História "Viver sem paixão é como estar morto" - Imagine JungKook - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 28
Palavras 1.556
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Escolar, Festa, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiee pessoas lindas do meu kore.
Taum guxtanduh da fic? Min estar huehuehue

BOA LEITURAAA E BOA TARDINHAA

Capítulo 5 - Quem é ele?


Fanfic / Fanfiction "Viver sem paixão é como estar morto" - Imagine JungKook - Capítulo 5 - Quem é ele?

       _____ ON ~

Nem acredito que o Kookie me chamou para sair, será que ele gosta de mim? Onde será que ele vai me levar? Para um beco e me estrupar? Ele deve ser um pidófilo, sim, pidófilo. Mais ele é um amor de pessoa, então eu aceitei. Desesperada estou.

Tomo um banho rápido e coloco uma camiseta enorme branca e um calça jeans toda rasgada. Vou até meus irmãos que estavam jogados no sofá assistindo um programa doido japonês. Sento na mesa e logo escuto um ou dois "HAHAHAHA", esses filha da puta, - Desculpas mãe - estavam rindo que nem duas focas engasgadas morrendo, Porra.

- Por que tá arrumada tão sedo? - Sook diz ainda rindo.

- Sedo? - Olho confusa para os dois - Que horas são agora?

- 14:56 - Diz Kwan voltando a ver o programa - Ainda não respondeu o porque está arrumada.

- Dormi tanto assim... - Falei comigo mesma - Kookie me chamou para sair as 17:00

- Shippo - Grita Sook.

- Vaum tudo se fuder - Grito de volta.

Como as raras panquecas e volto para o meu quarto. Não tenho ninguém para conversar... que chato, os meus únicos amigos são os garotos e meus irmãos. Por isso que sou um bixo do mato... Não sei falar com ninguém, tenho vários problemas, como demência. Finalmente são 16:44 e o que eu fique fazendo? Vários nada. Puta merda, amanhã eu vou perder esse medo e parar me me chamar de bixo do mato. Vou até a sala e meus irmãos Estam na mesma posição sem mexer nem um dedinho

- Porra, que preguiça é essa? - Pergunto rindo.

- Não é preguiça, estamos praticando "como ignorar as pessoas enquanto não se mexe" - Sook diz me deixando confusa.

- Vou comer esse brigadeiros aqui - Digo e os dois não se mexe - e tomar e levar os toddynho que estão aqui - Falo e eles me ignoram - Vo pegar a carteira do Kwan que está na última gaveta dele.

- Vai não sua putinha - Kwan diz e vira sua cabeça para mim.- Não se atreve a pegar.

Fui correndo até o quarto dele e finalmente encontrei a carteira, além de camisinhas, tinha muita cultura erótica. Volto para a sala e espero pelo Kookie. Já são 17:05 e ainda falta 25 minutos, não aguento mais. Quando eu ia me juntar aos meus irmãos, a campainha toca e em um pulo eu vou até a porta.

- Oi meu toddynho - Digo para o Kookie que estava com uma caixinha de toddynho na mão. Provavelmente estava vazia. - Vamos?

- Vamos e o lugar que eu vou te levar é bem divertido - Um beco de estrupação.

Kookie pega na minha mão e fomos de mãos dadas até o lugar. Quando eu cheguei no lugar, pensei que ele ia ser brega e me levar em um restaurante chique e ficar falando sobre nada mais ele me trouxe no lugar divertido, o parque de diversões. Acho que Tava bem na cara que ele ia me levar aqui, eu que sou ler da e não percebo. Fomos andando pelo parque e eu vi orelhas de coelho, Porra, eu preciso delas nesse exato momento.

- Kookie, vem aqui, preciso comprar essa orelhas - Digo e ele ri.

- Pra que mais, você já tem duas- Ele diz me fazendo rir.

- Sou meio surda, preciso de mais quatro - Digo e fomos até o lugar.

- Eu pago - Diz o Kookie e eu recuso com a cabeça- eu te trouxe aqui para se divertir e não gastar dinheiro.

- Ok... Obrigada- Dei um beijo em sua bochecha e ele comprou duas orelhas de coelho, uma branca e uma preta. - Pronto, essa é sua, combina mais com seu cabelo - dei a orelhalhinha preta para ele.

- Pra que? São suas, você é a surda aqui - Ele diz e pego a orelha de sua mão e enfio com força na cabeça dele- Não precisa agredir.

- Vamos fazer o que agora? - Digo e ele faz uma cara de tipo " Ah... Não sei" - Vamos na roda gigante?

- Mais não é emocionante - Ele diz e eu falso uma carinha fofa - Tá... Mais só se depois irmos na montanha russa. - Concordo com a cabeça.

