História Você é a tradução do que é o amor. - Capítulo 278


Escrita por: ~

Postado
Categorias Cúmplices de um Resgate
Personagens Alícia Alencar, André Alencar, Arthur Torres, Benjamin, Chloé, Damião da Fonseca, Dóris Jardim, Felipe Vaz, Fiorina Cavichioli, Flora Cruz, Geraldo Saldanha, Giuseppe Cavichioli, Helena Agnes, Isabela Junqueira, Joaquim Vaz, Julia Vaz, Laura Antunes, Letícia Flores, Manuela Agnes, Marina Lopes, Mateus Jardim, Nico, Ofélio Batista, Omar Ferraz, Orlando Junqueira, Otávio Neto, Padre Lutero, Pedro Cavichioli, Personagens Originais, Priscila Meneses, Regina Junqueira, Sabrina, Safira Meneses, Téo Cavichioli, Vicente Alencar
Tags Fic Teobela Isaeteo
Visualizações 36
Palavras 1.339
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 278 - Febre


Fanfic / Fanfiction Você é a tradução do que é o amor. - Capítulo 278 - Febre

Ofelio havia chegado no hospital a pouco tempo,quando os dois entram e isabela diz

_ por favor um médico,ele não está bem.

_ só um momento.

Isabela vai até ele e pega na testa dele e diz

_ ainda tá queimando em febre.

Alguns minutos a atendente diz

_ pode entrar.

Os dois entram no consultório do médico e ele pergunta

_ o que trazem um casal tão novo?

_ doutor o meu noivo está doente,ele está queimando em febre.

_ deram algum medicamento a ele?

_ não!

_ vamos medir a temperatura dele.

O médico vai até ele e coloca o termômetro,cinco minutos depois ele tira

_ 39 grau tá muito alta,está doendo o que exatamente?

_ todo o meu corpo,minha cabeça,a minha garganta.

_ tudo indica que é um resfriado.

Ela estava perto dele e diz

_ ainda bem que não é nada demais.

_ sim!mas vamos fazer um exame,só pra comprovar.

_vou esperar aqui.

Ele acompanha o médico e isabela faz uma ligação.

….chamando..chamando..

_ marina!

_ oi isa,e aí o que ele tem?(marina)

_ não sei,o médico levou ele pra fazer uns exames.

_ hum..(marina)

_ vou desligar,se a minha mãe ligar não fala nada,depois falo com ela.

_ tá bom.(marina)

Ela encerra a ligação e ele volta com o médico e ela pergunta

_ o que ele tem doutor?

_ vamos abrir o exame agora.

Ele abre e diz

_ fizemos um exame de sangue,pra tirar as dúvidas.

_ sim e o que é?

_ com essa febre e essas dores pensei que fosse dengue.

Ele estava sentado com a mão na cabeça e pergunta

_ e o que tenho doutor?

_ só está com um resfriado,mas essa febre vai baixar,aplicamos uma injeção nele,vou passar uns medicamentos,para passar a dor de cabeça.

_ graças a deus que não é nada sério.

_ mas tem que ter repouso,quando chegar em casa,é pra descansar,tome bastante água,se alimente mesmo não sentindo vontade,tome suco vitamina C.

_ tá ouvindo amor?

Ele não fala nada e o médico diz

_ podem ir,qualquer coisa podem vir aqui.

_ tá bom obrigado.

Os dois se levantam e saem do consultório,ofélio aguardava os dois na sala de recepção.

__ Enquanto isso na Mansão J__

Naquela manhã,seu giuseppe e rodrigo havia acabado de chegar,quando marina aparece na sala e diz

_ chegando da festa agora.

_sim e o meu bambino?

_ ele está dormindo com a isa.

_ eu também vou dormir.

Ele sobe para o quarto e rodrigo pergunta

_ cadê ele marina?

_ se senta,ele foi para o hospital com a isa e ofélio,olha eles ai.

