História Viver e Morrer BTS - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Suga, V
Tags Drama, Romance
Exibições 109
Palavras 2.342
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


....

Capítulo 7 - Tortura


Fanfic / Fanfiction Viver e Morrer BTS - Capítulo 7 - Tortura

Eu acordei, desci e fui falar com os meninos, avisei que uma pessoa iria me visitar e que era pra eles se comportarem, JB era uma pessoa bem legal, eu o conheci quando tinhas uns 15 anos, conheci ele na escola, eu na espoca tinha uma quedinha por ele, mais pelo fato dele ser muito gato e logico, mais nunca aconteceu nada com nos dois, porque eu nunca falei pra ele, mais ele já sabia disso quer dizer tava na cara que eu tinha uma queda por ele, igual as outras meninas da escola, afinal ninguém e de ferro,quando eu contei pros meninos sobre JB vir me ver eles ficaram estranhos mais eu logo avisei, que se fizerem qualquer coisa contra ele, eu ia socar eles, é claro que JB já sabia quem era meu pai e que um dia tudo ficaria pra mim, ele era meu melhor amigo quando eu morava na coreia, tomei um longo banho de banheira, coloquei um vestido sem mangas, curto bem justinho no corpo, ele era listrado de preto e branco, era curto e tinha as costas aberta, vesti ele, coloquei um vanjs preto, amarrei meu cabelo em um coque despojado, passei pouco maquiagem, coloquei meus brincos de argolas de ouro junto com minhas pulseiras, coloquei um colar de coruja que batia ate os seios e desci, os meninos me olharam e perguntaram:

-Porque cê ta tão arrumada?-perguntou Jin

-Como eu disse meu amigo JB vai vim aqui-disse eu

-Cê si arrumo assim todinha só pra ele?-disse Jimin

-Sim, não queria que ele me visse feia-disse

Na mesma hora Tae estava ao lado do JB Tae tinha saido imagino que se encontraram em frente a casa, ele estava mais lindo do que eu me lembrava, gente é aquele sorriso perfeito? ai meu deus.

-Você nunca foi feia princesa-disse JB

-JB oppa-disse eu

Na mesma hora eu corri até seus braço pulei no seu colo, entrelaçando minhas pernas em sua sintura, os meninos ficaram com uma cara muito estranha, mais eu não to nem ai, eu tava muito feliz de ver o JB oppa, ele era o melhor.

-Calma princesa, assim você me mata-disse ele

Na mesma hora eu desço é ele deposita um beijo em minha testa,ele era tão fofo que dava vontade de guardar em um potinho.

-To tão feliz de te ver oppa-disse eu

-Eu também estou pequena, agora você vai ter que me explicar o porque de estar morando com tantos meninos assim-disse ele

Eu sentei e expliquei pra ele tudo oque aconteceu e ele fez uma cara de triste ao saber do meu pai.

-Então oppa isso é tudo oque você perdeu-disse e uma lagrima escorreu em meu rosto

-Eu sinto muito princesa-disse ele

Ja estavamos  sentados no sofá e vi os meninos da cozinha me olharem surpresos, porque afinal de contas eu nunca mostrei esse meu lado para eles, JB era o único que conseguia tirar esse meu lado mais sensivel, oque eu não detestava por completo, sempre a bom se abrir com alguém, por mais que você seja forte, tem certas coisas que não conseguimos aguentar, muito menos eu.

-Bom você não tem que sentir nada afinal de contas não foi você que matou meu pai-disse eu

-Eu só quero saber quem seria o loco de tentar matar um dos piores e temido mafioso conhecido mundialmente-disse ele

Os olhos dos meninos se arregalaram, o Jungkook que bebia Toddynho se engasgou, eles ficaram com a cara tipo "ele sabe de tudo?" eles estavam meio que com a maior cara de cú, é eu continuava a conversa com JB.

