História Virtual Love. (Imagine Park Chanyeol) - Capítulo 20


Escrita por: ~ e ~dongyoung

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, D.O, Kai, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Sehun, Suho, Tao, Xiumin
Tags Chanyeol, Chanyeolxreader, Eu Repeti Isso, Imagine, Kai, Park Chanyeol, Sim Eu Postei, Transexualidade, Você
Visualizações 295
Palavras 2.008
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Fluffy, Hentai, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oI!
Enfim, nada a declarar q
Boa leitura. sz

Capítulo 20 - Confession Song.


Fanfic / Fanfiction Virtual Love. (Imagine Park Chanyeol) - Capítulo 20 - Confession Song.

 [12:42h// Eu] Tenho, Channie...

[12:43h//Chanyeol <3] Mesmo? Não é propriamente uma coisa “banal” tem uma conversa destas.

Channie estava de facto certo, o assunto que sobre o qual íriamos falar era um tanto ou quanto delicado, mesmo que fosse no bom sentido. Estava curiosa sobre esta parte mais pervertida do outro; realmente despertava em mim coisas que nunca julguei que pudessem existir em mim, de facto. Suspirei então, tentando acalmar aquele calor imenso entre minhas pernas que insistia em lá se manter.

[12:44h// Eu] Eu sei disso, mas eu mesmo disse que eu queria.

[12:45h//Chanyeol <3] Mas tu não disseste que eras heterossexual, baby?

[12:45h// Eu] Uma loucura de vez em quando não faz mal a ninguém.

[12:46h//Chanyeol <3] Loucura?

[12:46h// Eu] ... No sentido de algo novo, fuga ao costume.

[12:47h//Chanyeol <3] Heh, interessante isso... Fala-me mais sobre isso.

[12:49h// Eu] Eu, além de ser virgem nem nunca estive com uma mulher, propriamente dita. Quando fui beijado, foi por um homem, então, eu não tenho mais a certeza do que eu sou, Hyung.

[12:50h//Chanyeol <3] E queres descobrir isso comigo, baby?

Imediatamente senti o corpo tremer de alto a baixo; não conseguia entender como o outro me deixava naquele estado tão insano, somente de suas palavras que à vista pareciam até inocentes, mesmo que, na sua finalidade em nada o fossem. Park era diferente, um enigma que eu queria descobrir acima de todos os outros; uma peça que eu queria que me completasse acima de todas as outras, somente porque era ele, Park Chanyeol, a pessoa que me tinha acolhido. Se eu lhe estava a mentir? Sim, eu estava, realmente estava, porém não considerava mais isso uma mentira tão grave assim, visto até uma fotografia minha ele havia visto.

[12:51h// Eu] Eu quero...

[12:52h//Chanyeol <3] Baby, posso provocar-te?

[12:52h// Eu] Uhum.

Esperei então pelo o que o outro ia fazer, porém a temperatura estava já um tanto elevada. Levantei-me então e tranquei a porta, certificando-me então de que nignuém iria aparecer no momento em que algo fosse acontecer... Porque eu não era propriamente idiota, tinha a perfeita noção que, se aquilo continuasse eu iria acabar por fazer coisas que nunca esperei fazer.

“Hey Playboy haha (boy) Let’s play!
Don’t pick up your ringing phone, let’s leave it alone
There’s no need to tell anyone but us two
Let’s just leave it alone, why are you worried?
It’s alright, it’s alright, I know your heart
It’s alright, it’s alright, it’s alright
Show me all your secrets…”

[12:53h// Eu] Aww, isso foi jogar baixo... Mas podes vir conhecer os meus “segredos”, Hyung...

[12:53h//Chanyeol <3] Daddy... Chama-me de Daddy.

[12:54h// Eu] Como preferires... Daddy.

[12:54h//Chanyeol <3] Woah, isso deixou-me... Afetado.

[12:55h// Eu] Afectado? Hmm... Bom saber...

[12:55h//Chanyeol <3] “Para, é complicado controlar-me...”

