História Vkook-I hate you,I love you - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Chanbaek, Jihope, Namjin, Vkook, Yoonseok
Visualizações 158
Palavras 5.118
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


AAAAAAAAAAAHHHHH OLHA QUEM VOTOU DEPOIS DE QUASE 2 MESES,ISSO MS A TIAAAAAA TA DE VOLTAAA

GENTE DO CEU VCS NÃO SABEM O QUANTO TO FELIZ AGORA,SAI UM POUCO DA MINHA DEPRESSÃOZINEA PRA REAPARECER DA CINZAS
SIM SOU UMA FENIX MEU AMÔ

GENTE ESSE CAP NÃO FOI TÃO ESPECIAL QUANTO EU IMAGINEI,na vdd é um cap bem tristi,mas n vou dar spoiler antes de vcs lerem,espero mesmo que gostem,E OBGG PRA QUEM ACREDITOU EM MIM E ME ESPEROU EU TE AMOOOO VOCÊS MTOOOOOO 💚💚💚💚💚

N SE ESQUEÇAM QUE EU ESTOU AQUI PRA AJUDAREM VCS EM TUDO,TUDOOO MS ok??

AGORA FIQUEM COM O CAP,Boa leitura ❤❤❤ ^-^

Capítulo 13 - 13-E se fosse diferente?...


Fanfic / Fanfiction Vkook-I hate you,I love you - Capítulo 13 - 13-E se fosse diferente?...

POV'S JIMIN

-Você tem certeza que quer fazer isso comigo por que se não qui...-o enterrompo com um selinho.

-Eu tenho certeza Hobi...

Estava com um pouco de receio em tirar a minha calça jeans, já fazia um tempo que usava calsinhas,e se ele achar estranho?

Ele começou a tirar a minha blusa enquanto me beijava cada vez mais intensamente,senti uma gota de suor escorrendo pelo canto do meu rosto,estava muito nervoso.

Começo então a tentar evitar um pouco de seu contado.Ele para de me beijar e me encara se sentando ao meu lado.

-Você não quer fazer isso né?-Ele me pergunta encarando o chão-Não tem problema...posso ir embora-ele se levanta novamente mas o puxo pelo pulso o fazendo sentar de novo.

-N-não é isso hobi... é que-estava em choque, não queria perde-lo-estava com medo de me achar estranho, é que uso... calcinha sabe...-Ele se acalma me olhando doce.

-Jiminie não precisa ter medo...tenho certeza que você deve ficar lindo com ela-sua voz se torna maliciosa e rouca,ele vem rapidamente para cima de mim,me prensando na cabeceira da cama.

Começo a beijar seu pescoço,sabia a um tempo que ele tinha arrepios ao tocar naquele local,Deixo ali um chupão que ao mesmo instante fica roxo.Sentir suas mãos passear sobre meu corpo me deixava mas exitado​.Tiro sua blusa e observo suas curvas marcadas,subo meu olhar ao sentir o seu sobre mim.

Ele tinha seu cabelo castanho bagunçado,um olhar perfurante e pesado me olhando,seus braços estavam um de cada lado do meu pescoço.Sua boca já vermelha desce até o cós da minha calça e ali ele deixa um leve selar,suas mãos descem passando pelo meu peitoral e chegando a minha cintura.Seus lábios foram subindo dando chupãos até chegar ao meu ouvido.

-Chimm...-ele geme arrastado,mordendo minha orelha-Não quero te machucar ,mas acho que devo, não?-balanço a cabeça em sinal de positivo-Esta bem,mas já fique avisado que só irei parar quando todos do campus souber meu nome-suas palavras eram tão pesadas,mas adorava isso.

Suas mãos tiram minha calça rapidamente,ao ver minha calcinha de renda rosa ele morde seus lábios forte e dá uma pequena risada.

-Estava certo, você é gostoso pra caralho com calsinha-Seus dedos passeavam pela borda da calcinha a ameaçando tira-la, já impaciente ponho sua mão sobre meu membro.

Ele massagea devagar,junto nossos lábios novamente para um beijo necessitado,Sua língua era quente mas seus lábios frios,isso causava mais sensações sobre meu corpo,ele para o beijo e tira devagar minha calcinha com os dentes revelando minha ereção,o mesmo retira sua calça e logo em seguida sua box,Meus olhos se fixaram em seu corpo.Chego a me perguntar o porquê nunca tinha feito isso com ele antes.

