História Você Ainda Estaria Aqui? - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bottom!jimin, Jikook, Jimin, Jimin!bottom, Jk!top, Jungkook, Jungkook!seme, Jungkook!top, Kookmin, Namjin, Taeseok, Taeyoonseok, Top!jungkook, Vhope, Yoonseok
Visualizações 53
Palavras 2.152
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção, Lemon, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shonen-Ai, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


mais um capitulo pra encher linguiça
eu só realmente quero deixar a historia mais romantiquinha e com momentos engraçados entre os amigos
e nesse capitulo tem vhope (ou taeseok) e namjin também mores
E TEM UM POUQUINHO DE JIHOPE
E DE YOONMIN
DESCULPA EU SHIPPO TODO MUNDOKKKKKKK
um pouco, mas tem
rs
btw, eu queria fazer uma pergunta pra vcs, o fato de o jungkook ter beijado o taehyung uma vez e eles serem primos, faz ser necessário que eu coloque "incesto" nas categorias da fic?
eu realmente preciso saber disso
boa leitura

a
e desculpem os erros

Capítulo 15 - Temos talentos escondidos no grupo?


Fanfic / Fanfiction Você Ainda Estaria Aqui? - Capítulo 15 - Temos talentos escondidos no grupo?

Jimin estava agarrado aos lençóis com os olhos fechados. Ele provavelmente estava dormindo, e tendo um sonho não agradável – nada agradável mesmo – pois não parecia ser um sonho erótico. O garoto estava agarrado aos lençóis e se contorcendo, com medo. Jungkook se aproximou e sentou ao lado do garoto, que instantaneamente deu um grito, mas ainda sem abrir os olhos.

 

— Jimin — Jungkook colocou a destra sobre o ombro de Jimin, que ainda se remexia na cama — Acorda. Por favor.

 

A respiração do mais velho começou a se desregular, ficando ofegante demais. Jungkook balançou o garoto na cama, que ainda não acordou. Torceu o nariz e aproximou o rosto do garoto, depositando no mesmo um beijo em sua bochecha.

 

— Jungkook? — Jimin pronunciou, com os olhos abertos, olhando para Jungkook com uma expressão assustada.

 

— Parece que temos uma branca de neve aqui — o mais novo sorriu de lado se levantando — Troque de roupa, já é manhã. Vamos tomar café.

 

— Espera — Jimin segurou seu braço assim que o garoto tentou se virar — Por que você me deu um beijo na bochecha?

 

— Você estava tendo um pesadelo — Jungkook levou o polegar até a bochecha do garoto, acariciando-a — Te chamar não adiantou, então minhas opções eram te dar um beijo ou te jogar um balde d’água — disse simplista e se afastou, indo levantar o colchão que estava no chão.

 

Jimin suspirou e caminhou até o banheiro. Passou as mãos em seus fios negros, como de costume, se olhando no espelho. Fez sua higiene matinal e abriu a porta do banheiro, vendo Jungkook sentado na cama, mexendo no celular. Deve estar falando com o Taehyung, pensou e suspirou, fazendo o mais novo virar seu olhar para ele.

 

— Eu esqueci de pegar minhas roupas — sorriu e Jungkook sorriu de volta.

 

— Muito bem, senhor Park, o que deseja vestir? — o garoto se levantou, colocando a mala de Jimin em cima da cama, abrindo a mesma.

 

— Você pode escolher — disse e Jungkook sorriu mais — Mas seja rápido, estou com fome. — fez um bico, mesmo que o mais novo não pudesse ver.

 

— Muito bem, Park Jimin. Você hoje se vestirá como um Jeon. — pegou uma camisa social branca e uma calça jeans azul na mala do garoto, caminhando em passos rápidos para entregá-las ao mesmo, que esperava na porta do banheiro — Só faltou uma timberland pra completar o conjunto, mas meus sapatos não cabem em você.

