História Viva la vida - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony, One Direction
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camren, Drama, Romance
Exibições 31
Palavras 2.033
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Genteeeeeee, olá..

Boa leitura.

Leiam as notas finais heiiinnn!! informações !!!!!

Capítulo 9 - O Que você acha que vão falar?


Fanfic / Fanfiction Viva la vida - Capítulo 9 - O Que você acha que vão falar?

- Pera ai, então você bebeu todas, fez um ménage com duas gatas, além de ter pego uma morena super gata e ainda deu um beijo triplo? – Rafa falou recuperando o folego de tanto rir pela câmera do computador.

Contei tudo a ele, ele me ligou para saber como foi o luau e então contei. Eu não tinha ido a escola, e nem Taylor, e acho que ninguém que dormiu na praia após a festa foi para a escola ou faculdade. Ficamos na praia até as 15:00 da tarde que é o horário da saída da escola e então fomos para casa, papai estava no trabalho e a Jen tinha ido ao mercado. Sorte a nossa.

- Nem me lembre desse beijo triplo! Foi com a minha meia irmã! – Falei fazendo uma careta de nojo, ele gargalhou mais uma vez.

- Ah... relaxe e goze da vida branquela, se te deixar melhor em saber, a minha mãe vive me dando selinho. Seria estranho se o sexo a três fosse com sua irmã, como não foi, desfrute. – O rapaz  falou com aquele sotaque carioca bem chiado. Acabei rindo de seu comentário.

- Não estou reclamando do sexo, depois que comecei a lembrar fiquei bem satisfeita comigo mesma, mas o que me incomoda é a Taylor ficar transando com o Austin. – Falei lembrando da cena que vi os dois de conchinha.

- Deixe o cara ser feliz, você sabe que transar é bom, sua irmã quer dar, deixe! Além do mais, você já transava com quinze anos, se eu me lembre bem, já ocorreu um menage seu com a Camila e com a Aghata...pare de cú doce! – O rapaz falou com gírias, mesmo tendo morado no Brasil por dois anos, é um pouco difícil decifrar as gírias, meu português é misturado com espanhol  e com o italiano, pois o espanhol parece muito com o português no vocabulário e o italiano é parecido na fonética. A junção dos dois fez uma mistura engraçada quando falo o português, Rafael e meus outros amigos brasileiros diziam que além dos meus olhos, o meu sotaque era a coisa mais charmosa em mim.

- Ta Vitti, já me convenceu ok? Vou indo nessa, vou estudar um pouco e ir dormir. – Disse bocejando, e ele assentiu.

- Ta bom cara pálida, vê se não implica com a senhorita anal. – Ele falou entre risos e eu neguei com a cabeça mostrando o dedo do meio para ele. Assim que desliguei a chamada em vídeo, mergulhei nos livros, como eu disse eu gosto de estudar.

(...)

No dia seguinte fiz o que fazia toda a manhã, correr, banho, café e logo estava na escola. Quando cheguei na escola todos tinha os olhos em mim,  eu realmente não ligo para opiniões de pessoas que não conheço. Estava com fone ajeitando algumas coisas no meu armário até que Austin aparece e em seu rosto tinha um sorriso debochado.

- Estava pensando...  – Austin falou e eu interrompi.

- Você pensa? Nossa que interessante! – Falei em um tom zombateiro e ele continuou com o maldito sorriso debochado.

- Sim eu penso, e eu pensei que poderíamos marcar uma festinha só nossa, eu você e sua irmã. – O rapaz falou e eu revirei os olhos.

- Vai sonhando, você pode até namorar a minha irmã mas... – Não pude terminar até que Austin me interrompeu.

- Namorar sua irmã? Dê um tempo Lauren, ela é só mais uma transa fácil, nada de mais. – Soltei um riso sem humor, eu já estava pronta para dar um soco bem dado naquele merda mas Vero chegou na hora e ela sacou que o clima não está legal.

- Austin o Brad está te chamando. – A menina falou e Austin assentiu.

- Desde quando você sabia dele e da minha irmã verônica! – Falei encarando Vero e ela suspirou.

- Todo mundo sabe que ele tem umas namoradinhas do primeiro ano e do segundo, eu já tinha visto Taylor com ele uma vez, por isso que quando você chegou com ela no luau sabia o nome dela e deixei ficar sem reclamar nada. – A menina falou e deu de ombros, só eu que não sabia de nada nessa merda?