Ponho meus braços em volta do seu pescoço,sinto meu membro pulsar por mais contato,ele então pressiona seu quadril ao meu,Arranho sua nuca ao sentir seu membro já acordado se posicionar em minha entrada.Ele se ajeita novamente,mas agora colocando delicadamente minhas pernas em seu ombro,agarro sua cintura cravando minhas unhas ali.

-Jimin...isso vai doer,mas não vou ser bonzinho com você,e nem vou parar-Sua voz sexy ecoa pelo quarto,sua mão segura minha coxa e põe a ponta de seu pênis em minha entrada e logo dá uma estocada funda,sinto como se estivesse me partindo,ele começa a estocar mais rápido e mais fundo,Gemia sem me importar cada vez mais alto.

Uma de suas mãos desce até o meu pênis o masturbando no mesmo ritmo de suas estocadas,apertava seu quadril cada vez mais o arranhando forte por conta das minha unhas grandes.

-G-geme meu nome ChimC-chim...mas alto-minha voz começa a falhar a cada estocada que sentia.

-Hobiii-estava sentindo meu apce,quando ele acha minha próstata me fazendo soltar um grito rouco.

-Ahhh, você é tão apertado jiminie-jogo a cabeça para trás deixando gemidos saírem cada vez mais altos-Olha para mim agora-sua voz era altoritaria,olho para ele e o mesmo estava completamente sexy,sinto meu membro se desfazer em sua mão e em seu abdomen.

Seu apce estava perto,ele vai mais devagar até sentir seu líquido viscoso me preencher,ele continua a me estocar e logo tira seu membro de mim,solto um gemido manhoso,ele retira minhas pernas de seu ombro e vem me beijar,um beijo quente e apaixonado como nunca havia sentido antes.

Ali percebo que estava em um caminho sem volta,e esse caminho se chamava Hoseok.Ele cai ao meu lado com o semblante cansado,vou até ele é envolvo meu braço em seu quadril percebendo as marcas de unhas que deixei,solto um sorriso largo ao ver,apoio minha cabeça em seu peitoral levantando meu olhar para seu rosto.Ele tinha um sorriso tão especial voltado a mim,passo meus dedos em seus cabelos o trazendo para perto dando um selinho em seus lábios.

-Eu te amo tanto Jimin​-Ele não desviava o olhar do meu,sinto uma coisa que estava presa em mim sair-Eu te amo Hoseok-digo hesitando,recebendo um abraço do mesmo.

-Ainda tem tempo para falar essas palavras sem hesitar...vou fazer você se apaixonar por mim,querer me ter a todo instante perto de você,me olhar todos os dias e pensar em me ter ao seu lado na cama novamente-meu coração acelera quase saindo de meu peito,ninguém nunca me amou assim antes.

-É Eu realmente te amo-digo confiante de minhas palavras,ele arregala os olhos dando mais um de seus sorrisos em formato de coração.

Ele pega a coberta que estava perto de seus pés e nós cobre me abraçando por baixo dela.Estava bem ao seu lado, não conseguia mais sentir aquele medo de amar ,aquela insegurança de abraçar quem realmente me faz bem.....ele mudou tudo isso.

POV'S TAEHYUNG

"Tudo que queria era ficar junto a ele agora, só aproveitando o momento"

Acordo ao sol batendo em meu rosto por uma pequena brecha da janela acima de mim,olho para o lado e vejo Jungkook dormindo de uma maneira tão fofa com a boca levemente aberta mostrando seus dentinhos.

Estava tentando me soltar dele para ir ao banheiro mas foi em vão pois a cada movimento que fazia mais ele se mexia e me apertava,então a única solução era acorda-lo.

-Amor acorda-digo dando um selinho em seus lábios,e nada-coelinhooo acorda-o chacoalho levemente e nada,até ver ele abrir os olhos bem devagar.

-Tae?-Ele diz sonolento-a gente tem mesmo que voltar a escola?-solto uma risada arrastada

-Mas amor...hoje é sábado-solto uma pequena risada.

-Serio?-Ele se desfaz do abraço e senta na cama,fasso o mesmo mas solto um som manhoso pela sua ação.

Ele percebe então volta a me abraçar,seu cheiro de árvore de Sakura me drogava,envolvo minhas pernas na sua cintura.

Percebo que Ja estávamos de roupas novamente,acho isso estranho mas não me importo muito.

E pela minha surpresa ele me levanta e vai andando até a escada comigo ao seu colo,ponho meu rosto em seu ombro o olhando desconfiado,suas mãos ameaçam a descer para minha bunda,dou um tapa na sua nuca o fazendo gargalhar.

-Chegamos-depois de descer as escadas sinto um forte cheiro de café pronto.

