História Você é igual a mim?-Yandere Simulator - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags 2 Senpais, 2 Yanderes, Ayano Aishi, Taro Yamada, Yandere Simulator
Exibições 158
Palavras 1.876
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Festa, Harem, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Orange, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Faz tempo que não posto né? Mas enfim ta aqui e isso que importa. Ah e estamos com quase 50 favoritos só com 2 capítulos!!!!

Capítulo 3 - Fdp's, apelidinhos e Taro safadenho.


P.O.V Ayano

-Então... Info-chan... Quer dizer, Shizumi. -disse seu nome com uma certa ênfase, e também uma mistura de raiva e felicidade.- Por que fazia isso mesmo sabendo que ele gostava de mim?! –Exclamei indignada.

-E eu dela. –Completou o MEU Senpai passando um de seus braços por cima de meu ombro, e é claro que corei um pouco.
Nesse momento Shizumi deu uma gargalhada sarcástica, como se a resposta fosse óbvia.
-É bem simples de se explicar,  haviam algumas pessoas que eu queria... Digamos que, retirar do meu caminho então eu falava para as meninas "Acho que o Taro Yamada gosta de você" –Disse fazendo uma voz meiga - e "Se aproxime da Ayano Aishi, ela está gostando de você mas não quer assumir" para os meninos. –Ela abafou mais uma gargalhada - com isso a pessoa se aproximava das suas paixões e vocês davam um jeito nelas por mim, sério, que bando de idiotas!

-Você é nojenta Shizumi...-Aleguei com nojo visível na voz, até que ela me corta.

-Eu sou nojenta? – Deu mais uma risada irritante - Foram VOCÊS que decidiram matar e fazer todas essas coisas, não fui eu.- Ela afirmou com um tom totalmente convencido, mesquinho.- Ah e falando nisso... Deem um jeito nesses seus coleguinhas, principalmente você Senpai-Ela disse me imitando com o MEU jeito apaixonado, é claro que ele ficou confuso quando me viu cerrar os punhos, tudo que eu mais quero agora é enforcar essa cadela!.

Antes que eu pudesse fazer qualquer coisa contra ela, Taro avançou nela e encostou uma faca em seu pescoço, então eu o dei suporte fazendo o mesmo, só mais um milímetro e eu esfaqueio essa cadela da Info-chan (Saburi:Entendedores entenderão... Manu: Sou entendedora...),  mas antes que nós pudéssemos fazer qualquer coisa ela diz:

- Melhor não fazer isso seus maníacos por sangue, já que os dois idiotas não tem paciência é melhor eu colocar pelo menos uma informação nessas cabeças de vento –Falou num tom superior e brincalhão, nesse momento eu empurrei mais um pouco minha faca contra o pescoço ela.- Eu tenho tipo um chip implantado em mim, ele monitora minha frequência cardíaca. –Eu e Taro olhamos para ela desconfiados- Caso meu coração pare, esse chip ativará um programa que eu criei e ele irá mandar todas minhas conversas, vídeos e fotos de vocês sequestrando e matando crianças inocentes de Akademi Highschool  para todos os alunos, professoras e especialmente para a ‘polícia’, onde os dois vão apodrecer ‘separados’. –Disse dando ênfase em policia e separados, ela me dá nos nervos!

-Droga... –Murmuramos juntos nos afastando

-PODE DEIXAR EU CHAMO A POLÍCIA , JOVEM MENINA INDEFESA (Saburi: Que bosta Manu: Da onde você tirou essa? Que merda -_-)

Olho para trás e vejo ninguém mais ninguém menos que Budo Masuta, o líder do clube de artes marciais. Rapidamente ele pula em cima do MEU Senpai o imobilizando. Ah Budo... AGORA FICOU PESSOAL SEU DESGRAÇADO!!!
Fui me aproximando por trás dele cuidadosamente ficando fora do alcance de sua vista quando dei uma facada ágil em seu braço direito, em seguida ele se virou rápidamente soltando os braços, grande erro Budo, grande erro... Ele olhou para mim consequentemente ficando de costas para Taro, que lhe desferiu uma facada nas costas, bem entre as costelas o fazendo cuspir sangue e depois finalmente ambos perfuramos a sua garganta, o fazendo cair no chão.

-Podem até me machucar, mas machucar MEU Senpai, nem pensar.-Falei com raiva.

