História Vives En Mi - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Luna Valente, Matteo, Miguel, Monica, Personagens Originais, Simón
Tags Romance
Visualizações 41
Palavras 699
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Colegial, Famí­lia, Ficção, Mistério, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


~ Oi meus unicórnios.
~ Mas um capitulo pra vocês.

Capítulo 5 - La Mansión, Sobre Ruedas.


Fanfic / Fanfiction Vives En Mi - Capítulo 5 - La Mansión, Sobre Ruedas.

Buenos Aires - Argentina

18 de Julho de 2016



Matteo me encarou como se eu fosse louca. E eu realmente estava parecendo.

    _ Eu é que perguntou oque está fazendo dentro do carro do meu pai.

    _ Perdão Sr. Matteo. Somos os novos empregados da Mansão.

     _ Tudo bem.

Disse e entrou com seus colegas e ficaram conversando, enquanto eu estava quieta em meu canto, porque tudo tinha que ser assim? Está tudo dando errado, vim para outro país, pensando que séria o melhor, porém morar na mesma casa que esse Matteo não será nada legal. E eu ainda não poderei fazer nada, porque o pai dele é o chefe dos meus pais e eu não quero que eles percam o emprego por algo que eu fiz.

Eu senti o olhar de Matteo em cima de mim, mas ignorei. Era o melhor a se fazer. O motorista parou em frente a uma casa, não tão grande e deixou os amigos de Matteo ali, depois seguimos para a tal mansão que iriamos ficar. Meus pais estavam conversando e Matteo estava mexendo em seu celular, o meu tinha acabado a bateria a pouco tempo, então a única coisa que eu poderia fazer, era olhar a Argentina pela janela do carro. Buenos Aires era linda, era mais linda ainda pessoalmente, sempre sonhei em vim para cá, desde pequena meu sonho e estar aqui, eu não sei porque, mas eu sinto que já estive aqui, mas meus pais me falaram que sempre morei no México.

Meus pensamentos voaram e quando percebi já havíamos chegado na Grande mansão. Ela era enorme, maior do que eu imaginei, era maravilhosa. Era totalmente branca, com alguns detalhes em vermelho, poucos detalhes. Entramos junto com o Matteo, como o pai dele havia mandando, só poderíamos entrar pela porta da frente, se alguém pedisse. 

Se eu já estava encantada com a casa por fora eu fiquei mais quando entrei. Por dentro ela era branca com alguns detalhes em azul bebe, mas tinha mais azul do que branco.

    _ Vou chamar meu pai. Fiquem a vontade.

Até parece que é educado.

   _ Luna, você não pode falar daquele jeito com ninguém, estamos entendidos?

  _ Sim.

Fiquei em silencio, olhando encantada para a casa. Eu olhei para cada canto dela. Logo o senhor Balsano entrou na sala junto com alguns outros empregados.

  _ Boa Tarde, espero que tenham feito boa viagem.

   _ Fizemos sim, Obrigada senhor Balsano.

   _ Esses são os antigos empregados da mansão, depois eles se apresentam pra vocês, e como sei que a viagem deve ter sido cansativa, podem começar a trabalhar amanhã.

   _ Obrigado,

   _ Senhorita Valente, pode mudar oque quiser em seu quarto.

Concordei e sorri sem graça para ele. Depois de um tempo, vi Matteo subindo correndo as escadas indo para o quarto dele, suponho.

Depois do Senhor Balsano dar as regras, fomos para a nossa área. Fui para meu quarto e fiquei encantada com ele. Tinha uma cama de solteiro, uma escrivaninha, um guarda roupa. Logo um dos empregados trouxe minhas malas e eu agradeci e comecei a arrumar as roupas no guarda roupa. Assim que terminei peguei uma caixa que estava no canto e vi que tinha algumas luminárias, peguei as coloridas e coloquei penduradas em uma linha que também estava dentro da caixa. Meu quarto ele era branco com tons de azul bebe, igual ao resto da casa. Eu não iria mudar a cor dele, essas cores acalmava o quarto, sorri com oque eu havia arrumado e logo meus pais entram no quarto.

   _ Vimos que a senhorita já arrumou o quarto.

    _ Sim. Esse quarto é maravilhoso.

   _ Que bom que gostou. Quer algo pra comer?

   _ Não, estou sem fome. Acho que vou dormir um pouco.

   _ Não durma muito, se não, não dorme a noite.

Concordei e dei um beijo em cada um e logo eles saíram do quarto e eu arrumei a cama e fechei a porta, deitei e fiquei olhando pro teto, agora é uma nova vida para mim, espero que tudo seja perfeito, divertido e muito bom. Que eu seja mais feliz do que no México, sei que nada vai ser igual, mas que seja melhor.

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...