Como sua voz naquele estado me estava a deixar tão afectava. Não conseguia nem tolerar o tecido fino da blusa que sobria o meu corpo, retirando-a então. Estar naquela situação, somente de roupa interior da cintura para cima era tão constrangedor que eu nem mesma me estava a conhecer depois de tal coisa, porém a excitação que eu sentia agora tinha um nome: Desejo do toque de Park Chanyeol.

[12:56h// Eu] “Áudios desses não valem, Daddy...”

[12:56h//Chanyeol <3] “Caralho... O que não vale é esse tom de voz...”

[12:57h// Eu] “Não podes falar muito...”

[12:57h//Chanyeol <3] Woah, para por favor, eu estou a ficar verdadeiramente afetado...

[12:58h// Eu] Supostamente não era eu que ia sofrer as consequências?

[12:58h//Chanyeol <3] E ainda as vais sofrer, podes crer...

[12:59h// Eu] Ai vou?

[12:59h//Chanyeol <3] Se vais...

Tudo se estava a tornar cada vez mais intenso; podia entender pela forma como ele escrevia que realmente também se estava a deixar afectar por mim no final. Sua voz que havia escutado através do áudio tinha-me deixado ainda pior, e agora, estava sim completamente excitada, sedenta  do outro entre minhas pernas. Tal coisa parecia tão errada, mas tão boa que o meu corpo não conseguia não implorar por sua voz, seus toques, seus lábios.

[13:00h// Eu] De que estás à espera então?...

[13:01h//Chanyeol <3] Já nesse estado?

[13:01h// Eu] “U-Uhum...”

[13:02h//Chanyeol <3] Eu já te avisei para não fazeres isso... É complicado sentar-me quando eu estou excitado...

[13:02h// Eu] Deita-te aqui então...

[13:03h//Chanyeol <3] Mas eu não me quero deitar na cama...

[13:04h// Eu] E quem disse que era na cama?...

[13:05h//Chanyeol <3] Mas, bebé, assim eu ia acabar por abusar...

[13:06h// Eu] Não é abusar se eu quiser...

[13:07h//Chanyeol <3] E tu queres?

[13:08h// Eu] Quero...

[13:08h//Chanyeol <3] Não me pareceu convincente, preciso de ouvir...

[13:09h// Eu] “Q-Quero...”

[13:09h//Chanyeol <3] Não faças isso, ou eu farei-te gemer...

Senti novamente o corpo entrar naquele estado que nem eu sabia descrever; na minha mente somente passavam os pensamentos mais impuros que alguma vez havia tido, e todos giravam em torno do platinado de olhos negros. Tentei parar-me, impedir-me de tal coisa visto que nunca me havia tocado antes, mas simplesmente não consegui; passei somente o dedo indicador por minha intimidade, já completamente húmida.

[13:10h// Eu] Isso é cruel, Daddy...

[13:10h//Chanyeol <3] Ainda não viste nada...

[13:11h// Eu] Para, senão eu não vou controlar-me...

[13:11h//Chanyeol <3] Não te controles...

[13:12h / Eu] Mas... E se aparece alguém?

[13:15h//Chanyeol <3] Esquece os outros, bebé...

[13:15h// Eu] Eu não posso, senão eu faria isso...

[13:16h//Chanyeol <3] Claro que podes... Eu sei que estás excitado, imagino-me até como deves estar a lidar com a situação...

[13:17h// Eu] Nada bem, está muito calor, Hyung...

[13:18h//Chanyeol <3] Woah.. Já imaginaste como seria se eu estivesse ai, do teu lado?...

[13:19h// Eu] Para, Hyung, isso é muito excitante...

[13:20h//Chanyeol <3] E do nada, passar os lábios pelo teu pescoço, pela tua nuca; passar os dedos pelas tuas coxas...

[13:21h// Eu] Hyung, para...

[13:22h//Chanyeol <3] Eu só vou parar quando me deres o que eu quero...

[13:23h// Eu] E o que tu queres?...