-Eu sei, lembra da vadia da Jasminne?-disse eu

-Sim, aquela garota que era obscecada pelo seu namorado-disse ele

-Então foi o pai dela, eu não sabia também que o pai dela era o concorrente do meu pai em seus negocios-disse eu

-Essa menina sempre foi loca! ela sempre queria ter a sua vida, ele sempre te invejou em tudo-disse ele

-Eu sei, mais oque eu posso fazer só existe uma Ketherine no mundo-disse sorrindo

-É os negocios do seu pai?-perguntou

-Não sei, você sabe que ele e o maior "empresario" do mundo, eu tive que ver muitas coisas-disse eu

-Oque você pretende fazer agora?-perguntou

-Bom primeira mente eu estava pensando em fechar os lugares ilegais do meu pai, como os predios e clubes e tudo é em um lugar  bom onde não tem muito trafico e essas coisas, eu estava pensando  em acabar com isso, e fazer bares hoteis coisas do tipo, ate quem sabe restaurantes, oque ia dar um bom dinheiro-disse eu

-Isso e legal, você sempre foi inteligente pequena!-disse ele

-Bom fazer oque, uns nascem assim uns aprendem-disse eu

Depois de conversar decidimos da uma volta no parque, o tempo até que estava otimo, eu e o JB conversavamos sobre tantas coisas, era tão bom ter ele ao meu lado de novo, ele tinha ido comprar sorvete ate que alguém me agarra por tras, como eu sei lutar bati nele, mais logo veio varios homens e eu bati neles, mais um chegou por tras e colocou algo em meu rosto e eu apaguei totalmente, eu fui acordar em um armazem abandonado, olhei em volta e vi a puta da Jasminne.

-olha a vadia acordou-disse

-Caralho sua puta loca, você não cansa, até quando vai me perseguir?-disse eu

-Até que você pare de pegar oque e meu! -disse ela

-Eu nunca peguei nada de você sua cadela loca-disse eu

-Se eu fosse você seria uma boa garota, afinal de contas eu posso te matar a qualquer hora-disse ela

Essa cadela estava loca, antes ela já tinha tentado me matar, mais era direto, ela nunca tinha me prendido em um armazém antes ela estava planejando alguma coisa, ela iria me torturar com certeza.

-É se eu não tiver afim oque você vai fazer em cadela miseravel?-disse eu, eu não ia me dar por vencido, se ela queria jogar então iamos jogar, mais com forme minhas regras, vamos ver se ela cai nessa.

-Eu vou torturar você-disse ela

Ele pegou uma faca e começou a me cortar, não eram cortes profundos assim ela poderia me torturar durante dias, eu não dava um grito nem chorava, fazendo com que a Jasminne ficasse loca, eu sabia oque ela queria e não ia me render tão facil assim, eu ia sair daqui e ia acabar com essa vadia, to cansada dessa loca,eu vi que ela tinha saido e percebi que preciva fazer alguma coisa pra sair dali então, eu pensei em provoca-la mais, e assim eu fiz, quando ela entrou.

-Agora cê vai aprender a nunca roubar oque e meu-disse ela

-Sabe muito bem que eles nunca foram seus-disse eu sorrindo

-Oque?!-disse ela

-Isso mesmo nenhum deles te amou, quem iria?! você é uma vadia loca de dar pena-disse

Quando eu disse isso senti um soco bem na minha boca, o vadia quando eu sair dali vou torturar ela da pior forma possivel.

-HAHA O PIOR E QUE VOCÊ NÃO AGUENTA ESCUTAR ALGUMAS VERDADES! VOCÊ NUNCA FOI AMADA, E NUNCA VAI SER, TAMBÉM E UMA PUTA OFERECIDA, QUEM IRIA AMA-LA?-disse eu

Quando vi ela se aproximando, bati minha cabeça na dela dei uma rateira nela, dei um chute tão forte que fez a mesma desmaiar, quando ela desmaio tente sair da cadeira e fui até os objetos de tortura que ela tinha pego para mim, peguei a faca que tinha la, tirei as cordas, peguei aquela vadia é a prendi, liguei para os meninos, quem atendeu foi o Jimin eles estavam desesperados pela minha procura, principalmente o Jb, oque me fez ficar com a maior pena.

