História Vkook Is Real - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 99
Palavras 2.429
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sim, é o Jungkook e o V dormindo, quero que imaginem eles assim no final no cap, ok?
Boa leitura <3

Capítulo 13 - Boate


Fanfic / Fanfiction Vkook Is Real - Capítulo 13 - Boate

Liguei pra minha mae avisando que iriamos sair, nos arrumamos, e as 18:00 recebi outra ligaçao do Suga

SG: já estão prontos? Vamos passar ai daqui a pouco 

Jk: já, mas pra onde vamos? 

SG: boate 

Jk: BOATE? FICOU MALUCO?

SG: relaxa, não é como você pensa

Jk: não é aquele lugar onde tem umas mulheres girando num mastro?

Suga riu como nunca

SG: não, isso é outro lugar, vamos pra uma balada, só isso 

Jk: bem.. Certo, já estamos prontos, daqui 20 minutos vamos esperar vocês no portão de casa

Ligação OFF

Desliguei o telefone envergonhado por ter confundido os lugares. Tae percebeu e entao perguntou. Quando expliquei, ele riu da mesma forma que o Suga

Jk: pare de rir 

V: fala sério, você nunca foi em uma boate? 

Jk: claro que não. Não costumava sair antes de te conhecer 

V: entendo. -disse rindo. -aquilo se chama pole dance 

Jk: disse pra parar de rir 

V continuou rindo 

V: me faça parar 

Jk: como? 

V: me beije. -disse fazendo biquinho 

Jk: não, to descendo

não que eu não quisesse, mas eu estava bravo, e me fazendo de dificil com ele. Me virei para sair do quarto, e Tae me segurou pela mão, me puxou em direção a ele e me abraçou, senti como se toda minha raiva tivesse indo embora quando senti seu calor

V: você fica tão fofo quando está bravo

Jk: para

V me segurou pelo queixo e me beijou 

V: viu? Eu parei de rir

Sorri

Jk: vamos, daqui a pouco os meninos vão passar aqui

Descemos e ficamos por volta de 5 minutos esperando, assim que eles chegaram vi que J-Hope e Yui também estavam no carro

Jk: oh, olha! Hobi e a Yui estao juntos também?

JH: a-ainda não 

Yui abaixou a cabeça envergonhada.
Começamos a rir da reação dos dois e fomos a boate
Quando entramos, vimos várias pessoas dançando, outras ficando, e decidimos sentar em uma mesa perto do bar e beber. Lá perto do bar não tinha muito barulho, a musica era mais baixa, pois era do lado de fora

V: kookie, você não pode beber, você é menor de idade. -disse em tom de deboche 

Jk: você também não, só é um ano mais velho que eu 

V: droga! 

SG: sem essa, todos vão beber 

J: NAAAAO, SUGA, JA DISSE PRA PARAR DE INCENTIVAR 

SG: Jin, viemos pra nos divertir, deixe eles se divertirem também 

RM: não se preocupe mamãe Jin. Vai ficar tudo bem

Suga então foi até o bar e pegou bebida pra mim e para o V 

SG: por vocês serem menores de idade, eles não vão vender bebidas pra vocês, mas se quiserem mais eu ou alguma outra pessoa vamos lá buscar

Suga me deu um copo com alguma bebida, eu não sabia bem o que era, mas só com um copo já me senti um pouco alterado. Talvez eu seja fraco com bebida, por ser minha primeira vez bebendo, ou a bebida era forte. V parecia normal. Vi Jin e Monster irem dançar. Logo Suga e Jimin foram também. Ficamos só eu, Tae, Hobi e Yui, conversando
Perdi os garotos de vista e eu decidi ir no banheiro, Hobi foi comigo e Yui e o Tae ficaram na mesa. Fiquei desconfiado? Lógico que fiquei, por experiência, já que em menos de um ano juntos já quase deu merda com 2 garotas. Mas mesmo assim fui, decidi confiar nos dois.

JH: jungkook. Posso te pedir um conselho?

JK: sempre. -sorri

JH: acho que estou apaixonado pela Yui, mas estou com um pouco de medo de tentar e dar errado, igual aconteceu com a Yanna. O que devo fazer?

