História Você ama? - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo
Personagens Jason Grace, Piper Mclean
Tags Jasiper
Visualizações 61
Palavras 1.275
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oin <3
Gente a ~tety12345 é uma fofa <3 Amodorei ela de mais.

Capítulo 4 - Eu só vim aqui para confirmar mesmo


A semana passou como um borrão, os dias, as horas, tudo parecia correr, e então a sexta chegou e, diferente dos outros dias nada passou rápido de mais, as horas pareciam século. Tudo lento de mais, tudo...

— Senhorita Piper! - O professor, Febo, chama minha atenção.
— Sim...?   - Pergunto com um sorriso amarelo no rosto.
— A sua fala.
— De qual cena?
— Cena II, Jardim dos Capuletos. Depois do Baile de Máscaras.
— Ah sim! - abaixo a cabeça e me concentro: — Ai de mim Romeu!
 Graças à perna quebrada de Drew eu fiquei com o papel de Julieta e à ama (meu antigo papel) ficou para uma menina chamada Ella.

— Oh, fala outra vez anjo de luz, pois é assim que te vejo. És o mensageiro alado do céu. -Jason diz, nós dois ficamos próximos de novo e até voltamos a conversar na saída. Eu finjo que não escuto a fala dele já que a minha personagem está na varanda e o personagem dele está no jardim, escutando o que a minha diz sobre o amor proibido deles.

— Oh, Romeu, Romeu! Por que tu és,Romeu? Nega teu pai, rejeita teu nome por mim. Ou então jura teu amor por mim que não serei mais uma Capuleto.

— Continuarei a ouvi-la ou falo com ela agora?
— Somente teu nome é meu inimigo. Como desejo que tivesse outro nome. Renega teu nome odiado que não faz parte de ti, e me terás inteira.
— Então me chama somente de amor e serei de novo batizado. - Agora olho para baixo. Ainda não montamos o cenário mais mesmo assim faz parte eu ter que olhar para baixo fingindo procurar o Romeu - que está a minha frente com as folhas da fala dele.
— Conheço o som desta voz! Não és Romeu? Não és um Montecchio?
— Nem um, nem outro, se os dois te desa...
— NÃO! Assim NÃO! Jason falta confiança em suas palavras e Piper, querida tente ser mais convincente, não parece que vocês dois se amam. Isso não está nada bom! - Apollo interrompe a fala de Jason e diz tudo isso, me sobe uma fina camada de raiva, será que o professor não vê que estou dando o meu melhor? Ele não percebe que não sou nenhuma das minhas duas meias - irmãs. Não sou a perfeita e amada Silena e não eu não sou a linda e irritante Drew!
— Ok, eu vou tentar ser no próximo ensaio.
— No próximo ensaio eu quero os dois apaixonados, pelo menos aqui dentro vocês deverão parecer o melhor casal do mundo, o casal água com açúcar.
— Ta. - digo baixinho.
— Quer saber? - pergunta o professor, sem esperar resposta — VAMOS COMEÇAR DO INICIO. CENA UM, WILL, DAKOTA, BILL, MICHAEL YEW, TOM, MALCOLM, LEE FLETCHER, TRAVIS, ESTHER, CLARISSE LA RUE E MICHAEL VARUS, JÁ PARA O PALCO.
  Primeiro entra Sansão (Dakota) e depois Gregório (Michael), os dois estão com espadas falsas na mão.
— Dou minha palavra caro Gregório, não devemos levar desaforos para casa.
— Está certo.
— Se me desafiarem puxo minha espada e lavo com sangue a honra.
— Até o latir do cachorro dos Montecchio que irrita! E por falar em cães veja quem vem lá.
—  Minha espada está  aposta. -  Abraão ( Bill) entra em cena.
— É para nós que fazes cara feia senhor?
— Não. Talvez algum assombro, quem sabe.
— Quem sabe não és um.  - Baltazar (Buford) abre a boca para falar a sua fala e o sinal bate.
— Senhorita McLean e senhor Grace, esperem um pouquinho, enquanto os outros estão todos dispensados.
Notei vários olhares estranhos do tipo: "Nossa essa menina que é a filha de Tristan Mclean?" e apenas por esses olhares e por revelar meu segredinho de dois meses e meio, amaldiçoou meu professor Febo pelo resto a vida dele. Na escola as únicas pessoas que sabiam alguma coisa sobre mim eram meus amigos.

