História Você é a Luz que me Ilumina - Capítulo 16


Escrita por: ~ e ~GabyArmyforever

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Interativa, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga
Exibições 16
Palavras 3.402
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


OEEEEEE
Primeiramente,
DESCULPA POR FICAR 2 MESES SEM ATUALIZAR POR FAVOR ME PERDOOOOOOOEEEEEEEMMM!!!!!!!

E aí?
Quem mais morreu e ressucitou com Blood Sweet & Tears? O.o



Capítulo 16 - *sem criatividade para título*


Fanfic / Fanfiction Você é a Luz que me Ilumina - Capítulo 16 - *sem criatividade para título*

11/08/2016 ~ segunda-feira

10:47 ~

Pov's Jimin

Eu estava no quarto perdido em meus tristes pensamentos, de novo, quando eu senti uma sede, provalvelmente porque fazia um dia inteiro que eu não engolia uma gota de água. Decidi levantar da minha quente cama e ir à cozinha pegar uma garrafa de água, no camimho esbarrei com Jungkook e ele nem sequer reparou no meu estado, e,  pra ser sincero, nem eu havia reparado.

Jungkook - J-Jimin? Você viu o Jin? Preciso falar com ele!

Apenas neguei com a cabeça e fui em direção à geladeira, peguei a garrafa enorme de água voltando pro quarto.
Me surpreendi com o fato do Jeon estar procurando o hyung, geralmente é ele quem o procura.
Cheguei no quarto e percebi que tudo estava dersoganizado, eu nem sequer havia reparado o que a minha triste paixão havia feito comigo.. aqueles olhos me encantavam de um jeito inesplicável, me fazendo suspirar e sorrir sempre que vejo o brilho de felicidade neles. Aqueles lábios pequenos e avermelhados que eu queria beijar para sempre e tê-los só pra mim!... aqueles cabelos castanhos escuros que eu queria poder acariciá-los sempre.. mas eu sei que não teria nada disso pra mim
Aish!! Por que eu ainda penso nela?!! Por que eu ainda sofro por ela?!! Por que eu ainda estou aqui?!?!!!
Imediatamente comecei à chorar bem alto, sem me importar, me debatendo na cama.
Ouvi duas batidas na porta e algumas vozes me chamando, uma delas era feminina. _____.
Ela me chamava de "Chim Chim", pensei em abrir a porta, mas se eu abrisse, todos iriam entrar e não sabia se estava preparado pra vê-los. Parei de soluçar e respirei fundo; levantei da cama para abrir a porta, mas apenas corri para o banheiro e tranquei a porta.
Me sentei em cima da tampa da privada, vi minha navalha; olhei pra ela umas 5 vezes. Talvez me ajude ou talvez piore, mas seria algum jeito de libertar a minha dor.. não?
Sem pensar muito comecei à passar a lâmina fortemente pelo meu antebraço e em seguida subindo para o meu pulso fazendo, obviamente, sangrar.
Lágrimas escorriam pelo meu rosto e caíam sobre meus braços já ensanguentados.

Pov's Jin

11:00 ~

Eu estava no quarto lendo um livro da escola que, sinceramente, achei muito interessante!
Minutos depois ouço apenas batidas em uma porta e gritos chamando o Jimin
Aish…
Fui correndo em direção ao barulho e vi que os meninos não estavam brincando, perguntei imediatamente o que estava acontecendo mas ninguém me respondeu

- AAIIGOOO!!!!! - gritei alto e todos pararam e me olharam assustados - o que aconteceu?

Namjoon - ouvimos altos soluços do Jimin.. acho que foi algo grave, o Jimin chorando não é muito normal.

- não é nada normal! - corrigiu Jungkook -

Fiquei sem reação por um tempo.
Eu não esperava isso.. não sabia o que fazer pra ajudar
Apenas fui em direção à porta e girei a maçaneta lentamente para tentar abri-la. E adivinhem.
A porta se abriu facilmente!
Olhei para os meninos com uma expressão irritada e disse:

- vocês não tentaram abrir a porta?!

_____ negou com a cabeça fofamente,como sempre, ainda olhando para dentro do quarto com uma cara espantada no rosto, ela caminhou até a porta e adentrou o cômodo lentamente. Eu a segui e ao olhar pro seu rosto notei sua surpresa com o estado realmente crítico do quarto de Park. Quer dizer, do quarto dos seus pais.