Quando ia descer de seu colo ele me apoia de costas para a parede e me dá um beijo quente mas ao mesmo tempo calmo,amava isso nele.

-Tae...eu e sua mãe fizemos tudo isso para você quando estava dormindo,mas aí ela falou que iria sair e só voltar a noite-ele morde meu pescoço.

-Então está dizendo que estava fingindo dormir?-fasso uma cara brava mostrando um biquinho nós lábios para ele,que logo o morde de maneira sexy.

-Eu realmente estava dormindo-ele solta uma risada,logo me desce de seu colo me mostrando a mesa.

Lá estava duas xícaras de café quentinho e torradas com nuttela em um pratinho.Jungkook me abraça por trás dando um leve selar em meu pescoço a onde havia um chupão do mesmo.

Me viro dando mais um beijo em seus lábios que tinha agora gosto de café,sabia que ele não iria aguentar até agora para tomar.

-E pelo visto andou assaltando o café antes da hora-ele se aperta mais em minha cintura-Agora vamos comer por que estou com fome-ele se solta devagar e logo puxa a cadeira para que eu possa me sentar-Nossa você tá carinhoso hoje...tá estranho isso-solto um sorriso meio desconfiado logo recebendo uma piscada do mesmo.

-Só estou querendo agradar MEU namorado-ele da um ênfase no "MEU" me trazendo uma sensação estranha mas boa percorrer pelo meu corpo.

Me sento e logo em seguida ele faz o mesmo sentando a minha frente,Pego uma torrada e a como devagar apreciando o gosto da nuttela,pego a xícara e a ponho perto de meus lábios assoprando de leve a fumaça saindo da mesma,bebo aquele líquido quente fazendo um leve barulho com a boca em sinal de surpresa pelo gosto bom e amargo daquele café.

Sem querer sinto uma gota de café ao canto de minha boca,quando vou limpa-la sou surpreendido por um guardanapo nas mãos de Jungkook limpando o café,olho para seus olhos que transmitem uma aura sorridente.Acabo me perdendo ao segurar em seu pulso com leveza.

Acordo de meus pensamentos ao perceber Jungkook tocar minha bochecha,e ali deixar um selar.

(.....)10:59AM

Após terminar o café,me levanto da cadeira sentindo algo relando em minha mão,olho para a mesma e percebo seus dedos juntos aos meus me guiando até o sofá.

Iria descubrir o por quê Jungkook estava estranhamente carinhoso comigo hoje.Ele se senta e pede para me sentar no meio de suas pernas,fasso isso sentindo novamente seus braços me envolverem em um abraço apertado.

Encosto minhas costas em seu peitoral e meu rosto na curvatura de seu pescoço.Estava passando jogos vorazes...o filme que nós vimos juntos pela primeira vez.Solto um sorriso olhando para seu rosto,que estava virado para mim a um tempo.

Que logo faz uma careta me fazendo gargalhar,ele aponta para a mesa de centro da sala a onde tinha um pequeno pote de sorvete de flocos.Saio rapidamente para pegar o sorvete, mas logo volto para o abraço de Jungkook.

Enquanto ia vendo o filme e comendo sorvete as vezes parava para observar Jungkook que todas as vezes me fazia gargalhar com suas caretas.

(....)15:18PM

Quando acabou o filme e o sorvete em minhas mãos ,só me sobrou mais tempo com Jungkook,que continuava na mesma posição.Procurava pela Netflix alguma série ou filme que poderíamos ver,acabo apertando sem querer em um filme desconhecido.

Como me parecia interessante acabei por deixar ali mesmo.Pelo decorrer do filme iam acontecendo várias cenas explícitas de sexo,mordia meu lábio inferior para me controlar.

As mãos de Jungkook pesaram sobre a minha cintura a apertando de leve, já não estava mais prestando atenção no filme ao sentir ele me deitar no sofá rapidamente.

Ele põe uma de suas mãos em minha cintura e a outra em meus cabelos,logo preenche minha boca com sua língua quente.O beijo ia ficando cada vez mais rápido e intenso,até sentir sua ereção se pressionar ao meu quadril.

Desabotoo sua calça adentrando minha mão dentro de sua box branca já molhada,o masturbo fazendo movimentos de vai e vem com as mãos passando meu dedão na ponta de seu pênis.Em meio ao nossos lábios seus gemidos ficavam mais altos indicando o próximo ato,retiro minha mão de seu membro e passo a retirar sua calça e box ao mesmo tempo.

Paro ajoelhado ao chão em sua frente,engolindo seu membro de uma só vez,ele segura meus cabelos comandando meus movimentos até sentir seu líquido branco descer fundo em minha garganta,retiro minha boca de seu membro lambendo sua extensão limpando cada resquício de gozo.