JIMIN CALLS ON

JIMIN:AONDE VOCÊ ESTÁ? ESTAMOS TE PROCURANDO O DIA INTEIRO!!

EU:CALMA JIMIN EU TO BEM! JASMINNE AQUELA LOCA ME SEQUESTRO, E ME TORTUROU

JIMIN:MEU DEUS E VOCÊ AINDA DIZ QUE TA BEM?!

EU:SIM EU ESTOU EU CONSEGUIR ESCAPAR, ELA ESTA BEM NA MINHA FRENTE

JIMIN:COMO ASSIM VOCÊ AINDA ESTA EM PERIGO?

EU:NÃO JIMIN CALMA, EU ESCAPEI E FIZ ELA DESMAIAR ESTOU NO ENDEREÇO XXXX-XXXX VEM  LOGO VOCÊ E OS MENINOS, ESTOU ESPERANDO, VEM ANTES QUE APAREÇA ALGUÉM!

JIMIN'S CALLS OFF

Eu esperei muito até ouvir tiros, imaginei ser os meninos, é ainda bem eram, eles entraram e Jimin veio desesperado em minha direção e me deu um abraço forte.

-Porra oque fizeram com voce olha seu corpo! olha seu rosto-disse Jimin

-Pelo amor de deus larga de ser dramatico criatura, poderia ter sido pior-disse eu

-Poderia?-disse Jin

-Sim poderia, ainda bem que meu pai me ensinou a passar por tudo isso-eu ri- o filho da mãe me preparou bem pra esse tipo de situação, além do mais foi facil, Yoongi?!

-Oque?-falou Yoongi

-Fique de olho nela, não deixe o Jimin perto dela-disse eu

-Porque?-pergunto Jimin

-Pelo simples fato de que ela pode te convencer a desamarra-la, e como você é burro vai fazer isso-disse eu rindo.

-Tá mais oque você vai fazer?-perguntou Tae 

-Vou pagar a vadia na mesma moeda, se ela acha que vai me torturar e sair dessa assim, ela ta muito enganada, eu vou fazer essa vadia se arrepender e muito,ela vai se arrepender de ter mexido com a minha familia, ela vai desejar nunca ter me conhecido-disse eu sorrindo

-Puta que pariu viada, quando tu fala assim chega até dar medo-disse Tae

Eu estava dolorida e sangrando, peguei o carro e fui pra casa, fui tomar banho, terminei de tomar banho limpei minhas feridas, coloquei uma roupa, e chamei alguns caras bem feios e bem barra pesada, agora essa puta ia ver oque é sofrer de verdade, ninguem mandou mexer comigo ou com minha familia, ainda bem que o JB já tinha ido embora porque eu pedi, assim ele não ia ver oque eu ia fazer, voltamos para o galpão abandonado, junto de outros caras os meninos pareciam surpresos a Jasminne já avia acordado, olhei pra ela e disse:

-Como eu sei que você e uma puta e ama sexo, eu trouxe um presentinho pra você, pra gradecer especialmente por ter cuidado de mim-disse eu sorrindo 

-Oque vai fazer?!-perguntou

-Agora sua vadia você vai ver oque e sofrer de verdade,você vai desejar nunca ter mexido comigo, você é sua familia-disse com um sorriso diabolico no rosto

Na mesma hora rasgo vestido que ela estava usando, a deixando só de roupas intimas, tirei as suas roupas intimas e via o olhar de pevertido dos homens.

