História Vizinho (Jeon Jungkook) - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jungkook
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine, Jeon Jungkook, João Biscoito, Kookie
Visualizações 117
Palavras 816
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Capítulo único


Eu tenho um vizinho, que sempre o achei muito atraente. Nunca tive coragem de ir falar com ele, claro. Até porque sou tímida e pelo que observo, ele também é. 

 

Com o tempo descobri que seu nome era Jungkook. Guardei sempre esse nome na minha cabeça. E o bom de ser sua vizinha, é que às vezes quando estou estudando, acho que ele não percebe, e tira a camisa dentro de seu quarto. Da minha janela da pra ver tudo. 

 

Sempre sonhei em pelo menos ser sua amiga e ficar apreciando sua beleza de perto. E acho que sonhei tanto, que um dia minha mãe resolveu me ajudar sem saber. 

 

SM(Sua mãe): Minha filha, preciso que você vá pedir ajuda aos nossos vizinhos. Eu preciso muito de fermento de bolo e açúcar para o aniversário da sua irmã, e não posso sair pra comprar agora.

 

Volto ao meu quarto e tento ficar ao menos ajeitada.  Desço as escadas e saio pela porta principal. Dou alguns passos para chegar no jardim. Então exito. Mas respiro fundo e continuo. 

 

Caminho en direção à varanda, onde subo e bato na porta. Espero um pouquinho até que 

 

Xx: Olá querida! - diz uma mulher, que eu sabia que era a mãe do Jungkook, parecendo apressada

 

S/n: Olá, sou S/n, sua vizinha 

SJ: Ah! Só um minuto. Me desculpe, é porque estou atrasada para um compromisso mas meu filho te atenderá - e dizendo isso ela grita o nome do mesmo. Então vira pra mim e diz saindo da casa - me desculpe mesmo

S/n: Ta tudo bem - sorrio gentilmente 

Xx: Am... posso te ajudar? 

 

 

Então viro de frente e dou de cara com Jungkook, me encarando meio confuso. 

 

S/n: Am... oi. Sou S/n , sua vizinha. - digo nervosa - é que minha mãe pediu para que eu lhe perguntasse se aqui tem fermento e açúcar? 

JK: Sim, sim! - ele diz tentando ficar sério - entre. Vou buscar.

 

Fico envergonhada em entrar, mas o sigo mesmo assim. Observo tudo. A casa era bem arrumada e parecia aconchegante. 

 

JK: Vocês já são nossas vizinhas faz tempo, não é? - sua voz vem da cozinha 

 

S/n: Sim... é que nunca nos falamos - solto um risinho tentando parecer mais tranquila, sem estar.

JK: Verdade. Sou meio sozinho... - ele diz fechando o móvel, já com as coisas na mão - você devia vir aqui, tipo, depois de entregar essas coisas pra sua mãe

 

Começo a sentir minha mão suar. Ele me entrega o que eu havia pedido e eu o olho sorrindo 

 

S/n: Sim, eu venho aqui. 

 

Andamos até a porta e ele a abre. 

 

S/n: Já volto - digo engolindo em seco 

 

Entro em minha casa correndo, entrego as coisas pra minha mãe e digo que vou sair com minhas amigas para apenas tomar um sorvete. Ela não questiona. 

 

Corro para meu quarto e me vejo no espelho. Tento trocar as roupas, mas ele iria perceber, então apenas me perfumei e coloquei uma maquiagem leve. "Acho que está bom" pensei. 

 

Olhei para a janela do quarto dele. Meu coração quase parou. Ele estava se arrumando rápido também. Ajeitava seu cabelo, seu casaco verde e verificava se estava tudo arrumado no quarto. 

 

Desci as escadas com o coração na mão. Ele não podia estar realmente nervoso por eu estar indo lá. Afinal, eu que o observo sempre. Eu já sabia quem ele era. 

 

Sai de casa tentando parecer normal, e bato em sua porta novamente. Ele abre

 

JK: Oi de novo... - ele diz com a mão na nuca 

S/n: Oi de novo - digo dando um risinho

JK: Então... quer subir pra o meu quarto? - ele pergunta 

S/n: Sim, claro. 

 

Ele me guia até seu quarto e me oferece sua cadeira pra sentar. Se senta na cama e puxa assuntos aleatórios. Começo a gostar de estar ali. E então me perco em um breve devaneio de "como que ele nunca me notou daqui? Da pra ver o meu quarto..." 

 

O encaro falando, e olho pra sua boca. Tão fofinha. Tão beijável. Então ele se cala e volto a olhar em seus olhos

 

JK: Vou fechar a cortina, da pra ver muita coisa do seu quarto... - ele diz se levantando 

S/n: Como assim? - pergunto tentando me fazer de desentendida 

JK: Eu sei que você vive me olhando pela sua janela. Eu também faço isso - ele diz me fazendo engolir em seco novamente - e não quero correr o risco de sua mãe ver isso...

S/n: Isso o quê? - pergunto olhando pra ele, que se aproximava 

 

Ele me puxa pelos braços e agarra minha cintura. Meu coração estava quase saindo pela boca. Estava perto demais. Então ele sorriu maliciosamente, e eu finalmente entendi. 

 

Empurrei ele e o fiz cair na cama. Subi em cima de suas coxas e comecei a beija-lo. E eu não pretendia parar...

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...