Jk: a Yanna é uma psicopata, não compare Yui a ela. Tenho certeza que a Yui é diferente, ela parece ser legal. Você só vai saber se vai dar certo se tentar. Se der certo deu, se não der estaremos todos aqui pra te dar apoio

JH: obrigada jungkook. Pode contar comigo também no que precisar. -disse dando aquele sorriso doce e animado de sempre

Estavamos voltando pra mesa, mas Yui estava no bar, entao Hobi ficou com ela e eu continuei o caminho pra mesa. De longe podia ver uma garota conversando com o Tae. Não me importei, porque eu confio nele. Cheguei na mesa, passei meu praço por seu pescoço e beijei sua bochecha. Pra se no caso ela estivesse afim dele percebesse que ele namora
Jk: voltei amor. -disse e olhei pra ela

Ela fechou a cara e disse 

G: eu vou indo então, divirtam-se  

E saiu

V: ciumento 

Jk: que? 

V: sei que fez isso pra garantir que ela não dê encima de mim, eu te conheço 

Jk: por que acha isso?

V: você poucas vezes faz o que fez. Me chamar de amor, ou me abraçar pelo pescoço 

Jk: e se eu estiver querendo só ser mais carinhoso?

V: eu acho que é ciumes. -disse sorrindo

O soltei e virei de costas pra ele, cruzando os braços

V: ficou bravo de novo? abraçou-me por trás. -já disse que você fica uma gracinha quando está bravo

Jk: hunf

Tae beijou meu pescoço 

V: você sabia disso? -depositou mais um beijo no meu pescoço, seguido de um chupão 

Eu estava me fazendo de difícil de novo, mas assim eu não vou resistir. Me virei pra ele

Jk: pare de me provocar

V: ou o que? -disse colando sua testa na minha, deixando nossos lábios a poucos centímetros de distância. Não respondi, apenas fiquei perdido nos olhos dele

V: pelo visto nada. -virou-se um pouco e sussurrou no meu ouvido.- vou continuar então 

Ele mordeu minha orelha e colocou a mão na minha perna, senti meu corpo inteiro arrepiar

Jk: Tae, não estamos em casa

V: só pode em casa agora?

Jk: o problema não é não estarmos em casa, o problema é que estamos em uma balada cheia de gente, e eu tenho vergonha

Ele olhou em volta

V: ah sim. Tinha esquecido

(Como ele pode esquecer que eu morro de vergonha quando ele faz isso em público?)

Hobi e Yui voltaram pra mesa

JH: whoo, eles não voltaram ainda? -se referindo a Namjin e Yoonmin 

Jk: eu os perdi de vista, já era pra eles terem voltado 

V: eles sabem se cuidar, daqui a pouco eles aparecem, vai ver eles só queriam um tempo sozinhos 

Concordamos e começamos a conversar

JH: vocês estão quase um ano juntos, não é? Ja pensaram no que fazer?

Jk: eu na verdade não, apenas ir com o Tae pra aquele parque de diversões que fomos nas férias, lembra?

JH: entendi. E você Taehyung?

Tae chamou o Hobi pra perto e sussurrou no ouvido dele. Ele deve estar pensando em algo e quer que seja surpresa. Mas mesmo assim, senti ciume, por um momento eu quis matar o Hobi. Desculpe hyung
(Pare de sussurrar pra ele....)

Hobi fez cara de surpreso e Tae voltou ao seu lugar e me abraçou pelo pescoço

V: e vocês dois?

Yui abaixou a cabeça e ficou corada

Y: eu não aguento mais esconder! Hoseok, eu estou gostando de você. -disse alto, depois abaixou a cabeça mais uma vez envergonhada, e continuou. - desde o dia que te conheci me interessei por você,  mas ai passamos todos os dias conversando nos conhecendo, nos encontrando mais e mais, eu não pude evitar

JH: Yui... -a abraçou. 

V: minha prima seu....

Tampei a boca do Tae 

Jk: vamos deixar vocês sozinhos

Me levantei e puxei o Tae comigo. Fomos pra dentro e dançamos também. 

V: isso faz eu me lembrar de quando me declarei pra você na frente da sua mae

Comecei a rir 

Jk: também me lembrei disso. 