-APROVEITEM RAPAZES ELA E TODA DE VOCÊS, UM PRESENTINHO MEU-disse rindo

Sai dali, e os meninos estavam me encarando de um jeito muito estranho, talvez seja pelo fato deu ser um pouco má, em fim tanto faz, mexeu comigo e com a minha familia vai morrer, eu ouvia os gritos de Jasminne que era como música para meus ouvidos, era uma coisa cruel e horrivel? sim era mais ninguém mandou essa puta de quinta mexer comigo e com minha familia.

-Porra, me lembra de nunca mexer com você-disse Tae

-Agora cê vai matar ela?-perguntou Yoongi

-Oh meu querido Yoongi o jogo só esta começando-disse eu

-Caralho tem mais? cê fez a garota ser estrupada por uns 20 caras e ainda tem mais?-falou o Yoongi

-Sim tem, ela e uma convidada muito especial, então vou dar a ela um tratamento VIP-disse eu

-Porra menina como tu é má pra caralho-disse J-Hope

Quando os homens sairam da sala, eu entrei e pude ver a Jasminne chorando, até que dava pena, só que ela matou meu pai e tentou me matar tantas vezes que eu não podia deixar passar em pune, as vezes eu era tão ruim quanto meu pai.

-Oque vai fazer?-perguntou Jasminne

-Como você é uma convidada especial, vou te dar o meu tratamento VIP-disse eu

Eu pude ver seu olhar assustado, peguei a faca e comecei a tortura-la, depois mandei um dos meninos fazer aquilo, eu não aguentava sujar minhas mãos, muito menos fazer aquelas coisas, e claro que eu sou muito má só que eu olhava pra ela que chegava até dar pena, quando terminaram de tortura-la, ela já estava chorando, ela  olha pra mim e diz.

-Porfavor me mate não aguento mais-disse ela

-Otimo pensei que nunca pediria-disse sorrindo

Apontei uma arma em sua cabeça e atirei, falei pros meninos tirar uma foto dela e tirar alguma parte de seu corpo e enviar pro seu pai, isso era horrivel e doentio? sim era, mais era assim que esse mundo era, ou você e torturado ou você tortura e sinceramente eu prefiro nenhuma das opções, mais meu pai me ensinou os dois, ele era muito doentio as vezes.Voltei pra casa tomei outro banho, só que dessa vez um banho de banheira, eu estava com sangue, me livrei das roupas, eu estava me sentindo suja e culpada, odiava ser aquela pessoa, eu tinha perdido tudo oque eu era, e agora eu era uma pscicopata loca,sai do banho coloquei meu pijama, que se resumia a um shorts curto e uma blusa regata, fui dormir.

POOV JIN ON

Eu não sabia que a Ketherine tinha esse lado tão cruel,eu sabia que ela era uma garota doce e meiga por mais que ela não transparecece, só que hoje ela estava totalmente diferente estava assustadora, ela estava parecendo seu pai, cruel horrivel sem piedade de ninguém, eu sabia que depois do que ela fez iria se sentir horrivel, mais ela ja tinha caido no sono e eu não queria acorda-la, desci e ouvi os rapazes conversando sobre o acontecimento de hoje.

-Vocês viram oque a Keth fez com a Jasminne? ela acabou com a Jasminne,tive até pena-disse J-Hope

-Ela estava parecendo o nosso chefe-diz Tae

-Nem me fala, ela estava assustadora-disse J-Hope

-Sem falar do que ela nos pediu pra fazer depois, o pai dela vai ficar louco-disse Tae

-Ela não tem culpa de ter o pai que tem-disse eu

-Eu sei que a Keth não tem culpa, mais hoje ela estava tão assustadora quanto ele-disse Tae

-Acho bom ninguém mencionar isso amanhã, vão todos dormir, porque o dia de amanhã vai ser muito mais longo do que o de hoje-disse eu

POOV JIN OFF

 

 


Notas Finais


Eu sei que esse cap ficou pesado, mesmo assim espero que tenham gostado
Demorei pra postar esse cap porque estava pensando se ele era pesado demais, e também eu não estava muito bem.
Bjos é espero que gostem


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...