[13:24h//Chanyeol <3] Geme para mim...

[13:25h// Eu] Não posso ser só eu a gemer...

[13:26h//Chanyeol <3] E alguém disse que eu fiquei calado?...

[13:27h// Eu] Espera, tu...

[13:28h//Chanyeol <3] Aham, estou a tocar-me e a imaginar-te a ti neste instante...

Tal coisa fora a gota de água, quase como a cereja em cima do bolo que dispultou tudo dentro de mim; passei então dois dedos por toda a extensão de minha intimidade, esfregando-a ligeiramente, e somente com isso, já podia sentir todo o meu abdómen contrair-se em prazer que até então eu desconhecia, e, como estava sozinha em casa parecia que tudo estava a ser feito mais à vontade. Aquele calor imenso que teimava em não cessar, o líquido de inundava o meio de minhas pernas parecia só tornar tudo mais quente.

[13:29h// Eu] Não és o único...

[13:30h//Chanyeol <3] Huh... E como eu posso ter a certeza?

[13:31h// Eu] Confiando em mim...

[13:32h//Chanyeol <3] Ou ouvindo...

[13:33h// Eu] Ouvir é muito constrangedor...

[13:34h//Chanyeol <3] Sem vergonhas, bebé...

[13:35h// Eu] Não sei se consigo, Hyung... Mas eu estou muito excitado... Muito muito...

[13:36h//Chanyeol <3] Queria-te tanto aqui...

[13:36h// Eu] Eu também queria estar ai agora, Hyung...

[13:37h//Chanyeol <3] Deixa-me ouvir-te...

[13:38h// Eu] ... Não sei...

[13:39h//Chanyeol <3] Confia em mim, bebé, vais ser recompensado...

[13:40h// Eu] ... Certo...

[13:41h//Chanyeol <3] Bom menino...

[13:42h// Eu] “H-H-Hyung... A-Aww...”

[13:43h//Chanyeol <3] O. Que. Foi. Isso...

Porra; será que ele tinha descoberto que eu era uma menina pela forma de gemer, mesmo que isso nada tivesse a ver visto que a minha voz era julgada por ser voz de rapaz na maior parte das vezes, porém tal coisa acabou por me deixar profundamente assustada, e preocupada também, mesmo que a excitação não tivesse diminuído.

[13:43h// Eu] O quê, Hyung?...

[13:44h//Chanyeol <3] Que gemido foi esse, meu Deus...

[13:44h// Eu] Diz logo...

[13:45h//Chanyeol <3] Eu quase que... Sei lá, meu Deus eu não sei como reagir a isso, foi bom demais...

[13:45h// Eu] Não me assustes assim...

[13:46h//Chanyeol <3] Agora, serás recomenpensado, como prometido...

[13:46h// Eu] Mal posso esperar...

[13:47h//Chanyeol <3] “S-S-Saeng... A-Aww... Vem cá...”

[13:47h// Eu] “V-Vou...”

[13:48h//Chanyeol <3] Saeng, desta forma eu não vou aguentar muito mais...

[13:48h// Eu] Eu tenho assim tanto efeito em ti?...

[13:49h//Chanyeol <3] Se tens...

[13:49h// Eu] E isso é bom?

[13:50h//Chanyeol <3] É muito bom...

[13:50h// Eu] “B-Bom saber, D-Daddy...”

[13:51h//Chanyeol <3] Isso é provocação, baby...

[13:51h// Eu] É mesmo...

[13:52h//Chanyeol <3] Vais pagar tão caro por isso...

[13:52h// Eu] Uuh, que medo...

[13:53h//Chanyeol <3] Saeng, se eu desaparecer do nada, já sabes...

[13:54h// Eu] Certo...

Sem nunca no entanto parar os movimentos que estavam a gerar uma onda enorme de prazer em mim, deixei finalmente o meu corpo cair por completo, pousando o telemóvel do lado de mim, Movia os dedos cada vez mais rápido e precisamente; as pernas fletiam já sem eu conseguir controlar tal coisa, os espamos do restante do meu corpo eram algo tão estranho e diferente, porém que gerava um prazer tão grande que me chegava a deixar louca por completo.