Sorrio para o mesmo que retribui com um beijo,subo sua box e calça me ajeitando ao seu colo novamente.Foi aí que percebemos que o filme havia acabado a um tempo já,seus lábios quentes mordem minha orelha.

-Você é maravilhoso em todos os sentidos taehyung-seus dedos tocam minha barriga por baixo do Moretom que usava.

-Amor...foi você que me trocou?-Ele olha em meus olhos dando um sorriso ladiano.

-Foi sim-sinto minhas bochechas ganharem um rubor vermelho-Tae... não há nada aí que não tenha visto antes de te trocar...a e aliás queria lhe informar que você dorme que nem uma pedra,não acordou nem quando lhe dei um chupão aqui-Ele morde por cima do chupão que havia percebido anteriormente.

-Seu tarado-ele solta uma risada irónica.

-Tem certeza taehyung?acho que não fui eu que coloquei em um filme pornô-ele diz irónico

-Aigoo foi sem querer.

-Sei taehyung,vamos nós arrumar ,vou te levar em um lugar especial-sorrio animado para o mesmo que logo se levanta e vai para o andar de cima me puxando pela mão.

Quando chegamos ao quarto ele pega duas toalhas no armário,me puxando para o banheiro novamente junto a ele.

Tranco a porta e vou em direção ao espelho,me encaro por um tempo mas logo vejo outra imagem ao meu fundo,era ele apoiando sua cabeça no meu ombro.

-Nos formamos um lindo casal não?-Ele beija toda a extensão do meu ombro.

Me viro para a banheira tirando minhas roupas aos poucos,já percebendo um ser nu passar pela minha frente e adentrar na banheira,ao tirar a minha última peça de roupa escuto um assobio vindo do mesmo,dou um tapa em seu braço e adentro junto a ele na banheira.

As vezes ele brincava com as bolhas de sabão da banheira e outras me comia com os olhos,não estava entendendo aquela situação mas apenas fui junto a ele.

(.....)17:53

Havia terminado o banho e já estava vestido com um moletom branco rasgado no ombro e nos pulsos,uma calça jeans apertada e uma sandália branca e preta, levo um tapa forte em minha bunda.

Me viro e vejo Jungkook com um moletom preto,uma calça com rasgados nas coxas e nos joelhos, e um coturno bege,ele estava simplismente lindo.

-Meu Deus Jungkook quer me matar do coração-seguro em seu pescoço o trazendo para mais perto,passo minhas mãos pelo seu corpo até chegar a sua bunda onde revido o tapa.

-Você tá gostoso pra caralho taehyung-Ele afasta a gola do meu moletom deixando ali um beijo molhado.

-Vamos a onde?-sussurro em seu ouvido devagar fazendo-o soltar um suspiro quente como resposta.

-Surpresa-ele me abraça de lado-mas você vai gostar,vamos?-Ele me leva até o primeiro andar da casa entrelaçando seus dedos aos meus com um sorriso confiante.

Após sair de casa tranco a porta e sigo até o carro da minha mãe,como ela já havia me falado antes "Se precisar do carro é só pegar a chave reserva que está atrás do vaso na porta".E assim fasso,dando a mesma para o Jungkook.

Abro a porta do carro me sentando na poltrona do passageiro,ele dá a partida no carro e começa a dirigir por um caminho desconhecido.

(.....) 19:25

A um tempo que estamos em uma estrada escura ,e sem nenhum carro a vista,então ele para o carro no acostamento e pega um pedaço de pano preto cobrindo meus olhos.

-Agora não poderá mais ver onde estamos indo bae-ele morde meu lábio inferior e da a partida de novo ao veículo ,seguindo novamente a estrada.

-Porque tudo isso Jungkook?-pergunto tentando retirar a venda,mas foi em vão pois uma de suas mãos a apertão mais forte.

-Você vai me fazer bater o carro mesmo?-Ele parecia um pouco bravo pelo tom de sua voz.Procuro sua coxa,após acha-la começo a fazer um carinho na mesma o deixando mais calmo.

-Falta muito tempo pra chegar amor?-Ele para de falar provavelmente pra olhar no GPS.

-Falta 2:40 ainda,mas juro que você vai gostar da surpresa-cruzo meus braços pois estava muito frio mesmo estando de moletom e calça,escuto o carro parar.

Suas mãos passam pelo meu corpo, após isso retira a minha venda.Ele tira seu moletom e me dá,mas recuso pois ele também estava congelando.

