História Viva o amor! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pucca
Personagens Personagens Originais
Tags Abyo, Amor Verdadeiro, Ching-ching, Dada, Garu, Pucca, Ring-ring, Seja Feliz, Viva O Amor
Exibições 33
Palavras 544
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu sei, eu sei, eu devia estar dormindo mas no meio do sono está ideia me surgiu e eu a escrevi ^^
Boa leitura S2.

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Fanfic / Fanfiction Viva o amor! - Capítulo 1 - Capítulo Único.

Naquela tarde ensolarada de começo de verão, Pucca estava feliz, a garota esbanjava felicidade.
Andado pelas ruas da vila de Sooga, Pucca aproveitava para observar todas as mudanças que ela continha. E uma das mudanças mais chocantes para Pucca foi a que ela viu ao longe em um cantinho escondidinho de um beco qualquer.
Dada mantinha Ring-Ring presa na pareda — que estava vermelha de raiva. — e a beijava, um beijo que mesmo de longe dava para se ver que era urgente, e o mais chocante ainda foi ver que depois de alguns segundos hesitante a azulada correspondeu e até o agarrou!
Seguindo em frente, Pucca encontrou Abyo rodeado de garotas assanhadas e Ching-Ching o fuzilando com o olhar.
— Calma meninas tem Abyo para todas. — Sem camisa e sorrindo galanteadoramente Abyo falava dando autógrafos.
Muito tempo havia se passado, todos já haviam crescido. Garu e Abyo eram um dos melhores lutadores de toda a China isto custou muito esforço mas eles conseguiram e hoje Abyo com seus 21 anos era famoso, o que irritava Ching-Ching profundamente.
— Vejo que você vai demorar muito aí com elas. — Raiva. Raiva era tudo que Ching sentia naqule momento, mas não deixou transparecer na voz. — então eu vou ali sair com o King.
Abyo parou tudo o que estava fazendo para sair atrás de Ching-Ching. A relação dos dois não era muito bem planejada; Abyo dava atenção as assanhada passando a impressão de ser pegador, mas mesmo assim proibia Ching de ter contato com outros homens à não ser ele e Garu. Só que a verdade era que: Abyo a amava só não sabia muito bem como demonstrar esse sentimento, porém o que ninguém sabia era que: escondido de todos eles se beijavam, e trocavam carícias carinhosas.
Mas a frente Pucca pode avistar uma casa simples e delicada, não era de se chamar muita atenção porém tinha seu charme.
Abrindo a porta cuidadosamente, Pucca andou em Passos leves até o quarto principal da casa branca e adentrou porta adentro no quarto, encontrando ele deitado.
— Amor olha o que eu te trouxe. — A voz doce e baixa de Pucca ecoou por todo o quarto.
Ele fingia estar dormindo, Garu queria que ela chegasse mais perto da cama.
Obedecendo a Garu— mesmo que indiretamente — Pucca se aproximou mais da cama do moreno.
— Buuh. — Garu a abraçou em uma grande velocida e a jogou deitada na cama a dando vários beijinhos românticos.
Uma risada gostosa foi solta por Pucca preenchendo o quarto.
Ele depois de anos, havia finalmente se declarado a ela e hoje eles faziam 2 anos de namoro.
— Eu te amo, Pucca. — Por fim Garu preencheu o espaço entre eles com um beijo terno.
Eles passaram o resto da tarde juntos curtindo a companhia um do outro e a caixa de bombons que Garu deu à Pucca como presente.
Porém a alegria maior deles foi quando Pucca deu para Garu ler um papel escrito:
— Grávida?! Você está grávida! — Naquele momento a felicidade de Garu era tamanha que o mundo para ele parecia muito pequeno. — Eu te amo. Eu te amo. Eu te amo. — Garu girou Pucca-Pucca no ar rindo alegremente assim com Pucca.


Notas Finais


Bjokass *3*


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...