- o que… o que é que aconteceu aqui?! - perguntou ela observando cada canto do quarto

J-Hope - não faço a menor idéia…

Suga - ele deve estar no banheiro!

Fomos até a porta e tentamos abrir, nada.
_____ encostou um de seus ouvidos na porta e pareceu ouvir algo

- C-Chim Chim? - perguntou ainda encostada na porta -

- aaarrgghh!! - gritou ele em resposta -

_____ - Jimin, abra.. por favor.. eu só quero te aju… - Jimin à interrompeu -

- só quer o que?! Me ajudar?! Ah, saiba que não vai funcionar! Até então você só me fez sofrer!! Por que você só faz isso comigo, _____?! Por que só me machuca?!!

- J-Jimin.. desculpa! Por favor! E-eu só quero te ver feliz!! Jiminie oppa!!… P-por favor… - ela já chorava como uma criança. Uma criançinha fofa e linda… -

Depois de um tempo a porta se abriu revelando a triste imagem de Jimin.
Seu cabelo estava bagunçado, suas roupas amassadas, olheiras fundas, rosto e olhos muito inchados e escondia os braços atrás de si mesmo. Fiquei até deprimido ao vê-lo..
_____ e Yoongi deram um forte abraço nele o fazendo sorrir um pouco, acho que é um bom começo, né?
Ainda me pergunto o porquê do Yoongi estar desse jeito.. sei lá, ele não é assim.
Resolvi não ligar, logo sorri e abracei eles também. Quando percebi estávamos todos abraçados em silêncio, sorrindo de orelha à orelha. Eu queria permanecer ali pra sempre, estava tão bom… até Namjoon estragar tudo.

Namjoon - Jimin, nos conte o que aconteceu.

Ele começou à chorar.
Jimin chorou muito.
Droga! Kim Namjoon!!
Jimin se sentou na cama com as mãos sobre o rosto, enquanto eu e os meninos fomos até ele acalmá-lo. Olhei para Namjoon e gritei em um sussurro:

- não era o momento certo!

Ele me olhou confuso mas em seguida apenas deu de ombros, revirei os olhos e fui pegar um copo de água para Jimin.
Quando voltei ele estava mais calmo, porém ainda chorava um pouco e _____ parecia muito triste também. Coitada, deve estar se sentindo culpada.. aquelas palavras do Jimin machucaram até à mim!
Entreguei o copo para o Jimin e ele agradeceu, me abaixei para amarrar meu cadarço, porque eu odeio cadarços desamarrados, e quando levantei vi Jungkook um pouco envergonhado(?)

- hyung, podemos conversar.. a sós? - perguntou e eu apenas assenti indo para o quarto em que eu estava -

Fechei a porta enquanto Jungkook se sentava na cama, ele parecia nervoso.

- o que foi? - perguntei me sentando na sua frente -

Jungkook - h-hyung… você já se apaixonou?

- s-sim.. mas não durou muito tempo. - respondi rindo um pouco - por que a pergunta?

Jungkook - é que.. eu acho que estou me apaixonando… mas não tenho certeza - seu olhar intercalava entre o chão e meus olhos -

- o que você sente por ela? - perguntei semicerrando os olhos -

Jungkook - não sei.. ela é linda e.. eu fico com ciúmes dos outros caras que ficam com ela! - sua expressão era confusa e desentendida -

- olha Jungkook.. eu não sei dizer se você está apaixonado ou não, você tem que descobrir isso. Tem que falar  com ela.

Jungkook - mas Jin hyung.. esse é o problema! Eu sou muito tímido pra mostrar à ela o que eu sinto!

Eu abri a boca pra falar algo à ele mas alguém me interrompe com um berro vindo da cozinha:

- JEOOOON JUNGKOOOOOOOOOOOOK!!!!!!

Era a voz de _____.
Jungkook arregalou os olhos e se levantou, fiz o mesmo e coloquei uma das minhas mãos em seu ombro direito

- boa sorte - disse entre baixos risos -

Pov's _____

11:35 ~

Depois do ocorrido com Jimin, decidi deixar ele com os garotos e ir pra cozinha pegar algo. Me lembrei de ter feito um bolo de chocolate na noite pasaada, delicioso por sinal, então abri a geladeira para come-lo.
Abri a porta da geladeira com a maior felicidade e empolgação do mundo até que…

- JEOOOON JUNGKOOOOOOOOK!!!!!! - gritei alto -

Eu não acredito!!
Ele era o único que sabia do bolo! E eu tinha falado pra ele não comer!!!
Aish esse menino!!
Ele veio correndo na minha direção

- que foi _____?!?!! Você se machucou?!! Caiu?!! O que aconteceu?!?!!!! - perguntou desesperado -

- você aconteceu! E não se faça de desentendido!! - eu falava alto e na ponta dos pés devido à sua altura -

Jungkook - m-mas.. o que eu fiz?! - ele ria
imperceptivelmente -

- Oppa! Eu te disse pra não comer o bolo!! - falei manhosa -

Jungkook - mas eu não co.. - o interrompi -

- comeu sim!!!