-Amor você vai pegar gripe se ficar sem a blusa-digo com um biquinho olhando para o mesmo-e aliás você que precisa mais dela,está congelando-pego em suas mãos que estavam geladas e trémulas-amor... põe de novo-ele coloca novamente a blusa.

Acabo por me lembrar que minha mãe sempre tem um cobertor dentro do carro,pois quando era pequeno sempre me gripava quando vinha pra Busan,por isso odeio tanto essa cidade...na verdade não mais.

Olho para o Jungkook que estava confuso,saio do carro e vou até o porta malas o abrindo e pegando o cobertor.

-Amor você tá louco?-escuto Jungkook resmungar após voltar ao carro,estendo a coberta sobre nós.

-Minha mãe sempre tem uma coberta dentro do carro-sorrio para o mesmo,recebendo um maior vindo dele.Ele pega novamente a venda e cobre meus olhos.

(.....)21:53

Já havia coxilado e acordado sem a venda e ao colo do Jungkook que tinha um sorriso de lado,continuo naquela posição pois ele estava quentinho,começo a fazer carinho em sua coxa e cintura.

Entro de baixo das cobertas e levanto um pouco sua blusa, mostrando seu abdomen definido já cheios de marcas que havia dado na noite anterior,dou vários beijos molhados sobre cada marca o fazendo arquear as costas.

-Tae...- ele solta um gemido arrastado-Eu estou dirigindo A-amor,posso bater o carro-solto uma risada, abraço sua cintura escutando seus batimentos acelerados.

-Eu te amo-digo tirando a coberta de meu rosto olhando para o mesmo,que dá seu sorriso fofo fechando levemente os olhos.

-Eu te amo mais taehyung-Sorrio quadrado para ele,agarro mais forte sua cintura e deitando minha cabeça novamente em seu colo.

(....)22:25

Durante mais algum tempo o carro estava em uma estranha escura ,mas agora estava passando por ruas conhecidas por mim,era Seoul.Ele me trouxe para Seoul de carro?

-N-não acredito que me trouxe pra Seoul de novo-digo animado,o abraçando de lado.

-Você ainda não viu nada-ele diz beijando minha testa-hoje é um dia especial amor.

POV'S JUNGKOOK

Hoje iria ser um dia especial para taehyung,nada poderia dar errado dessa vez. Não vai ser "nossa que surpresa" mas vai ser algo mais simples que havia planejado a muito tempo.

Nós já estávamos chegando ao destino,A praia.Hoje a lua estava tão grande,uma noite de lua cheia linda.Tae estava agarrado a minha cintura as vezes ele me olha e sorri,nunca havia visto um sorriso tão grande vindo do mesmo.

Já estávamos um pouco afastado do centro da cidade, não tinha nenhum carro a frente,parecia até um cena de filme.Mais a frente paro o carro pois vejo entre algumas árvores um vasto oceano que agora estava azul escuro.

Descubro o Tae com a coberta,o mesmo senta ao meu lado e sorri mais uma vez e vira seu olhar para frente observando a luz da lua refletir ao mar.

-Por isso te amo-ele me puxa pela gola do moletom e cela nossos lábios,sua língua passa pelos meus lábios pedindo passagem e logo adentra feroz em minha boca,era tão viciante,seu gosto era de bala de morango,sorrio entre o beijo.Mas por falta de ar paramos,mal havia percebido mais já tinha deitado Tae no banco e estava por cima do mesmo.

-Vamos deixar isso pra depois amor-digo vendo um biquinho crescer em seus lábios.

-Serio?por favor-Ele aperta minha cintura por baixo da blusa,suas mãos geladas me causam arrepios,mas teria que aguentar a essa tentação.

-D-depois te juro que vou brincar com você de tudo que quiser-digo em seu ouvido o mordendo em seguida,sinto ele se contorcer por baixo de mim.

Saio de cima dele e abro a porta,saio e ele logo em seguida.Tiro meus sapatos e o moletom deixando dentro do carro,olho para o lado e vejo Tae sem o moletom e a blusa,ele realmente queria me provocar?se ele quer jogar vou ter que entrar em seus jogos.

Vou até ele o agarrando pela cintura e o beijando devagar e com segundas intenções.Sua mão direita desce até a minha bunda a apertando forte,vou levando ele em direção ao mar e logo sinto a areia molhada tocar meus pés.Paro o beijo olhando fixamente em seus olhos que estavam cor de mel mesmo ao escuro da noite,seus lábios inchados,seu cabelo bagunçado por conta do vento,seu sorriso,tudo estava perfeito.

-Porque me trouxe aqui?-Ele diz fechando os olhos sentindo a brisa do mar.

