História Você é a minha salvação - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Capitão América, Homem de Ferro (Iron Man), Os Vingadores (The Avengers)
Personagens Anthony "Tony" Stark, Clint Barton, Dr. Bruce Banner (Hulk), Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), James Buchanan "Bucky" Barnes, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Maria Hill, Natasha Romanoff, Nick Fury, Pantera Negra (T'Challa), Pepper Potts, Personagens Originais, Phillip Coulson, Sam Wilson (Falcão), Scott Lang, Sharon Carter (Agente 13), Steve Rogers, Thor, Visão
Tags Bucky Barnes, Capitão América, Hydra, Natasha, Shield
Exibições 31
Palavras 1.384
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 6 - Capítulo 6


PPov.Lydia

1 semana depois 

Faz uma semana que fugimos, que achamos essa casa e que eu o beijei ( como eu queria os lábios dele nos meus).

Hoje bucky foi comprar coisas na feira e como sei ele vai comprar ameixa, eu tô cansada de ver ameixa, ameixa para lá, ameixa pra cá, meu Deus ele só come ameixa, logo logo ele vai virar uma ameixa.

E então ele grita

-CHEGUEI!!!!- diz bucky entrando com as sacolas

- porque a gritaria?-digo 

- eu só disse que cheguei-diz ele

-é mais fácil vc vim até mim e fala que chegou ou melhor eu ouvir vc abrir a porta então não tem o porque de gritar-digo

-vc teve estar com aqueles problemas de mulher é...é.. menopausar-diz ele

- vc tá me chamando de velhar- digo cruzando os braços

-não é... é... sei tpm-diz ele

- eu não dou de tpm e vc nem sabe o que é tpm-digo

- eu ouvi falar na feira e também várias mulheres falam nisso, e também vc não para de chorar, ficar brava e come que não para-diz ele

- então esse é o problema, vamos começar uma briga por causar de um negócio-digo

-é verdade- diz ele

-então sem gritar e sem falar que eu tô velhar digo

Eu pego uma sacola e vou para o balcão da cozinha

- o que vc comprou-digo

- tá na sacola-diz ele com as outras sacolas colocando-as no balcão

- vc tá muito grosso-digo

-sou um monstro vc acha o que-diz ele olhando para mim

-se vc quer ajuda primeiro vc tem que se ajudar para mim de ajudar.-digo

- mais como se eu nem consigo me ajuda eu-diz ele

- vc vai consegui e eu vou ajudar-digo

- o que vai querer para comer-diz ele

- comida e eu cozinho-digo indo para a prateleira

- não, vc não vai cozinha-diz ele-é... que.. vc não cozinha muito bem- termina ele

- quer disser que eu não cozinho bem-digo me virando para ele.

- não é que eu também quero é eu cozinho bem melhor e para provar eu vou cozinhar- diz ele

- tá se for boa, eu deixo, vc cozinha e eu vou ajudar - digo e ele 

- pode ser, mais sem Sabotagem na minha comida- diz ele

- prometo- digo e estendendo o dedinho

20 minutos depois

PPov.bucky

Eu olho para ela, ela está toda suja e linda ao mesmo tempo.

Em pouco tempo começamos uma guerra de comida e como ela ficava linda mesmo com ovo e farinha na cabeça e então tomo uma iniciativa e agarro a cintura dela e fico analisando os lindos olhos dela sem para até que a beijo onde eu sou correspondido, ela agarra o meu pescoço e a puxo mais para que nossos corpos ficarem mais próximos. 

Então levando ela, ela coloca as pernas dela em minha cintura e a coloco no balcão onde também está todo sujo.

Começo a beijá-la com mas intensidade,  coloco a minha mão debaixo de sua camisa e quando eu ia tira a camisa dela ela:

- bucky- diz ela

- sim-diz o

- podemos parar aqui-diz ela

-como assim, vc não estava gostando ou eu fui forte demais- pergunto preocupado

- não é isso, é que eu nunca-diz ela

- vc é virgem-digo

-sim - diz ela com vergonha

-calma, não precisa ter vergonha, isso não é um defeito-digo acariciando a bochecha dela

- então podemos ir mais devagar-diz ela

- claro, eu vou de esperar-digo

-então vou tomar banho e vc termina a comida- diz ela e me dá uma se linho. 

2 horas

Pov.Lydia 

Já era 3:40 da tarde e eu inda estou com enjôo, não sei o que está de errado comigo mais estou muito mal, estou com enjôo e dor de cabeça.

E bucky quer que eu fico no quarto e que era para ele fazer tudo.

E eu adorei a idéia de eu fica deitada e ele trabalhando, eu acho que eu vou fazer isso toda a semana, cada semana uma doença nova.

Então bucky entra no quarto

- vc está melhor- diz ele sentando no meu lado.