- ta! Ta! Ta!! Eu comi!! Mas eu não tenho culpa se seu bolo é tão bom!!! - disse ele um pouco alto -

- sério? - eu não sabia se meu bolo era bom… na verdade, era meu primeiro bolo de chocolate -

Jungkook - olha...eu posso até te ajudar à fazer outro - sorriu largo -

- oowwn!! Obrigada oppa! - disse e o abracei fortemente -

- venha! Vamos fazer o bolo agora, tá esperando o que? - falei o puxando -

- haha! Vai ter que me ajudar viu? - falou se sentando na cadeira -

- ah é? Por que?

- não sou nada bom na cozinha - riu alto -

- eu te ajudo!

Fizemos o bolo e esperamos ficar pronto
Enquanto isso fomos assistir desenhos de super-heróis, eu sempre gostei dessas coisas.. quando eu era pequena eu nunca me encaixava no grupo das meninas, sempre fiquei com os meninos.
Eu e Kookie cantávamos as aberturas, imitávamos os personagens, dávamos risadas…
Do nada Tae aparece:

- EU SOU O INCRÍVEL HULK!!! - gritou ele fazendo força nos braços -

- MAS EU SOU O CAPITÃO AMÉRICA E EU VOU SALVAR O MUNDO!!! - gritou Jungkook usando a almofada de "escudo" -

- VOCÊS NÃO SÃO PÁRIO PARA MIM!! LOKI!!! - decidi participar -

- ah _____! Não vale vilão… - disse Tae -

- agora vale! - falei e começamos à “lutar” -

Pov's Jin

12:25 ~

Depois da conversa com Jungkook, eu fiquei pensando por um bom tempo…
Por quem ele estaria, supostamente, apaixonado?
Nunca vi ele falar com nenhuma menina; raramente trocando alguns baixos “oi” com uma garota da informática, a qual tem namorado.
A única, e quando eu digo “única” é única mesmo, menina que o Jungkook tem mais contato é a _____, que eu saiba.
Ele se apaixonara por ela? Não é possível…! Mas eles são tão amigos! Parecem irmãos!
Sem contar que se ele estiver apaixonado por ela arranjará muitas brigas, como os outros..
Não sei se fico bravo, feliz, triste, ansioso, esperançoso ou.. com ciúmes (?)
Por que eu sentiria ciúmes dela? Nem somos tão próximos assim, ela me trata como uma mãe.. ta, todos me tratam como uma mãe! Mas não tem motivo pra ciúmes! Nenhum!
Resolvi dormir pra tentar escapar desses pensamentos mas não consegui; apenas vinham porquês e mais porquês pra mim responder e eu não achava a resposta pra nem sequer um deles!
Fui até a cozinha comer algo, e alguma coisa cheirava no forno. Não me importei, eu não estava com muita fome mesmo.
Olhei pra sala e vi Tae, Jungkook e _____ brincando de luta ou sei lá o que, ri anasalado. Queria ter esse pique novamente, mas.. não sei, sei lá!
Abri a geladeira e peguei um iogurte, sentei-me no sofá pra assistir televisão já que eles não estavam mais assistindo.

- gente, podem ir brincar lá no quarto? Quero assistir TV - disse mudando de canal -

Tae - ok, hyung!

