História Vkook- Até que a morte nos separe (incesto) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Romance
Visualizações 175
Palavras 660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oii gnt
Yoonmin venceu de acordo com os comentários, então é só uma questão de tempo agora.
Boa leitura :3

Capítulo 7 - Eu sei de tudo


Fanfic / Fanfiction Vkook- Até que a morte nos separe (incesto) - Capítulo 7 - Eu sei de tudo

Quebra de tempo

Eu estava tão feliz quanto curioso quando acordei. Era sábado e eu ficaria em casa enquanto Kook iria trabalhar. Normalmente ele fica comigo nos finais de semana, mas ele disse que tinha que tratar de assuntos com Namjoon. E eu aproveitaria a ausência do mais velho, para achar o diário.

Tomei um banho e visti uma roupa qualquer. Quando desci para cozinha Kook já tinha ido embora.

- Ótimo. - eu digo sorrindo de lado. A companhia dele fazia falta mas eu queria achar o diário e saber o que ele sente por mim. - No quarto.

Subo correndo para o quarto do mesmo, mas a porta estava trancada, então eu uso uns truques com grampos que eu tinha aprendido com Hobi e entro no quarto.

- Misericórdia. - O quarto estava cheio de papéis na cama, o notebook estava ligado e aparecia coisas sobre a nossa viagem, no chão eu via um pouco de sangue. - Mas o que... - sigo a "trilha" de sangue e vou até o banheiro vendo algumas lâminas. - Jungkook se corta. - Me assusto um pouco. - Por que? - fico pensando um pouco.

Volto pro mundo um pouco triste e começo a procurar o diário.

Procurei em todos os lugares, quarda roupas, debaixo da cama, entre os papéis e lençóis, no banheiro, cômoda, criados, etc, mas não tinha achado nada.

- Onde tá essa porra? - eu já estava com raiva de tanto procurar então eu chuto o criado mudo com força o fazendo se mecher e machucando meu pé. - Merda!

Quando o criado mudo se meche, uma tábua se solta da parede. Vou até lá e afasto o criado mudo, tiro a tábua e olho por dentro da parede oca, lá estava o diário.

- Ae porra. - pego o diário e me sento na cama o abrindo e começando a ler.

Fico surpreendido com cada palavra. Desde quando a omma morreu ele escrevia aquilo.

Havia todos os seus desejos por mim, quando eu li senti meu corpo arrepiar, li sobre todas as suas vontades, isso fez meu corpo esquentar, li suas "simulações" de sexo comigo, isso me causou um frio castigador na barriga, li e reli tudo, cada palavra que o mesmo escrevia, e eu estava gostando do que estava vendo. E agora eu tinha certeza que o nosso amor não era da appa e filho.

Min Jeon Park Jungkook me aguarde.

Guardei tudo e deixei o quarto do jeito que estava, o tranquei de volta e fui para o meu quarto cheio de desejos.

Eu só tinha certeza que essa viagem teria um monte de surpresas.

Logo recebo uma ligação de Jimin.

Ligação on

- Olá. - eu digo

- Como está? - Jimin pergunta.

- Ótimo... Se é que você me entende. - digo com um sorriso malicioso.

- TAEHYUNG ME CONTA O QUE VOCÊ APRONTOU! - Jimin grita.

- Jungkook me ama. - eu digo sorrindo. - Você tem razão, nessa viagem eu quero mandar ver.

- Espera meu caro sobrinho virgem. - Jimin diz. - Olha no seu notebook.

- Ok. - eu abro meu not e vejo um monte de links para mim entrar em sites que Jimin me mandou. - O que é isso?

- Abra qualquer link aí. - Jimin diz rindo e eu faço o que o mesmo mandou. Era um monte de vídeos pornográficos. - Não conta pro seu appa que eu estou te deixando ver isso, você só tem 16 anos.

- Eu sei. - começo a assistir os vídeos. - Pra que você me mandou esses vídeos mesmo?

- Pra você saber o que fazer no Havai... SÓ NÃO VAI VIRAR UM NAMJOON DA VIDA! - Jimin diz sério.

- Okok. - eu digo. - Obrigado Chim Chim. - eu desligo.

Ligação off

Começo a prestar bastante atenção em todos os vídeos, e meu deus eu só me viciava cada vez mais. E estava totalmente ansioso para a viagem.

Nos vídeos tinham tudo, sexo, sadomasoquismo, boquete, suruba, posições, provações e muito mais.

Mal sabia Jungkook que eu já sabia de tudo.


Notas Finais


Desculpa pelo cap pequeno

O que será que Taehyung vai aprontar na viagem?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...