 Ele ficou agonizando no chão, ele se debatia cuspindo todo sangue até que a morte finalmente o alcançou, vá com o diabo Budo, que você queime nas profundezas do inferno por ferir o MEU Taro, e sim, sou possessiva.

-Nunca tinha visto vocês agirem pessoalmente, e é incrível! – Falou Shizumi com um olhar sádico sobre o corpo de Budo.

Antes que pudéssemos falar qualquer coisa sentimos algo se movendo atrás de nós e logo em seguida um grito apavorado. Nem precisava virar para saber quem era, qualquer um reconheceria aquele grito estridente, era minha “grande amiga” Musume Ronshaku.

-Pode deixar que eu cuido dela, amor. – Disse Taro com um timbre entediado.
Após essa fala eu o observei correr atrás dela, ele fica tão fofo...
...
...
...
PERAI! ELE ME CHAMOU DE AMOR?! Depois de tanto tempo esperando ele me chamar dessa forma... É UMA SENSAÇÃO TÃO BOA!

Fiquei mergulhada em meio aos meus pensamentos que quando me dei conta a Info-chan já tinha ido embora, e os corpos já tinham sumido, meu deus, ela é rápida.

-Ah, fiquei todo sujo de sangue por causa daqueles dois. –Reclamou o MEU Senpai em um tom infantil muito fofinho- Vou tomar um banho, quer ir comigo?(Saburi: Senpai safadenho, to de olho em vocês dois ein Manu: Tu que escreveu -_-) Estou tão contente com o apelido que nem fui capaz de raciocinar e então apenas assenti.

Quebra de tempo

Já estava dentro do vestuário, quando notei o que eu fiz, mas mesmo assim continuei a me despir.P.O.V Ayano

-Então... Info-chan... Quer dizer, Shizumi. -disse seu nome com uma certa ênfase, e também uma mistura de raiva e felicidade.- Por que fazia isso mesmo sabendo que ele gostava de mim?! –Exclamei indignada.

-E eu dela. –Completou o MEU Senpai passando um de seus braços por cima de meu ombro, e é claro que corei um pouco.
Nesse momento Shizumi deu uma gargalhada sarcástica, como se a resposta fosse óbvia.
-É bem simples de se explicar,  haviam algumas pessoas que eu queria... Digamos que, retirar do meu caminho então eu falava para as meninas "Acho que o Taro Yamada gosta de você" –Disse fazendo uma voz meiga - e "Se aproxime da Ayano Aishi, ela está gostando de você mas não quer assumir" para os meninos. –Ela abafou mais uma gargalhada - com isso a pessoa se aproximava das suas paixões e vocês davam um jeito nelas por mim, sério, que bando de idiotas!

-Você é nojenta Shizumi...-Aleguei com nojo visível na voz, até que ela me corta.

-Eu sou nojenta? – Deu mais uma risada irritante - Foram VOCÊS que decidiram matar e fazer todas essas coisas, não fui eu.- Ela afirmou com um tom totalmente convencido, mesquinho.- Ah e falando nisso... Deem um jeito nesses seus coleguinhas, principalmente você Senpai(Obs.: Colocar em itálico)-Ela disse me P.O.V Ayano

-Então... Info-chan... Quer dizer, Shizumi. -disse seu nome com uma certa ênfase, e também uma mistura de raiva e felicidade.- Por que fazia isso mesmo sabendo que ele gostava de mim?! –Exclamei indignada.

-E eu dela. –Completou o MEU Senpai passando um de seus braços por cima de meu ombro, e é claro que corei um pouco.
Nesse momento Shizumi deu uma gargalhada sarcástica, como se a resposta fosse óbvia.
-É bem simples de se explicar,  haviam algumas pessoas que eu queria... Digamos que, retirar do meu caminho então eu falava para as meninas "Acho que o Taro Yamada gosta de você" –Disse fazendo uma voz meiga - e "Se aproxime da Ayano Aishi, ela está gostando de você mas não quer assumir" para os meninos. –Ela abafou mais uma gargalhada - com isso a pessoa se aproximava das suas paixões e vocês davam um jeito nelas por mim, sério, que bando de idiotas!

-Você é nojenta Shizumi...-Aleguei com nojo visível na voz, até que ela me corta.

