História Você disse que era tesão - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 7
Palavras 431
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - Me trate


Fanfic / Fanfiction Você disse que era tesão - Capítulo 1 - Me trate

Eu me machuco, vez após vez, a cada respirada, imaginando o que anda me faltando, se parece que estou completa. Mas então a velha amiga chega, a noite perdura, e os pensamentos transbordam. E me dou conta, de que fiz planos pra nós dois, sem saber se estaria aqui no dia seguinte. Quando no momento que derrubei meus muros por você, você virou as costas e sumiu. E agora tem mais de uma semana, que ando nem lá, nem cá, com o coração na mão, o dedo digitando palavras desconexas, procurando uma forma de aliviar sua falta. E minha boca procura a garrafa - agora vazia - de bebida, por que qual a melhor forma de te apagar? (Ainda procuro saber).

Você disse que era tesão, que eu apenas procurava alguém pra me saciar, e é verdade, mas preciso saciar o coração e os lábios, não a carne. Preciso saciar meus sentimentos famintos, que buscam os seus - que não existem -, porque eles precisam ser alimentados, e eu também. Então pelo menos uma vez, vire um homem e me empurre, contra uma parede ou seus braços, e me encha de beijos, porque não preciso de juras. Então pare de fugir, você já tem idade suficiente para parar de brincar de pique esconde. Onde está toda sua coragem? Se sempre que lhe toco o coração, você se esconde entre as pernas de sua mãe, sussurrando para que ela te proteja. Aprenda, que você não pode fugir para sempre, uma hora tudo te acha, e espero não estar perto quando seus demônios te acharem mais uma vez.

E eu sou tão tola, ainda continuo atrás de você, mesmo com você não respondendo minhas mensagens, e falhas tentativas de lhe chamar a atenção. Preciso me conformar que não é pra ser, mas preciso que digam isso pro meu idiota coração que sente demais e não esquece rápido.

E odeio a mim por continuar rastejando para você, sendo que me trata como um antibiótico, ou um animal de estimação: me dá um pouco de atenção e carinho, e acha que já está bom de cuidados. Me trate como eu mereço ser tratada, porque não sou consolo, então engula suas palavras se elas forem sair apenas para pedir minha ajuda e em seguida sumir. Porque eu preciso de alguém presente, em carne, osso, sentimentos e alma, porque não pretendo adicionar mais um abandono a lista. Então fique se for amar, fique se quiser, fique se conseguir, fique se eu for o suficiente, fique para se entregar inteiro. Porque não aceito metades, um coração pela metade nunca bate.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...