Agora estamos na montanha russa, é bem alto, e bem lenta também, ele tem razão, não é emocionante e sim bonito. Ficamos olhando a cidade brilhante e conversando sobre a vista. Ele disse que adora fotografia que quando crescer quer ser fotógrafo. Também gosto de fotografia e não gosto de altura. Estávamos cada vez mais auto e isso me deixou com medo. Me encolhi um do lado do Kookie e pelo jeito ele percebeu que eu estava com medo e me abraçou,.O cheiro dele é tão bom, ele tá tão perto, como alguém pode me fazer perder a cabeça desse jeito? Ele está me fazendo pirar. Estou ficando louca por ele. Descemos da montanha russa e fomos até uma barraquinha que vendia Hot Dog, na verdade, o melhor Hot Dog, eu me derreti quando coloquei a comida na boca.

- Agora como prometido, você vai na montanha russa comigo - Kookie diz segurando minha mão e soltando um sorriso lindo.

- Ok, se eu vomitar vai ser culpa sua - Rimos e fomos para a montanha russa.

Eu morro de medo de altura, como eh vou andar nesse troço com medo de altura, vou acabar chorando e pagar mico. Entramos e já senti um calafrio, eu Tava vendo a minha morte. O carrinho começou a andar e Kookie segurou minha mão com força.

- Calma, também tô com medo - Ele disse e um sorriso sem mostrar os dentes surgiu no rosto dele.

- Odeio você- Digo e ele ri - Mais eu adoro você.

- Bipolar - Ele diz e rimos aí o carrinho começou a andar mais rápido e eu comecei a gritar mais que todo mundo ali.

Sério, pior experiência do mundo, nunca mais vou andar na montanha russa. Finalmente o carrinho parou e eu estava parecendo um leão, meu cabelo não parecia mais meu cabelo, isso é o que dá não lavar o cabelo. Me arrumei e fui em outros brinquedos com o Kookie e por fim tiramos fotos, cada uma mais feia que a outra, eu estava fazendo as caretas que O Kwan me ensinou quando eu era pequena, isso sim era experiência.

- Nossa, se tá tão linda nessas fotos - Kookie mostra as fotos e rimos - Fica mais linda fazendo careta.

- Então você prefere eu feia? - Digo e empurro ele de leve.

- Não é isso, é que você fica bonita até fazendo careta - Ele diz e chega mais perto de mim me fazendo corar - Você é tão bonita corada.

- Kookie... - Fui interrompida pelo Beijo que ele me deu.

Ele pedii passagem para a língua que logo foi cedida. O beijo estava ficando cada vez mais quente e o aprofundei colocando as minhas mãos em seu pescoço. Logo paramos por causa de falta de ar. Eu estava zonza com esse Beijo, eu perdi meu BVL com o melhor menino que conheci, só falta a virgindade... Fiquei o encarando e meus olhos se desviaram dos olhos dele e um homem estava me olhando wstranho, eu o reconhecia mais não sei de onde. Fiquei o olhando e dava vontade de tacar uma pedra naquele cara e sair correndo mais ele me dava medo, eu o reconhecia, quem é ele?!Kookie viu minha cara de desespero e me fez tirar meu olhos do homem e começou a me encarar.

- _____ você está bem? - Kookie pergunta preocupado.

- T-Ta tudo bem, eu só vi uma coisa meio bugada - Ele me olha confuso - Meio que uma coisa surreal

- Entendi, tipo ilusão- Ele diz e concordo com a cabeça.

- Vamos para casa, estou precisando descansar- Digo e me levanto saindo.

- _____ Espera - Grita Kookie me fazendo parar - Preciso te falar uma coisa. Eu gosto de você.

- Eu também Kookie- Digo e ele não muda sua expressão.

- Você não estende, eu te amo de verdade - Ele diz e eu o Abraço.

- Eu sei Kookie, eu também- Digo e uma lágrima escorre do meu rosto, eu tenho mais que problemas, porque estou chorando? Porque eu era uma encalhada? Acho que é só frescura mesmo - Kookie vou indo, a gente se vê na escola.

- Ok, não chora - Ele me da um selinho- eu te amo e se cuida.

- Ok Kookie- Digo e saio correndo que nem louca para casa.

Não estou entendendo nada, eu e o Kookie estamos namorando? Isso está rápido de mais, ele agiu como meu namorado. Vou fazer o que ele disse. Vou me cuidar e descansar. Entro em casa com tudo e meus irmãos me olham, entro no meu quarto e tomo um banho, me jogo na cama e fico pensando no homem que estava lá, acho que é a morte me esperando. Ele tem os olhos vazios, ele dá medo e ainda por cima, eu conheço ele, ele já apareceu mais de uma vez na minha vida. Tantas perguntas e acabo dormindo.


Notas Finais


Oieee
Bugado?
Bugado
Foi rapido né?
Bom, espero q seis tenham guxtaduh e obg pelos favoritos huehuehue tinhamu vcs
Serio, to muito agradecida q minha fic esta indo bem e obg pra qm comenta bye bye

Tinhamu vcs dnv


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...