- obrigado

Eles foram para o quarto em que eu estava e voltaram à gritar ou fazer o que estavam fazendo.
Falando nisso, a casa de _____ era bem grande! Uma casa com 8 quartos, 1 banheiro em cada um deles e 2 andares não se encontra por aí…

Pov's Taehyung

15:07 ~

Eu estava lutando com o Jungkook e a _____ quando ouço meu celular tocar

- calma aí gente! Alguém ta me ligando - disse pegando o celular -

Quando olhei para a tela arregalei meus olhos. Meu pai.
Aish! Eu tinha me esquecido completamente de voltar pra casa! Com o maior medo do mundo peguei o celular e deslizei a tela atendendo

- a-alô? - falei já prevendo a grande bronca que levaria -

- vem pra casa, agora - e desligou -

Eu to com medo.
Mais com muito medo mesmo!
Eu não sei o que esperar do meu pai, ele sempre foi muito agressivo e já me bateu algumas vezes. Nas outras ele ficava irritado e ameaçava me bater porém minha mãe o impedia, ela é totalmente o oposto dele.. sempre foi carinhosa e bondosa comigo.

- gente eu vou ter que ir pra casa, ok? - falei pegando minha bolsa -

- ok, tente entrar em contato com a gente quando chegar - falou _____ me abraçando -

Me despedi dos meninos e resolvi chamar Suga pra ir comigo, já que ele estava todo amigável e legal. Confesso que estou suspeitando de algo, mas é melhor aproveitar, né?

- hyung  - disse entrando no seu quarto -

- sim? - se levantou -

- vai na casa dos meus pais comigo? - perguntei fazendo aegyo -

Suga -  claro, por que?

- é que.. eu não quero ir sozinho

- ok então, vamos! - pegou em minha mão e fomos até o carro -

Eu, sinceramente, prefiro o Suga desse jeito.
Não é mais aquele cara mau humorado que só sabe reclamar, estou feliz por ele!
Quando percebi já estávamos na metade do caminho da minha casa, um arrepio tomou conta do meu corpo ao pensar no que meu pai poderia fazer.. e se minha mãe não estivesse em casa?  E se… espera!
Sophie!
Aigoo! Droga! Eu tinha deixado ela em casa pra minha mãe cuidar dela! O que meu pai deve ter achado disso? Aish Kim Taehyung!
Sem pensar bati na minha própria testa, esquecendo da companhia do Suga

- Tae? O que foi? - perguntou me olhando curioso -

- n-nada! Era só uma mosca! - respondi rápido -

Suga - hmm.. ok. Chegamos!  

- entre comigo! Por favor - falei o olhando -

- ok… - saímos do carro -

Fiquei em frente à porta durante um tempo, até que tomei atitude e bati lentamente na porta. Ouvi passos delicados e rápidos virem até a porta, seria minha mãe?
A porta se abre mas não vejo nada, até que olho para baixo

- tio Tae!!! - era Sophie, ela me abraçou e eu abaixei para retribuir -

- aarrggh que saudade! - falei passando o dedo indicador em seu pequeno nariz -

Sophie - por que você demorou tanto?

- eu.. tinha que resolver umas coisas - menti - vem, vamos entrar!

Sentamos no sofá e Suga foi junto, começamos à conversar até que percebo que não havia ninguém em casa

- Sophie, cadê os meus pais? - perguntei

- saíram - respondeu inocentemente - não sei onde foram…

Mas se eles saíram, por que meu pai havia ligado?

- à quanto tempo eles saíram? - perguntei olhando para Suga que mexia no celular -

Sophie - já faz um tempinho… sua mãe é muito legal!

- é.. ela é sim… - sorri -

- tio Suga! - chamou ela -

Suga - o que? Oi?

- você é bonito - sorriu com as bochechas rosinhas, gente ela é muito fofaaa!! -

Suga - oh.. obrigado! Você é uma fofa! - sorriu e voltou a atenção para o celular -

Ela olhou pra mim sorrindo e com os olhinhos brilhando
Continuamos à conversar até que ouço um barulho de carro em frente à casa.
Outro areepio correu pelo meu corpo e pude sentir um leve mal estar, olho pela janela e vejo  meus pais saírem do carro; minha mãe com a expressão leve, delicada, já o meu pai com uma expressão totalmente diferente e furiosa. Eles adentraram a casa com sacolas de compras nas mãos

- o-oi.. - falei os olhando -

- ah meu filho, você veio! - disse minha mãe e me abraçou -

Meu pai nem olhou para mim e seguiu reto para seu quarto

- m-mãe.. o que ele tem? - falei me referindo ao meu pai -

- não sei meu filho.. acho que não gostou da idéia de você ficar com a criança - falou e olhou Sophie, que brincava alegremente com Yoongi -

Olhei para baixo um pouco triste e voltei minha atencão para minha mãe

- por que me chamou aqui?