 

Jimin fez um sinal com a cabeça, agradecendo o mais novo, e voltando para dentro do banheiro. Fechou a porta e despiu-se rapidamente, entrando no box e ligando o chuveiro. Tomou uma ducha rápida, não poderia demorar muito – e nem queria, estava morrendo de fome – e provavelmente Jungkook já estava com fome também.

Colocou a calça jeans azul, que ficou extremamente apertada em seu corpo – mais do que o normal, provavelmente havia engordado – e a camisa social branca. Deixou o botão de cima da camisa aberto, deixando a mostra parte de sua clavícula. Bagunçou seus cabelos e abriu a porta do banheiro. Dessa vez Jungkook estava jogado na cama, mexendo no celular que estava suspenso em suas mãos, em cima de seu rosto.

 

— Pronto — a voz de Jimin se fez presente no cômodo e Jungkook abaixou o olhar, ainda deitado. Sua boca se formou em um perfeito “O”, e ele derrubou o celular em seu rosto, fazendo Jimin rir.

 

— Parece que o estilo Jeon ficou mais bonito em você do que em mim — disse, se sentando na cama, o que levou Jimin a observar suas roupas. Estava vestido exatamente igual ao mais velho, só que usando suas timberlands, como de costume.

 

— Somos irmãos gêmeos. — o mais velho sorriu, enquanto pegava seu all star de cano alto, que estava na beirada da cama.

 

— Acho que não. Falta um pouco de altura em você. — Jungkook sorriu e Jimin jogou o sapato na direção do garoto, que apenas o segurou com uma mão, devolvendo-o para o mesmo.

 

— Você fez curso pra ser idiota?

 

— Você fez curso pra ser sexy? — Jimin sentiu seu corpo travar. Deixou o tênis que segurava cair no chão – mais especificamente em seu pé – o que o fez voltar para a realidade — Eu estou brincando, Jimin. Calma.

 

— Estou calmo — tentou manter o tom de voz sério, o que fez Jungkook rir.

 

Jimin calçou os tênis e se levantou, dando alguns passos sem sair do lugar, para se acostumar com o sapato que não usava há um tempo. O mais novo caminhou até a porta, destrancando-a com a chave reserva, e abriu espaço para Jimin passar.

 

— Primeiro as damas — disse risonho e Jimin deu um soco em seu ombro antes de passar pela porta.

 

Desceram as escadas juntos, e, assim que chegaram ao último degrau, escutaram uma música vindo da cozinha. Jungkook olhou para Jimin, fazendo sinal para que ficasse em silêncio. Estendeu a mão para o mais velho, que a segurou enquanto caminhavam em passos silenciosos à cozinha. Jimin colocou a cabeça no vão entre a porta e o batente, observando dentro da cozinha.

Yoongi estava sentado no balcão, com um papel em suas mãos, enquanto cantarolava junto com a música – muito conhecida pelos dois ali – e Lisa o observava com atenção, parecia esperar sua vez.

 

But you promised her, next time you'll show restraint, you don't get another chance, life is no Nintendo game — Lisa sorria ao observar a dificuldade que o garoto tinha para pronunciar algumas palavras em inglês, mas persistia — But you lied again now you get to watch her leave out the window, guess that's why they call it window pane — ele respirou fundo.

Jimin e Jungkook estavam estáticos, impressionados com a capacidade vocal e rapper do garoto. A voz de Lisa pôde ser ouvida, e os dois voltaram sua atenção para a garota.

Just gonna stand there and watch me burn, but that's alright, because I like the way it hurts — cantou perfeitamente afinada, o que assustou até mesmo Jungkook.

Just gonna stand there and hear me cry, but that's alright, because I love the way you lie — Jimin começou a cantar e abriu a porta da cozinha para entrar, Jungkook tentou impedir o garoto, mas foi inútil.

Entrou atrás do mesmo, que continuava cantando o refrão com a garota. Jungkook estava impressionado, tanto com sua irmã quanto com a habilidade vocal de Jimin, e o fato de ele ter pronunciado as palavras perfeitamente bem. Yoongi pulou da bancada, jogando as folhas com as letras no chão, com os olhos arregalados.

