História Viver só mais uma vez - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Original, Romance, Romance Original
Visualizações 17
Palavras 473
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hoje decidi fazer algo diferente, estava eu em casa pensando... até que em minha cabeça veio uma história, ai eu pensei, poxa não posso deixar essa passar, tenho que escrever isso, eu preciso escrever isso, essa é minha primeira fanfic que é uma história, não sei como vocês iram achar mas espero que gostem.
Então vamos lá.

Capítulo 1 - Mais um dia normal


12/05/2014       13:00 

O clima era frio as arvores dançavam como se estivesse em um palco, o dia estava claro, o barulho a minha volta me irritava é ao mesmo tempo me relaxava. 

Assim que cheguei a escola, fui direto para o meu lugar de sempre, aonde claro era perto do portão, como sempre para esperar o sinal bater. 

 

Lá estava eu mais uma vez, para mais um dia de aula, o tamanho do tédio que me cercava era tamanha, porém como já estava aqui não podia mas voltar, aliás ser obrigada a ir à escola realmente não é tão legal, ainda mais ter que suportar tantos idiotas num mesmo ambiente já era demais para a pobre da minha vida, Mas fazer oque? Agora tenho que aguentar, mas um pouco, só por alguns dias até o final de semana, aonde eu possa ficar trancada em meu quarto, lendo é estudando sem algum idiota para me atormentar. 

Hoje a primeira aula será matemática... Droga ter mais uma aula com aquela bruxa se eu pudesse daria um jeito dela ser demitida, mas não dá obvio sou covarde demais para isso, que vida em. Mas que droga de sinal que não bate logo, bem que poderiam ir mais rápido para que eu possa sair logo daqui... porque esses imbecis estão olhando para mim perderam o cérebro aqui por acaso? Puff... Droga, idiotas. 

 

Assim que o sinal bateu fui para a sala sentar no fundo como sempre, aonde ninguém poderia me incomodar ou ficar me olhando estranho como sempre, sei que não sou a melhor pessoa que exista no mundo, nem a mais sociável, mas poxa por que tem sempre que ficar me olhando assim? Assim que a professora chegou e o resto dos "meus colegas" se sentaram a aula com a bruxa velha começou como sempre uma aula mais assustadora que a outra, ainda me surpreendo como ela possa estar dando aula, quase 80 anos de idade essa coisa ainda está viva pelo amor de deus, ela mal consegue dar uma aula, decido então parar de pensar é me concentrar e entender o máximo possível na lição e na brux... professora, como se fosse possível. assim que a aula terminou como se não fosse impossível evitar os "coleguinhas" decidiram assim resolver "conversar" com esta pessoa que vós fala, porem como de costume a "conversa" não se passa de xingos ou brincadeiras estupidas que sou obrigada a suportar, idiotas, Hey quatro olhos - diziam os meninos "descolados", porem eu ignoro eles, tentando desenhar o que eu mais gostava, ou até mesmo escrever ou ler o meu mais novo livro (A Republica), que se tratava de que 'A República está dividida em dez livros ou diálogos em que Platão discorre sobre seu pensamento sobre o Estado ideal, que também expressa sua doutrina sobre o homem ideal. Serve-se da figura de Sócrates como personagem principal. Este trava com seus interlocutores profundos debates sobre diversos temas, desde o discurso sobre a superioridade da justiça em relação à injustiça, passando pela construção da cidade ideal com todos os seus elementos, com destaque para figura e a importância dos filósofos, às reflexões metafísicas sobre os dois mundos, o sensível e o inteligível, até chegar às conclusões sobre o destino da alma.', porem minha leitura não estava sendo concluída pelo fato do imbecil do jay o arruaceiro da classe ter pego o meu precioso livro, só espero que ele não estrague. 

 

Devolva-o já - disse eu a ele. 

 

Não, venha você pegar quatro olhos – disse jay se achando. 

 

Continua...


Notas Finais


Então gostaram? Devo continuar? Comentem Please, eu não mordo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...