— Sim, professor?
— Eu queria meio que me desculpar peguei pesado com vocês durante a aula, vocês dois são uma ótima dupla é só que essa peça tem que sair perfeita.
— Ah, não tudo bem professor, nós entendemos o quão importante é a peça. - diz o Senhor Perfeito Grace ao meu lado.
— Ótimo. Agora se quiserem podem ir.
— Tá, tchau e obrigada Professor.
Saio correndo da sala de teatro, uma coisinha horrivel sobre essa sala: Ela é a última (Literalmente), ela fica depois de todas as salas 'normais', da biblioteca, da quadra poliesportiva e da sala de informática; quando já estou um pouco longe da sala paro de correr e, somente ai percebo que Esther está me acompanhando. Dou de ombros e continuo andando.
— Então Piper o que o professor queria?
— Ah? Nada de mais, ele falou algo sobre eu e Jason atuarmos bem.
— Ata...
— Como eu disse nada de mais.
Aumentei o passo e passei na frente dela, não que eu estivesse com pressa para ir ao refeitório é só que não quero ficar de papo furado com ninguém, hoje é um dia especial, preciso estar calma mais nada coopera para isso. Chego ao refeitório e encontro aquele lugar na maior zona, sério parece que umas manadas de animais variados invadiram o sempre quieto refeitório.
Sigo para a fila de cantina e pego minha comida vegetariana de sempre que a linda da Raquel (a tia da cozinha) guardou para mim, vou para a minha mesa e encontro meus amigos lá, olho rosto por rosto e encontro três (visitantes?) novos rostos, sendo que dois  deles eu já conhecia.
— Oi Will, Clarisse... - ergo minha sobrancelha para a ruiva que senta ao lado de Frank.
— Oi Piper.
— Olá.
— Rachel!
— Oi, Will, Clarisse e Rachel.
— E nós não recebemos "oi", Piperzinha? - Perguntou meu adorado e querido Leo Valdez.
— Não! - faço um biquinho e me sento de braços cruzados. Tanto os meus amigos quanto os vizitantes ( assim espero) deram risada da minha cara.
— Ainda só comendo mato senhorita McLean? - Pergunta Thalia com algumas gotas de sarcasmo na voz, olho para ela com um olhar mortal.  Não respondo.
— Tata deixa ela. - diz à voz que eu reconheceria até se estivesse de olhos fechados. Olho para Jason.
— Hey cara! - Leo e ele trocam um soquinho. — Você sumiu.
— Andei ocupado, agora, por favor, abram espaço para o divissimo Jason Grace.
— Cof Cof Convencido Coff Cofff. - Percy recebe um tapa na cabeça e Annabeth deixa escapar um risinho.
Os nossos visitantes olhavam para a cena como se nós fossemos loucos.
— O que você quer Jay? - A irmã dele pergunta.
— Quero conversar com a minha amiga Piper e com todos os meus outros amigos que estão sentados nessa mesa.
— Então fala com ela e com os seus amigos. - Frank e eu reviramos os olhos quase que em sincronia.  Jason se sentou ao lado de Hazel que hoje está quieta, e começou a comer a sua gordurosa comida. Volto minha atenção para a minha salada e o meu maravilhoso hambúrguer de lentilha, começo a comer em pequenas garfadas, quando sinto duas mãos envoltas dos meus olhos, as mãos são frias e um pouco ásperas.

— Adivinha quem é?
— Maxon é você?  - A pessoa tira as mãos e me vira para ele.
— Quem é Maxon, Piper? - Pergunta Dylan.
— Não é ninguém real. O que faz aqui? - Pergunto para ele me esquecendo do resto do grupo.
— Vim apenas ver se ainda está de pé o nosso cinema.
— Ah, sim. ÁS oito né?
— Aham, bem eu só vim aqui para confirmar mesmo, até mais.
— Até. - sorrio para ele que se afasta lentamente.

Viro-me novamente para os meus amigos e todos me olham com uma cara maliciosa, bem, todos menos Jason, que parece bem emburrado.

 

 


Notas Finais


E então?

Aqui colegans a receita do Hambúrguer de lentilhas para quem não conhece essa maravilha: http://gordelicias.biz/index.php/2015/02/27/hamburguer-de-lentilha/

E Ele em imagem caso fiquem com preguiça de olhar a receita:
(Quando eu entrar no Spirit pelo celular respondo os comentários do capitulo anterior)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...