- Ótimo, vou aguentar piadinha do Austin até o ano acabar. – Falei e neguei com a cabeça. Verônica riu e me puxou pelo braço me levando até a minha aula.

Depois que a aula acabou acabei encontrando Normani no corredor, ela não sorriu, tinha um olhar sério. Estranho ver Normani assim, ela sempre sorriu pra mim, sempre gentil, mas agora...

- Mani, legal te ver. – Falou do jeito mais sincero e ela apenas assenti e sai da minha vista. Esse povo da escola é tudo estranho! Continuei caminhando para a aula seguinte até que vejo algumas líderes de torcida implicando com uma menina bem alta e magra.

- Meninas, o que está rolando? – Falei entrando na frente da menina alta e magra. As líderes cruzaram o braço e fizeram cara de entediadas.

- Essa estranha não fez o meu trabalho, fiquei com nota ruim e é tudo culpa dela. – Lindsey uma das líderes de torcida se pronunciou, suspirei e neguei com a cabeça.

- Você a pagou para fazer o trabalho? – Perguntei e a líder de torcida negou com a cabeça.

- Então não enche o saco da garota! É meio estúpido você cobrar-la sem ter dado nada em troca, ela não tem culpa de você ser burra. – Falei dando de ombro e as líderes que a acompanhavam prenderam o riso.

- Não se meta Lauren! Vai defender essa retardada? – A líder falou e eu assenti olhando para as minhas unhas. Isso fez com que a líder de torcida bufasse.

- A menina já tem os trabalhos dela para fazer, então não enche! – Falei e puxei a menina para sair dalí. As líderes de torcida me seguiram com os olhos, eu podia sentir, mas não liguei. Sou contra o Bullyng, e a menina iria apanhar só por que não fez o trabalho de uma menina mimada que tem um grupinho para defende-la, quanta idiotice.

- Você está bem? Te machucaram? – Perguntei  e a menina me encarava com um olhar que não pude identificar, toquei seu ombro e acariciei sem nenhuma malícia. Ela assentiu e continuou calada.

- Ok, Qual o seu nome? – Perguntei mas ela parecia hipnotizada talvez? Será mesmo que ela tinha algum retardo mental?

- Meu, meu no-me, meu nome é Jessica. – Jessica finalmente falou e eu sorri.

- Jessica...você é do Terceiro ano certo? Não deixe essas idiotas te explorarem, qualquer coisa não tenha medo de ir a direção reclamar, não fique com vergonha disso. – Falei e ela assentiu.

- Tem olhos bonitos Jessica, A gente se vê por ai. – Falei e fui em direção a próxima aula, cada um com seus problemas, mas foi como eu disse, irei ser legal com todos na escola, menos com aquela latina idiota. E não, eu não me esqueci dela, nem dos seus olhos, nem do seus lábios. Neguei com a cabeça e assisti a aula.

As aulas passaram se arrastando, mas finalmente estava na hora de almoçar! Ally saiu as pressas da sala, a menina nem para falar comigo, ou se quer olhar! Sério gente o que eu fiz? Corri atrás dela, tenho que saber o que ta rolando.

- Ally! – Chamei mas a menina continuava a caminhar em passos rápidos ao refeitório.Dei uma corridinha até chegar a menina e então eu a parei.

- Ally o que houve? Primeiro Normani, agora você...Dinah e Camila nem contam. –Falei olhando em seus olhos. A e menina suspirou e mexeu os cabelos em um ato nervoso.

- Lauren, todo mundo ficou sabendo que você dormiu com a verônica! – A menina falou em um sussurro.

- Ta, mas idai? – Perguntei cruzando o braço.

- Idai que você beijou a mani, ela me contou. Não contou para as meninas por que elas já não vão com a sua cara. – A menina falou e eu franzi o cenho tentando entender aonde ela queria chegar.

- Ta, mas é só isso? – Perguntei, e ela pareceu se irritar.

- Só isso? Ouvi boatos que você não dormiu só com a Verônica! – Ela falou e eu revirei os olhos.

-A fala sério Ally! Jovens tem uma língua muito afiada. – Falei e dei de ombro. A baixinha negou com a cabeça.

- Então é mentira? – Perguntou cerrando os olhos, desviei o olhar lembrando de Keana e seus peitos em minha boca.

- Bem...não chega a ser uma mentira...mas esses jovens são fofoqueiros isso também não é mentira. – Falei coçando a nuca um pouco corada.

- Ta vendo ai Lauren! A Normani ficou triste em saber disso! – A baixinha falou dando tapas no meu braço.