Fora então que, algo novo foi sentido por mim; somente de pensar na pele de Channie roçar na minha, acabei então por me desfazer em meus próprios dedos. Logo em seguida parecia que todos os meus músculos relaxaram então por completo, porém, nem sinal de Channie depois de tal coisa, teria o mesmo acontecido ao outro? Provavelmente, porém, acabei então por me levantar, limpando-me devidamente no quarto de banho; lavei o rosto que deixei mesmo a pingar. Não sabia se tal coisa iria acontecer mais vezes, mas havia sido bom demais para esquecer de forma alguma.

[13:59h//Chanyeol <3] Baby?

[13:59h// Eu] Eu mesmo, Hyung.

[14:00h//Chanyeol <3] Ahh, desculpa eu ter desaparecido, houve um “pequeno” problema.

[14:01h// Eu] Uhum, eu sei, eu passei pelo mesmo, hm?

[14:02h//Chanyeol <3] Sério?

[14:03h// Eu] É.

[14:04h//Chanyeol <3] Woah, que frieza é essa?

[14:05h// Eu] Eu estou normal, só um pouco cansado.

[14:06h//Chanyeol <3] Hm, tudo certo então, mas, Saeng eu preciso de confessar uma coisa.

[14:07h// Eu] Confessa, Hyung.

[14:08h//Chanyeol <3] Estás pronto? É uma coisa e tanto.

[14:09h// Eu] Conta logo, estás a deixar-me todo idiota e nervoso aqui.

[14:10h//Chanyeol <3] Fica todo idiota, por mim bebé.

[14:10h// Eu] Por ti.

[14:11h//Chanyeol <3] Bom menino. <3

[14:11h// Eu] Isso mesmo. <3

[14:12h//Chanyeol <3] E meu. <3

[14:12h// Eu] Teu, Hyung. <3

[14:13h//Chanyeol <3] Bem, eu vou direto então...

[14:14h// Eu] Claro!

“I’m in love with you, why are these words so hard
I keep hesitating to say over and over again
Why is it so hard just to write a simple letter
I keep writing and tearing it over and over again

You may not feel the same way as I do
I may never see you again, that’s what I’m afraid of
Don’t have the courage to tell you
With this song let me open my heart to you

I love you, baby I, I love you (for a very long time)
I love you, baby I, I love you.
Saranghae, ‘Saeng!”

[14:15h// Eu] Hyuuung, é a minha música favorita! <3

[14:16h//Chanyeol <3] A nossa. <3

[12:17h// Eu] Nossa?

[12:18h//Chanyeol <3] Sim, a nossa.

[12:19h// Eu] Como assim nossa? Explica-me isso…

[12:20h//Chanyeol <3] Eu... Pode-se dizer que eu estou a começar a gostar de ti.

[12:20h// Eu] Quê?

[12:21h//Chanyeol <3] Isso mesmo, era isso que eu queria confessar. Eu gosto de ti, faz um tempo já.

[12:22h// Eu] Hyung, eu…

[12:23h//Chanyeol <3] Eu sei que tu não gostas de mim dessa forma, e que isto não foi propriamente algo sentido para ti, mas para mim foi...

[12:24h// Eu] Não não, não digas coisas idiotas…

[12:25h//Chanyeol <3] Coisas idiotas? Como assim coisas idiotas?

[12:26h// Eu] Sim, coisas idiotas. Espera.

“All day long I wait for your reply
I keep writing and erasing to make sure there’s no mistake in my words
I accidently say things that I don’t mean
The dramatic lines that I practiced in front of the mirror
Are all forgotten when I stand in front of you, flustering me
My hands hesitate in front of yours
Saranghae, Hyung.”

[12:28h//Chanyeol <3] Espera, tu...

[12:29h// Eu] Eu também gosto de ti, Hyung.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...