 

— Há quanto tempo estão aí? — ele perguntou assim que os dois pararam de cantar.

 

— Acabamos de chegar — Jungkook deu de ombros — Há quanto tempo você canta?

 

— Não só canta, nosso menino Suga também compõe! — Lisa disse e Yoongi corou.

 

— É mesmo? — Jimin perguntou animado, abraçando a garota pelo ombro.

 

— Uma dessas folhas amassadas é uma letra que ele escreveu.

 

— Jura? — Jungkook sorriu travesso, correndo rapidamente até as letras jogadas no chão. Yoongi tentou o impedir, mas o mesmo levantou as mãos segurando os papéis, fazendo com que fosse impossível que o mais baixo o alcançasse.

 

— Não é grande coisa. — o garoto de cabelos esverdeados bufou.

 

— “Sangue, Suor e Lágrimas”? — Jungkook perguntou, lendo o título da música.

 

— Lê a letra que você entende. Eu sei que é isso que você quer.

 

— Vou fazer melhor que isso. — disse e Yoongi arqueou uma sobrancelha — Nós vamos fazer uma manhã de karaokê. Nós vamos cantar a música que você compôs.

 

— O quê? Ninguém pode saber disso! — o mais velho tentou protestar, mas Jimin o deu um beijo na bochecha, pedindo calma. Jungkook sentiu ânsia.

 

— Muito bem então, vamos tomar café da manhã e depois vocês cantam! — Lisa disse, se virando para o fogão.

 

— A senhora também vai cantar. — Jimin disse.

 

— Eu cuido do arranjo musical. — a garota piscou e Jimin voltou seu olhar para Yoongi, que reclamava.

 

. ⋇.

 

| 09:56 |

 

Todos se reuniram no sofá da sala. Jin, Namjoon e Yoongi não pareciam nada animados com a situação. Namjoon nunca gostou de cantar de fato, fazia algumas rimas improvisadas no chuveiro ou enquanto fazia alguns cafés para seus clientes. Yoongi apenas gostava de passar o tempo tentando fazer algum rap, mas preferia se focar em seu trabalho, e Jin apenas não estava no clima. Lisa desceu as escadas correndo com um pequeno aparelho de som, colocando-o sobre a mesa.

 

— Muito bem, eu fiz meio às pressas, e vocês vão ter que se virar pra acompanhar. Improviso. — a garota deu um pulinho quando ligou o som — Quem começa?

 

— Eu... posso começar. — Jimin disse hesitante, e a garota concordou com a cabeça. Ele segurou a folha com força em suas mãos.

 

(N/A: Como a fanfic já se passa na Coreia e eles FALAM COREANO lá, eu vou colocar a música em português, no caso, como eu acho que ela é em português, segundo nosso querido site de letras de músicas, já que eu não sei falar coreano. As únicas partes que vão ficar como ela é originalmente escutada são as partes em inglês. Grata)

 

— Muito bem. Vamos lá.

 

Meu sangue, suor e lágrimas, minha última dança, pegue tudo e vá — o garoto estendeu a voz por alguns segundos na parte final, alternando entre tons mais agudos e mais graves.

 

Jimin entregou a folha para o rapaz a sua esquerda, Jungkook.

 

Meu sangue, suor e lágrimas, minha última dança, pegue tudo e vá — Jungkook fez a mesma coisa que Jimin, mas estava mais tímido que o garoto, já que não tinha o costume de cantar.

 

Meu sangue, suor e lágrimas — Jimin cantou novamente, observando a folha que estava na mão de Jungkook, fazendo com que o garoto o olhasse confuso — Desculpe, me empolguei — disse assim que o ritmo da música tomou conta do local, sem nenhuma voz para cantar naquele momento.

