

a pegou pela cintura chegando contra si,olhando para ela sei que não  me ama!!! 

não te amo edgar. 

vou aproveitar essa noite como um adeus  elá soluçava,caindo em seus braços  edgar pegou ela saindo do bar em indo para casa. 

levou a para cama e a deixou  dormir. 

ali ele a olhou  como um adeus olhou a um instantes;tocando a para si,a abraçou e a beijou 

 faça  amor comigo  Anne??? 

disse ele faça gritou no ouvido dela. 

eu não  seu louco. 

acordou com um grito. 

eu preciso e terei. 

não  de repente Anne foi sendo segurada por ele,tirando as alças  do seu vestido tocando na sua barriga,querendo ela somente para si

anne naooooo me toque tirando suas mãos. 

eu não  quero o empurrando. 

eu sou pura,.!!! 

estático ele a olhou você??? 

sou

mentira  todos esses anos. 

sim

você  é  demente edgar 

sou anne ok

mas so por um momento  você  será minha hoje. 

não  quero. 

mas fique comigo amanhã  vc irá embora. 

ele a abracou  e a beijou e durmiram logo em seguida. 

acordando edgar foi ao banheiro  escovou os dentes,fez café e acordou Anne. 

a puxando tentando acordar

vamos embora  disse edgar vou te levar. 

ok Anne se sentia feliz por dentro. 

Tomé café comigo,Anne ok

comeram juntos. 

Anne levou suas coisas tudo, foi de carro com ele levando até o começo da sua rua  por que  ela ñão queria que ele  soubesse onde ela morava foi até a casa de sua mãe. 

adeus Anne te deixarei  ai,ok ele a puxou  pelo braço e a beijou

adeus edgar. 

sei que não  me ama,Anne mas tudo bem. 

ok edgar  tchau. 

era sim o adeus Anne queria muito  estar em casa,chegou  jogou  tudo pelos  ares. 

voltando a si trabalhando e passeando com as amigas  nos sábados e domingos. 

6 semanas  se passaram

o telefone de anne tocou

alô quem é ?? 

você  sabe quem Anne edgar,aceita sair comigo?? 

nunca

você  sabe que eu sempre te encontro. 

edgar você  não desiste mesmo??? 

nunca Anne!!!  foi culpa de vc por te me maltratado tanto. 

não  tenho escapatória me encontre,mas saiba que sempre  vou fugir de você  mesmo,que eu morra perfurarei seu coração  de sangue. 

ok Anne não perca por esperar..... mm. 

anne-oh my God

edgar desliga o telefone

Anne sentiu por um instante irá morrer um dia mesmo nem liga mas para sua vida. 

fim





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...