-Só queria que sentisse... assim-seu sorriso se abre novamente-feliz...-Ele abre os olhos bem devagar passando seus braços em meu pescoço.

-Mas não preciso disso pra ser feliz, não preciso de Seoul para ser feliz, só preciso estar em Busan ao seu lado,isso já me vem fazendo feliz a muito tempo-sinto meu coração palpitar, sorrio largo o abraçando forte contra mim,sinto uma lágrima escorrer pelo canto de meus olhos e cair sobre seu ombro, não queria nunca o deixar,ele desce seus braços​ abraçando minha cintura me apertando sentindo também suas lágrimas molhando minha regata.

Ele me leva mais para trás ainda me abraçando,uma onda bate em meus pés,levanto minha cabeça e olho fixamente para ele colando nossas testas, não falávamos nada,apenas fechamos os olhos e curtimos aquele silêncio.

Abro os olhos e vou levando até a areia,seguro em suas costas o sentando na areia e sento ao seu lado me deitando em seu colo,suas mãos passam por cada mecha de meus cabelos.

Acho que nunca me esqueceria de seus toques,seu jeito de falar,rir e sorrir,nunca ia esquecer,e sabia que isso também não iria acabar, só queria ter conhecido ele antes de várias pessoas me deixarem,mas sabia que ele não seria esse tipo de pessoa des de a primeira vez que o vi.

Ele estava com a cabeça jogada para trás com um sorriso bobo no rosto, não queria cortar aquele clima tão bom mas teria que mostrar outro lugar para ele hoje.

-Amor...vamos vou te levar em outro lugar-digo sorrindo para o mesmo,que na hora olha para mim com olhos brilhantes.

-Yaa outra surpresa??-ele diz animado,me levanto e o ajudo.Voltamos ao carro então dei a partida e fui em direção a um lugar especial que Tae tanto gostava...parque de diversões.

Já via de longe a luz da roda gigante que iluminava a estrada,os olhos do Tae brilhavam cada vez mais,suas mãos passam pela minha coxa a apertando levemente,ele se mexia animado ao meu lado.

-PARQUE DE DIVERSÕES??,JÁ FALEI QUE POR ISSO TE AMO??-ele da um beijo na bochecha e um no meu maxilar que trava na hora,estava louco para a surpresa depois dessa.

Chego mais perto com o carro no portão do parque que estava lotado e falo para o Tae descer para procurar um lugar,mas uma coisa que acho estranho é que ele pegou na gola da minha blusa e me puxou para um beijo calmo antes de sair do carro,fecho a porta após ele sair e vejo escapar de seus lábios "Eu te amo" que não pude escutar por conta dos barulhos do acelerador.

(....)22:54

Finalmente havia achado uma vaga,mas estava muito longe então sabia que essa caminhada não seria nada animada,ainda mais sem o Tae.Falando nele onde será que ele deve estar?

Ao chegar mais próximo do parque avisto o Tae com dois Algudão-doce em suas mãos, que estava mais afastado de todos,mais próximo da beirada do deck,aceno mas ele não vê,desvio meu olhar para a montanha russa que passava ao meu lado,seu barulho era ensurdecedor.

Quando olho novamente para o local que Tae estava, não havia mais ninguém ali,em meu coração sinto um sensação estranha,corro até o local recebendo olhares de estranhos a minha volta, não havia mais sinal dele por perto,começo a ficar preocupado.

-TAEE-Grito,mas não recebo resposta,ponho minhas mãos no cabelo e olho em volta.Vejo duas sombras no canto da praia,um deles vestia a mesma roupa que Tae...ERA ELE.

POV'S TAEHYUNG

Yaaa Jungkook me trouxe para um parque de diversões,ele me deixa na porta do parque mas antes de sair do carro sinto que deveria que despedir dele de outra maneira,lhe dou um beijo e saio do carro.

Sussurro "eu te amo" do lado de fora do carro,recebendo um sorriso vindo do mesmo que logo da a partido no carro e segue o caminho procurando uma vaga.

Estava com uma sensação estranha a algum tempo,ele não havia voltado faz uma meia hora,decido então comprar Algudão doce de um moço que sempre passava por mim...ele me lembrava alguém não sei quem,deve ser coisa da minha cabeça.

Lhe dou o dinheiro e pego um Algudão doce rosa e um azul para o Kook,estava virado de costas quando sinto alguém me empurrar para frente e me jogar na água,minha vista estava turva,ele me levanta e coloca um pano em meu nariz,ali havia um cheiro horrível que queimava minhas narinas.Não tive tempo de ver o rosto do sujeito, só me lembro de sua cicatriz na sombrancelha.

