História Vitória Nightmare - A Nova Creepypasta. - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~Vivi_Kelly

Visualizações 6
Palavras 536
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Slash, Sobrenatural, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom, agradecendo a @Vivi_Kelly pela fan-art do Samuel, vlw mana.

Boa Leitura, e um aviso, é possível que tenha um casal YAOI!!


























Boa leitura 'u'

Capítulo 3 - Samuel e o Ticci Toby.(ALERTA POSSÍVEL SHIPP)


Fanfic / Fanfiction Vitória Nightmare - A Nova Creepypasta. - Capítulo 3 - Samuel e o Ticci Toby.(ALERTA POSSÍVEL SHIPP)

P.O.V.S. Samuel Kelly (Futuro Creepypasta)

Sai de casa e deixei Vitória, minha irmãzinha, responsável pelo Paulinho, nosso irmão mais novo. Bom, acho que devo apresentar-me, certo? Bom, me chamo Samuel Kelly, mas se quiserem podem me chamar de Sans, já que pareço um Cosplay do mesmo. Tenho cabelos loiros-platinados, quase literalmente brancos, olhos azuis e pele clara. Já minhas vestimentas, são literalmente, as vestes do Sans de Undertale.

Segui a trilha que eu havia feito no chão da floresta para não me perder, e logo encontrei-me com meu "amigo" Ticci Toby, mas é aquela amizade do "Confio desconfiando". Enfim, me sentei no gramado e ele sentou-se do meu lado, e finalmente iniciamos nossa conversa. Mas antes, deixem-me esclarecer que eu sou um especialista em Creepypasta, conheço praticamente todas e fui atrás de cada uma, e desse jeito acabei criando certa amizade, mas vale lembrar que isso também me meteu em poucas e boas. Sério, se encontrar com o Slenderman e fizer amizade com ele, lembre-se de nunca contrária-lo, na moral.

- Faz semanas que você não vem a floresta nos ver, o que está acontecendo Sans? Olha, eu sou uma Creepypasta, assassino, proxy do Slender, mas me preocupo com quem é meu amigo e de certo modo acabo adquirindo um instinto protetor com esse "quem".

Disse Toby me olhando nos olhos. Mano, podem me chamar de viado, mas eu acho ele muito lindo! Apenas suspirei e lhe encarei.

- Eu tenho ficado cada vez mais preocupado com minha irmã, Toby. Ultimamente ela vem estado muito irritada, mais do que o normal, e há noites em que ela sussurra e ri enquanto dorme... Eu estou muito preocupado com ela, e hoje mesmo a mesma riu descontroladamente quando o valentão a empurrou no chão, e ainda o lançou um olhar, que no meu ver, foi psicótico. O que eu faço, Toby? Sendo sincero, gosto de Creepypastas, mas tenho medo da minha irmã acabar tornando-se uma.

Expliquei. Então Toby me puxou e me abraçou, enquanto eu estava paralisado demais para conseguir ter qualquer reação que fosse. Abracei-o de volta ao sair da paralisia e ficamos assim por minutos que pareceram ser horas. Até que ouvi algo vindo pela trilha e Toby me puxou para escondermo-nos. Então eu via  cena que eu mais queria que fosse um simples pesadelo. Minha irmã imunda de sangue, com uma faca nas mãos, brincando com a mesma e falando com uma criatura semelhante a um dragão, qual tinha a mesma altura que ela. Quando ambos sumiram de vista, Toby e eu descemos da árvore.

- Sinto muito, Sans. Mas... Acho que ela se tornou uma Creepy ainda pouco. Acho melhor falarmos com Slender Man, você e ele são amigos, quem sabe ele ajude de alguma maneira.

Disse Toby me puxando. Eu nunca pisei na Mansão Creepypasta, nunca passei dos limites da minha própria trilha... Mas se eu tenho que ir até o lugar de meus pesadelos pra ajudar minha irmã de algum jeito... Eu vou e vou agora!

- Vamos.

Então fomos correndo para a Mansão Creepypasta. Me aguarde irmãzinha, você não será uma Creepypasta sozinha, nem que eu tenha que me tornar um Creepy também!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

C O N T I N U A.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Bye '3'


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...