- Ai Ally, aconteceu tá, eu acabei bebendo e puf. – Falei coçando o braço para aliviar a ardência dos tapas da baixinha.

- Puf? Lauren, você beijou a Mani, dormiu com a Vero e uma desconhecida! O que você acha que as pessoas vão falar? – Ally falou com um tom repreendedor, e eu suspirei. Não ligo para o pensamento de ninguém.

- Vão falar que eu estou solteira. – Falei e sorri, Ally negou com a cabeça.

- Você não era assim Lauren! Você mudou muito...Olhe a mani ali! Vá falar com ela. – A baixinha apontou para a morena que estava indo em direção ao refeitório. Então corri até Normani.

- Mani me desculpa espera. – Falei segurando seu braço. A morena tinha um rosto fechado.

- Foi mal, desculpa se te magoei, mas pensei que o beijo não fosse nada pra você. – Falei com um olhar suplicante, a morena suspirou e negou com a cabeça.

- Já esqueci isso Laur, eu só estou com cólica, é só isso ta. Vou nessa. – A morena desviou de mim e foi direto para o refeitório.

É claro que ela esta chateada, mas darei espaço para ela, não sou de me gabar mas sou irresistível,  mentira sou convencida sim.Só uma pessoa me bateu depois de um beijo meu, aquela maldita latina! Normani não resistiu, Keana já estava maluca, Verô dormiu comigo mais pela Keana eu acho, mas mesmo assim desfrutou de um belo sexo comigo. Tive diversas aventurinhas sexuais, e quem nega ficar comigo é uma pessoa totalmente sem  noção.

(...)

1 mês e 3 semanas depois.

- Hey Jauregui, o seu amiguinho brasileiro está ligando, acho que ele já está no aeroporto. – Zayn falou batendo na porta do meu quarto.

- Cadê o meu celular? – Perguntei levantando meda cama bem sonolenta.

- Toma, você tinha deixado ele jogado na sala. – Falou jogando o celular em minha direção. Peguei o celular e atendi.

- Cara palida cadê você? Você disse que iria me buscar! – Rafael praticamente berrou no outro lado da linha. Esfreguei meus olhos e suspirei.

- ta bom, ta bom! To indo, não precisa gritar. – Falei indo já na sala pegando as chaves da minha moto.

- Zayn vou buscar o Rafael, quer que eu compre alguma coisa? – Falei já na porta.

- Traz comida. – O rapaz falou e então segui em direção a moto.

Assim que cheguei no aeroporto de Miami, vi Rafael de longe, ele vestia uma calça preta, um tênis cano alto marrom e uma blusa cinza com uma frase escrita em português no meio do peito “ 20 pegar”.  Comecei a rir só por ler a frase. Assim que ele me viu abriu os braços e gritou no meio do aeroporto.

- Miami O REI CHEGOU! – Gritou o rapaz. As pessoas olharam para “o louco” que gritou, eu só gargalhava, era disso que eu precisava, alguém para eu ter diversão ainda mais depois do mês conturbado que tive, minha vida tinha dado um giro, não totalmente ruim pois eu me tornei a garota mais popular da escola, mas, Ally e suas amigas não falavam mais comigo, briguei feio com o meu pai, e então fui morar com Zayn, Não queria ver Taylor nem pintada de de verde.

Pois é, minha vida não estava um sonho, mas sinto que com Rafael aqui as coisas irão melhorar, o rapaz traz energias positivas em qualquer lugar que vai. Preciso disso! Você não deve estar entendendo nada, mas calma, vocês logo saberão.


Notas Finais


Cara, eu apressei algumas coisas e os próximos Cap. Vão ser Pov da Camila, e da Ally..e depois alguns flashes...

Rafael está em Miami caraaa!!!!!!!! Vão ver que ele é a melhor pessoinha...p.s Ele não mando muito no inglês então as falas dele sempre vai ser destaca pois a maioria das vezes ele vai falar o português. Caso vocês perguntem.

Não se esqueçam da Jessica, fiz uma mini discrição de como ela conheceu a Lauren pois ela vai ter um destaque futuramente.......

Sobre Lauren, ela é uma galinha sim, se bobear pegaria até a sua mãe, como eu disse Lauren não é muito boazinha mas vai mudar...ou não.

Camila vai dar seu ponto de vista nesse tempinho em que Lauren chegou, e vai ter coisas do primeiro Cap. que não fui explicado...bjs...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...