História Vizinhos - Capítulo 24


Escrita por: ~

Postado
Categorias The GazettE
Exibições 36
Palavras 840
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Sem mais demoras, vamos para fic.
Hoje a tia ta tão apressada, haha!

Capítulo 24 - Capítulo 24


KAI POV

 

Como eu sou desastrado. Saí tão empolgado que acabei esquecendo o meu celular na casa do Taka. Enquanto eu ia andando e olhando para o nada, me esbarrei naquele ser de quase dois metros de altura.

-Opa gatinho devagar. Se era isso que estava procurando, está entregue. - Disse sorrindo.

-Gomen. Arigato, sou meio desastrado e apressado.

-Não precisa se desculpar, acontece,hm? Sorte que eu te achei a tempo. Outra coisa, eu estava querendo ir no seu restaurante hoje.Estou morrendo de fome. - Disse sorrindo maliciosamente.

Se o Taka estiver por trás disso, nem sei como irei agradecê-lo.

Eu e ele pegamos o mesmo Táxi,afinal iremos para o meu restaurante não é mesmo? Espero que ele goste dos pratos.

...

-Chegamos. Fique a vontade,não irei demorar, ok?

-Relaxa, só irei sair daqui quando você fechar.

-Wow, muito obrigado pelo elogio.

-Que sorriso lindo que você tem, sou fotógrafo, eu poderia tirar umas fotos suas qualquer dia desses?

#MORTO

Como ele faz isso e como eu consegui manter a calma e ter ficado sem agarrar ele?

-Claro! Vou adorar. Se me der  licença, irei levar seus pedidos.

-Tudo bem. Só não demora.- Sorriu.

Nem dá pra acreditar que eu estou vivo ainda depois de uma cantada dessas. Saí de lá e fui até a cozinha entregar os pedidos dele.

-Pessoal,este pedido tem que sair o mais rápido possível.Eu não queria falar mas, o meu crush não pode ficar esperando,ok.

-Sim Chefe!

Depois voltei para ver como estava do lado de fora.

-Voltei. Quer alguma bebida para acompanhar o prato?

-Claro o que me sugere?

-Que tal um Châteu Mouton-Rotschild 1945?

-Wow! Tudo bem. Seu francês é espetacular.

Nem sei se falei direito, mas já que é assim, tudo bem né?

Mandei um de meus garçons servir-lo. Ele comia com tanta vontade que eu fiquei imaginando como seria ele fazendo sexo. Será que é com essa vontade toda? Eu estava ficando duro só de vê-lo comer daquela maneira.

-Ai que droga! Kai pense em outra coisa, pense em outra coisa! Anda droga! Abaixa!

-Está tudo bem chefe?

-Ahh... Claro! - Fui para o banheiro correndo, eu precisava abaixar aquela eração.

-Isso vamos lá, isso! Obedeça o papai, hm? 

Que mico. Por mais que ninguém esteja vendo, é vergonhoso. Nisso que dá ficar quase dois anos sem sexo.

-AAAAAHHHH ISSO!!!

-Kai?

AI MEU DEUS O QUE EU FAÇO? O QUE ELE ESTÁ FAZENDO AQUI!

Fique quieto, isso. Melhor coisa a se fazer.

-Kai, você está bem?

-Érrrr... E-estou! Só estava tirando uma...Espinha no meu nariz! -Ele abriu a porta do banheiro.

-Mentiroso,sei que não é isso. - Me prensou na parede. - Eu vou ter que te obrigar a fechar o restaurante mais cedo. Preciso cuidar de você. - Olhei para o chão, lugar onde eu deveria está.

-Bem, se o problema for esse, não preciso fechar mais cedo. O Subchefe cuida de tudo para mim.- Sorri.

Fui avisar o pessoal.

-Podemos ir agora?

-Claro. Assim como você, também estou desesperado.

Nunca cheguei tão rápido na minha casa. 

-Agora somos só nós dois. Te achei uma gracinha sabia. Ruki estava me falando de você. Gostei muito de você Kai. Além de sexo, eu quero namorar com você. Não acha que nos completamos?

QUEM ESSE HOMEM PENSA QUE É? GENTE EU VOU AGARRÁ-LO AGORA!

-Claro, é tudo que eu quero.

Eu não vou falar o que aconteceu, porque vocês já sabem. (Aquela carinha).

Foi bom, melhor noite de todas.

Ele é um amor de pessoa. Estou encantando.

Aproveitei que ele estava dormindo e liguei para o Taka.

-Moshi moshi?

-Taka-chan? Está acordado ainda?

-Hai.Tudo bem Kai?

-Se eu estou bem? Estou maravilhoso! Advinha quem tá dormindo na minha cama?

-Mas já? Cê é o bichão mesmo hein? - Rimos. - Boa sorte, meu amor. Vocês merecem tudo de bom.

-Obrigada Taka. Te ligo depois, viu.

-Okay. Boa noite.

Boa noite.

 

URUHA POV

 

Eu tenho que erguer minha cabeça e sair desta situação. Eu não posso ficar jogado desta maneira, preciso me reerguer urgentemente.

Fui no salão, cortei e pintei meu cabelo, fiz minha barba. Já mudei um pouco. Fiz compras. Me sinto leve, renovado.

Não quero ficar sozinho esta noite, mas para onde vou?

(^`^)

Peguei as chaves do meu carro e fui...

Na casa dele. 

Eu não deveria, mas é a pessoa que amo.

Toquei sua campainha, não obtive resposta. Eu insistia até ele dar sinal.

Todo descabelado e de pijama, ele me atendeu.

-Kou?

-Promete que é a ultima vez que você pisa na bola comigo? Promete que nunca mais irá fazer isso? Eu só estou aqui a essa hora,porque eu te amo demais.

Nos abraçamos.

Quem ama perdoa e eu amo esse negão demais.

-Desculpa meu amor, desculpa de ter lhe causado tantos transtornos. - Me abraçou chorando.

-Agora vou te castigar um pouquinho.Você foi um menino muito mal ultimamente.

-Como quiser, meu amor, sou seu.

Isso mesmo, só meu.

TENHO DÓ DAS VADIAS, QUE FALAREM, ENCOSTAREM, RESPIRAREM PERTO DELE. 

E tenho dó dele se ele não me obedecer.

 

 

 


Notas Finais


Ui Kou-chan voltou,protejam-se!
Gostaram do Kaiyavi?
Foi um capítulo meio sem sal, eu sei, mas espero que tenham gostado.
Beijocas!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...