História Virtual Love - Romance Lésbico. - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Amor, Amor Lésbico, Amor Virtual, Colegial, Garotas, Mensagens, Romance Lésbico
Visualizações 28
Palavras 317
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 10 - Dez - Aalyah


Aalyah:

Eu: hey babe?

Eu: manda áudio?

Eu: eu estava aqui pensando como sua voz deve ser linda...

...

Ouço a campainha tocar a corro até lá para atender e não da trabalho pra Meredith, nossa empregada que por acaso estava fazendo o almoço enquanto meus pais viam TV.

– oi!- se tratava de Kristen a menina nova no colégio e por acaso minha nova vizinha.- queria saber se quer fazer algo.

– querida quem é?- pergunta minha mãe e eu a chamo para entrar.

– é a Kristen! Vamos para o meu quarto!!- aviso e a mesma me segue pelo corredor até meu quarto.

– o que quer fazer?- ela pergunta e eu penso um pouco.

– vamos ver um filme?- pergunto e ela concorda sorrindo.

Kristen era linda eu devo dizer... Loira e cabelos levemente lisos, e lindos olhos verdes clarinhos. Além de seu sorriso.

Coloquei o filme escolhido por ela e nos sentamos para ver até a hora do almoço e depois voltamos e ficamos jogando conversa fora, até a conversa acabar com ela me beijando de repente.

Retribui seu beijo rapidamente, não sabia que ela tinha outras intenções além de amizade, mas confesso que gostei.

Eu estava por cima dela que estava deitada na cama controlando o beijo calmo. Ela beijava bem, mas aqueles eram beijos como outros quaisquer, não era como se eu quisesse fazer aquilo para sempre.

Saio de cima dela quebrando o beijo e ela me olha confusa.

– o que foi? Fiz algo de errado?

– não é nada com você... Sério. Eu só não estou mais no clima!

– tudo bem então... Eu vou embora.- ela sorri e eu a levo até a porta. Ela se despede com um selinho se vai.

– ela é bonita querida, apoio se quiser ter algo com ela!- minha mãe começa com suas paranóias de mãe e eu reviro os olhos.

– não quero ter nada com ela mãe...- digo simples.

Subo pro quarto e só então me lembro de Luiza.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...