-Eu sou nojenta? – Deu mais uma risada irritante - Foram VOCÊS que decidiram matar e fazer todas essas coisas, não fui eu.- Ela afirmou com um tom totalmente convencido, mesquinho.- Ah e falando nisso... Deem um jeito nesses seus coleguinhas, principalmente você Senpai- Ela disse me imitando com o MEU jeito apaixonado, é claro que ele ficou confuso quando me viu cerrar os punhos, tudo que eu mais quero agora é enforcar essa cadela!.

Antes que eu pudesse fazer qualquer coisa contra ela, Taro avançou nela e encostou uma faca em seu pescoço, então eu o dei suporte fazendo o mesmo, só mais um milímetro e eu esfaqueio essa cadela da Info-chan (Saburi:Entendedores entenderão... Manu: Sou entendedora...),  mas antes que nós pudéssemos fazer qualquer coisa ela diz:

- Melhor não fazer isso seus maníacos por sangue, já que os dois idiotas não tem paciência é melhor eu colocar pelo menos uma informação nessas cabeças de vento –Falou num tom superior e brincalhão, nesse momento eu empurrei mais um pouco minha faca contra o pescoço ela.- Eu tenho tipo um chip implantado em mim, ele monitora minha frequência cardíaca. –Eu e Taro olhamos para ela desconfiados- Caso meu coração pare, esse chip ativará um programa que eu criei e ele irá mandar todas minhas conversas, vídeos e fotos de vocês sequestrando e matando crianças inocentes de Akademi Highschool  para todos os alunos, professoras e especialmente para a ‘polícia’, onde os dois vão apodrecer ‘separados’. –Disse dando ênfase em policia e separados, ela me dá nos nervos!

-Droga... –Murmuramos juntos nos afastando

-PODE DEIXAR EU CHAMO A POLÍCIA , JOVEM MENINA INDEFESA (Saburi: Que bosta Manu: Da onde você tirou essa? Que merda -_-)

Olho para trás e vejo ninguém mais ninguém menos que Budo Masuta, o líder do clube de artes marciais. Rapidamente ele pula em cima do MEU Senpai o imobilizando. Ah Budo... AGORA FICOU PESSOAL SEU DESGRAÇADO!!!
Fui me aproximando por trás dele cuidadosamente ficando fora do alcance de sua vista quando dei uma facada ágil em seu braço direito, em seguida ele se virou rápidamente soltando os braços, grande erro Budo, grande erro... Ele olhou para mim consequentemente ficando de costas para Taro, que lhe desferiu uma facada nas costas, bem entre as costelas o fazendo cuspir sangue e depois finalmente ambos perfuramos a sua garganta, o fazendo cair no chão.

-Podem até me machucar, mas machucar MEU Senpai, nem pensar.-Falei com raiva.

 Ele ficou agonizando no chão, ele se debatia cuspindo todo sangue até que a morte finalmente o alcançou, vá com o diabo Budo, que você queime nas profundezas do inferno por ferir o MEU Taro, e sim, sou possessiva.

-Nunca tinha visto vocês agirem pessoalmente, e é incrível! – Falou Shizumi com um olhar sádico sobre o corpo de Budo.

Antes que pudéssemos falar qualquer coisa sentimos algo se movendo atrás de nós e logo em seguida um grito apavorado. Nem precisava virar para saber quem era, qualquer um reconheceria aquele grito estridente, era minha “grande amiga” Musume Ronshaku.

-Pode deixar que eu cuido dela, amor. – Disse Taro com um timbre entediado.
Após essa fala eu o observei correr atrás dela, ele fica tão fofo...
...
...
...
PERAI! ELE ME CHAMOU DE AMOR?! Depois de tanto tempo esperando ele me chamar dessa forma... É UMA SENSAÇÃO TÃO BOA!

Fiquei mergulhada em meio aos meus pensamentos que quando me dei conta a Info-chan já tinha ido embora, e os corpos já tinham sumido, meu deus, ela é rápida.

-Ah, fiquei todo sujo de sangue por causa daqueles dois. –Reclamou o MEU Senpai em um tom infantil muito fofinho- Vou tomar um banho, quer ir comigo?(Saburi: Senpai safadenho, to de olho em vocês dois ein Manu: Tu que escreveu -_-) Estou tão contente com o apelido que nem fui capaz de raciocinar e então apenas assenti.

Quebra de tempo

Já estava dentro do vestuário, quando notei o que eu fiz, mas mesmo assim continuei a me despir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...