(.....)23:08

Acordo com a vista embasada na beira da praia amarrado a uma cadeira de ferro com um trapo abafando meus gritos,tentei me mexer mas era uma tortura a cada centímetro que me espremia mais nas cordas.

-Ora,ora,ora,se lembra de mim Taezinho?-sua voz era muito familiar aos meu ouvidos...filho da puta.

Tento gritar mais uma vez mas foi em vão pois o pano em minha boca o abafa.Era meu "pai", estava diferente, seu rosto tinha várias cicatrizes,e seus cabelos agora escuros,suas roupas eram a mesma do cara que me vendeu algodão doce.

-Oi filhinho como vai a mamãe??ela está bem??-Ele tira uma faca de sua cintura-um de seus amigos me disse que se eu te machucasse um pouco, estaria solto...acho que o nome dele era Jimin,e o outro baek...baekyun,ele me ligou e disse que seu "namoradinho" lhe daria uma surpresa hoje,segui o carro da sua mãe até aqui-ele tira o pano que cobria a minha boca.

-SOCORRO,ALGUEM ME AJUDAAA-grito desesperadamente tentando me soltar,mas a ponta de sua faca passa ligeiramente pelo meu pescoço,sinto um gota de sangue cair no meu moletom molhado-Oque quer tanto de mim e da minha mãe?

-Hmm...olha que não sei,talvez te torturar,e os escutar os gemidos de dor dela?-Ele diz colocando sua perna na cadeira e a empurrando,bato minha cabeça na areia.

-Me explica mais sobre esse seu namorado,ele é tão gostoso como você??seu gay de merda,talvez o traga para ver sua morte,sei quem ele é taehyung,posso muito bem passar essa faca no pescoço dele e mata-lo na sua frente.

-N-não meta ele nisso,ele já tem muitos problemas,ele não merece a minha tortura,pode fazer oque quizer de mim,mas não toque em nenhum fio se quer do cabelo do Jungkook.

-Nossa que dor no coração deu do meu menininho,protegendo o namorado??-sua faca passa pela minha bochecha a cortando surperficialmente.

Fecho meus olhos com força, não queria mais olhar para a cara dele,esperava por uma luz para me salvar agora,estava no meio da praia,ainda dava pra enchergar a montanha russa iluminada daqui,se alguém pelo menos viesse para perto da praia me veria.

Meu pai ri do meu desespero,levanta o meu moletom e passa a faca na minha barriga,um sorriso se faz presente em seu rosto,passa várias vezes no mesmo lugar,sentia muita dor,gritava cada vez mais baixo pois já estava fraco.

Quando ele iria enfiar a faca do lado direito da minha barriga,escuto um barulho,não sinto nada,abro meus olhos novamente e vejo meu pai jogado no chão com a mão na barriga gritando de dor,mais a frente havia mais uma pessoa...um homem? ele também estava machucado,mas minha vista estava muito escura ainda mais de noite.

Sua mão passa pelas minhas cordas a tirando, só aí percebo...Jungkook,ele estava muito machucado,sua regata branca era tomada pela cor vermelha.

Quando ia me levantar para abraça-lo,ele cai a minha frente me agaxo o tentando reanima-lo,ele desmaiou,pego ele em meu colo e corro com dificuldade até perto do parque.

Um homem nos vê e vem correndo.

-O que aconteceu??-Ele pergunta desesperado,Jungkook estava todo ensanguentado,estava aos prantos.

-Meu pai o esfaqueou,ele está na beira da praia ferido,mas pode deixar ele lá,por favor me ajuda moço-digo tendo um ataque.

-ALGUEM NÓS AJUDEEE-Ele grita e chama a atenção de mais pessoas,uma delas liga para a ambulância.

Aquele desgraçado tem que morrer,quero muito voltar para mata-lo mas não quero deixar Jungkook sozinho,o que vou fazer?tudo isso é por minha culpa.

(....)23:52

Estava sentado em um banco que havia na ambulância que estava a uma velocidade muito alta.Não poderia perde-lo... não de novo, não aguentaria.

Passo minhas mãos tremulas sobre seu cabelo fazendo ali um carinho,chego perto de seu ouvido e sussuro.

-N-não se preocupe meu amor, não vou sair do seu lado-beijo a sua testa.Ele estava ligado a uma a máquinas de respiração e outra de soro,um enfermeiro chega perto dele e o examina.

-Oh, você é namorado dele né?-Ele se vira para mim,fasso que sim com a cabeça fazendo carinho na mão do Jungkook.

