História Violetta-Uma Nova História 1, 2, 3 e 4 temporada - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Amor Eterno Amor
Tags Leon E, Leoneta, Violeta
Visualizações 47
Palavras 1.029
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense
Avisos: Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Primeiro capítulo extra!! :)
O capítulo anterior não acabou em um momento que desperte muita curiosidade mas mesmo assim vou postar pois eu estou bastante ansiosa, eu queria postar de noite como eu postei os outros dois, mas exatamente por esse ser um capítulo extra eu vou postar em orário diferente (os capítulos normais eu continuarei postando aos sábados a noite)
Espero que gostem :)

Capítulo 3 - Matamdo a saudade


Fanfic / Fanfiction Violetta-Uma Nova História 1, 2, 3 e 4 temporada - Capítulo 3 - Matamdo a saudade

Em Buenos aires, Na casa da Natália
No telefone
Natália: Você não beijou nem um garoto vestido de super-homem na festa de ontem?
Ana: Não
Natália: Então tá, obrigada
Fim da ligação
Natália (falando sozinha): Não acredito. Eu já liguei para todas as garotas que foram para festa vestidas de fada ou não, e nem uma delas beijou um garoto vestido de super-homem (se deita na cama) Liguei para todas as garotas menos para a Violeta... Como eu não tive essa ideia  antes?! Ela me disse que beijou um garoto que não conhecia na festa, esse garoto pode ter sido o Leon, o "mascarado" (lembrando)
"No telefone
Violeta: Natália eu liguei para avisar que já estou no aeroporto... e meu voo já vai sair
Natália: Como? Por que não se despediu de mim?
Violeta: Você sabe que eu não gosto de despedidas e... tudo aconteceu tão rápido que eu nem pensei direito...
Natália: O que aconteceu tão rápido?
Violeta: Eu... um garoto me beijou na festa
Natália: O que?! Quem?
Violeta: Não sei. Eu não conheço, e ele estava mascarado... Mas aconteceu uma coisa muito estranha... eu senti uma coisa muito estranha, eu nunca senti algo assim por ninguém"
Natália (levanta): Claro esse tal "mascarado" pode ser o Leon, e a tal "fadinha" (animada) pode ser a Violeta. (desanima) Mas era só uma paixão de balada, hoje eles nem devem lembrar um do outro, mas se ainda lembrarem talvez eles tenham nascido um para o outro (animada de novo)
De volta a Madri já de noite, na casa do Leon (no quarto)
Letícia (senta na cama): Pronto acabamos de guardar suas roupas no guarda-roupas
Leon (se aproxima da cama): Sim acabamos. Ta vendo como não é tão difícil assim fazer trabalhos doméstico? Mesmo tendo empregados não me custa nada fazer
Letícia (se ajoelha na cama o puxando para mais perto): Tá, mas agora tem outra coisa que eu quero fazer (o agarra pelo pescoço e o beija)
Leon: Letícia alguém pode entrar aqui...
Letícia (levanta da cama, vai até a porta e a tranca): Agora ninguém vai entrar aqui (vai em direção do mesmo e o beija com desejo) Desde que você foi para Buenos Aires eu e você não nos vimos e agora eu quero matar a saudade (o beija e o joga na cama)
Assim os dois tiveram uma longa noite de sexo para "matar a saudade" 
(com camisinha)
Na casa da Violeta (na cozinha)
Olga (no fogão preparando arroz): Violeta prova um pouco, veja se está bom (entrega um pouco na colher para a mesma)
 
Violeta (prova): Humm... Esta muito bom. Olga Você é a melhor cozinheira do mundo.
Olga: E você é a melhor ajudante.
German (entra na cozinha): Olga o jantar já esta pronto?
Olga: Sim. Eu já colocarei a mesa
Violeta: Eu te ajudo
German: Filha você sabe que eu não gosto que você faça esses trabalhos
Violeta: Eu gosto, e não custa nada ajudar a Olga... (interrompida)
German: Isso não é tarefe para você. Não quero que isso se repita (ordena)
Violeta: Sim. Isso não vai se repetir (German sai)
Olga: Ta vendo? Eu disse para você, seu pai não gosta que você faça essas coisas.
Violeta: Meu pai também não gosta de música e eu gosta mas ele me obriga a não gostar, ele não gosta de irresponsabilidade e me obriga a ser responsável, ele não gosta de mal comportamento e me obriga a ser um exemplo. Ele me vê como uma boneca de porcelana intocável, ele quer que eu seja perfeita (triste) mas eu não sou 
Olga (tenta anima-la): Ele quer o melhor para você
Violeta: Não, ele quer que eu seja o retrato dele (sai)
Violeta vai ate o quarto e se joga na cama ate que o celular dela toca
No telefone
Violeta: Alô?
Natália: Como estava vestido o garoto que você beijou na festa de ontem?
Violeta (ainda deitada): Oi pra você também
Natália: Como ele estava vestido? Você ainda lembra?
Violeta (abre um lindo sorriso): Eu nunca vou esquecer (suspira) Eu nunca vou esquecer ele
Natália: Como ele estava vestido?
Violeta: De super-homem [Natália: A Violeta beijou o Leon!] Eu nunca vou esquecer ele. Mesmo não o conhecendo ele esta marcado me mi. Por que você quer saber disso?
Natália: Depois eu te ligo
Fim da ligação
Em Buenos Aires, na casa da Natália
Natália: A Violeta beijou o Leon e ainda gosta dele.
De volta a Madri
Na casa do Leon já de manhã (no quarto)
Leon (acorda, olha para o relógio e vê que já são 11:20) Letícia acorda já são 11:20
Letícia (acordando): Já? O tempo passa tão rápido quando estamos juntos
Os dois se arrumam e descem para tomar café da manhã
Na sala de jantar
Jorge (tomando café na mesa): Bom dia
Leon: Bom dia pai (senta na mesa)
Letícia: Bom dia sogrinho (senta ou lado do Leon)
Jorge: Você dormiu aqui Letícia? (ela faz que sim com a cabeça) Espero que tenham tido uma boa noite (com um tom de piada)
Leon: Sim...
Letícia (sorri): Tivemos uma ótima noite, né baby?
Leon: Claro (os dois dão um beijinho)
Jorge: Que bom (sorri) Eu tenho que ir trabalhar (sai)
Leon: Eu vou pedir para a Rosa trazer nosso café da manhã (sai)
Leon esquece o celular em cima da mesa, e alguém liga para ele
Letícia: [Quem será que esta ligando] (Pega o celular e olha) {Natália, O que ela quer?] Alô?
No telefone
Natália: Letícia passa o celular para o meu irmão
Letícia: O que você quer?
Natália: Falar com o Leon (seca)
Letícia: Sobre o que?
Natália: Isso é uma coisa que só diz respeito a nos dois. Passa o celular pra ele logo 
Letícia: Ele não esta aqui
Natália (perdendo a paciência): O que você esta fazendo com o celular dele se ele não esta com você?
Letícia: Isso é uma coisa que só diz respeito a nos dois (sarcástica)
Natália: [Não sei o que o meu irmão ainda faz namorando com ela. Ela é insuportável!] (desliga o celular na cara da mesma)
Fim da ligação
Letícia: Desligou, mal educada
Leon (entra na sala): Quem é mal educada?


Notas Finais


Obrigado por ler, espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...