V: foi um tempo dificil, mas ainda bem que passou 

Jk: sim. Seus pais foram muito gentis em me acolherem em casa, e nos aceitarem 

Tae olhou pro lado, me olhou, e fez isso repetidas vezes

V: kookie, tive uma ideia 

Jk: qual? 

V: nós dois gostamos de cantar e dançar, não é? 

Jk: ah não... 

V: tem um palco ali... 

Jk: sem chance 

V: e eu estou vendo microfones... 

Jk: nem pensar 

V: só dessa vez, vai, me diz uma coreografia que você saiba dançar 

Jk: não 

V: ok, vamos só cantar entao 

Jk: não 

V: por favor 

Jk: já disse que não 

V: ok, você que sabe. Quer beber algo? 

Jk: sim, pegue alguma coisa pra mim 

V foi e buscou a mesma bebida que suga trouxe pra mim 

V: que sorte, o barman não pediu minha identidade 

Bebi metade do copo e comecei a me sentir meio tonto, mas ainda agia por mim mesmo 

Namjin nos encontrou

RM: estão se divertindo? 

Balançamos a cabeça positivamente 

J: nao exagerem na bebida vkook, vocês não podem mostrar sinais de embriagues pros pais de vocês, se não vai ser um problema 

Jk: tudo bem, meus pais dormem cedo, e o Tae vai dormir lá em casa, né?. -disse mordendo o lábio e olhando pro Tae 

V retribuiu o olhar e baçançou a cabeça positivamente 

J: mesmo assim não exagerem.

Terminei de beber e pensei "se eu e o Tae  cantássemos ali seria divertido, por que eu rejeitei aquilo?"

Jk: Tae, bora lá cantar? 

V: só se for agora 

Jk: Namjin, nos observem 

Aquecemos e fomos até o palco, ligamos os microfones e começamos a cantar. Eu estava alterado, mas ainda assim podia cantar normalmente. Vi Namjin e Yoonmin irem pra frente do palco nos observar. Yui e Hope ainda estavam na mesa do bar, provavelmente não nos viram. Cantamos umas 3 musicas, mas no meio da 4° os seguranças ameaçaram nos expulsar, por não termos pedido permissão pra cantar ali. Ignoramos e continuamos cantando, mas antes de terminarmos a música, os seguranças nos puxaram pelo braço e nos expulsaram. Namjin saiu com a gente, e Yoonmin foi avisar Yui e o Hobi que fomos expulsos e logo sairam também. Começamos a rir

J: o que vocês estavam pensando? Subir num palco e começar a cantar -disse rindo 

JM: ah, eu estava gostando

SG: pra onde vamos agora?

Jk: pra casa?

RM: que desânimo Jungkook, a noite mal começou

JH: gente, tenho algo pra dizer a vocês. Eu e a Yui..

Tae teve a mesma reação que teve em sua festa, e há algumas horas atrás 

V: minha prima, maldito- olhando pro Hobi. - meu amigo, maldita. -olhando pra Yui

Rimos da reaçao dele

V: apenas sejam felizes, vou deixar dessa vez, mas só dessa vez

Hobi sorriu e abraçou a Yui

RM: Já decidiram pra onde vamos?

SG: aqui não tem uma casa que era assombrada e hoje ela é ponto turístico? Se não me engano ela só abre a noite

JM: tem sim, vamos lá? 

Senti Tae segurando a minha mão e tremendo

Jk: acho melhor eu e o Tae irmos pra casa, divirtam-se 

V: não! Eu quero ir

Jk: Tae... -falei baixo 

V: quero superar esse medo que eu tenho... Por favor kookie, só vou me sentir seguro se você estiver comigo

Jk: você vai ficar bem? Caso contrário voltaremos pra casa

V: só se você for comigo

Jk: vamos então. Eu e o Tae topamos

Todos quiseram ir também. Era um pouco longe, demorou uns 40 minutos pra chegarmos, quando chegamos Tae me abraçou, afundando seu rosto em meu peito e começou a tremer de novo. 

Jk: calma, nós nem saimos do carro ainda. -acariciei seus cabelos
Entramos na casa, ela era realmente bonita, e grande, eu compraria essa casa se estivesse a venda, e se não soubesse que ela ja foi, ou é assombrada. 
A instrutora nos guiou pela casa inteira, nos dizendo a história da casa, e ela disse para não tocarmos em nada, pois pode ter um objeto amaldiçoado, que se tocarmos podemos ter o azar de sermos assombrados, eu nao acreditei muito nisso, mas não toquei em nada por respeito a moça, já estavamos quase terminando de ver a casa. 