-Sinto muito mesmo,ele perdeu muito sangue por que foi esfaqueado 4 vezes em sua barriga...desejo a você e ele sorte para que tudo dê certo-ele sorri triste e põe uma mão no meu ombro.

(....)3:57

Estava no mesmo hospital que vim quando fraturei a costela,pelo mesmo motivo...meu "pai".Estava na recepção, já havia pedido para tomar banho aqui no hospital, tinha pego umas roupas reservas que trouxe para cá e me trocado,pondo bandaids no meus machucados.Aqui estava frio e vazio,escutava barulho de máquinas a toda hora,isso me matava pois sabia de onde vinha.

Devia estar com olheiras enormes pelo tanto que chorei,avisei os meninos que Jungkook estava no hospital aqui em Seoul, provavelmente eles chegariam só amanhã.Mas até agora não entendi o por que o Baek se envolveu nisso,e esse Jimin ainda vai me pagar por tudo que causou. Vou até uma atendente e pergunto quando poderia ver Jungkook.

-Senhor...Taehyung né?-fasso um sinal de positivo-então agora vou falar como sua amiga, não acho aconselhável você ir lá...eu sei como é ver alguém entubado,precisando de máquinas para sobreviver-cai uma lágrima do canto de seu olho que logo faz abaixa-la a cabeça-Me desculpe falei oque não devia.

-N-não tem problema,eu também sei a sensação,por que já estive nesse estado,mas não posso sair de perto dele agora,fizemos uma promessa,por favor me deixe ficar com ele, não quero deixa-lo sozinho.

-Eu não posso te deixar ir ve-lo agora...mas eu vou te ajudar,se alguém te perguntar fala que eu o autorizei a cuidar do paciente-ela levanta seu rosto,era uma jovem na faixa da minha idade com cabelos curtos e pretos.Em suas mãos estava uma chave,a pego e pergunto o quarto que ele estava.

-Ahh é o quarto 14B...boa sorte pra você e para seu namorado Tae-ela sorri para mim mostrando seu eye-smile,sorrio triste de volta-Obrigado.

Vou até a sala que ela falou,e estava certo...de lá vinha os sons tão perturbadores.Ponho a chave e giro,hesito em abri-la,mas assim fasso.

Sinto minhas pernas ficarem bambas,meus olhos são tomados novamente por lágrimas,minhas mãos começam a tremer.Ando devagar até perto dele.

Estava ligado a mais de 3 máquinas,tento segurar em sua mão,mas estão cheias de fios,arrasto um a cadeira até perto da cama e ali fico,com a cabeça encostada perto de seu braço.

O que me resta agora é esperar que tudo isso seja só um sonho.

Porque não aconteceu comigo?? já sou tão acostumado a me machucar,porque não foi eu de novo aqui??

Ele não merece isso,porque tinha que acontecer bem no momento mais feliz da minha vida?no lugar que mais amo?COM a pessoa que mais amo...

Se ao menos isso tivesse sido diferente,se ele desmarcasse de ir hoje para Seoul em cima da hora,se tivéssemos ficado mais um tempo na praia,se nós tivéssemos ficado naquele sofá bebendo Chocolate quente,se minha mãe tivesse saído com o carro...

Se ele não me conhecesse...isso não teria acontecido.Ele é a pessoa mais importante para mim.

A única pessoa que sempre esteve ao meu lado,a que não me deixou,nem quando estava prestes a morrer...

Ele me mudou,ele me salvou,ele lutou contra os preconceitos,ele me ajudou,ele me cuidou...

Ele...

                  ~{•••}~

"Amor"-Eu disse-e floriu uma rosa embalsamando a tarde melodiosa no canto mais oculto do jardim...Mas seu perfume não chegou até mim.

-Carlos Drummond de Andrade

(Amar se aprende amando)

                  ~{•••}~


Notas Finais


Continua?...

GENTE JÁ FALEI DESCULPA POR TER DEMORADO TANTO?
SE SIM VOU FALAR DE NOVO
MILLLL DESCULPAS.

Eu amo demaissss vcs seriooo 💚💚
Espero que n esteja desepcionada/do cmg,eu realmente chorei fazendo esse cap dhxjndndkdj

Eu nunca vou deixar de postar
É só ter paciência cmg e com minha personalidade bipolar sjndnxj

Aaahhh e esqueci de falar que tbm estava fazendo 2 apresentações na escola por isso não postei no começo do mês.

EU TE AMO VCS MEU AMORES, ATÉ MEUS FANTASMINHAS LINDOS,pfvv se manifestem ❤❤

Kissus de toddynho gelado ❄💙


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...