História Você é apenas meu (Segunda temporada) - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Exibições 137
Palavras 909
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Boa leitura!! :*♥

Capítulo 7 - Seven


— Digo o mesmo, priminho. — Yrin falou debochada e empurrou Jeon para o lado, entrando no apartamento como se este fosse seu.


— O que essa praga está fazendo aqui? — Seong perguntou visivelmente incomodada e irritada com a presença da ômega, que fingiu certa indignação. 


— Credo Seonggie, até parece que eu sou um monstro. — Yrin falou com a mão no peito e uma expressão inocente, fazendo a garota de cabelos verdes rir sem humor.


— E não é? — sorriu fria e cruzou os braços. 


— Yrin, faça o favor de ir embora! — JungKook falou com seu tom de alfa, o que fez os ômegas presentes encolherem-se, com exceção de Jimin, como? Não sabemos.


— Como será que Hyun ficaria em saber o que você apronta? — JiYoun disse com a mão no queixo e uma pose pensativa, fazendo Yrin rapidamente petrificar. 


— Acho que largar ela e encontrar uma pessoa melhor, é claro! Fora que, você vai ficar sem seu precioso dinheiro e todo o mimimi do seu tipo. — Hyeon ditou.


— Então acho melhor ficarem de bico fechado! — esbraveum comu a ômega e todos se entre olharam, gargalhando em seguida. 


— Yrin, se eu fosse você eu iria embora agora mesmo antes que pagasse mais mico. — Jimin falou com um semblante irritado e a ômega bufou. 


— Eu vou, mas eu volto. — ditou e caminhou para a porta principal. 


O estrondo fora alto, o que fez JiHae e YeonSeok chorarem incansavelmente. 


— Ainda mato esse estorvo. — Seong falou quase rosnando e pegou a irmã mais nova no colo, acalmando a mesma. 


— Conheço uma pessoa que pode ajudar. — JungKook falou pensativo e teve toda a atenção voltada para si. — Amor, Yang Mi está na cidade?


— Até onde eu sei, está sim. — Jimin respondeu e pegou a filha mais nova no colo e selou a testa da pequena, que agarrou sua camiseta e acalmou-se com o cheiro do ômega. 


— Ótimo. 


— Não está pensando em fazer o que eu acho que estou pensando, não é? — o platinado perguntou e arqueou uma sobrancelha, recebendo um sorriso maldoso dos lábios do alfa. 


— Ah está sim!


"Seu tempo está esgotando Yrin." — pensara JungKook. 


Dia seguinte


Yang Mi estacionou seu carro na frente do prédio onde o melhor amigo morava. Entrara na portaria e recebera um cumprimento do porteiro, que retribuiu com um sorriso amigável. 


Após entrar no elevador, Yang Mi logo chegou ao andar onde a família Jeon morava. Apertara a campainha e a porta fora aberta por Jimin, este que sorriu e abraçou a ômega, sendo retribuido no ato.


— Entre. — concedeu passagem e a ômega acenou como um com licença, adentrando o apartamento levemente gélido por conta do ar condicionado. 


— JungKook disse que quer ajuda em algo. — Yang Mi perguntara enquanto seguia o platinado até o escritório do marido do amigo. 


O Park abriu a porta do cômodo, onde encontraram Jeon digitando algo em seu notebook, que logo dirigiu seu olhar à porta.


— Sim, espero que ainda faça o que fazia no passado. — Jimin respondera com um semblante inocente e maldoso, fazendo a ômega arquear sua sobrancelha direita. O platinado jogou uma piscadela para Yang Mi e — como a ômega já havia entrado no cômodo — saiu e fechou a porta.


— Então está tendo problemas? — perguntou para o alfa que assentiu e gesticulou com a mão para a acastanhada sentar-se, que assim o fez. 


— Ainda faz o "serviço" que fazia? 


— Confesso que faz alguns anos que não mato ninguém, mas, parece que voltei à linha. — ambos sorriram e para JungKook, fora ótimo saber disso. 


》》》


Jimin estava no quarto da pequena JiHae, esta que encarava seu omma enquanto o mesmo trocava sua roupa. O ômega às vezes olhava para a filha e sorria, fazendo a mesma retribuir com seu dedo na boca e com as gengivas a mostra. 


Seong entrou no quarto da irmã e viu Jimin aninhando a mais nova, que estava quase dormindo com o embalo.


— Omma, posso ir na casa do JaeHui?


— Que pergunta besta, claro que pode. — o ômega respondeu e colocou JiHae — que já adormecera — em seu berço. — Por que pediu permissão?


— Ah, não sei. — Jimin arqueou a sobrancelha e semi-cerrou os olhos em direção à filha.


— Você está estranha. — Seong franziu o cenho e negou. 


— Não estou omma, apenas pedi permissão porque às vezes você deixa eu ir e às vezes não, então, melhor pedir antes que você tenha... Ataques de discordância. — falou rindo.


— Aigoo. —Jimin bufou e formou um bico, acarretando em uma risada alta da filha. 


— O appa estava certo, você continua o mesmo fofo de sempre. 


Jimin acabou rindo do comentário mas sorriu agradecido.


》》》


Yang Mi poderia ser uma ômega, mas matar pessoas é uma coisa que mais fazia no passado e hoje não seria diferente. 


A mesma estava em seu carro, um pouco afastada da casa de Yrin, que a qualquer momento — segundo JungKook — a mesma sairia para ir à casa de sua progenitora. 


Alguns minutos se passaram e nada, Yang Mi continuava esperando e já estava impaciente, mas claro, não iria embora antes de fazer seu serviço. 


Yrin abriu a porta e saiu pela mesma rapidamente e caminhou para o portão da cerca, abrindo este e passou pelo mesmo. 


"Seus dias já passaram do limite, Yrin." — pensara Yang Mi.



Notas Finais


Muito obrigada pelos favoritos e comentários!!!

Amo vocês! 👊💖

Até sábado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...