 

Jungkook balançou a cabeça negativamente, sorrindo, e entregou a folha para o rapaz à sua esquerda, Namjoon, que entrou em desespero e apenas passou a folha adiante, entregando- a para Yoongi, que sussurrou “você vai depois” para o garoto.

 

Todo meu sangue, suor e lágrimas — suspirou brevemente, não acreditava que estava fazendo aquilo — Meu corpo, coração e espírito, você sabe que eu sou seu, é um feitiço que me pune. — suspirou novamente e devolveu a folha para Namjoon, que parecia apavorado.

Peaches and cream, sweeter than sweet — o garoto começou a ficar vermelho, mas tentava controlar sua respiração para não estragar tudo. Estava tudo indo muito bem. — Chocolate cheeks and chocolate wings — suspirou brevemente — Mas as suas asas são as asas de um demônio — arregalou os olhos ao lê-lo, o que fez todos rirem baixo — Antes da sua doçura, há um gosto amargo, amargura.

 

Namjoon apenas jogou a folha em qualquer direção, enfiando sua cara em seus próprios joelhos. Estava envergonhado demais para sair dali, e principalmente para continuar cantando. Hoseok pegou a folha que voava pelo ambiente.

 

Beije-me, não importa o quanto doa, torne este laço mais forte — olhou para Jimin, que corou, e Jungkook fulminou de raiva — Até que não possa doer mais, querido, — alterou a letra, já que no papel estava escrito a palavra no feminino —  tudo bem me embriagar, porque agora eu só bebo você, no fundo da minha garganta está o whisky chamado “você”.

 

Terminou de cantar e antes mesmo que pudesse entregar a folha para alguém, Taehyung praticamente subiu em seu colo para cantar o que vinha em seguida. Hoseok corou.

 

Meu sangue, suor e lágrimas, minha última dança, pegue tudo e vá.

 

Meu sangue, suor e lágrimas, minha última dança, pegue tudo e vá. — Jungkook cantou do outro lado da sala, completando a fala do primo, dessa vez foi Jimin que fulminou.

 

Eu quero isso muito — Hoseok cantou, dessa vez olhando para Taehyung, enquanto repetia a palavra “muito”, sendo acompanhado pelos outros.

 

A música continuou, Hoseok cantou novamente, sendo seguido de Yoongi e depois de Jimin.

Assim que Jimin começou a cantar novamente, ele se levantou, balançando os ombros e os quadris enquanto acompanhava o ritmo da música e de sua voz.

Todos o olharam sorrindo, e Hobi levantou para o acompanhar, dançando de uma maneira desajeitada.

 

Me mate suavemente — Taehyung cantou, segurando Hobi pelos ombros enquanto se levantava do sofá.

 

Cubra meus olhos com as suas mãos — Jungkook levantou, posicionando-se atrás de Jimin, enquanto colocava suas mãos nos olhos do mais velho.

 

Não posso resistir de qualquer forma, nem se quer posso fugir mais — Jin finalmente cantou, ainda contragosto, olhando para Namjoon — Porque você é tão doce — ele passou o polegar pelo lábio do mesmo — Tão doce — sorriu enquanto o garoto de cabelos roxos corava — Você é muito doce.

 

Meu sangue, suor e lágrimas — Jimin cantou novamente enquanto tentava tirar as mãos de Jungkook de seus olhos.

 

O ritmo da música continuou, e Jungkook se aproximou mais de Jimin, abraçando-o por trás, ainda com as mãos em seus olhos. O mesmo suspirou ao sentir as mãos do mais novo em sua cintura. Yoongi coçou a garganta.

 

 

— Parece que eu to sobrando aqui. Não quero atrapalhar vocês. 


Notas Finais


MANHI MANHI

agr vem a questão: nosso querido suga tá com ciume do jimin, do jungkook, do tae ou do hobi???????
HMMMMMMMM
a proposito, a musica que ele cantou com a lisa é Love The Way You Lie, do Eminem com a Rihanna, caso alguém não conheça


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...