Os dois chegam e rodrigo diz

_como esta?

_ bem,vou me deitar

Ele sobe e rodrigo pergunta

_ o que ele tinha?

_ está com um resfriado,ele fez exames,só passou uns medicamentos para ele e disse que é pra beber bastante água.

_ bom vou descansar,nos vemos no almoço.

_ tá bom,vou ver os meus filhos.

E os dois sobem,

__ Quarto de hóspede___

Ele chega e vai direto pra cama,pois estava muito cansado e com dor de cabeça,o corpo quente,ele pega o celular e faz uma ligação.

… Chamando..chamando..

_ senhor não vou poder comparecer esses dias no hotel.

_ porque aconteceu alguma coisa?(gerente)

_ peguei um resfriado e o médico me recomendou que repousasse.

_ então tudo bem,só venha quando se sentir bem.(gerente)

_ obrigado!

Ele encerrando a ligação,alguns segundos isabela entra e pergunta

_ como está se sentindo?

_ cansado,desculpa por não poder acompanhar você no almoço.

_ tudo bem,eu não vou.

_ ei pode ir tranquila,depois você vem aqui.

_ vai ficar sozinho?

_ já me acostumei,pode ir.

_ tá bom,agora descansa.

Ele vai até o closet pra se trocar,alguns minutos volta e se deita ela diz

_ vou deixar uma jarra d'água aqui pra você,beber mesmo não sentindo vontade.

_ tá bom!

Ela sai do quarto dele..

__ As horas se passam __

Naquela manhã ele passou o dia todo no quarto,pois o médico havia recomendado que ficasse de repouso,Isabela desce com os gêmeos,pois iria pra casa da sua mãe e diz

_ já vou marina.

_ tá bom!daqui a pouco vou lá.

Quando seu giuseppe aparece e pergunta

_ cadê o téo?

_ ele está no quarto.

_ então vou vê-lo.

Ele sobe novamente e rodrigo diz

_ vou com vocês pra casa da dona rebeca.

_ marina,qualquer coisa me liga.

_ pode deixar.

E eles saem,no quarto de hóspede téo estava deitado,quando batem na porta.

_ pode entrar.

_ oi bambino,não foi para o almoço porque?

_ tô cansado,dormi pouco.

_ bom,tô voltando pra casa.

_ tudo bem,sempre que quiser,é bem vindo.

_ obrigado.

Quando ele vai dar um beijo nele pergunta

_ tá quente,tá doente?

_ só tô com resfriado,mas já estou me cuidando.

_ depois venho aqui de novo.

Ele se despedi dele e sai do quarto,deixando-o sozinho.

__ Enquanto isso na mansão Agnes Neto __

Naquela manhã seria um almoço em família,quando isabela chega com os gêmeos e rodrigo.

_ Bom dia!

Otávio se levanta pra pegar os netos e pergunta

_ Bom dia e o téo não veio porque?

_ ele ficou dormindo.

Rebeca estranha e pergunta

_ uma horas dessas?

_ ele tá cansado da viagem.

Alguns segundos chega helena,pedrinho e dona nina.

_ Bom dia família

_ Bom dia!

Pedrinho chega perto da isa e pergunta

_cadê o meu tio?

_ ele ficou em casa.

(_ ele sempre se deu bem com o sobrinho,será que,não,não isabela,não pensa isso,ele falou que não tinha nada com ela.)pens.da isa

_ tudo bem contigo isa?

_ sim.diz isa

Ela se levanta e sai da sala,quando rebeca pergunta

_ isa,podemos conversar?

_ claro mãe.

As duas saem e vão para varanda e rebeca diz

_ filha,porque tá falando assim com a sua tia,ela já não disse que não senti nada pelo téo além de carinho de irmão.

_ eu sei,mas não consigo sinto muito ciúmes dele e mais agora que ela vai se divorciar,tenho medo pode ele me trocar por ela.