- estávamos preocupados com você, passou muitos dias na casa daquela garota; mas agora está tudo bem - sorriu - você podia traze-la pra cá - sorriu novamente -

Sorri de canto e voltei para o sofá

- Yoongi, o que acha de ficarmos mais um tempo na casa da _____? Tipo.. até os pais dela voltarem - falei o olhando -

Yoongi - claro!

- mais eu quero ir junto!!! - disse Sophie -

- haha! Você vai, querida - falei e acariciei seus finos cabelos -

Minha mãe veio até mim e assentiu com a cabeça permitindo que eu ficasse na casa de _____. O lado bom é que vou poder ficar mais tempo com minha amada, e o lado ruim é que quando os pais dela voltarem, vou ter que voltar pra casa… com o meu pai.
Me despedi da minha mãe e entramos no carro à caminho da casa da _____
Chegamos e Sophie saiu animada do carro, acompanhada de Suga que sorria infinitamente. Esse cara tem bochechas de ferro.
Ele mudou muito, mas, palo menos, mudou para melhor.. creio que todos gostaram disso; ou talvez não..
Adentramos a casa dançando de alegria sem motivo, e quando vimos todos na mesa de jantar decidimos já comer também

- Sophie! Querida! - disse _____ a abraçando-

Comemos e continuamos a conversar

- aish… hoje está muito calor! - disse Hoseok se abanando com a própria mão -

- verdade - falou _____ olhando para baixo - vamos para praia!!

Todos concordaram animados

- o que estão esperando?! Vão se trocar, vão.. - disse Jin nos “varrendo” com a vassoura que segurava -

Pov's _____     

~ 12:35

Vamos para a praia!
Wow!!
Corri desesperadamente para o meu guarda-roupa procurando alguma coisa até que lembrei: Eu não tinha mais biquínis.
Sem perder o ânimo peguei minha carteira e desci as escadas para comprar uma roupa de banho

- ei, ei, ei! - chamou Jin da cozinha - aonde vai?

- comorar um biquíni! Vem Sophie -me lembrei-

Fomos à uma loja perto da minha casa e compramos o que precisávamos, na verdade, aproveitamos para comprar outras coisinhas…
Comprei um biquíni com listras de arco-íris simples, um óculos de sol rosa, um chapéu branco e um par de chinelos com o desenho de um unicórnio que não resisti e o comprei.
Para Sophie comprei um maiô de princesa (super fofo), um óculos azuis e um par de chinelos rosa.
Voltamos para casa com algumas sacolas e fomos para o meu quarto

- ué, não era só um biquíni? - perguntou Jin que ainda se encontrava na cozinha, agora cortando cebolas -

- era um biquíni - falei e ri fechando a porta do quarto -

Entramos e nos arrumamos, coloquei um short jeans e um casaco fino por cima do biquíni e Sophie um vestido. Quando acabamos, escutei Tae nos chamar


- VAMOOOOOOS!!! - gritou animado -

Sorri e abri a porta dançando com Tae enquanto cantarolávamos repetidamente

- VAMOS PARA A PRAIA! VAMOS PARA A PRAIA! VAMOS PARA A…

- JÁ ENTENDEMOS!!! - gritou Jin nervoso -

Eu e Taehyung fizemos uma careta de indignação e seguimos até o carro. Jin iria dirigir.
Sentei atrás com J-Hope e Sophie, Namjoon foi na frente e o resto da cambada foi no porta malas.
O pessoal do porta malas não parava de gritar.
Namjoon não parava de cantar.
Jin só sabia se irritar.
J-Hope não parava de me olhar.
Sophie parecia ser a única normal, afinal, eu estava rindo que nem uma ovelha parindo.
J-Hope me encarava muito, muito mesmo! Esse menino não sabe nem desfarçar…

- Hobi!! - gritei e todos ficaram em silêncio -

- o que eu fiz?!

- para de me encarar..

- não tenho culpa se você é tão bonita e…

- "e" o que? - falei rindo um pouco -

- nada não.. - falou e olhou para frente rindo, em pouco tempo voltou à me encarar

Ficamos cantando músicas o caminho inteiro alegremente, exeto Jin, ele estava estranho… nervoso.
Quando chegamos, nos acomodamos e começamos à conversar. O clima estava perfeito, apenas Jin me incomodava.


Notas Finais


Esse capítulo ficou um pouco enorme..
Me digam se preferem os capítulos desse tamanho ou do tamanho que estava antes.

Beijos ♡♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...