I: ainda falta o porão, poucos visitantes vão pra lá por terem medo. Vocês querem ir?

Nos olhamos com cara de "vamos pra ver no que vai dar" e fomos
O piso do porão era de madeira, e a medida que andávamos, a madeira rangia, o que fazia aquele lugar mais assustador

I: foi neste lugar onde a familia que morava aqui foi encontrada. Todos eles estavam mortos, menos a filha mais nova, que foi socorrida e hoje é uma escritora. Ela já escreveu um livro contando como foi toda essa experiência que eu contei de forma resumida pra vocês

Olhamos o lugar por um tempo e paramos todos perto um do outro. Ouvimos barulhos da madeira rangendo, mas estavamos todos parados, então o que estava fazendo aquele barulho?

I: acho melhor irmos, rapido! 

Subimos as escadas correndo, todos ali estavam com medo. Afinal, estar em uma casa assombrada e ouvir uma madeira rangendo quando não tem ninguem se mexendo, a primeira coisa que passou em nossas cabeças foi que tem algum fantasma lá. Saimos da casa e ficamos em frente o carro. V me segurou forte, mais forte que das outras vezes, dessa vez parecia até que ele tinha me agredido, meu braço estava roxo, percebendo o medo dele, o abracei.

Jk: ei, eu estou aqui, não precisa ter medo, sem falar que já saimos da casa

V: desculpa Kookie, não percebi que estava te apertando tão forte

Jk: não foi nada- o abracei. -se isso fez com que você se sentisse mais seguro, está tudo bem.

Eu também estava assustado, mas tinha que passar confiança pro Tae.
Decidimos voltar pra nossas casas

JH: uau, isso foi assustador

JM: nem fale, acho que não vou poder dormir a noite 

SG: eu deito com você e te faço carinho até você dormir 

JM: que? Não consigo me acostumar com você dizendo coisas assim. -disse sorrindo 

SG: ah, deixa eu tentar ser fofo, vai. -disse beijando o rosto do Jimin, que ficou corado 

Jk: Jimin, se você ficou com medo, imagina o Tae, olha meu braço. - falei mostrando o braço roxo, pra rirmos um pouco e tirar aquele clima pesado.

RM: Tae, quando você vai deixar de descontar seu medo no braço do Jungkook?

V: boa pergunta

Rimos e chegamos em minha casa

Jk: vão com cuidado

J: pode deixar

E foram embora

V: e vou buscar umas roupas em casa.

Jk: tem certeza? Seus pais não vao acordar?

V: eles têm o sono pesado. Vou aproveitar e deixar um bilhete avisando que vou dormir na sua casa de novo

Jk: ok, enquanto isso entao eu vou ir arrumar nossa cama e..

V: não... Vem comigo

Jk: esta com medo ainda? Ok, vamos

Fomos na casa do Tae, pegamos suas roupas e voltamos pra minha casa. Tomamos um banho e nos deitamos de conchinha, mas dessa vez, eu estava abraçando o Tae, pois queria passar segurança a ele. Já estava quase dormindo, mas o Tae me despertou

V: Kookie, não consigo dormir

Jk: não tem o que ter medo, eu estou com você 

Então ele se virou pra mim, me abraçando também e me beijou. Ele parece uma criança quando está com medo. Gosto desse lado dele. Eu poderia ficar o encarando até amanhecer, mas eu peguei no sono rapidamente 


Notas Finais


A fic está pra acabar já vkookas :( só restam 6 itens na lista, isso se não me vir mais ideias
Mas eu ainda vou fazer 3 especiais, Yoonmin, Namjin e também do Hobi e a Yui, que até agora não juntei os nomes pra fazer um shipp aehauheu com isso 9 itens. Também estou pensando em logo que terminar essa história, começar outra, mas dessa vez vai ser um imagine BTS. Seria um tipo de história shoujo-harém, onde obviamente os personagens se apaixonam pela heroina. Algo tipo o anime uta no prince-sama. Que eu não consigo assistir sem lembrar do BTS. enfim. É isso~~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...