_ Ele não vai fazer isso filha.

_ ontem o rodrigo perguntou quando é que íamos nos casar,ele disse que não sabe e não faz a mínima idéia.

_ não é justificativa,mas ele falou isso porque não quer mais colocar pressão em você.

_ sabe eu pensei que ele não queria mais.

_ Não pensa nisso ele só está te dando o tempo,porque ele não veio?

_ tá doente.

_ resfriado?

_ sim,passou o resto dessa noite com febre alta,até levei para o hospital do vilarejo.

_ hum

Alguns minutos depois dona fiorina chega e diz

_ bom dia!

_ você convidou ela?

_ sim

_ o téo iria embora se visse ela.

_ vamos lá pra sala.

As duas chegam na sala e fiorina comprimenta isabela.

_oi bambina,como esta?

_ bem.

Rebeca comprimenta ela e pergunta

_ ontem a senhora foi embora cedo porque?

_ porque o clima estava péssimo,não sei como ainda deixa aquele pervertido frequentar a casa de vocês.

Isabela se levanta e diz

_ OLHA DONA FIORINA,ACHO QUE JÁ DEU,A SENHORA NÃO É NEM MAIS UMA CRIANÇA PARA AGIR ASSIM.ELE É SEU FILHO TAMBÉM,ELE ERROU SIM,MAS A SENHORA ERROU MAS,NÃO BATENDO NA PORTA,JÁ IMAGINOU SE FOSSE NÓS DOIS ALI NAQUELE QUARTO?

Dona fiorina fica calada e pedro diz

_ só foi passar uma noite com aquele. moleque pra ele fazer a tua cabeça.

_ MOLEQUE AQUI É VOCÊ,QUE SE DEIXA SER LEVADO PELAS CHANTAGENS DA TUA MÃE,DESCULPA MÃE,MAS NÃO VOU FICAR AQUI.

Ela sai com os filhos e helena diz

_ CONTINUA SENDO MANIPULADO PELA FIORINA PEDRO,QUANDO É QUE VAI PERCEBER QUE ELA ESTÁ TE USANDO.ESPERO QUE NAO SEJA TARDE DEMAIS.

E sai da casa.

__Enquanto isso na Mansão J.C__

Marina estava levando uma sopinha pra ele quando isabela chega e ela pergunta

_ já terminou?

_ não,eu que vim embora mesmo,como ele está?

_ na mesma,agora vou levar essa comidinha pra ele.

_ vou deixar os gêmeos no quarto deles,depois vou vê-lo.

As duas sobem para o andar de cima.

__ Quarto de hóspede__

Marina entra no quarto dele e diz

_ trouxe uma sopinha pra você.

Ele estava rouco e diz

_ eu não quero marina.

_ tem que se alimentar,já está fraco.

_ deixa ai,depois como.

Alguns segundos isabela chega e diz

_ oi amor..

_ oi,o que faz aqui?

_ voltei pra ficar com você,vou cuidar igual fez comigo.

_ não precisa,já estou bem.

Ela pega nele e diz

_ essa febre que não baixa.

Marina deixa a bandeja e sai deixando os dois sozinhos e ele pergunta

_ porque veio embora?

_ p-porque,você não estava comigo e eles estavam em casal.

_ hum,isa!

_oi

_se amanhã eu melhorar vou para sorocaba.

_mas você disse que iria ficar esses dois dias conosco.

_ sim,hoje é sábado,amanhã é domingo,só vou embora de domingo pra segunda.

_ porque não fica aqui comigo,eu posso.

_ eu sei,mas eu não quero,quando for com quinze dias venho pra ficar com vocês

_ tá bom!

Ela aconchegou sua cabeça no peito dele e ele abraça,os dois ficam ali por um bom tempo,o assunto ela havia deixado um pouco de lado,pois não queria brigar com ele naquele estado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...