-um pouco, deve ser por causa do mestruação.- digo sentando

- vc tá falando a verdade- diz ele tocando o meu queixo

-claro-digo e dou um beijo nele

e quando eu dou um beijo nele ele logo me atacar e me deitar na cama e de tanto muitos beijos em mim.

- bucky, eu tô mal, sério e isso faz cócegas- digo

- vc tem cócegas- diz ele e ele começa a fazer cócegas em meu corpo

Ele se empolga e me beija denovo

- bucky, é sério para-digo

- porque, eu estava gostando- diz ele se deitando no meu lado

- eu tô passando mal e vc quer cócegas-digo

- é essa sua desculpa-diz ele

- é sim e vai para seu quarto que eu quero ddescansar-digo

-posso ficar aqui, vai que eu paro de der pesadelos.-diz ele

-sério-digo

-sério-diz ele

-tá, só um pouco tá-digo e ele se levando e apaga as luzes

- sério que vc vai dormi as 4 horas da tarde - pergunta ele

- se vc não calar essa sua boca, vc vai embora- digo

- duvido-diz ele

- então tá -digo

Eu me levando e pego a mão dele e levantando ele (ele é meio pesado) e levo ele para fora e tranco a porta.

-Lydia, desculpa, foi sem querer eu não quis duvidar- diz ele

- eu tô cansada e vai embora, eu prometo que depois eu Faso o que vc quiser-digo

- vc promete - diz ele

- sim eu prometo- digo

Ele vai Embora, graças a Deus e então eu vou dormi.

8 horas da noite

Acordo e vejo o relógio são i horas da noite, meu Deus quantas horas eu dormi.

Saiu do quarto e vou para a cozinha e vejo bucky dormindo no sofá, pego um coberto e cubro ele é dou um senhor nele, quando eu Ia sair ele me segura.

- vc dorme muito - diz ele com uma voz sonolenta 

- é vc tambem, vc tava aqui desmaiado no sofá -digo

- eu dei só um colhido vc que dormiu em um sono profundo.- diz ele 

E me puxa para o colo dele, ele me beija com intensidade e muita.

- vc prometeu que ia fazer uma coisa por mim-diz ele

- sim, mais não pode ser muito pesada-digo

- posso dormi com vc, só dormi nada mais, só se vc quiser - diz ele

- pode mais sem ggracinha-digo

Quando eu ia sair do colo dele, ele me puxa

- quem disse que vc vai sair-diz ele e  ele me beija.

Eu seguro o rosto dele separando os nossos lábios.

-porque vc parou, Tava gostoso-diz ele 

- eu preciso comer uma coisa -digo e saiu de cima dele

Vou para a cozinha e começo a fazer um misto quente.

E quando eu preparava, eu tomo um susto, quando vejo bucky encostado na parede me olhando.

-quer um-digo

- não sei, será que dá bom- diz ele

- para de graça, vc quer um-digo

- eu aceito, só se for bom-dia ele

- então, sim- digo

Enquanto eu preparava o meu e  ele comendo o dele, ele se encantou com o misto

- isso da bom- diz ele

-quer casar com ele- digo

- como vou casar com ela, eu vou comer ela-diz ele

- come ela uma vez por mês -digo

- isso não me satisfas-diz ele

- o que de satisfas- pergunto curiosa

Ele veio até mim e me beija, segura a minha cintura e fala:

- ter vc-diz ele colando nossas testas

- é eu concordo-digo mordendo o lábio 

- para de me provocar, assim vc vai perder sua virgindade agora-diz ele 

-vc que começou- digo e me levando

- eu que comecei-diz ele 

- sim e se vc negar isso, vc vai se ver no tribunal-digo

- é uma ameaça -diz ele 

- não, está na lei, quem começa a provocar e mentir da provocação vai para o tribunal-digo

- a então vc vai tá lá todo o dia- diz ele

- porque -pergunto

- vc morde o lábio, rebola quando anda e não para de ser perfeita-diz ele

- isso é inaceitável -digo

- também acho.-diz ele

- eu ouvi lavar a louça, vai tomar um banho que vc tá horrível-digo e ele sai

30 minutos depois

Ate que fim acabou a louça, eu estou quase caindo de tanto sono, meu Deus 

Subo para o meu quarto, tomo um banho rápido e Faço as minhas higienes.

Vou para a cama e deito.

E bem na hora que estava caindo no sono, uma praga pula em mim e me abraça

- deixa eu dormi praga- digo

- e  vc ia esquecer que eu tenho que dormi com vc-diz ele

- não, vamos dormi logo-diz o

-cclaro-digo

Ele me puxa para mais perto e coloco a minha cabeça em seu peito, que estava quentinho.

-boa noite, bucky

-boa noite, pequena



Notas Finais


Espero que gostem
e bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...